I ♥ Drew

Gente, estou AMANDO Parenthood, que nessa Season 3 tem suprido de vez a minha carência por séries confort food como nenhuma outra série.

Eu sei que o meu apego por Parenthood seria enorme de qualquer jeito, porque temos a Lauren Graham (que é a pessoa mais legal desse mundo. Sério, alguém viu a entrevista dela no Tonight Show?) e o Peter Krause (Höy!) no elenco, mas vamos combinar que não tem mesmo coisa mais deliciosa ultimamente na tv hein? (ok, não estou assistindo as séries novas, então…tisc tisc, mentira, estou sim, mas estou envergonhado das minhas escolhas, rs)

Não tenho pressa para assistir a série, não fico mega curioso para assistir o próximo episódio, mas toda vez que eu aperto o play e começo a assistir um episódio de Parenthood, a minha satisfação esta garantida. Talvez também porque é bem fácil relacionar qualquer um daqueles conflitos entre os Bravermans com a minha ou a sua família.

Desde sempre, eu AMO o Drew. Sempre amei a tristeza no seu olhar, o jeito como ele se relaciona com a irmã (que pega demais no pé da mãe, que nem é das piores) e achei que já estava mais do que na hora dele ganhar o seu arco.

Tímido, super sensível, gosta de música boa e parece sempre estar desconfortável quando chega a hora de se relacionar. Ainda bem que nos créditos não aparece nada como “‘qualquer semelhança é mera coincidência”, porque essa eu não iria engolir, rs.

Acho ele um excelente modelo de adolescente americano de hoje em dia, diferente da maioria dos babacas que costumamos ver retratados em outras séries ou filmes do momento. Me sinto representado.

E o que foi foufo ele despejando aquele monte de verdades sobre a sua família no episódio da semana passada (3×04 Clear Skies from Here on Out) e ainda fazendo as vezes de Julieta na varanda? Blame os tempos modernos meus queridos leitores, que enfim chegaram para reverter os papéis. Cool!

Do resto, continuo me irritando bastante com o garoto com Asperger (síndrome que eu torço para que não vire uma desculpa preguiça para falta de educação ou limites por ai…), AMO o Jabbar e o Crosby, adoro quando eles todos se reunem e tudo acaba em uma dancinha em família, acho foufo a relação de amor dos avós (apesar de achar a mulher um pouco sábia demais e fria…), e as tentativas frustradas de ser a mãe mais legal do mundo da Sarah e não poderia me importar menos com as histórias da Haddie (que eu faço questão de pular no meu TiVo) e da Julia, duas pessoas que eu torço para que sejam retiradas do testamento da família a qualquer momento.

E sério, a Julia esta enfrentando uma barra para engravidar do segundo filho e do nada, me aparece uma wannabe Juno vendedora de café no escritório? Zzzz

Naquele episódio em que ela disse que não “daria” o seu bebê para a Julia, fiquei torcendo para que a garota falasse algo como “não quero dar o meu bebê para vc, só para que ele tenha alguma chance de ser legal na vida”. PÁ!

Tirando esses pequenos detalhes que vc pode fazer como eu e aproveitar para pular quando aparecem, tenho me deliciado com Parenthood, fato.

Team Braverman!

Etiquetas: , , ,

Uma resposta to “I ♥ Drew”

  1. Parenthood se firmando em sua Season 3 como a nossa série caseira preferida do momento « The Modern Guilt Says:

    […] seu time, até para o Drew sobrou um plot romântico, onde pela primeira vez ele ganhou algum destaque na série. Super merecido por sinal.  Drew se […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: