Rocket Man

Fiz uma maratona e na quinta cheguei ao ep final da Season 3 de Californication, que teve uma cena final bem emocionante, parte disso por conta da excelente trilha que encerrou o epispódio, a sempre incrível “Rocket Man” do Elthon John. A série nem é das minhas preferidas, embora seja bem báfu. Hank nem é dos meus personagens preferidos do mundo da séries, as vezes eu acho ele sujo demais, podre demais, ou seja…demais. Acho um absurdo quando escuto por ai que Californication é uma versão de  Sex And The City para os homens, pura bobagem! Já a música do Elthon John eu acho uma das mais incríveis ever, LOVE Rocket Man, LOVE. Tenho uma memória afetiva com a música que eu não sei bem de quando vêm, mas acho que tem algo relacionado com a infãncia e provavelmemte deveria fazer parte da discografia da minha mãe, acho eu.

A verdade é que a história do episódio me deixou meio pensativo, me fez analisar melhor esse tipo de relação que eu insisto em ter comigo mesmo, essa auto-sabotagem que acabamos fazendo quando estamos prestes a atingir algo que de tão bom assusta. E ai fazemos uma besteira qualquer só para fugir desse plano de felicidade perfeita, que talvez não combine com a minha personalidade de garoto triste.

Segredos são sempre uma merda mesmo neam? Só são bons no momento, mas logo eles resolvem aparecer das formas mais exóticas possíveis. Então me diga, para que ter segredos então hein? E alguém consegue imaginar uma vida sem segredos? Eu não…

O problema é quando a sua consciência é honesta demais e ai o problema começa a ficar dramático. Eu sofro desse problema as vezes, nem sempre, mas ainda assim acho que eu poderia ser mais inteligente nesse tipo de situação. Uma pena, uma cabeça tão pensante neam? Talvez seja esse o problema, pensar demais.

No ep da série, que tem o título “Mia Culpa” (3×12), Hank se encontra no dilema de ter que revelar que ele já tinha ficado com a filha do ex marido da sua mulher e verdadeiro amor da sua vida. Uma noite como outra qualquer que Hank pensou que não seria diferente de nenhuma das outras que ele teve ao longo de sua vida porém, dessa vez com a pessoa errada. E põe errada nisso, afinal a menina na época do báfu, ainda na primeira temporada era menor de idade. Tabu? Sei lá neam? Fucking & Punching.

E assim Hank se viu em talvez um dos momentos mais difícieis de sua vida, quando a verdade precisa ser contada, mas talvez no pior momento, quando ele imaginou que finalmente seria feliz com a mãe de sua filha que sempre foi a mulher de sua vida. O que é claro que depois dessa revelação fica difícil de acontecer e com uma briga exaltada do casal, na rua de sua casa, Hank se vê preso, literalmente e abandonando mais uma vez o seu ideal de felicidade, que ele já sabe muito bem qual é e o pior disso tudo é que mais uma vez ele decepciona o grande amor de sua vida. E até quando esse tipo de relaçán  irá se sustentar? Até quando Karen vai conseguir viver com as pisadas de bola do Hank? Até que ponto tudo isso vale a pena? E o pior, se eles se dão tão bem, pq não conseguem ser feliz juntos? E eu é que sei?

Muitas perguntas neam? Pois é, as vezes eu me pego fazendo as mesmas perguntas. Mas isso só pode ter uma explicação, a auto-sabotagem que eu disse para vcs no começo do post. Porque sempre fazemos isso hein? Falo no plural pq sei que pelo menos mais uma pessoa compartilha desse mesmo problema, rs. (Ui, usando o blog para mandar recado Essy? Shame on you!)

A relação entre Hank e Karen é incrível, meosonho de consumo. O tipo de casal bem resolvido que pode conversar sobre qualquer asssunto na mesa do café da manhã. Talvez um pouco fictício demais, pq eu não consegui até hj conhecer nenhum casal do tipo que consegue lidar bem com tamanha intimidade. Todos preferem guardar os seus segredos, que as vezes nem são tão báfu assim, não conversar sobre todos os assuntos, não expor a sua verdadeira opinião sobre determinados assuntos, coiseeenhas que fazemos as vezes com medo de perder. O que acaba passasando sem ser percebido é que na verdade vc já perdeu meobem! Perdeu a sua essência, a sua personalidade e as vzs até o seu carater. Profundo não? Melhor eu parar de escrever estou ficando ainda mais confuso. Relações são complicadas demais neam? Ahhhh como tudo poderia ser mais fácil nessa vida! Que puxa!

Não consigo muito bem explicar o pq praticamos isso, mas talvez tenha alguma relação com esse tipo de ideal de felicidade plena, que para alguns assusta, ainda mais nós que estamos acostumados com os dramas do dia a dia neam? Viver esse tipo de felicidade pode ser assustador, afinal quando vc se vê feliz por completo, vc pensa: E agora? O que será que vem depois? O que será que vai dar errado agora?

E a solução para o problema? Por enquanto, continuar me auto-sabotando uma vez que eu não consegui solucionar esse mistério ainda e tão pouco viver o meu ideal de relaçán perfeita. Fom forom fom fom…

Essyfornication, 3×12 “Mea Culpa”, breve em DVD, rs

Mas tem sempre alguém bem desavisado que pode até estar pensando nesse momento: que velho esse dono do Guilt hein? E que ligação é essa Elthon John + Californication + auto-sabotagem? Really?

E eu bem digo: sim é isso mesmo, já disse que dentro de mim habita um velho belíssimo.

 Mas aqui vai um pouco de fundamento pq nem só de báfus vive o Guilt neam? Se vc pode ser a pessoa que é hoje em dia, é porque lá no passado (que nem é tão distante assim) existiu algúem como Sir Elthon John para ahazar no fundamento que no fimal das contas leva ao que vc pode ser hoje em dia, fikdik.

Okayam?

E para vc que teve saco para chegar ao final do meu texto dramático e confuso, só me resta fazer novamente a “mea culpa” e tentar me desculpar por perder o seu tempo com um texto meio pessoal do meu díários das Princicesas Disney (euri) com a emocionante música que me levou a escrever esse post, Smacks!

Essy, The Rocket Man

Etiquetas: , , , , , ,

6 Respostas to “Rocket Man”

  1. Diego Says:

    Realmente temos que olhar mais para o passado e seu texto foi ótimo

  2. Leo Says:

    Eu fiquei emocionado com o seu texto que depois de lido acompanhou essa música linda de Elton
    Por isso que eu gosto tanto de vc Essy!

  3. Murilo Says:

    Mega spoiller para mim que ainda não vi o fim de Californication, mas valeu pela sinceridade do texto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: