O bom piloto de Girls

4 amigas que vivem em NY. Sim, nós já vimos isso antes e no mesmo canal, mas embora muita gente aproveite a “coincidência” para comparar Girls com Sex And The City, esse episódio piloto da nova série da HBO, já logo de cara demonstra que estamos vendo uma série completamente diferente, apesar de um cenário e estruturas semelhantes.

Primeiro que elas são mais jovens, todas com pouco mais de 20 anos, ainda nada bem sucedidas e todo o glamour do figurino de rica assinada pelo Patricia Field em SATC (que nós AMAMOS!), dá lugar para um figurino mais possível, real, mesmo mantendo a cara de moderno, até mesmo hipster.

Mas isso sem exageros e o piloto de Girls (1×01 Pilot) parece ter a intenção de deixar isso bem claro. A série não fala do glamour de se viver em NY, a cidade que nunca dorme, cheia de possibilidades e sonhos. Girls fala do contrário disso, da sensação de ser engolida pela cidade que não pára nunca, enquanto vc se encontra recém formada e ainda sem um destino certo para o seu futuro, seja ele profissional ou até mesmo pessoal. Ainda mais com a atual e tão falada economia americana do momento, que deixa bem nítido que a cidade das oportunidades já não é mais a mesma faz tempo.

Logo de cara, fica bem claro também a personalidade distinta de cada uma delas. Uma é meio looser, mas com uma boa autoestima e bem prática, a outra é mais afetada, fã declarada Sex And The City (ela que talvez venha a ser o alívio cômico da série, onde eu até acho que eles vão usar a personagem para brincar com esse tipo de estereotipo). Tem também aquela que não gosta de se apegar e por isso vive viajando pelo mundo, até que se vê grávida e não sabe muito bem o que fazer com a sua nova realidade. Além daquela outra que parece ter tudo, inteligência + beleza + boy magia, mas que não está nem um pouco contente com o que possuí. Um grupo que me pareceu bem promissor, com diálogos ótimos entre elas, apesar de ter visto apenas o piloto e ele até que ser bem movimentado.

Acho bacana ganharmos essa opção de uma série que fala sobre a barra de ter que crescer, sem todo aquele glamour ou a euforia que se tem quando mais novo. Tenho certeza por exemplo, que vc que respondeu aquela perguntinha cretina e bem famosa no passado “Como é que vc imagina a sua vida daqui 10 anos?”, encontra-se no presente surpreendido com a diferença entre a realidade e os sonhos do passado, por mais que alguns deles possam até ter se realizado.

O humor também é um ponto forte da série, apesar de não ser nada rasgado ou óbvio e estar mais para o tipo que aproveita de uma situação constrangedora para encaixar um diálogo divertido (ou até mesmo inteligente) no meio da história toda.

Com isso, apesar de ser apenas o começo da história de Girls, posso dizer que talvez  nós tenhamos ganhado quatro novas boas amigas para nos acompanhar daqui para a frente. Veremos…

Etiquetas: , , , ,

6 Respostas to “O bom piloto de Girls”

  1. Jubs Says:

    Sabia que ganharíamos quatro novas amigas, e já estou na esperança de muitas e muitas temporadas.
    Estou praticamente na mesma situação que a nossa queria Hannah, só que NÃO FORMADA, o que é bem pior! hehehe
    Resumindo: Já amando muito

    • Essy Says:

      E elas são todas ótimas, adorei casa uma delas.
      Assisti ontem ao segundo episódio e foi ainda melhor.
      E essa situação da Hannah, que acontece para todo mundo, é sempre uma barra. Humpf!

      ps: o que é aquele namorado dela e toda aquela relação “fast food” dos dois? AMEI

  2. Fernanda Says:

    Concordo que é um bom piloto, na verdade achei super interessante e engraçado o enredo que envolve Girls, a nova serie da HBO, que terá Lena Dunham como “a voz de uma geração”. Sem dúvida alguma esta serie promete muita diversão, romances e historias encontradas.

    • Essy Says:

      E o segundo episódio é ainda melhor, tratando de temas mais “pesados”, da forma mais leve e honesta possível.
      Por enquanto, tenho gostado bastante da série e já gosto muito de todas elas!

  3. ligya Says:

    Eu gostei do piloto,os personagem são bem legais, principalmente a loser e aquela quase perfeita, mas fiquei com a sensação de já ter visto tudo aquilo. No segundo episódio, já foi outra história,teve ótimos momentos,começando pelas cenas de cada casal em ação, ri demais do segundo casal, o cara é bem lerdo e toda a situação gerada com a piada tosca do estrupo.

    • Essy Says:

      Concordo com vc, e acho que o segundo episódio colocou a série em um outro nível. Deveriam até já ter começado logo por esse, rs, que foi bem mais divertido, em todos os sentidos.
      O que foi aquela sequência com os casais? Primeiro o “namorado” super abusivo da Hannah, que eu AMO, porque ele é um cretino, mas ela bem que se aproveita da sua parcela de magia.
      E a outra, com o namorado mais bunda mole do mundo. Pior que eu achei ele meio Seth Cohen, rs. Em uma versão bem mais lenta, claro.
      Achei inclusive o humor desse segundo episódio bem melhor. Acho mesmo que ganhamos uma boa nova série…eu pelo menos já estou me animando.
      E as lines daquela que estava prestes a fazer um aborto, foram bem sensacionais!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: