Posts Tagged ‘3×12 Road Trip’

Parenthood invertendo os papéis em uma viagem deliciosa envolvendo toda a família Braverman

Janeiro 12, 2012

O que eu mais gosto em Parenthood é que diferente da maioria das séries com a mesma temática, eles se parecem com a gente, enfrentam problemas do dia a dia que todos nós já enfrentamos ou iremos enfrentar algum dia e isso é o que torna a série especial pra mim.

Nesse episódio de retorno (3×12 Road Trip), eles fizeram uma viagem deliciosa para a casa da avó (mãe do Zeek), no dia do seu aniversário, invertendo pela primeira vez o papel do patriarca da família e o colocando como filho naquele momento, cheio de inseguranças, buscando a aprovação da sua mãe até hoje, algo que eu acho bem difícil de alguém não se identificar.

Engraçado como certas coisas do passado ficam na nossa memória neam? Como quando a sua mulher, Camille, disse na mesa do dinner na frente da família sobre o que a mãe do Zeek disse quando ele contou que gostaria de ser ator e a sua frustração por não ter tido o mesmo tipo de apoio da família que os seus filhos tem hoje do casal.

E é engraçado também como todas as resoluções da série são simples, eu diria que até fazem parte do nosso cotidiano e mesmo assim, ainda deixam a gente com essa sensação gostosa de estar em casa.

No caso dessa semana, eles passaram praticamente mais da metade do episódio presos dentro dos carros da família, discutindo as relações em walkie-talkies pré históricos (euri), tendo que puxar assunto com a filha adolescente que não esta nem ai para o que vc tem para falar, ou tendo que aguentar o irmão chato que não cala a boca nem por um segundo, ou pior, tendo que encarar a mãe depois de ter visto a mesma em uma situação constrangedora e que nunca nessa na vida ou em qualquer outra,  nenhum filho estará preparado para ver. Situações simples, nas quais todo mundo consegue se enxergar em todos os tempos, seja no passado, no presente ou no futuro.

Esse episódio em especial me lembrou muito a minha própria família e nossas próprias viagens juntos (que só de lembrar eu já sinto a maior falta, humpf!), sempre no mesmo climão. Nunca tive avós, pelo menos não do tipo dos mais presentes na minha vida, mas tive uma figura bem importante que acabou ocupando esse espaço, sem deixar lugar para mais ninguém.

Em uma de nossas viagens, me lembro dela brigando para ir no mesmo carro que a gente, o carro das “crianças”, onde nós enfrentamos horas na estrada com a melhor companhia ever, fazendo um monte de piada sobre qualquer coisa, dando muita risada, comendo porcaria e cantando alto no carro, fazendo rimas quando a gente passava os carros concorrentes da família, rimas essas que ela não conseguia acertar uma, mas que eram todas divertidíssimas e super criativas. #TEMCOMONAOAMAR?

Me lembro também de um dos seus últimos aniversários, onde tinha bolo de morango e só a gente mesmo fazendo a maior festa, de onde eu tenho uma foto que eu AMO, uma que eu tirei no celular até, dela toda feliz batendo palmas enquanto a gente cantava parabéns. Foufa mil!

E esse episódio de Parenthood me fez voltar exatamente até essa memória, o que é sempre uma delícia na série, que é quando a gente consegue se identificar facilmente com uma situação qualquer, ou quando acabamos fazendo uma volta ao passado, relembrando momentos que a gente adoraria que tivessem durado por mais tempo.

Talvez por isso que eu me sinta como um Braverman, rs.


%d bloggers like this: