Born This Way – o video: muito fundamento para pouco espaço

Alexander McQueen e a sua última coleção (aquela com os “alien shoes) + Barbarella + o último desfile do Thierry Mugler e a parceria do Nicholas Formichetti com o zombie boy Rick Genest + coreô animada+ Alien + unicórnios + caleidoscópio + Michael Jackson & Madonna?

Sim, todas essas referências estão de alguma forma no video de “Born This Way” dirigido por Nick Knight, que é o primeiro single do novo disco da Lady Gaga.

Entre imangens maravileeeandras e fortes, eu senti que Gaga se perdeu um pouco na referência. Sabe quando vc tem uma idéia muito boa e o brainstorm não tem fim? Então, mais ou menos por ai…

Tudo isso e a falta de coragem de alguém peitar Gaga e dizer: querida, já não tá bom? Amigos verdadeiros sempre fazem falta honey G.

O resultado é bonito de se ver, mas um tanto quanto confuso. Por exemplo: e aquele final? Luvas brancas, andando nas ruas com direito a fumaça ala NY? Seria uma referência ao MJ? Bem achei…

E o denteeenho mega separado da imagem final, com direito a uma single tear? Seria uma recado para a Madonna? Bem achei tmbm…

Fora isso eu senti um certo desconforto do agora modelo, Rick Genest durante o video. Acho que Gaga poderia ter dispensado o seu make cut+copy do fundamento do garoto e ter investido mais na própria imagem dele (que é sensacional!) nessa hora. Sim, um ego menor as vezes também ajuda.

Outro detalhe que eu gostaria de chamar a atenção no video, são as cenas em que ela aparece envolta em um tecido super fino e leve, que causa um efeito parecido com uma fumaça/névoa, sabe?

Então, senti também que essa referência funcionou melhor no desfile do Thierry Mugler (o primeiro sobre direção do Nicholas Formichetti, fiel escudeiro de Gaga), pelo menos o impacto me pareceu maior nas fotos (que são do Jack & Jill) do que como podemos ver no video, fikdik.

Olha só como as imagens são bem mais sensacionais…

Não são?

Entre as minhas partes preferidas estão as próteses pontudas que ela vem usando nos ombros, que causam um efeito sensacional. E AMO o momento “don’t be a drag, just be a queen” da coreô.

Enfim, fato é que Lady Gaga conseguiu mais uma vez neam? Antes se perder no meio de tanto fundamento bacana, como eu sinto que aconteceu em “Born This Way”, do que não ter nenhum fundamento para mostrar.

Outro fato é que, essa “nova raça”, sem medo de ser exótica, proposta por Gaga no video e desde que ela apareceu para o mundo, já é realidade (ainda bem!) e esse crédito é realmente todo dela.

Clap Clap Clap Mother Monster!

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


<span>%d</span> bloggers like this: