A propaganda nova da Coca-Cola é linda, mas todas sabem de onde veio esse fundamento…

Propaganda foufa, super otimista, com B-Side do Oasis na voz de um coral de crianças…

Hmm mmm…mas espera ae, eu disse coral de crianças?

Vcs lembram que eu falei um dia desses do meu coral preferido, não? O PS22 Chorus, de NY e a minha campanha para que eles participem de Glee?

Então, minha roommate bem animada me disse que eles estavam na propaganda nova da Coca- Cola, logo fomos a caça, para brindar o sucesso com uma Coke bem gelada…

Fiquei bem animado, mas logo percebi que, apesar do fundamento ser idêntico, o conceito e tudo mais, não, não era o PS22 Chorus e sim, um outro coral de crianças, tmbm de NY, o Young People’s Chorus.

Tudo bem que é bem provável que esse fundamento de coral de crianças cantando músicas indies,  a essa altura, já seja bem popular na America antiga devido ao sucesso do PS22, mas custava fazer a propaganda com o coral que todo mundo conhece, já que vcs estavam a procura desse fundamento?

Será que eles cobraram pencas? Mr B fez muitas exigências para o seu camarim? A Coca-Cola preferiu pagar o precinho do outro coral, menos conhecido?

Não sei não, só sei que ficou com cara de chupisco, fikdik

E a propaganda tinha tudo para ser linda, mas…faltou cuidar melhor dos detalhes.

Ainda dizem, que o Oasis foi escolhido como trilha para fazer uma mea culpa, por uma briga antiga da Coca-Cola com o Noel Gallagher, que o acusou de plágio por “Shakermaker”, acusando o músico de chupisco de uma música de uma de suas propagandas do ano de 94, chamada “I’d Like to Teach The World To Sing”.

Ou seja, poderiam ter evitado o constrangimento…

E isso tudo só prova a minha teoria de que as pessoas que estão ganhando muito dinheiro com tudo isso, são completamente alienadas e mal informadas, fikdik

Etiquetas: , , , , , ,

17 Respostas to “A propaganda nova da Coca-Cola é linda, mas todas sabem de onde veio esse fundamento…”

  1. Tatiana Paiva Says:

    “Chupar’ é quando fazem algo que já foi feito, praticamente como um todo, imitando conceito, ideia e estratégia. Vc já viu comercial idêntico? OU só está falando que a ideia-raiz para o comercial veio de fonte parecida? A sua crítica pode até ter certo fundamento, mas você também deveria pensar nos detalhes na hora de criticar, porque a sua crítica não disse nada de concreto. Ainda mais quando você alerta com palavras como “Será…?”, “Dizem que”… tudo sem um fundamento sério e confiável. Isso não prova nenhuma teoria. Muito menos a sua. Releia o seu “post” (que ainda por cima está cheio de erros de gramática) e veja quem onde está a alienação nas ideias.

    • Essy Says:

      Querida tati.revisora

      Resolvi aprovar os seus 2 comments porque eu AMO pessoas inseguras, logo achei justo aprovar os 2 que deixou para esse post, um sinal claro que ele deve ter sido importante para vc de alguma forma (sim, suck it!). Agora vou te dar algumas razões para vc acreditar, que nem tudo é perfeito ou segue as regras da ABNT:

      Vamos esclarecer logo de cara que o Guilt não é um blog assim tão culto (muito embora há quem discorde, tisc tisc), compromissado, baseado em verdades absolutas e que segue as regras da ABNT em seus textos, porque nesse caso eu não estou escrevendo nenhuma monografia (e já me basta uma outra que eu estou realmente sendo obrigado a escrever). Mas eu entendo o seu lado, de revisora fervorosa que defende o seu ganha pão (e talvez esteja tentando me convencer a gastar o meu rico dinheireeenho com o seu talento, será? Será que eu posso usar “será”? Zzz), que se prende a essas regras e esta acostumada a um tipo bem específico de leitura, algo completamente diferente do que vc vai encontrar por aqui, portanto sinta-se avisada!

      Escrevo da mesma forma como falo com meus amigos. Somo todos jovens, cheios de vícios de linguagem, palavras e expressões que inventamos a todo tempo e por isso essa é a linguagem que vc vai encontrar aqui e já aviso tmbm que se vc quiser dar uma de revisora aqui no Guilt, certamente vai ter muito trabalho (sem remuneração é claro) pela frente. Quem sabe daqui uns anos, quando a sua neta herdar o dom de ser revisora, ela não vai estar estudando exatamente esse tipo de linguagem, hein? Hmm mmm, praguejei agora hein?

      Quanto a minha crítica, ela aponta mais para a intenção da empresa quando fez a encomenda do comerical e que acabou caindo em contradição, sendo vítima de um “crime” parecido ao que já acusou alguém um dia.
      A criatividade esta ae, no ar e é bem possível que duas pessoas ou mais, nesse mundo todo, pensem parecido e cheguem a idéias semelhantes. Não estou aqui para acusar uma das maiores empresas do mundo de plágio por exemplo, pq esse nem é o caso na minha opinião e o resultado final da propaganda é lindo e foufo, mas um cuidado a mais viria muito bem em uma situação como essas, para evitar o constrangimento, deles e de pessoas como vc, “cultonas”, euri.

      Tmbm não estou tentando provar nenhuma teoria, tsá? São apenas impressões, questionamentos, comentários, tudo de forma bem pessoal, que é o que vc vai encontrar por aqui se resolver voltar mais vzs, fikdik (mas perca a esperança de se tornar revisora oficial do Guilt que esse é o trabalho da professora Cudi)

      Já o “chupisco” do fundamento do coral, isso eu acho evidente, mesmo sem procurar a definição da palavra chupisco no dicionário (quém, e eu bem conheço outros significados para a mesma palavra hein? Fikdik), mas como eu mesmo disse no meu post cheio de erros de gramática reprovados por vc mesma, a revisora cultona (suck it! Falou, vai ouvir…), também é bem possível que outros corais americanos a essa altura sigam o mesmo fundamento do PS22. O problema é que quando vc constrói uma identidade e ela se torna conhecida, ela acaba ficando marcada demais, forte demais e ai não tem como outra pessoa tentar fazer algo parecido e evitar comparações.

      Para terminar, ouvi dizer que o professor Pascoale tem um blog sensacional. Vai dar umas volteeenhas por lá, vai?
      Como segunda opção eu indico a apostila da ABNT 2011, que esta o doce.
      E ainda como terceira opção, eu recomendo a procura da palavra “humor” no dicionário. Acrescente um “bom” na frente e viva melhor, sem prisão de ventre talvez? (PÁ! Agora sim, finalizei com um olho roxo)

  2. Tatiana Paiva Says:

    “Chupar’ é quando fazem algo que já foi feito, praticamente como um todo, imitando conceito, ideia e estratégia. Vc já viu comercial idêntico? OU só está falando que a ideia-raiz para o comercial veio de fonte parecida? A sua crítica pode até ter certo fundamento, mas você também deveria pensar nos detalhes na hora de criticar, porque a sua crítica não disse nada de concreto. Ainda mais quando você alerta com palavras como “Será…?”, “Dizem que”… tudo sem um fundamento sério e confiável. Isso não prova nenhuma teoria. Muito menos a sua. Releia o seu “post” (que ainda por cima está cheio de erros de gramática) e veja onde está a alienação nas ideias.

    • Essy Says:

      Como sou beeem educado, vou responder aos dois comments. Pq vai que a leitora sofre de TOC neam? Quém!

      Querida tati.revisora

      Resolvi aprovar os seus 2 comments porque eu AMO pessoas inseguras, logo achei justo aprovar os 2 que deixou para esse post, um sinal claro que ele deve ter sido importante para vc de alguma forma (sim, suck it!). Agora vou te dar algumas razões para vc acreditar, que nem tudo é perfeito ou segue as regras da ABNT:

      Vamos esclarecer logo de cara que o Guilt não é um blog assim tão culto (muito embora há quem discorde, tisc tisc), compromissado, baseado em verdades absolutas e que segue as regras da ABNT em seus textos, porque nesse caso eu não estou escrevendo nenhuma monografia (e já me basta uma outra que eu estou realmente sendo obrigado a escrever). Mas eu entendo o seu lado, de revisora fervorosa que defende o seu ganha pão (e talvez esteja tentando me convencer a gastar o meu rico dinheireeenho com o seu talento, será? Será que eu posso usar “será”? Zzz), que se prende a essas regras e esta acostumada a um tipo bem específico de leitura, algo completamente diferente do que vc vai encontrar por aqui, portanto sinta-se avisada!

      Escrevo da mesma forma como falo com meus amigos. Somo todos jovens, cheios de vícios de linguagem, palavras e expressões que inventamos a todo tempo e por isso essa é a linguagem que vc vai encontrar aqui e já aviso tmbm que se vc quiser dar uma de revisora aqui no Guilt, certamente vai ter muito trabalho (sem remuneração é claro) pela frente. Quem sabe daqui uns anos, quando a sua neta herdar o dom de ser revisora, ela não vai estar estudando exatamente esse tipo de linguagem, hein? Hmm mmm, praguejei agora hein?

      Quanto a minha crítica, ela aponta mais para a intenção da empresa quando fez a encomenda do comerical e que acabou caindo em contradição, sendo vítima de um “crime” parecido ao que já acusou alguém um dia.
      A criatividade esta ae, no ar e é bem possível que duas pessoas ou mais, nesse mundo todo, pensem parecido e cheguem a idéias semelhantes. Não estou aqui para acusar uma das maiores empresas do mundo de plágio por exemplo, pq esse nem é o caso na minha opinião e o resultado final da propaganda é lindo e foufo, mas um cuidado a mais viria muito bem em uma situação como essas, para evitar o constrangimento, deles e de pessoas como vc, “cultonas”, euri.

      Tmbm não estou tentando provar nenhuma teoria, tsá? São apenas impressões, questionamentos, comentários, tudo de forma bem pessoal, que é o que vc vai encontrar por aqui se resolver voltar mais vzs, fikdik (mas perca a esperança de se tornar revisora oficial do Guilt que esse é o trabalho da professora Cudi)

      Já o “chupisco” do fundamento do coral, isso eu acho evidente, mesmo sem procurar a definição da palavra chupisco no dicionário (quém, e eu bem conheço outros significados para a mesma palavra hein? Fikdik), mas como eu mesmo disse no meu post cheio de erros de gramática reprovados por vc mesma, a revisora cultona (suck it! Falou, vai ouvir…), também é bem possível que outros corais americanos a essa altura sigam o mesmo fundamento do PS22. O problema é que quando vc constrói uma identidade e ela se torna conhecida, ela acaba ficando marcada demais, forte demais e ai não tem como outra pessoa tentar fazer algo parecido e evitar comparações.

      Para terminar, ouvi dizer que o professor Pascoale tem um blog sensacional. Vai dar umas volteeenhas por lá, vai?
      Como segunda opção eu indico a apostila da ABNT 2011, que esta o doce.
      E ainda como terceira opção, eu recomendo a procura da palavra “humor” no dicionário. Acrescente um “bom” na frente e viva melhor, sem prisão de ventre talvez? (PÁ! Agora sim, finalizei com um olho roxo)

  3. Douglas Guilherme Mignoni Says:

    Olá moça do blog, olha só..acompanhei o comentário da garota revisora e discordo plenamente dela sabe, acompanho PS22 Chorus desde 2009, e realmente o mentor/professor dessas crianças foi realmente inovador se assim posso dizer, colocando essas crianças pra cantar nesse coral, o que sempre noto nos vídeos é que as crianças amam muito fazer aquilo, e que não estão ali por que seu professor deseja, mas sim por que amam fazer aquilo, e ele com certeza sabe como animar a criançada, resumindo a coca-cola deveria ter chamado o PS22 mesmo pra fazer a propaganda..

    • Essy Says:

      Quantas vzs eu vou ter que cantar “I’m not a girl, not yet a woman” por aqui, hein? Acho que preciso de uma foto mais masculeeeandra, rs.

      Anyway, vc viu o post da revisora? Então…tmbm discordei completamente da leitura dela para o comercial, respondi mas ela não se manifestou. Talvez tenha repensado os seus conceitos…
      Tmbm gosto muito do PS22 já tem algum tempo e o que sempre me chamou mais a atenção no coral foi a paixão pela música que o professor despertou naquelas crianças. Ainda mais com um setlist nada óbvio como de costume.
      Por isso, achei uma pena a propaganda não tê-los como protagonistas, humpf!

      • Satan Says:

        Essy, tu é a mulher barbada mais feia que eu já vi.

      • Essy Says:

        Euri
        Deve ser os hormõnios…
        Mas logo vc Satan? Achei que tinhamos uma boa relaçán, neam Madame?
        E aquele nosso trato ainda esta de pé neam? Minha alma em troca da juventude eterna. Selado com cuspe e gliter vermelho!
        Melhor comment ever! Para onde eu envio o prêmio? Pode ser para o buraco quente?

        ps: não sei o que te levou a procurar a minha foto, mas no caso de vc ser uma dessas pessoas preconceituosas que por incrível que pareça ainda existem, talvez a curiosidade em ver meu rostinho revele alguma coisa que vc precisa resolver ai dentro de vc hein? Fikdik

  4. Luiz Felipe Says:

    Mesma reação tive ao ver a propaganda.
    Fiquei atipicamente feliz pois já conhecia o coral ps 22 desde 2009!!
    Como a propaganda é rápida, de início pensei que fossem as mesmas crianças do ps 22.
    Horas depois, buscando dados confiáveis na internet me vi com esta: Young People’s Chorus.
    A monstra Coca-Cola não se ajuda. Não poderia ter feito direito mesmo.
    Mérito total ao ps 22 que foi o primeiro coral infantil que esoturou na internet cantando sucessos pop.
    Cocal cola fede.

    • Essy Says:

      Pois é, tmbm achei que eles perderam uma ótima oportunidade de fazer a coisa certa.
      O resto do conceito da propaganda é lindo, mas para ficar relamente boa, eles tinham que ter usado o PS22 Chorus, fatão! E não vejo desculpas para o erro, além da falta de informação, que eu falo no post.
      Se eu fosse a Pepsi, aproveitava o gancho e faria o que eles deveriam ter feito, fikdik

  5. isabella Says:

    GLEE???

  6. Marcelo Says:

    eu nunca li tanta merda na minha vida. o.o
    me arrependo amargamente de ter clicado nesse link nos resultados do google.

    • Essy Says:

      Dear marcelo.soufoda

      Tem certeza? Vc foi alfabetizado recentemente? Sofre de amnésia? Tenho certeza que vc já leu muita merda por ai e não esta se lembrando, hein? Merda para todos, merda por todos os lados. Merde!
      Blame Google, que eu estava aqui quieto…
      E como o post é coisa antiga e o hype do comercial já passou fazânus, acho melhor vc parar de ler o http://www.noticiavelha.cu
      Tolão!

      Ass: Essy, soy muito mais foda! Höy!

  7. Ana Sekler Says:

    Essy, só pra constar, o nome da música é Whatever!
    beijo

  8. The Modern Guilt Awards 2011, a premiação mais aguardada do ano! « The Modern Guilt Says:

    […] Porque a propaganda pode ser linda, mas todo mundo sabe de onde veio esse fundamento. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: