Todas Taras Choram – O final de United States Of Tara

O final perfeito para uma série deliciosa.

United States of Tara nunca foi uma série fácil, do tipo que agrada todo mundo. Mas mesmo com a sua temática difícil acabou agradando uma legião de fãs (onde eu me incluo!). Não o suficiente para manter a série por mais algumas temporadas (humpf…), mas antes terminar a série no seu auge, do que acabar no limbo e sem deixar saudades alguma, não?

Sinceramente, quando começamos essa Season 3 eu me peguei pensando: hmmm, onde é que isso vai parar hein? Ou melhor, quando é que isso vai parar?

Não conseguia ver um futuro distante para a série, infelizmente, mesmo achando deliciosa a ideia da introdução de novas personalidades para Tara. Mesmo assim, estava feliz com o seu caminho até então.

E foram 3 temporadas deliciosas, de muita insanidade e momentos que certamente vamos lembrar com saudade por muito tempo.

É óbvio que o melhor da série sempre foi mesmo a interpretação primorosa da atriz Tony Collette, que mereceu todos os prêmios que ganhou pelo seu papel na série e também os que ela não ganhou (rs) e que conseguia mudar de um personagem para o outro em questão de segundos, demonstrando uma facilidade assustadora para isso. E foi uma delícia conhecer todas as suas personalidades, ou melhor, todas as Taras. A minha preferida? Shoshana, só porque eu gosto de dizer Shoshanna (ainda vou dizer esse nome na Starbucks e vou demorar para pegar o meu pedido, só para ficar ouvindo o atendente chamando “Shoshana” rs)

O final foi uma delícia, com resoluções bacanas para todos os personagens. E a carga dramática maior da série que sempre foi de Tara e sua várias versões dela mesmo, dessa vez ficou por conta de Moosh e Max. Algo merecido até, pq depois da Tara e todas as sua versões, os dois sempre foram os meus preferidos.

Moosh ganhou uma força maior ainda com a morte do seu ex boy magia e no episódio anterior, quando ele enfrentou Bryce, a versão psicopata da sua mãe, depois daquele tapa na cara dentro do seu próprio quarto, foi realmente uma delícia. No final eu já esperava por aquela resolução e somente a Tara, que sempre teve uma relação invejável com o seu filho poderia ajudá-lo em uma situação tão difícil como aquela e naquele momento recuperar tudo o que eles construíram dentro dessa relação mãe e filho.

Agora, para o Max chegou a hora de botar para fora tudo aquilo que estava contido dentro dele afinal, aguentar aquele “rotina” por tanto tempo, não deve ter sido nada fácil. E aquele alívio que deram para ele durante esse episódio final foi delicioso, primeiro com alguns momentos de alívio fake, apenas imaginários, até um surto completo com direito ao pato do jantar sendo esmurrado e jogado contra a parede. Algo que eu confesso que me comoveu e me fez rir ao mesmo tempo. Uma situação totalmente compreensível para um homem que segurou lindamente toda essa barra de ter que lidar com uma Tara diferente a cada instante por todo esse tempo. Super merecido o seu solo Max! Clap Clap Clap!

Para Tara, sobrou a tarefa de afogar em uma sessão de tortura o seu pior inimigo, Bryce. Algo que só poderia acontecer vindo dela mesma, em uma atitude bem mais corajosa do que o psicopata de 14 anos poderia pensar. Suck it Bryce!

Os demais personagens todos também tiveram suas resoluções, tudo com muito carinho, apesar da pouca importância deles para a história. E só eu gritei “Yrra!” quando o Neil negou o pedido de casamento da Charmaine? Depois ele voltou atrás, mas ela merecia aquele primeiro não, hein?

No final tivemos Tara partindo para o seu tratamento em Boston, mas carregando junto o que ela apenas suas partes boas, além de sua coragem: Alice, T e Buck, ainda meio quebrados do pesadelo com a chegada de Bryce em suas vidas, mas resistindo fortemente até o final e acompanhando Tara em sua vida, pq afinal, quem não é um pouco maluco nessa vida, não é mesmo?

E sem dúvida  nenhuma United States Of Tara foi umas das séries mais originais dos últimos tempos, muito bem escrita, com piadas inteligentes e situações completamente nonsenses. Certamente, vamos sentir saudades de todas vc Tara. Bye Bye!

Etiquetas: , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: