Keep going on, Matthew Perry, mas custa tentar um caminho diferente de vez em quando?

OK, eu gosto do Matthew Perry, muito. O seu Chandler antigo é um dos meus personagens preferidos de todos os tempos, um cara com quem eu divido o mesmo senso de humor e me orgulho disso (entendam que eu já era um tipo de Chandler antes de conhecer o Chandler e quando ele surgiu a minha identificação com o personagem foi imediata) mas não é por isso que devo fingir que não estou vendo o que ela anda fazendo ultimamente…

Sua nova série por exemplo, Go On, tem um plot central bacana sobre pessoas em terapia, dividindo dramas pessoais dos mais variados possíveis (traumas, perdas e outros tipos de issues) e lidando através da terapia em grupo com cada um deles. Vários personagens ótimos inclusive, cada um já muito bem definido já no piloto (mesmo os que tiverem uma menor participação) e aparentemente, todos com chances de se tornarem bem engraçados com o tempo. Sabe quando vc consegue enxergar uma história interessante para cada um dos personagens secundários? Então…

Até que chegamos a ele, o próprio Matthew Perry e o seu personagem da vez, Ryan King e foi nesse ponto que a série me incomodou bastante. Por mais que eu AME o ator e AME mais ainda o seu personagem mais conhecido EVA, não tenho como aceitar que ele seja revivido dessa forma na TV, não em outra série, não com outros amigos. E o que eu consegui enxergar na nova série foi um ator que talvez esteja desesperado, tentando reviver um fantasma do seu passado e isso não é legal para ninguém. As dancinhas são as mesmas, a cara de tolo também (até pelo próprio poster acima isso fica evidente), mas o personagem agora é outro, os tempos são outros e realmente me incomoda muito quando um ator que nós gostamos tanto, acaba preso a um único estereotipo, só porque ele deu certo no passado e lhe rendeu bons frutos. Vamos deixar a preguiça de lado e se arriscar em novos caminhos, Matthew?

Entre o Chandler Bing tão querido de todos nós, seu atual Ryan e o seu recente antigo personagem em Mr Sunshine, temos poucas diferenças, mínimas na verdade (as mais visíveis estão apenas nas histórias de cada um deles) e isso eu acho um erro para todos os envolvidos. Tudo bem que Go On apenas pelo piloto, me pareceu ser bem melhor do que Mr Sunshine (que era horrível), mas mesmo assim, é claro que a nova série ainda está longe de ser o novo Friends, a léguas de distância, então para que apostar mais uma vez na interpretação do mesmo personagem?

E se é para fazer o mesmo personagem sempre, porque não reviver a série antiga em um retorno ou episódio especial? Isso eu não consigo entender e pelo menos o Matthew Perry, o Matt LeBlanc, a Courteney Cox e até mesmo a Jennifer Aniston em suas comédias românticas meio assim de ultimamente, todos eles já provaram que não se importam muito em repetir sempre o que parece ser o único papel de suas vidas, desde que sejam chamados por outro nome (que é sempre a impressão que eu tenho, exceto pelo Matt LeBlanc, que descaradamente aceita numa boa até ser chamado pelo mesmo nome em outras séries, rs) então, porque é que esse reencontro não acontece de uma vez por todas, ao contrário de estarem sempre tentando nos empurrar um pouco mais do mesmo e nunca nos surpreenderem com nada realmente novo?

Por esse motivo, mesmo que a série tenha um plot razoável, personagens que até poder ser bacanas e a NBC já ter até encomendado uma temporada completa de 22 episódios para Go On, não consigo me prender a uma proposta que se diz nova, mas que me apresenta um mesmo personagem ou pelo menos muito semelhante ao do passado, só que agora vivendo em um cenário diferente. A impressão que eu tive nesse caso foi que alguns anos depois do final de Friends, a Mônica morreu (sua veia na testa finalmente explodiu ou ela foi soterrada ao abrir o seu armário da bagunça, onde ainda desconfiamos que ela tenha escondido o Richard, rs) e o Chandler teve que encarar a terapia para lidar com a sua realidade agora como viúvo. Mas para quem não se incomodar tanto assim em ver o Matthew Perry revivendo um personagem que nós sabemos que ele sabe fazer bem, a série me pareceu ser uma das novatas que vale a pena.

A minha sugestão para o Matthew Perry é que ele procure algo mais para Studio 60 (excelente por sinal, a série, ele, todos os personagens e o Aaron Sorkin) e deixe um pouco de lado esse personagem que nós sabemos que ele sabe fazer e já estamos satisfeitos com o que conhecemos dele com o seu verdadeiro nome e cenário original e não aceitamos seus novos “disfarces fajutos”, tentando ser outra pessoa que nós sabemos que ele não é.

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Etiquetas: , , , , , , , ,

2 Respostas to “Keep going on, Matthew Perry, mas custa tentar um caminho diferente de vez em quando?”

  1. Dani Z Says:

    Pois nem vou ver então. Sabe aonde ele está também? Em The Good Wife. É só uma ponta de luxo mas pelo menos ele tá fazendo um personagem bem diferente. Conservador, mau caráter , já puxou o tapete da Alicia e vai concorrer contra o Peter Florrick ao cargo de governador. Tá bem até.

    • Essy Says:

      É, não me animei muito também por tudo que eu disse, por isso eu passo.
      Fiquei sabendo que ele está ótimo em TGW mesmo e acho que ele deveria apostar em papéis mais assim do que o goofy de sempre. Assisti um filme com ele todo depressivo uma vez no passado (pós Friends) e também o achei ótimo vivendo um papel diferente do que a gente sempre espera dele (mais ele do que o filme para falar a verdade)
      Só volto a assistir Go On quando tiver a participação da Lorelai de Gilmore Girls (e eles já namoraram), mas é só também.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: