O abraço que todo fã de Fringe gostaria de dar e receber, duas vezes

O meu maior sonho nerd talvez seja o de algum dia poder abraçar o Leonard Nimoy. Sim, eu sonho com esse dia e pouco me importo se ele é possível ou não. Sou desses e penso nisso toda vez que eu vejo Star Trek, ou quando vejo qualquer tipo de referência ao seu personagem ou até mesmo ao ator, por exemplo. Ele e o Harrison Ford, o Han Badass Solo em pessoa. (sabe fã que fica emocionado só de pensar nessa hipótese? = Eu. Um dia sonhei com esse encontro e acordei chorando. Acreditem.)

Quando criança ganhei uma t-shirt de um dos episódios de “Star Wars” (não me lembro bem qual deles…) com vários personagens que poucas crianças conheciam. Um dia, em uma sessão de cinema na escola, virei a atração porque além de linda, minha t-shirt ainda brilhava no escuro (e eu usava como PJ, nesse dia fez calor e eu tirei o meu hoodie, então). #NERD! (sorry, tive que contar essa passagem, que ilustra muito bem um dos motivos por eu ter sofrido bullying na escola, rs)

Enfim, nessa minha lista de abraços para a vida, a essa altura, na categoria nerd eu já posso até incluir até o Sr Nimoy novamente, por suas participações em Fringe e nela hoje eu também incluo os Bishops, os dois, na mesma categoria, tamanho o meu apego com os personagens e com a série.

#TEMCOMONAOAMAR esses dois?

Além da ficção científica, o que eu sempre gostei mais na série foi a relação de amor desses dois, essa que sempre foi a minha relação de amor preferida em Fringe.

Gosto da Olivia, gosto da Etta, AMO Astrid e a vaca Gene, mas nada se compara com o quanto eu gosto desses dois personagens. (♥²)

Walter sempre foi genial e continua ainda melhor nessa reta final da série, mas o nosso querido Peter Pacey tem ganhado o seu merecido destaque, ainda mais nesses últimos episódios, com toda a sua transformação. Sem contar que ambos estão passando por coisas semelhantes na vida, enfrentando problemas parecidos, o que deixa a história ainda mais especial. Mais ou menos como se o Peter estivesse olhando para um espelho e  fosse enxergando no Walter o seu possível futuro e Walter tivesse olhando para o Peter, encontrando no filho diversas semelhanças com o seu passado.

O que me faz ter ainda mais certeza que a minha #CRUSH antiga no Joshua Jackson tinha um motivo ainda maior do que a magia… rs

Mas não vamos ficar falando muito de Fringe por enquanto, porque é claro que eu vou fazer um post enorme de declaração de amor para a série depois do seu final, que eu espero que seja tão sensacional como vem sendo tudo nessa temporada até agora.

Querido Walter Bishop…

Eu não tenho um vinil de “The Man Who Sold The World”, mas se eu tivesse e ele fosse o último desse universo, eu te convidaria para ouvir junto comigo aqui em casa, todo dia se você quisesse, rs. (Sorry, também AMO o Bowie, Walter!)

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Anúncios

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “O abraço que todo fã de Fringe gostaria de dar e receber, duas vezes”

  1. Jubs Says:

    Já posso correr para abraçar os Bishops? OOOWN (♥)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s


%d bloggers like this: