Theatricality + Fearlessness

Já começo avisando nesse post que estou com o coração partido em 34245545485 pedacinhos e amargando um luto profundo devido a uma certa eliminação mais ou menos recente em TGP. Humpf!

Não sei nem por onde começar e por isso vou inverter tudo e começar do fim (já que estou devendo posts dos dois episódios que aconteceram durante as minhas férias), comentando primeiro o sétimo episódio de The Glee Project (2×07 Theatricality). Bom, semana de teatrinho no nosso reality de verão preferido, com direito a visita do Sebastian Megabitch (Grant Gustin) que pessoalmente, tem muito mais magia do que enquanto personagem de barba feita e preso dentro daquele uniforme todo trabalhado na passividade em Glee. Höy!

E mais uma vez, Ali acabou roubando a cena de novo e a essa altura, nem a sua voz de Nelly Furtado sendo enforcada depois de se engasgar com 3 gatos persas me incomoda mais. Sério. Já até aceito aquela sua voz bem meio assim, que sejamos justos em dizer que tem melhorado bastante nesses últimos episódios, não? Mas não é que toda aquela positividade em pessoa tem talento para a coisa? Posso estar até me precipitando, mas será preciso uma cagada muito grande para essa menina sair antes da final, hein? (mesmo depois do “drama” do promo do próximo ep) Vejo uma finalista de peruca azul interpretando melhor a Katy Pérrola do que a própria Katy…

Outra que tem todo o meu coração e torcida já declarada é Aylin, que dessa vez ficou meio apagadinha, de lado, muito provavelmente por ainda estar em estado de luto. E quem não está, me diga? E quem não está? Humpf… mas disso eu não quero falar agora, porque ainda estou em negação. E tenho um recado para a edição do programa: cadê o foco na rivalidade entre Aylin vs Lily Megabitch (a wannabe  Adele do lado negro da força), hein? Não é a primeira vez que vimos Aylin reclamar do comportamento da cúlega (acho até que o contrário também já aconteceu), mas farpas que é bom no video, nada… Vamos melhorar isso produção? Queremos sangue cenográfico nos olhos de cada uma delas!

O homework da semana foi bem, b-e-m, beem fraco, embora eles tenham executado a música até que mais ou menos. Cheguei até a quase me enganar que aquele clipe no supermercado estava legal, mas não, não dá neam gente? Eu sei que é tudo meio corrido e que eles gravam tudo no horário de almoço das gravações de Glee, mas quem no mundo pop ou em qualquer outro mundo contrataria aquele diretor para dirigir um de seus clipes baseado no que ele realiza porcamente em TGP? Sério, quem? (desculpa qualquer coisa, diretor que dirige porcamente os videos, mas é verdade…)

Zach continua sendo o Zach (♥) e embora ele tenha avisado que não aceita mais passar vergonha com candidatos que não conseguem sequer memorizar a dança da galinha, ele continua se auto abraçando (awnnn!), sempre com os olhos cheios de lágrimas e super emocionado com as performances finais, sem fazer a menor questão de esconder para quem vai a sua torcida. Mesmo quando as apresentações soam totalmente falsas, como a da Lily Megabitch ao som de “Someone Like You” (daquela que a gente sabe bem quem) e que nós vimos a participante tentando buscar a emoção da música já no ensaio, provocando uma lágrima que não seria capaz de convencer nem o participante já eliminado, Mario, de sua veracidade. Mas graças a Cher, uncle Ryan estava de olhos bem abertos catando todo o truque da candidata ativa/agressiva (sim, segundo questões levantadas aqui em casa recentemente, chegamos a conclusão de que essa categoria existe), que recorreu as lágrimas mais falsas desse mundo para tentar convencer que ela merecia outra chance. Sei…

Antes de continuar, eu gostaria de mandar um recado bem pessoal para Lily Mae Megabitch: vc não precisa se impor porque vc é gordinha e para isso tentar enfrentar/conquistar o mundo aos gritos ou no tapa, porque muito maior do que a sua figura é o seu nível de megabitchness, que é o que chama muito mais atenção de forma bastante negativa do que qualquer um dos seus quilinhos a mais. Prova disso é que Adele está ai, vendendo pencas, linda, feminina (agora grávida. Parabéns!) e super doce, mesmo quando cantando um recado daqueles para um boy magia negra qualquer, sem apelar para o estereótipo da gordinha destemida sexy que não perde a oportunidade de fazer a dança do tetão e que culpa os outros pelo seu fracasso. Pense nisso, Lily Megabitch, pense nisso (mas se quiser pensar fora da competição a gente agradece. Obrigatô!)

Novamente por culpa da Nikki que está impossível nessa temporada, mais um candidato quase se quebrou por inteiro e a vítima da vez foi o Abraham, a quem ela chamou de “andrógeno” no estúdio e que para ele soou quase como uma ofensa. Sério que ele ficou “magoado” com essa palavra? Se metade das pessoas que já chamaram ou ainda irão chamar ele de “bichana pão com ovo de codorna” na vida (sem ofensas/been there, done that messed around) soubessem ao menos o significado da palavra “andrógeno”, eu acho que ele já estaria no lucro de ter ouvido um “insulto” como esse e não teria muito motivo para se sentir tão ofendido assim.  Mas tudo bem Abraham, entendemos a sua mágoa e estava na cara que a Nikki queria levar o crédito por esse outing que ninguém suspeitava e que certamente seria a grande revelação da temporada, só que não. ZzZZ (ficou ofendido, mas voltou para a sua performance de unha vermelha e tudo mais, que a gente bem reparou…)

Vem cá, quando é que essa Nikki vai parir mesmo? Nikki que pariu!

No final, tivemos Abraham, Lily e Nellie entre os 3 piores e eu confesso que qualquer um que saísse já deixaria a competição no lucro. Nesse caso, acabamos nos despedimos da Nellie (só eu reparei a single tear no olho do Michael no momento “KHO” do final?), de quem eu também confesso que não vou sentir a menor falta e digo sem dó e nem piedade que ela estava pavorosa de Britney Spears encostada na barraca de frutas da feira. Eu não levava nem um mamão… PÁ! Já vai tarde Nellie, WOO! Sinceramente? Ela sempre me pareceu assustada demais com tudo aquilo e era visível que não estava preparada para o que estaria por vir pela frente caso ela fosse a vencedora. Sério que ela quase chorou quando ganhou o papel da Brit no video? Cheguei até a suspeitar que ela fosse sobrinha do Robert, de tanto que ele torcia por ela e a sua presença até esse ponto do programa só serviu para ocupar a vaga de alguém muito mais preparado e que não merecia ter saído antes dela e para essa vaga eu tenho dois nomes: Dani (snif) e ele, o motivo de toda a minha mágoa nesse post: Charlie. R.I.P²

Sim, Charlie também já foi eliminado e quase que eu não consegui lidar com o último momento de Scott Campbell dentro da competição. Chorei litros, fiquei inconsolável e logo em seguida me bateu aquela revolta pelo fato da Nellie ter ficado e Scott F**king Campbell ter saído da competição. BOOHOO!

Primeiro que nesse episódio totalmente destemido (2×06 Fearlessness), tivemos uma gravação animada na piscina, com todos eles super a vontade em trajes de banho e shirtless para todos os gostos, mas suas performances acabaram deixando a desejar. E logo em um episódio onde a gente tinha ninguém menos do que a Sue Sylvester (Jane Lynch) em pessoa como convidada da semana hein? (mas bem que ela poderia ter carregado a Becky com ela…)

Mas o momento em que nossos corações ficariam completamente divididos ainda estava por vir, com o anúncio de que Aylin e Charlie teriam que se enfrentar entre os três piores da noite, que ainda contou com a coadjuvante das coadjuvantes Nellie, ocupando a terceira vaga entre os piores da semana. (uma vaia para a Nellie: BOOHOO – agora um cochilo: ZzZZ)

Nessa hora, fiquei bem feliz pela Aylin, que acabou despertando para o que era mais importante para ela naquele momento, deixando o seu boy magia de lado e abraçando a oportunidade como se fosse a sua última chance dentro daquele programa, que é o que todos deveriam fazer naquele momento, mas que nem sempre acontece. E com “Take a Bow” da Rihanna (música que eu não dava a mínima, mas que já se tornou o meu novo vício no banho, que eu canto performaticamente pensando em pelo menos uns 6 nomes ao longo da minha “carreira”, rs), Aylin deixou todo mundo encantado com algo mais que ela carrega (Zach até aplaudiu de pé) e que a essa altura quase todo mundo já percebeu e talvez por isso ela acabou ganhando um feedback dos mais importantes do uncle Ryan nessa temporada, encorajando a participante a a levar as coisas mais a sério, porque ela é uma forte candidata e todos eles já perceberam isso, menos ela até aquele exato momento. (ba-bling ba-bling)

E como é talentosa, não? E o carisma? (♥) Sério, do momento em que ela pisou naquele palco até o final da sua performance, não tinha mais ninguém dentro daquele lugar a não ser ela e a sua voz maravileeeandra. Como já disse antes, gostava muito do Charlie, continuo gostando do Michael (apesar dele ser todo contido), mas realmente é da Aylin a minha maior torcida para essa temporada de TGP, não tem jeito. Confesso que fiquei bem tenso com a possibilidade remota dela ser a eliminada daquela semana, mas ao mesmo tempo tinha certeza de que com aquela performance, caso ela fosse a eliminada, TGP teria que sair do ar de tanto que eu iria reclamar na forma de muito mimimi. Sério! Uncle Ryan que não me provoque!

Depois tivemos Charlie apelando na sua última chance dentro do programa, jogando tudo para o alto ao som de “It’s Not Unusual” do Tom Jones, que toda vez que eu escuto essa música, só consigo lembrar da Karen Walker com sua performance deliciosa em Will & Grace antigo. Ainda na hora em que foram distribuídas as músicas de cada um deles, já era possível perceber que Charlie havia sido sabotado, ganhando um hit que em nada se parecia com o clima das outras músicas de suas duas adversárias, essas bem mais emocionantes do que a faixa que sobrou para ele. Mas Charlie é o Charlie, que nas horas vagas também é o Scott F**king Campbell e seguindo o que se esperava do episódio, totalmente destemido, ele foi parar na poltrona dos jurados, implorando por uma segunda chance para o Ryan Murphy, mesmo tendo o Zach e a Nikki visivelmente na torcida contra.

Sinceramente? Apesar da música dele não ter um climão como as outras duas, achei que o garoto conseguiu tirar de letra aquela apresentação partindo para o tudo ou nada e não vejo até agora o porque dele ter sido o eliminado da vez, sendo que ele foi o único que seguiu o tema do episódio a risca naquele exato momento. Nada justifica, nem a sua onipresença, que pode sim ser bem irritante e nem a sua falta de atenção ou limites. Mas esse sou eu falando, uma pessoa que só teve que conviver com ele por pouco mais de 40 minutos na semana até esse episódio…

Nellie fez o de sempre, cantou daquele jeito de sempre uma música que por si só já é toda cheia de emoção e eu não consegui encontrar o motivo para tanta comoção ao final da sua apresentação ao som de “If I Were A Boy” de Honey B. Até assisti novamente para tentar entender se eu não estava realmente entendendo o que estava acontecendo por pura implicância (que eu assumo que fiquei implicante com ela desde que a Dani perdeu a sua vaga quando a Nellie era quem deveria ter ocupado aquela posição na ocasião, mas acabou sendo salva), ou se aquela apresentação não tinha mesmo sido tudo isso. Das três vezes que eu consegui ter paciência para assistir a sua performance (a da Aylin foram umas 10 em looping só hoje, rs), não consegui me emocionar em nenhuma delas. Sorry.

Com isso, agora já saindo do meu estado de negação e aceitando o inevitável estado de luto ao qual eu me encontro até agora (três semanas após a eliminação), Charlie deixou sim a competição (tremendo o lábio para escrever esse último parágrafo), mas não sem antes se despedir foufamente da Aylin (a quem ele deixou a tarefa de ganhar TGP e quase não conseguiu se segurar quando ela entrou na sala em um momento também super foufo entre os dois) e cantar a sua versão de “Keep Holding On” daquela forma que nessa edição, só ele conseguia fazer e lindamente. E sendo esse o episódio anterior a despedida da Nellie (por isso eu disse lá no começo da review que iria começar do fim), ela que poderia SIM ter saído no lugar do Charlie (ou da Dani) e ter nos poupado dessa mágoa ainda tão cedo na competição para alguém tão talentoso como ele (ou ela), sinto em dizer que The Glee Project perdeu um grande candidato. Humpf! Perdemos o novo Finn. (tears)

Errou feio hein uncle Ryan? Vale uma repescagem? Vale dizer que no final de tudo quem vai ganhar essa edição de TGP será o casal Aylin ♥ Charlie, mesmo com ele já tendo sido eliminado? Pense nessa possibilidade com carinho…

#CHATIADO

E foi isso que nós perdemos nessas duas últimas semanas em T-H-E-G-L-E-E-P-R-O-J-E-C-T

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Etiquetas: , , , , , , , , ,

15 Respostas to “Theatricality + Fearlessness”

  1. marjoriematsue Says:

    Realmente, a Nellie não queria tanto assim. E o olho cheio de nada quando ela cantou “Keep Holding On”? Como assim, produçán??? Se ela queria tanto assim, era pra ter morrido nessa hora! E, de verdade, foi muito surpresa pra mim o Charlie ter saído…. tb não achei a performance dela melhor que a do Charlie, nunca… (e tava quase torcendo por ela de umas semanas pra cá…) Além de tudo ela é chata pra c***lho com aquelas de “Ai, é difícil, eu sou tímida” dela. Já foi tarde. Eu queria muito o Charlie por mais uma semana, ainda mais sendo esta semana a de Theatricality! Mas tenho q concordar que a falta de profissionalismo (que ele teve a chance de se ligar e mudar) é totalmente impeditório pra ele trabalhar em Glee ESTE ANO. hehe. E… tb torço pra Aylin!! \o/ Muito! Quanto à Lily, Michael e Abraham, apesar de uns terem mais minha torcida que os outros, me cansam de tanto mimimi. Sério! Mas tenho q dizer q entendo o Michael, e o Abraham tb (na questão de ser ousado E medroso ao mesmo tempo) pq sou DESSE JEITINHO. Cheia de exigências e de perfeccionismo na minha cabeça (q me impedem de fazer as coisas). Adorei seu post. Muito amor. ♥

    • Essy Says:

      Pois é, tinha a sensação de que ela estava cantando com uma arma apontada para a sua própria cabeça o tempo todo.
      Muita tortura para quem pensa em escolher uma profissão com essas. Talvez Nellie tenha que repensar seus desejos. Beija Nellie!

      Charlie era tão talentoso! Humpf…
      Tudo bem que faltava profissionalismo, mas mesmo assim, o menino era tão talentoso (não esqueço aquela versão de “Fix you” por nada nessa vida). Acho bem pior todo e qualquer comentário a respeito de não ser bem dirigida ou assessorada dentro do programa, todas vindo da Lily por exemplo, do que o comportamento “inadequado” de Scott F**king Campbell, que para mim, era o menino mais talentoso e carismático do grupo (e só pode ter DDA) e nessa o Ryan Murphy já teria resolvido o seu problema e não só teria o novo Finn, como a nova Rachel (Aylin!).

      Gosto de tudo na Aylin. E aquela voz? Me arrepio inteiro ao som de “Take a Bow”, que eu ando ouvindo quase todo dia (mentira, ouço todo dia mesmo, rs). Achei tão, mas tão especial aquela apresentação, que pra mim, ela teria levado o prêmio ali, naquele momento.

      Entendo o Abraham. Gosto do Abraham. Mas na cena seguinte não tenho mais tanta certeza assim, rs
      Mas esse conflito existe dentro de todo mundo e uma hora ou outra, cada um acaba resolvendo o seu. Só amor! (♥)

  2. Natalia Says:

    chorei litros com a saída do Charlie também era ele quem tinha as melhores apresentações, não sei o que tanto eles viam na Nellie pra terem deixado ela tanto tempo na competição, tava na cara que ela não se sentia a vontade com as câmeras, tudo ela se sentia insegura, na minha opinião um ator nunca pode ser inseguro por isso nem entrado na competição ela deveria, muito sem graça demais por isso minha torcida também está com a Aylin que tem a melhor voz de longe e é super carismática mais eu também gosto tanto do Abraham apesar de saber que ele não tem como ganhar, na minha opinião a final vai ser Aylin, Lily, Michael e Blake que ninguém dá muita bola mais já ficou visível que os jurados adoram ele para mim ele vai chegar bem quietinho na final e pode facilmente ser quem pode atrapalhar a Aylin

    • Essy Says:

      Que triste neam? Fiquei inconsolável também com a saída de Charlê (adorei quando o Robert falou um “Charlê” todo cheio de sotaque) e a minha revolta só aumentou quando a cara de qualquer coisa da Nellie (qualquer coisa menos de quem realmente queria ganhar TGP), acabou saindo na semana seguinte.
      Custava ter mandado ela para a rua antes? Hein, uncle Ryan?
      Ator inseguro realmente não dá. Gente insegura demais pra mim também não dá, na vida.

      AMO Aylin, mas vc falou uma coisa que eu venho notado nos últimos eps. Desde sempre eles declararam que gostam do Blake e a cada ep, mesmo que de longe e sem muito destaque, ele vem revelando alguma coisa mais interessante na sua personalidade do que o seu cabelinho de Xustin Bieber e todos aqueles músculos. O promo do próximo ep até denuncia um pouco mais desse outro lado do Blake que passamos a conhecer (como ele ajudando a Ali) e assim, também acho Aylin pode estar ameaçada. Veremos!

  3. Jaci Carvalho Says:

    Quem non chorou com a saída de Charlie, eu que só tava assistindo até ele ganhar, porque era pra ele ganhar, assim como era para o Camerom ganhar, se ele non fosse um cagão, o que non é o caso de Charlie que se jogou lindamente, sempre, nos deixando com o melhor KOH de todos, e ainda com a versão lindissima de Fix You, Scott F**king Campbell ❤ que agora terei de me contentar em ve só no Youtube, :/ #chatiada, mas a verdade é que o tio Ryan é orgulhoso demais pra dividir seu homem (Charlie) com outra e agora eu torço por quem?

    • Essy Says:

      Também acho difícil alguém ter conseguido resistir as lágrimas com essa saída tão precoce do Scott F**king Campbell, que nos deixou com aquela versão linda de KOH, além da sua inesquecível “Fix You”. Foi triste, bem triste.
      O menino era realmente muito bom e merecia muito mais ter ficado em TGP do que sonsa da Nellie. Que menina mais sem graça, Brasil!

      Será que uncle Ryan fez mesmo a ciumenta? Não tinha pensado por esse lado, mas agora tudo faz sentido, rs.

      ps: torça para a Ayllin vai? A Sra O.B Campbell merece! (rs)

  4. Jubs Says:

    Eu ia comentar lá no outro post, mas olha um novo aqui! Senti falta, mas só não foi pior porque tive uma semana agitada e com conexão ruim, rs. Então, vamos falar de TGP!
    Estamos todas com o coração partido com essa certa eliminação #todaschora 😦
    Nossa, o Sebastian tem muita magia escondida mesmo. Como ele é mais bonito assim, de barba por fazer e sem aquele uniforme. Ele merece mesmo um HÖY!
    Sim, superamos aquela voz meio assim da Ali e a aceitamos de vez! Mas calma Ali, isso não significa que estou torcendo para você ganhar, mas please, saia depois d Lily.
    Quem não está? #todaschora Força Aylin, torcemos por você querida!
    Verdade! Cadê as brigas? A gente sabe que elas não se bicam e queremos ver isso produção. Chega de esconder a megabich da Lily nas edições. #FORALILY
    Achei tudo tão sem graça essa semana também. Eu faria um vídeo melhor que aquele direito, por favor.
    #TEMCOMONAOAMAR os auto abraços do Zach? Posso te abraçar também Zach? Deixa? Eu juro que danço o que você mandar, rs. Adoro essa coisa dele não esconder para quem está torcendo.
    Lily Megabitch forçando lágrimas ao som de “Someone Like You”… #FORALILY
    Belo recado para a Lily Megabitch. Aprenda querida! E por favor: pare com aquela dancinha ridícula com os peitos. Juro, fico enjoada quando ela faz aquilo.
    Abraham (♥) Você disse que queria ser amigo da Aylin… Eu queria ser amiga do Abee (com apelidinho e tudo, hehe). Ele ficou “magoadinho” com a Nikki, que sim, está fazendo bullying com os participantes sempre que pode. E sim, ele foi com esmalte vermelho na performance final, que reparamos. Mas quem liga? Abee, vem cá ser meu amigo, vem!
    A Nikki pariu! Mas isso não vai interferir em nada no programa, né? Pena dos participantes, rs.
    Eu fiquei bem chateada com a saída da Nellie. Desde que a Dani (♥) saiu eu me apeguei a Nellie e estava torcendo mesmo por ela. Era a chance da Lily Megabitch ir rolando para casa, mas não deu. Sem contar que eu fiquei com dó da menina, sempre querendo que ela ficasse fazendo a sexy, mas ela só passava vergonha, tadinha. Ela fez uma Britt PAVOROSA, fiquei com muita vergonha alheia. E sim, já saiu participantes melhores que ela, como a Dani e o Charlie, mas eu não queria que ela saísse ainda não, não antes da Lily. Eu não sei porque, mas gostava da ideia Nellie + Blake. Acho que rola química.
    Nossa, juro que não acreditei quando o Charlie foi eliminado. COMO ASSIM?
    Tenho todo um carinho pelo Abraham e Michael, mas alou: todas sabemos que o talento ali era do Charlie. Como assim uncle Ryan?
    Adorei o vídeo da piscina, a música, tudo. Sue Sylvester, que sim, poderia te levado a Becky… Tudo indo muito bem, até que perdemos o melhor participante dessa edição. #chorei
    Eu tinha certeza que a Nellie ia sair e já estava preparada psicologicamente para isso, até o momento que o Uncle Ryan disse: “Esse é quem eu mandaria para casa. Infelizmente.” Ele já tinha dito que estava frustrado com dois daqueles três por não saber se eles iriam mudar. Claramente ele estava falando da falta de jeito da Nellie e da personalidade do Charlie. Mas quando ele disse “infelizmente”, senti que o Charlie sairia e o coração apertou mais. Não gostei muito da apresentação da Aylin, Achei que ficou muito parecido com o que a Lea Michele fez, queria algo diferente. Mas mesmo assim, sabemos que aquele era o momento da Nellie cantar “Keep Holding On”. (Sim, essa música é chiclete e sim, todas cantamos pensando em um/dois/três boys.
    Aylin me conquistou logo de cara, sabe. Fiquei incomodada em alguns momentos com ela, mas nada que fizesse parar de torcer por ela. Força Aylin, força!
    Charlie é o Charlie e eu amei a performance dele. E o que foi aquela cara de desconforto da Nikki quando o nosso Charlie sentou-se ao lado dela? Euri
    Tadinha da Nellie, rs.
    Perdemos o melhor participante masculino, ou até mesmo no geral. Sentimos muito por sua eliminação e Uncle Ryan: Perdeu mais um ponto comigo, hem. Primeiro a Dani e agora o Charlie? Magoadíssima.

    • Essy Says:

      #TODASCHORA mesmo. Até agora estou sem entender o motivo da eliminação do Charlie, que era o garoto mais talentoso de todos eles e com um imensa vantagem em relação ao outros todos.
      Tenho uma tendência a sempre gostar dos mais exóticos, um tanto bobos, meio malucos e o Charlie era exatamente assim. E ele ainda era o Scott Campbell. Sério. Tinha que ganhar, junto com a Aylin.

      Sebastian cresceu nos meus olhos e nunca mais vou conseguir assistir Glee da mesma forma, caso ele volte a aparecer na série. Höy!

      Tenho a mesma sensação pela Ali. Já superamos a sua voz meio assim e reconhecemos que ela é boa (e vem ficando cada vez melhor), mas não é para tanto, embora eu a veja como um dos quatro finalistas (se é que dessa vez serão quatro)
      Já para a Aylin vai toda a minha torcida. Sério, que menina sensacional, não? Queria ser seu BFF.

      E sabia que eu não era o único a reclamar que eles falam, falam dessa rivalidade entre a Aylin e a Lily, mas nunca mostram nada. Mas acalme-se (já viu o 2×08?), porque parece que eles ouviram a minha reclamação aqui no Guilt

      Lily precisava ouvir isso de alguém. Claro que dentro do programa todo mundo fica cheio de dedos, tentando parecer amigão de todo mundo, mas realmente não dá para aguentar todo aquele ego que não tem regime certo. Nada me convence naquela menina, nada. Não vejo uma emoção verdadeira desde o começo, a não ser quando ela deixa aflorar o seu lado de total megabitch. Ai sim, é tudo verdade, rs. E a dança do tetão? #MEDO&NINGUÉMAGUENTAMAIS.

      Abraham tenta demais ser enigmático e náo ser uma pessoa fácil de ser lida a princípio, mas todo mundo já catou qual é a dele e qual é o problema naquela figura. Aceitação. Pior que eu gosto tanto quando ele vem toda diva nipônica…humpf! (apesar de ter tido pesadelos com o seu Bowie. Sério!) Jurava que ele seria a nova Unique (até declarei isso no primeiro post dessa temporada, eu acho), mas não foi o caminho que ele escolheu. Mas entendo a mágoa que ele ficou da Nikki naquele momento. E quanto sensibilidade para uma mulher grávida não? NOT!

      Meu problema maior com a Nellie sempre foi esse incomodo constante que ela deixava aparecer. Mas o choro dela de surpresa ao ver seu nome na lista foi dos mais sinceros. E essa timidez toda ela vai precisar trabalhar melhor e logo, se quiser permanecer nesse ramo (se bem que eu acho que ela vai ser mais do tipo “banquinho e violão” do que fazer a performática, então acho que tudo bem também)

      Engraçado que pensando no Charlie, ele sempre foi ótimo, o melhor de todos eles, mas mesmo assim nunca conseguiu se destacar quando em grupo. Repara. Seus melhores momentos foram no solo e quando em grupo, parecia que tudo era uma distração para ele e ai já viu. Mas tenho a impressão que ele saiu muito mais por conta da reclamação de todos os envolvidos (diretor + Zach + Nikki) do que qualquer outra coisa. Acho que nesse caso o uncle Ryan acabou cedendo a pressão…

      Toda vez que termina um ep de TGP, fico pelo menos umas 4 horas com KHO na cabeça. Fato.

      E tem uma coisa que sempre acontece comigo. Quem eu não gosto logo de cara mas sem encontrar um motivo do porque, é por quem eu irei acabar me apaixondo e me tornar BFF logo depois. Na escola sempre foi assim, no trabalho. E como a Aylin foi exatamente o mesmo que aconteceu, por isso hoje eu AMO essa turca como se não houvesse amanhã e se ela não ganhar essa competição, vou ficar decepcionadíssimo!

      Não sei se vc já viu, mas o oitavo episódio está sensacional! Cheguei a ter pena de cada um deles. Sério.

      • Jubs Says:

        OMG! Eu não vi o 2×08 ainda, mas acabei de ver quem saiu. Que injusto! Eu me apego e a pessoa sai #chorandolitros Agora eu torso só por duas coisas nessa temporada: para a Aylin ganhar e a Lily sair o quanto antes #FORALILY
        Já não basta o luto pelo Charlie e Nellie e ainda pela Dani? 😦
        Você está de prova, sempre que comento aqui sobre um participante ele sai depois. Por que isso ainda não aconteceu com a Lily da dança pavorosa?
        Procurando já para baixar esse oitavo episódio, mesmo sabendo quem já cantou KHO no final #chora
        A cada episódio eu sinto mais saudade da primeira temporada.

      • Essy Says:

        DRA-MA. Mas se não viu ainda, vc vai entender depois o porque que isso aconteceu. Talvez nem fosse a sua hora, mas digamos que ele perdeu para ele mesmo. Humpf!

        Lily não só ficou, como ganhou uma missão encorajada pelo próprio uncle Ryan, que atendendo ao meu pedido, quer ver sangue naquele palco, rs

        Vou até escrever depois, se der tempo…

  5. Jubs Says:

    Ai, e eu ainda não consegui baixar 😦
    Realmente: como demora para conseguir baixar um epsódio de TGP.
    Agora, vamos alegrar esse final de domingo com isso:

    É muito amor ♥
    Sei que você não gosta da Nelllie, maaaaaaaaaas olha nossa Dani linda!

    • Essy Says:

      Domingo, acabo de tomar banho depois de todo um tratamento de beleza e me deparo com esse presentinho?
      #SÓAMOR!

      Que lindas não? E que versão mais sensacional! (♥)
      Dani é sempre uma saudade. Nellie e a Nellie. Mas do lado de fora e nessa parceria, eu até que simpatizo mais por ela, rs

      ps: em retribuição, vou te mandar o link no Twitter NOW!

      • Jubs Says:

        Amei e sou suspeita para falar, hehe. Melhor coisa desse domingo meio assim foi essas lindas cantando essa bela versão. Amei amei amei.

        Eba!!! #curiosa

  6. Tenacity « The Modern Guilt Says:

    […] isso porque no meu post anterior, onde eu comentei os dois últimos episódios de TGP, cheguei a pedir para que a edição do […]

  7. Glee-ality « The Modern Guilt Says:

    […] temporada tivemos os temas Individuality, Dance-ability, Vulnerability, Sexuality, Adaptability, Fearlessness, Theatricality, Tenacity, Romanticality e Actability, dez etapas que nos trouxeram aquela […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: