Breaking Bad: é impossível assistir um só

É realmente impossível!

Assim como a primeira temporada, acabei assistindo a Season 2 da sensacional Breaking Bad em tempo recorde! (3 dias eu acho e olha que dessa vez são 13 eps no total, hein?)

É tudo tão bom e a história te prende de tal forma, que é impossível abandonar a temporada no meio do caminho, ainda mais se voc~e sofre por ansiedade, assim como eu.

E foi outra temporada sensacional, honestamente, uma das melhores coisas da TV sem nenhuma dúvida, onde tudo estava em seu lugar e fazia sentido. Mesmo com aquelas cenas típicas do começo dos episódios, que você sempre acha que é uma coisa, quando na verdade, no final das contas acaba sendo outra. Já catei esse truque hein roteiristas?

Se a primeira temporada eu já havia achado violenta, acabei ficando de cara com a imaginação sórdida desses caras ao começar a assistir a Season 2. Se você já precisava de culhões para assistir a Season 1, para essa Season 2 é melhor garantir uns culhões extras. Me-do!

Mais tortura, assassinatos, violência, crianças abandonadas, crianças assassinas,  explosões e o clima de que a qualquer momento, Mr White e o seu parceiro Jesse vão acabar se dando muito mal. Muito mal mesmo.

Breaking Bad é uma verdadeira corrida contra o tempo, onde a cada passo dado pelos protagonistas, ambos acabam se afundando cada vez mais no mundo do crime e isso só me leva a pensar em um final trágico para a história desses dois. Tomara que eu esteja errado e o Mr White tenha algum truque nas mãos, em nome da ciência!

Essa temporada é praticamente dividida em 2 partes. AC/DC Tuco.

A primeira parte, onde os dois ficam sob o comando do traficante mais temido do pedaço (o tal Tuco e sua faca gigante carregada de meta) , sendo torturados psicologicamente a todo o tempo e mantidos como reféns é totalmente aflitiva. Fiquei com o coração na boca de tanto medo que eu senti, fatão!

Mas esse sou eu, um garoto assustado, rs

E o senhor de saúde frágil, o “tio” do crime, tocando o sino quando queria responder positivamente  alguma coisa hein? Rolei e fiquei aflito. Depois rolei de novo com o “tio” reconhecendo o Jesse na cadeia.

Depois de finalmente conseguir se livrar do Tuco (graças ao Hank!), passar pela polícia, Mr White se fingindo de louco para não dar bandeira para a sua família, Jesse sendo fichado e o seu cunhado (Hank) quase descobrindo tudo, os dois finalmente se livram de todo esse drama e chegou a hora de começar a fazer negócio como gente grande. Afinal, toda empresa tem que crescer um dia, não é mesmo?

Time is money. Chrystal blue is even more.

Skyler cada vez mais grávida (as vezess eu esqueço que o tempo costuma passar lentamente na série), desconfiando cada vez mais das “escapadas” do seu marido e tendo que voltar ao seu  trabalho antigo, onde ela mantinha uma relação  meio assim com o ex chefe. A sua irmã cada vez mais insuportável (acho ela uma chata, fato) e o filho criando um site para doações para o tratamento do seu pai, foufo mil.

Outro personagem que eu gosto muito, mesmo com toda a arrogância e pose de policial caricata (e real)  é o Hank, ele que se aproxima cada vez mais de descobrir quem é o tal traficante poderoso da cidade, mas que no final das contas só avança no caso e não chega a nenhuma conclusão (ainda…). Mas ele esta se aproximando cada vez mais…

Depois tivemos Jesse brincando de casinha nessa temporada neam? Primeiro com o garoto ruívo (leeeandro), filho do casal mega drogado, todo com pena e cuidando do garoto naquele ambiente podre. Foufo mil. Mais tarde, ele encontra a sua Apology Girl (adorei a ideia dela), com quem ele até começa a viver um romance bacana e se não fosse o nível do colocón dos dois, a história até teria seguido em frente. E o Mr White permitindo que a garota morresse engasgada com o próprio vômito foi de uma frieza sem tamanho, não? Mas e você, como as coisas andavam para ele naquele momento, vai dizer que não faria o mesmo?  Hmm mmm…

Eu bem acho o Walter um psicopata. Mesmo com todo o drama da sua história e tudo mais, ele me parece muito prático na hora em que tem que finalizar alguém, o que ele sempre acaba fazendo com uma frieza que chega a ser assustadora. Até agora já foram 2 vítimas e isso para alguém que a até pouco tempo era apenas um pai de família e professor. O que eu acho digno nessa parte da história é que me parece que ele esta sempre de “cabeça cheia”, como se a culpa e a necessidade de se livrar dos novos problemas que vão surgindo estivessem a sua volta o tempo todo.

Agora do Jesse eu gosto cada vez mais e me sensibilizo até mais com a sua parte da história de viciado, não muito inteligente e meio solto na vida. O que foi ele ensaiando para entrar na casa do casal para recuperar a sua droga? Gosto também que em um outro lado da história, eles tentam humanizar mais o Jesse, mostrando que ele até é lá no fundo um bom garoto, como quando descobrimos que ele foi quem ficou ao lado de sua tia também vítima do câncer (awnnn!). E sinto que o Mr White é cheio dos mind games paro o lado dele, porque no fundo ele sabe que o Jesse é fraco e vai acabar fazendo o que ele quer que o garoto faça. Mesmo sabendo que no fundo, os dois se gostam e se respeitam até.

Sem contar que aquele episódio onde ele acaba perdendo tudo e cai dentro do banheiro químico é de dar pena neam?  Tadeeenho… (mas é bem engraçado também)

E a relação entre os dois só cresce e ganha força, deixando a história ainda mais interessante. Quando o Mr White contou que a sua doença estava em remissão e que o seu câncer teve uma redução de 80%, a reação do Jesse foi das mais sinceras possíveis. Coisa de quem torce por alguém, de quem se importa, de quem gosta. O que de certa forma vai deixando o próprio Walter com muito mais culpa e porque não dizer cheio de remorso dessa relação entre os dois.

Pausa: o quanto foi sensacional aquele clipe que rolou em uma das aberturas, com aquele grupo de mexicanos hein? Euri

Em uma tentativa de organizar o negócio dos dois, eles acabam avançando territórios e começam a irritar muita gente e isso nós veremos mais na próxima temporada, eu acho.

No final, temos cada um com 1/2  milhão de dólares e sem poder gastar como gostariam, cada um por seus motivos. Jesse, depois de encarar a morte trágica da sua namorada chave de cadeia, vai parar na reabilitação e o Mr White, acaba recebendo um convite da própria mulher para se retirar da casa dos dois e um possível divórcio se aproxima do casal.

Tudo isso com imagens de um maldito urso de pelúcia afundando na piscina da família que nos perseguiu durante quase toda a temporada, devido a um acidente aéreo que ocorreu na região (que só acontece no season finale na verdade), acidente do qual, de certa forma, a dupla Mr White e Jesse também tem sua parcela de culpa. Dra-ma!

Jesse saindo da rehab, Mr White divorciado, a família dividida e a verdade prestes a aparecer a qualquer momento. Isso é o que provavelmente me espera na Season 3, que eu já digo que vou começar logo porque Breaking Bad já se tornou o meu novo vício. (rehab já para mim mesmo, rs)

Etiquetas: , , , , , ,

3 Respostas to “Breaking Bad: é impossível assistir um só”

  1. Jesse e Walter fechando a firma no final da Season 4 de Breaking Bad « The Modern Guilt Says:

    […] esses dois por 1, 2, 3, 4 temporadas até agora, e estamos caminhando para a conclusão da série, que acontecerá na […]

  2. Breaking Bad volta hoje. Mas será que lembramos de tudo que já aconteceu na série até agora? « The Modern Guilt Says:

    […] ♥  Season 2 […]

  3. Breaking Bad termina hoje e você reclamando que não tem coisa boa na TV | The Modern Guilt Says:

    […] Season 2 […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: