Sangue morno para o começo da Season 4 de True Blood

Eu sei que eu sou uma pessoa entusiasmada com as coisas, tenho consciência disso e credito isso ao meu alto nível de ansiedade. Mas sinceramente eu esperava um pouco mais dessa volta de True Blood (4×01 She’s Not There). Preciso avisar que tem Spoilers?

Talvez fosse a minha saudade e sede por V falando mais alto afinal, todas sabem que em True Blood, todo o começo ou final de temporada tem sido meio assim até agora. Morno…

O mais engraçado é que na manhã de ontém eu acordei pensando sobre o tempo atual da série e sobre como esse tempo também passa devagar em Bon Temps. Porque ao longo dessas três temporadas até agora, passaram apenas alguns meses, não?

E acho que esse pensamento andou passando também pela cabeça dos roteiristas da série, que resolveram acelerar o tempo por lá, em pouco mais de um ano. (Confirmou!)

Sookie passou um ano na terra encantada das fadas, achando que ficou por lá por apenas 15 min. Achou tolo? Espera então ela econtrar o seu avó, que saiu para comprar cigarro (euri e achava que ele tinha morrido) e acabou ficando na terra das fadas por 20 anos, sem ter a menor consciência disso.

Viu como esse 1 ano longe da Sookie não foi nada? rs

Desde que eu descobri o segredo da Sookie (antes de aparecer na série até), eu acabei torcendo o nariz para a idéia. Fada? Seriously? E essa foi também a reação da personagem ao descobrir o seu segredo, para minha satisfação.

Mas achei até que com o final da Season 3, eles conseguiram garantir alguma dignidade para essa nova dinâmica e novos cenários para a série, que já me parecia tão perfeita até então, com o seu climão de filme de terror trash, algo como os cenários de alguns “Friday the 13th” antigos por exemplo. Com aquela cena das fadas anunciando a chegada da escuridão (Bill) e o cenário escurecendo perto do final do último ep da Season 3, acabei ficando um pouco mais tranquilo e até esperançoso para essa nova realidade “encantada” da história que estava por vir.

Mas ai começamos a Season 4 com uma árvore de frutas iluminadas (e a luz de Lost fazendo escola na TV) nos apresentando Lumiere, o fruto proibido da vez. Zzzz

Preguiça neam? Isso até o cenário iluminado e sedutor das fadas ser transformado em um universo mais sombrio e de gente feia, que me lembrou um pouco das bruxas de “Hocus Pocus”, e euri. Até gostei da mudança e comecei a me animar de novo, mas com a chegada das bolas de luz iluminadas usadas como munição pelas fadas agora medonhas, o meu medo de entrar em um mundo meio assim em True Blood voltou a aparecer. Foi ai que eu comecei a ficar com vergonha da volta da série, sorry.

Até a grande surpresa, a cereja do sundae reservada para o final da cena, que já estava vergonhosa de ser acompanhada com aquele buraco pavoroso e mal feito onde Sookie e seu avô sem memória acabaram se jogando para voltar para a realidade. Precisava mesmo daquela cena com aquela falta de qualidade? Achei pobre, sério. E olha que eu investi na série (rs), comprei os DVDs, assisti na TV. Será que não foi o suficiente para aumentar esse budget? Hein produção? rs

Bom, depois desse cenário precário e vergonhoso tivemos Sookie sendo cuspida para o mundo real, um ano após a sua partida e o seu avô tendo uma cremação muito da eficiente não?

Descobrimos também que depois desse 1 ano, algumas coisas mudaram em Bon Temps. Começando por Jason, que agora é oficialmente um policial fardado, que vendeu a casa deles por acreditar que a Sookie estava morta e que de quebra ainda continua cuidando da família abandonada das panteras. Howcuteisthat?

Só espero que toda essa “responsabilidade” despejada no seu personagem durante esse começo de temporada não acabe com o lado burro/inocente do Jason, que todas amam.

Arlene finalmente teve o seu bebê, que me pareceu um pouquinho grande demais para a idade que aquela criança realmente teria, mas vai ver que o baby evil tem alguma problema com o seu crescimento (rs). E me pareceu também que eles roubaram a idéia do filho baby evil do Dexter hein? fikdik.

Lafayette começou a frequentar o culto das jovens bruxas, que de jovens não tem nada e o seu poder de feitiçaria (que ainda não sabemos qual é, mas sabemos que Lafa enfeitiça) é capaz até de levantar qualquer piriquita morta. Bom, pelo menos por alguns segundos, rs

Agora, todo amor dessa vida para a vidinha de casado meia boca de Hoyt e Jessica, que com apenas um ano de casamento já estão em crise. Aquela discussão ala comédia romântica foi excelente, com direito a uma excelente explicação sobre a difícil  relação vampiros e carnes (euri). Mas como True Blood é uma série que pisa fundo no trash, a cena teria que encerrar com o Hoy comendo aquele omelete completamente cru neam? Ew!

E a mãe dele que adotou o cachorro abandonado e com a patinha machucada do irmão do Sam, hein? Euri. Sim, Tommy é o novo Hoyt.

Sam continua um chato sem tamanho, ou melhor, agora do tamanho de um cavalo. E quando eu achei que o plot dele ficaria mais interessante com uma terapia de sexo em grupo, todos resolvem sair cavalgando (literalmente) pelo rancho. Dafuck? Zzz

Espero que ele vire mortadela! (AMO essa lenda, rs)

Outra que nem ganhando uma fase lésbica conseguiu me convencer a gostar da sua personagem foi a Tara. E perderam a chance de dar um pau nela naquele clube da luta das caminhoneiras hein? Algo que representaria muito bem a vontade de muitos fãs da série, assim como eu. Mas tenho que reconhecer que o cabelo novo dela esta maravileeeandro. Mantenha…

E o que justifica o Bellefleur ter virado um viciado em V, hein? Ter que engolir o Jason versão policial? rs

Mas o maior crime dessa volta de temporada foi a ignorada que eles deram no Bill e principalmente no Eric hein?

Bill voltou e agora ele anda circulando no lado político da série, jurando que é rei do pedaço. Rei Who? Não entendemos ainda quais são as suas itenções ou o que levou ele a virar rei (algo que será explicado no próximo ep, fikdik), mas já sacamos que ele é e sempre vai ser o mocinho que finge ser badass por um bem maior neam? Zzzz

Mas e o Eric hein?

Diz ele que foi o único que não desistiu da Sookie durante esse seu um ano de chá de sumiço e como prova disso, ele foi lá, comprou a casa dela, reformou ela inteirinha e agora nem tem mais como ela impedi-lo de entrar pq ele é o dono. Achei inteligente e euri.

Mas de onde ele tirou a ideia de que comprando a casa, acabaria levando a Sookie no memso pacote, hein? Era tipo brinde? Estava no contrato?

Não entendemos a sua lógica Eric, mas perdoamos por tudo o que a sua figura sueca representa quando entra em cena. Höy!

Eric também agora tem obedecer as ordens do rei, Bill, algo que eu tenho certeza que não vai deixa-lo muito satisfeito. E enquanto ele engole essa mágoa, ele vai tentando conquistar a Sookie.

E o melhor do ep foi sem dúvida a gravação da propaganda do Fangtasia, com toda a empolgação (NOT!) da Pam com seu tailleur Chanel  rosa e todo o profissionalismo do Eric Northman ator na frente das câmeras e em close. Höy!

E cadê o Alcide hein? HEIN? Todas sentiram a sua falta…Rouf Rouf!

Por isso tudo, acabei realmente achando a volta de True Blood um tanto quanto morna mas senti também que esse começo serviu apenas para nos situar na história e nos preparar para um recomeço da série.

Mas como o episódio 4×02 já vazou e eu já assisti é claro (PÁ!) posso assegurar vcs que embora a temporada tenha começado meio assim (como quase todas as outras), a coisa vai melhorar e muito já a partir do segundo ep, que é sensacional, filkdik. Só não vou comentar agora, nem adianta insistir… (tisc tisc), mas pelo promo a seguir vcs já vão poder ter um gostinho do que esta por vir. E eu duvido que quem terminar de assistir o promo até o final e não vai acabar gritando um “NÃAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOOOO!”, assim como eu (sério, essa foi a minha reação a exatos 0:57 do video). Mas já adianto que embora esse cena esteja no promo, ela ainda não acontece no próximo ep…

E o que não tem como negar são as sutilezas e todas as pérolas escondidas no texto afiado e delicioso da série hein? Well done!

De qualquer forma foi sensacional ouvir de novo a música da abertura, que é uma das melhores ever. Uma das poucas que a gente não pula e canta como se estivesse no karaoke. Algo que me lembra a época de Friends.

E a semana que vem tem mais…(tisc tisc, para quem não viu ainda neam?)

e dizem que alguém tem cheiro de jantar, hein? Uí!

E eu só digo uma coisa, se tem cheiro de jantar eu não sei, mas se for pra limar alguém de Bon Temps, que o prato principal não seja um dos filés e sim um bom caldo de piranha, hein?

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: