Alexander McQueen, l’enfant terrible… (tears)

No final da tarde de hj foi surpreendido com a triste notícia da morte por suicídio de Alexander Mcqueen, o que me deixou profundamente entristecido.

Demorei pencas para escrever o post sobre o assunto pq fiquei triste de verdade, afinal McQueen sempre foi o meu estilista preferido de todos os nomes atuantes no mercado da moda de hoje.

Sempre achei o seu trabalho incrível, de uma criatividade sem limites, inspirador. Me lembro de uma das primeiras aulas da faculdade de moda, onde essa foto do fotógrafo David Lachapelle foi exibida, bem grande durante a aula de criação, uma das minhas aulas preferidas. E meu professor fez todo um discurso sobre o talento de McQueen que aparece de saia amarela na foto, seguido por sua muse e amiga Isabella Blow, que foi quem comprou todas as peças de sua coleção de graduação na escola Central Saint Martin s College Of Art and Design, sendo uma das primeiras a apostar em seu talento como criador. Fiquei tão emocionado com a história e com o pouco de sua trajetória que o meu professor nos contou aquele dia, que fiquei com essa imagem gravada na minha cabeça para sempre e por isso resolvi usa-la nesse texto. Claro que eu já conhecia o seu trabalho como estilista, mas a partir disso comecei a admira-lo ainda mais por toda a sua irreverência, rebeldia e criatividade absurda.

Ele sempre foi como um deus da moda pra mim, uma espécie de tutor, mesmo que de bem longe, alguém para se espelhar, para se inspirar. E inspiração não lhe faltava nunca. Uma das lendas fashion que eu mais gosto é a de que McQueen, na época em que ainda trabalhava a sua impecável alfaiataria no centro da Londres antiga, ganhou como seu cliente o Prícinpe Charles e dizem que em um dos paletós que ele fez para o prícipe, o estilista bordou algo como “sou uma puta” no forro de uma das mangas, euri. Howcoolistaht?

Seus desfiles sempre foram os mais aguardados nas semanas de moda. Sempre muito irreverente ele exaltava a beleza exótica em desfiles teatrais e emocionantes. Todos que algum dia cobriram as semanas de moda mais importantes do mundo e que já estão até  se acostumados com o mesmo do mesmo que vem sendo apresentado nas passarelas por ai até hoje, sabiam que cada vez que o desfile do McQueen começava, pelo menos uma coisa era garantida: emoção!

E a sua icônica caveira, marca registrada do estilista, se tornaria conhecida no mundo todo, em objetos de desejos de todos os gostos.

Alexander McQueen sempre me emocionou, com os seus cenários deslumbrantes, tomando conta das midias audiovisuais muito bem, transformando o seu desfile em um show mesmo, diferente dos demais, único, tudo dentro do seu fundamento. Não me esqueço do encerramento de um de seus desfiles, na época em que a Kate Moss havia saído na capa dos jornais e revistas cheirando cocaína e tendo um série de contratos rompidos por pura hipocresia, onde ele saiu em defesa de sua amiga e colocou ao fim de sua apresentação uma imagem em holograma da Kate gigante, imaculada como uma santa em um vestido leve e branco, uma imagem que emocionou a todos que estavam presentes na sala de desfiles (e mais tarde no Youtube é claro). Uma imagem inesquecível e de tamanha generosidade do estilista para uma amiga, que passava por um momento meio assim neam? Coisas de gênio neam? Talvez por isso sua arte seja eterna, impossível de se esquecer tamanho talento.

Das últimas coleções que eu vi, dos últimos desfiles que eu vi, Alexander McQueen foi quem mais me emocionou, fatão. Plato’s Atlantis (que foi o nome da sua última coleção) foi um grande exercício para o estilista em se tratando de formas, estampas e equílibrio. E McQueen mais uma vez conseguiu, ao som de Bad Romance da Lady Gaga (que foi lançada oficialmente em seu desfile) o estilista encerrou a apresentação de um dos seus melhores trabalhos. E equilibrar uma mulher naqueles “alien shoes” não deve ter sido nada fácil neam? Objeto de desejo do Guilt, para ficar exposto com peça de arte na minha casa. Gênio!

Mas McQueen infelizmente hoje desistiu da sua arte, abandonando uma brilhante e genial carreira como um dos melhores criadores de moda de todos os tempos. Não cheguei nunca a assistir ao um de seus shows  pessoalmente, o que gostaria muito de ter tido a chance (humpf!), mas de uma certa forma me sentia presenteado com o seu talento e suas criações maravilhosas a cada estação. Tenho certeza que perdemos um talento imcomparável, um jovem rebelde que fazia questão de demonstrar em suas brilhantes coleções algumas de suas mensagens, crenças e talvez um pouco da sua luta contra a caretice. Concordo com o que disse a Erika Palomino em seu saudoso Paloblog e tenho certeza que com essa perda o mundo irá amanhecer mais careta amanhã.

Preciso deixar a minha declaração pública de que se algum dia eu sonhei em ser um grande criador e fazer parte da história da moda, parte dessa inspiração foi devido ao excelente, inspirador e admirável trabalho de Alexander McQueen. (tears)

Não consigo imaginar nenhuma outra forma de despedida mais digna a não ser aplaudindo seu talento. Clap Clap Clap!

Bye! (triste mil)

Alexander McQueen – R.I.P

Etiquetas: , , ,

10 Respostas to “Alexander McQueen, l’enfant terrible… (tears)”

  1. Leo Says:

    Muito triste, ainda bem que o seu legado é muito maior do que tudo isso
    Lindo texto Essy, fiquei emocionado
    RIP

  2. Jana Says:

    Eu tmbm fiquei muito trsite com a notícia…
    Uma pena, um dos maiores talentos da moda

  3. Diego Says:

    Fiquei emocionado agora
    Bye bye McQueen

  4. João Says:

    génio.

  5. E agora, a 2ª edição do The Modern Guilt Awards 2010 « The Modern Guilt Says:

    […] quem quiser ler o que eu escrevi na época, pode vir aqui e eu aconselho ler ouvindo “Gloomy Sunday” da Billie Holiday (mas pode ser também na […]

  6. Look 4 Today (tears) « The Modern Guilt Says:

    […] Pq hoje faz um ano que acordamos mais caretas, tears… […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: