Querido John…

…gostaria de dizer que um filme recheado de cartas de amor e um romance entre a garota perfeita + o cara bonitão que vai para a guerra não me comove, fatão!

Mesmo porque, essa imagem do grande herói que as pessoas projetam nos soldados não é nem de longe o que eu penso a respeito quando vejo a imagem do bravo rapaz e seu uniforme camuflado.

Quando eu penso em um jovem que vai pra guerra eu não acho ele o cara mais corajoso do mundo, mesmo porque a palavra “guerra” pra mim já esta ligada diretamente a covardia, portanto esse não é o meu exemplo de herói.

Depois, pq eu fico pensando na família dessas pessoas, na história que eles acabam deixando para trás em busca desse objetivo “heróico”. Alguns por vocação, outros porque são obrigados. Na segunda opção, mais um exemplo de covardia.

Tmbm penso no trauma que essas pessoas vão carregar para o resto da vida, uma coisa que eu certamente não saberia como lidar…

Agora voltando ao filme, que garota irritante não? Boa demais, com os olhos arregalados demais e um ar angelical demais, humpf! Amanda Seyfried  me irrita um pouco porque ela deve ter um bom agente e durante esses últimos tempos esteve presente em diversas produções, não?

E a pergunta que não quer calar: que garota no mundo, praticamente no primeiro encontro, faz o pedido para o boy magia de conhecer a sua família e tudo isso pra já? Hein? Eu inventava uma desculpa e sairia fora, que essa me pareceu problema (euri)

Channig Tatum… outro dia eu ouvi uma piada ao seu respeito em algum filme/seriado mas eu não me lembro onde e eu acho que é a primeira vez que eu te vejo em algum filme (eu acho…) e tudo bem, achei vc ok. Mas a todo momento vc me lembrou o Josh Hartnett e ai é claro que vc perdeu pra mim neam? Höy

Como nem tudo esta perdido nessa vida, a história dele com o pai autista e colecionador de moedas é a melhor parte da história. E o desenrolar da trama pelo menos é meio que surpreendente. Mas pra mim ficou bem claro que aquela garota tinha sim sérios problemas, rs

A idéia de mandar cartas de amor é tão antiga e já foi tão usada no cinema que eu já cansei (mesmo ficando bem emocionado quando eu ouço  “We Used To  Wait” do Arcade Fire).

Agora, até hoje, todos os  filmes que usaram a temática dos atentados de 11/09 foram meio aproveitadores e sensacionalistas, sem a menor necessidade. Pra mim é comover com o óbvio e isso não me atrai. Não achei um até hoje que tenha abordado o tema de forma digna, fatão!  O que eu acho bem difícil de acontecer e ainda acho que esse é um dia que ninguém gostaria de lembrar, mas…

Enfim, só escrevi esse post para lembrar a mim mesmo que as vzs eu tmbm faço escolhas ruins (influenciado eu diria) e tmbm para dizer que para quem quer se emocionar de verdade, com histórias reais dos “heróis americanos”, que assistam a esse video, onde eles fazem o que deveriam ter feito a muito tempo!  Isso sim me comove…

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: