Posts Tagged ‘1×12 Beau Solei’

The Killing e Game Of Thrones deixando todo mundo com o coração na boca essa semana hein?

Junho 16, 2011

Que semaneeenha mais sensacional foi essa para as duas séries hein? Isso para quem acompanha as séries de acordo com a tv americana e se esse não for o seu caso, é melhor fugir dos spoilers! (PÉÉÉM Spoiler Alert)

Assisti ambos eps no mesmo dia, algo que eu não deveria ter feito pq acabei ficando com toda a minha carga de ansiedade+curiosidade acumulada em uma dose cavalar.

Começando por The Killing (1×12 Beau Solei), depois do ep da semana passada, que tentou dar uma humanizada forçada na agente sem expressão e que nos levou a compreender um pouco mais do porque de toda aquela frieza, chegamos perto do final da temporada e com isso estamos a um passo de saber quem é o assassino de Rosie.

O episódio foi recheado de clichês, como a série vem sendo até agora, fato, mas todos muito bem resolvidos e com aquele climão de suspense que a gente tanto gosta. The Killing pode mesmo se orgulhar desse fato, porque por mais clichê que a série possa ser, a sua qualidade é inquesti0nável e uma coisa acaba compensando a outra, ou como nesse caso pode até superar.

Na hora em que a agente da depressão (Linden) chegou no apartamento do político que até então tem uma história muito distante de todo o resto da série e pouco interessante (outro fato), eu senti que ela estava na casa do seu inimigo e senti também que nessa hora as duas histórias tão distantes (política + assassinato) se encontraram para o seu desfecho. Um clichê clássico de filmes policiais, ou de suspense, com o vilão saindo de cena por um motivo qualquer, na sequência o mocinho acaba descobrindo a prova do crime e em seguida, o vilão volta revelando o seu lado negro da força. Clássico! Mas quem se importa quando tudo isso é criado dentro de uma série policial com a assinatura do canal AMC, que possui hoje algumas das melhores séries da tv, hein?

Pode até ser mesmo clichê ou óbvio, a policial durona, o parceiro que não segue regras, mas a série também no entrega um tipo de investigação oldschool, com a polícia seguindo as pistas óbvias mesmo, meio que brincando de “Detetive” e nada comparado com toda a tecnologia de qualquer CSI da vida. Cool!

Terminamos o ep com a foto do possível assassino de Rosie nos muros da cidade: Darren Richmond. Mas será que foi ele mesmo? Ou será possível que os dois assessores tmbm usem aquele computador, hein? (barulho de email chegando, rs)

Isso nós só vamos descobrir no próximo episódio com o final da temporada, que deve terminar com a revelação do assassino e se eles forem bem clichês como estão acostumados até agora, é possível que já tenhamos um novo gancho para o caso da próxima temporada. Mas tudo isso com muita qualidade e se vc não viu ainda, eu recomendo pegar um guarda-chuva (porque como chove naquele lugar hein?) e grudar os olhos na tv NOW, ou vc vai ficar de fora da rodinha do escritório na segunda feira, onde todos vão estar falando sobre o assassino da Rosie, menos vc. Vai por mim…

Mas o grande destaque dessa semana pra mim foi a discussão na cadeia entre os pais da Rose, com a mãe se fazendo de vítima e o pai dando um cala boca nela, dizendo que ela nem é tão vítima assim, apenas covarde. Sensacional! Clap Clap Clap! Suck it Maryann!

pausa: e o pai do filho da agente sem expressão que é o Helo de Battlestar Galactica hein? Howcoolisthat?

E isso prova que ele tem mesmo um padrão e gosta de mulheres robóticas. Apaixonado por um cylon novamente hein Capitão? rs

Agora, Game Of Thrones que esta seguindo a linha AMC com episódios lentos e mais elaborados, acabou deixando toda a ação da série (que estava meio que em falta)  para o episódio dessa semana hein? (1×09 Baelor)

Tudo aconteceu, de rituais de magia negra com direito a gritos e uma tenda se chacoalhando toda (medo), à aguerra com milhares de mortos, até uma adolescente arrogante (sim, eles sempre existiram, rs) exigindo a cabeça do pai de sua amada (amada nada neam?). Aliás, que núcleo jovem bom esse da série hein?

Achei maravileeeandra aquele sequência pós guerra, com o Tyrion sendo carregado pelo seu mais novo amigo e enxergando o mundo por outro ângulo. Cool!  (guerra essa que não foi mostrada, provavelmente por conta do orçamento, mas que eu achei bem digna a solução que eles encontraram para nos mostrar o drama todo)

O episódio terminou em tom fúnebre, com os passáros voando e um silêncio desesperador. Será que o Eddard Stark perdeu a sua cabeça?

Ou usaram aquela espada gigante só para dar uma aparada naquele picumã? Euri

Todo amor dessa vida para a filha menor dele (aquela que esta aprendendo a lutar, sabe?), que é sensacional e eu ainda quero vê-la como rainha! E eu torço pela morte em todos os episódios daquela outra filha, a ruiva meio bitch.

Agora nada e nem ninguém na série é melhor do que o Tyrion Lannister! Que personagem sensacional não? Grandioso eu diria! (sem piadeeenhas, por favor…)

A série tem eps longos, de quase 1 hora, pencas de personagens e talvez por isso eu não consiga lembrar os nomes de quase ninguém. E mesmo assim, essa quase 1 hora acaba passando tão rápido, que o episódio acaba e vc já fica com a sensação de quero mais.

Ansioso mil para a reta final das duas…


%d bloggers like this: