Posts Tagged ‘Born This Way’

Apesar da mágoa do caboclo, #TEMCOMONAOAMAR o bom humor da Madonna?

Maio 29, 2012

GENIAL essa ideia hein? Clap Clap Clap!

Pior que tocar “Express Yourself” e “Born This Way na sequência para provar a sua própria teoria do Ctrl C + Ctrl V, é terminar com “She’s Not Me”.

E tudo isso no ritmo da fanfarra hein? Produção, traz o meu bastão AGORA que eu vou mostrar como é que se faz! (rs)

#TEMCOMONAOAMAR?

Ma-ma-ma-marry Ma-ma-ma-marry Ma-ma-ma-marry the night

Dezembro 2, 2011

Tá pensando que é simples se tornar uma estrela?

E a Lady Gaga prova que esse caminho não é nada simples com o seu novo vídeo “Marry The Night”, do qual ela assina a direção e aproveita para contar um pouquinho da sua história pré sucesso, de tudo que ela passou até casar-se com a noite.

Claro que essa história é uma versão artistica e inventada dos fatos, que é como a Lady Gaga prefere enxergar a vida, como a própria anuncia no prelude do video.

Mas digamos que ficou longo não? 13 minutos e o single começa mesmo pra lá dos 8 minutos. Difícil enxergá-lo passando na integra em canais de música por exemplo, mas acho que esse nem foi a sua maior preocupação, porque o maior palco dela sempre foi mesmo o Youtube, e esse espaço ela domina como ninguém. O que a garante a Mother Monster  o status de uma artista dos novos tempos.

Achei o vídeo delicioso, por vários motivos diferentes, desde o fundamento do make e do figurino, até o bom humor dela tirando sarro dela mesma em alguns momentos. Dela e de outras, fikdik.

Minha cena preferida sem a menor dúvida é uma Lady Gaga enlouquecida, em seu momento de transformação para um estrela, onde ela encontra-se lindamente descontrolada  enquanto aproveita para tingir o cabelo de “mint” dentro de uma banheira. #TEMCOMONAOAMAR?

Agora, também não tem como ignorar o bom humor do momento em que ela fiz que “fez o que toda garota fez” e com a boca, faz um gesto conhecido de todas. Euri

Gosto de artista debochado nesse nível, mas o que eu gosto mesmo é do comprometimento que ela tem com suas performances e com os seus videos, onde é possível enxergá-la se entregando completamente a favor de um resultado impecável.

Pra mim isso significa respeito, com ela, com a sua arte e também com as pessoas que admiram o seu trabalho. Além de significar que os seus aparentes delírios do passado “internada” em uma clínica psiquiátrica se confirmaram e ela hoje é sim um estrela, das maiores que temos atualmente.

ps: e eu continuo não cabendo dentro de mim mesmo com o final apoteótico desse single. Não há espaço suficiente para Essy no mundo quando chega esse momento. Expressão Corporal e o sonho de ser Billy Elliott definem, rs

ps2: como estamos franceses hoje por aqui, hein? Oui, oui!

Será que já podemos nos animar?

Outubro 14, 2011

Gaga esta em NY gravando o video de “Marry The Night”. Será que dessa vez ela sapateia na cara da sociedade com um salto de 37 cm, ou vai fazer um “The Edge Of Glory” Vol. 2 preguiça?

Todas torcem para que não…

Queremos luxo & riqueza, 64 trocas de roupas e muito exotismo.

Yoü and I

Agosto 16, 2011

Novamente cheio de referências e figurinos absurdos, só que dessa vez um tanto quanto mais feliz com o resultado final do que o video confuso de “Born This Way”, Lady Gaga recupera com “Yoü And I” o posto de quem faz os videos mais sensacionais do momento. Uma arte quase que esquecida, que ela com toda a sua coragem e talento conseguiu recuperar como ninguém em um tempo em que as coisas já não funcionam mais como antigamente.

O video é maravileeeandro, recheado de imagens fortes que ninguém vai esquecer tão cedo. Releituras? Pode até ser, porque todo mundo viu um pouco de “Colheita Maldita”, “Sinais”, “A Noiva de Franskenstein” (ou o próprio) e até mesmo um momento “Splash, uma sereia em minha vida”, referências que podem ser reconhecidas facilmente em diversos momentos ao longo do vídeo.

Mas Lady Gaga usa essas referências como ninguém e tudo isso a favor de uma nova linguagem, nos entregando uma “nova estética” que a essa altura já ganhou o status de uma linguagem própria dela, mesmo quando partindo de algo conhecido de todos nós de algum momento do passado. E qualquer outra pessoa que tentar seguir esse mesmo caminho nesse exato momento, vai acabar parecendo menos autêntico do que ela, forçado, fake.

Hoje em dia, todo mundo sabe que imagem é tudo e os milhares de Tumblr’s ou sites de referências de imagens que todos nós visitamos todos os dias, para divertir ou buscar alguma inspiração, reforçam essa teoria. Ainda sai ganhando quem tem um repertório pessoal vasto e com fundamento (gosto de reforçar isso, rs), mas todas essas ferramentas acabam ajudando a formatar as imagems do que observamos por ai atualmente e acabam marcando um tempo, ou uma geração. Mas o que ela consegue fazer é algo que desde a Madonna antiga, todo mundo estava carente de ter de volta e isso é uma delícia, querendo vc assumir ou não.

Trabalhar com as pessoas certas, ter mentes diferentes trabalhando a seu favor também ajuda bastante, mas nada com um bom fundamento próprio para te ajudar ainda mais quando chega a hora de fazer as suas escolhas finais. Quem eu quero ser? Com quem eu quero parecer? Qual a mensagem que eu quero passar? O que eu estou tentando dizer?

O conceito de “Be Yourself” nunca esteve tão em alta e com o poder de alcance da Lady Gaga, acabou tomando proporções ainda maiores para essa nova geração, tão carentes de ícones atuais. Mas quem disse que para ser vc mesmo, vc tem que ser uma única pessoa? E essa brincadeira que nem todo mundo entende, ela consegue fazer muito bem, sempre com inúmeras trocas de figurino e makes e perucas deliciosas e marcantes em seus videos, mostrando que ela ou vc pode ser exatamente quem vc quiser, sem perder a sua essência.

Segundo a própria, o video é uma tentativa de mostrar o quanto uma pessoa é infeliz e em alguns momentos pode até se sentir sendo torturada, quando esta distante de quem ama. Nele, Gaga ainda diz que tentou mostrar como seria longa e penosa essa caminhada em busca do seu “Yoü” e os pés cobertos de sangue e machucados demonstram.

Na minha visão, essa parte até que ficou clara no vídeo, quando ela aparece no look mais dramático em preto (o meu preferido, com aquele chapéu maravileeeandro e dramático que alguém tinha que ter usado no casamento real e talvez venha de lá a inspiração hein?), caminhando na estrada com os pés destruídos, mas acabou parecendo mais como se vc estivesse sendo moldada, ou quem sabe “consertada” pelo outro, para se tornar alguém melhor, mais completa, ou algo por ai. Desse segunda opção de leitura eu não sou muito fã, a não ser que os dois passassem por algum tipo de mudança ou sacrifício ao longo da história contada no vídeo. Mas acho que talvez ela tenha usado o lado masculino da história para mostrá-la sendo curada, uma vez que os dois finalmente estavam juntos, compartilhando aqueles momentos. Mas essas são apenas algumas das minhas own impressões sobre o vídeo.

A escolha do boy magia foi perfeita , Höy! Um meio caminho andando entre o look lenhador boy magia/fazendeiro prendado que trabalha suando no celeiro (rs) e a cena da pegação dos dois na banheira “lata de sardinha” foi deliciosa. Pena que durou pouco, humpf! Mas o video tem que passar na tv e em qualquer horário, então…

Valeria uma versão extendida e sem cortes, para maiores quem sabe? (estou numa versão soft porn hoje hein?)

Gosto também do momento coreô, extremamente sexy e ao mesmo tempo com um contraste sensacional entre o clima rústico da locação em  Nebraska (estado onde foi gravado o video e que é mencionado na música) e os figurinos em preto das bailarinas. O que me lembrou corvos tmbm (milharal!), além do figurino preto que eu já falei que é o meu preferido e que tmbm me lembrou o animal.

Propositalmente ou não, o momento mais assustador do video ficar por conta de um outro momento coreô, esse até que mais “angelical” com figurinos mais claros e leves, mas que aquele fundo do círculo no meio do “milharal” colaborou para deixar o clima meio tenebroso. (talvez esse seja um medo meu pessoal, rs)

Agora, fato é que ultimamente além de algumas revistas que ainda fogem de vez em quando do modelo preguiça de sempre que nós já estamos cansados de ver todos os meses na banca, Lady Gaga vem se tornando uma das maiores referências de imagens no quesito novidade, fato que não podemos negar. E tudo isso em meio a todo o caos e confusão que os seus videos podem trazer (ou os seus próprios outfits do dia a dia), resultando sempre em algo original, ousado e inspirador.

E quem foi que disse que para ser bonito tem que ser fácil?

Exótica e maravileeeandra!

Paws up!

Jo Calderone and I

Agosto 8, 2011

Lady Gaga, dando espaço a sua versão masculeeeandra para a capa do seu novo single “You And I”.

Hmm mmm, digamos que a gente prefere a sua versão femileeeandra, fikdik

Lady Gaga teatral para a MTV Japão

Junho 28, 2011

Tá achando que o drama parou por aqui?

Na na ni na não

Dá só uma olhada na apresentação sensacional e performática de GAGA-AH para o  MTV Video Music Aid Japan

Praticamente o beijo da mulher aranha, não? Clap Clap Clap!

E toda versão de qualquer música dela com voz e piano me emociona, fatão!

Um tapa na cara da sociedade japoneusa. PÁ!

PAWS UP!

ps: vem dar um tapa na nossa cara aqui Gaga! Vem!

The Edge Of Glory – o video mais simples porém honesto de Gaga

Junho 17, 2011

The Edge Of Glory é simples, direto e porque não emocionado?

De última hora, o até então diretor do video Joseph Khan foi dispensado por discordar da visão artística da cantora e Gaga assumiu a frente do projeto como diretora com a sua Haus Of Gaga.

Dizem que a música foi feita para o seu avô que morreu recentemente e o video vem carregado de uma melancolia no olhar dramático de Gaga, que esta para poucos sorrisos. Dizem também que esse é o prédio onde ela vivia em NY (ou um prédio semelhante, já que depois do ep no 60 minutes, nós descobrimos que ela não foi bem vinda por lá, rs) antes da fama e de onde saiu todo esse fundamento.

Assistindo ao video, a princípio vc percebe que ele é inegavelmente mais simples do que qualquer um dos seus últimos videos, mas isso não significa que é ruim. Com um single tão poderoso, Gaga só precisou de muita fumaça, uma iluminação antiga e um climão 80’s para mostrar o seu limite. E o  figurino (o estampado) é da última coleção assinada pelo próprio Versace antes de ser morto na década de 90, vintage. Cool!

Como a música fala de solidão, Gaga aparece sozinha, dançando solta, sem coreô marcada certa e talvez esteja mesmo fazendo uma homenagem a uma época onde tudo em sua vida era menor e mais simples. Uma homenagem a sua casa também, NY, que obviamente poderia ter sido mais explorada além de um beijo no chão, mas eu acho que ela tentou ser mais literal do que sair correndo pelas ruas de NY explorando os cenários mais famosos da cidade (o que eu acho que seria sensacional e era o que eu estava esperando, fikdik).

No video aparece também o saxofonista qué é uma lenda de NY, Clarence Clemons, que tocou anos ao lado do Bruce Springsteen e que atualmente se recupera de um enfarto, para quem ela pediu energia gracinha do CFDA Awards, quando ganhou o prêmio de Fashion Icon, dias atrás. Ou seja, pode até ser simples, mas tem fundamento!

O problema é que Lady Gaga cresceu de forma assustadora e talvez por isso o video tenha ficado devendo em fundamento e grandeza, mesmo com toda a história foufa por trás da produção. A cada no video, todos esperam por algo novo, maior e com aquelas imagens sensacionais e absurdas que atualmente só ela consegue fazer, mas dessa vez o apelo foi mais, simples, direto e até mesmo emocionado, como eu disse no começo do texto.

Eu bem fiquei esperando ela correndo na ponte do Brooklyn, como em cenas daquele outro video dela em parceria com o Google Chrome, que saiu no mês passado e que tinha “The Edge Of Glory” como trilha (e que eu AMO!). Será que aquelas imagens faziam parte do fundamento do Joseph Khan, antes de ser dispensado? Pq não me pareceu que aquelas cenas nas ruas em NY foram produzidas apenas para o Google Chrome, hein? Humpf!

Ao certo eu não sei se o video ficou simples demais pelo drama do diretor, se foi proposital, ou se Gaga economizou no fundamento dessa vez, mas fato é que ao ovir “The Edge Of Glory” todas sentem a emoção da música e já pensam em sair fazendo performances por ai que eu sei hein?

Vejo todas penduradas na sacada e fazendo o catwalk pela vizinhança, rs

PAWS UP!

ps: eu só eu achei que ela se inspirou no Tr3vor para essa coreô, hein? Quem sabe não foi até uma homenagem hein? rs

Quem não queria ter um bando de fãs assim?

Maio 25, 2011

Não sei se eu gosto mais da Lady Gaga chegando para a sua tarde de autografos de “Born This Way” em NY

Ou se eu gosto mais dos seus fãs na fila, que investem na montaçán

Todas se montam por Gaga!

E a Beth Dito disfarçada de Mother Monter Judas é a minha preferida! Quer ser minha BFF?

Os ensinamentos de GAGA-AH em Born This Way †

Maio 23, 2011

E quem quer saber de Billboard Music Awards, de Cannes, de Look 4 today (rs), quando hoje chega às lojas o novo cd mais aguardado ever? Sim, chegou “Born This Way”, YEI!

Não, não foi amor a primeira vista. Por mais que eu seja um dos mais entusiasmados quando o assunto é Lady Gaga, digamos que eu não tive uma reação de amor a primeira vista com “Born This Way” não…

Precisei ouvir de novo e depois ainda mais uma vez para conseguir chegar a uma conclusão: Afinal, eu gostei ou não de “Born This Way”? Hein?

O que aconteceu na verdade foi uma repetição do que já havia acontecido quando saiu o single que leva o nome do cd. A princípio torci o nariz, disse que não gostei muito inclusive aqui no Guilt, o clipe tinha fundamento demais para pouco espaço e acabou ficando confuso demais para mim. E como sempre, acabei mordendo a minha própria língua, rs

Mas não é que depois de um tempo eu consegui entender que aquele talvez fosse o hino de uma nova geração?

Abracei a idéia e assim, passei a aceitar o tal single de “Born This Way”, que hoje tem obrigatoriedade nas minhas playlists diárias, rs

E o mesmo aconteceu agora com o lançamento do aguardado novo cd da Mother Monster, que chegou hoje para provar que sim, estamos diante de uma grande artista. HUGE!  (PAWS UP!)

A minha impressão das letras e das músicas foi de uma Lady Gaga magoada, sofrida até (sofrida é engraçado e chega a ser meio cafona, rs), marcas de uma pessoa que demorou a ser aceita por quem ela realmente é, porém, que conseguiu chegar onde queria estar e deixa com a sua arte a esperança que as vzs falta pra gente continuar seguindo em frente, insistindo nesse fundamento todo (rs). As letras mostram essa mágoa que a garota talentosa sentada em seu apartamento minúsculo em NY transformou em fundamento para a sua força, para expressar todo o seu talento e revelar para o mundo que aceitando ou não, sim, ela nasceu daquele jeito. Suck it!

Confesso que essa clima “prafrentex” do cd, de inspiração e aceitação, me agrada bem mais do que a parte religiosa do mesmo, que não chega a me incomodar tanto também. Mas cada um com a sua fé não é? Não vamos transformar esse lançamento em mais uma guerra ala Israel/Palestina! Que de ignorância a gente não precisa mais…

Ainda falando do assunto religião, segundo Gaga: Jesus is the new black! Fikdik

Mas o fundamento de “Born This Way” e talvez a sua maior mensagem, esta mesmo no conceito de be yourself, na coragem de se mostrar, por mais esquisito e estranho que vc possa ser para a maioria das pessoas.

A princípio eu achei o álbum “Born This Way” mais fraco do que a parte “Monster” do The Fame. Mas foi só no começo, pq depois de uma 3 audições eu consegui enxergar vários hits bem bons e entender todo o fundamento. Música boa, de pixxxta, para deixar qualquer um bem animado e feliz na buatchy. Bom, a minha versão é dupla, deluxe (pq eu sou ricah! rs), então vou dizer para vcs o que eu achei de cada uma das faixas, tsá?

Vamos ao setlist?

01 Marry The Night: HIT! Aposto que vai grudar na buatchy! Tem climão, começa lenta e vai crescendo. Performática! ♥

02 Born This Way: o hino de uma nova geração. Anota ae! PAWS UP!  ♥

03  Government Hooker: então, eu tinha amado o refrão dessa no remix do desfile da Mugler. Mas achei a versão original meio assim… (não gosto das respostas para a parte das afirmações, sabe?)

04 Judas : Judas me conquistou logo de cara. E o video é uma das coisas mais maravileeeandras que GAGA-AH já fez até agora. Cool! ♥

05 Americano: o que eu achei bem bacana no cd é que Gaga apostou em variações da sua voz. Mas essa não é das minhas preferidas…

06 Hair: Hair chega a ser engraçada. Free as my hair (euri), mesmo pq a gente sabe que se tem uma coisa nesse mundo que não é livre é o cabelo da Lady Gaga, que vive sempe bem preso no perucón, rs. Mas aposto que vira HIT (mesmo assim eu abandonaria o sax…)

07 Scheibe: Gaga falando em alemão, Höy! HIT de buatchy. Quer apostar uma rodada de Cosmos? Done! ♥

08 Blood Mary: gosto dos vocais do refrão e da batida do começo que se repete ao longo da música, mas tmbm não é das minhas preferidas.

09 Black Jesus † Amen Fashion: outra que tem um refrão ótimo ( (que me lembrou alguma coisa da Madonna). Vejo em trilha de filmes por ex…

10 Bad Kids: uma das melhores introduções. AMO! Por mim viraria HIT! E o melhor é que eu já até imagino o video para a faixa. Deixa eu dirigir Gaga? ♥

11  Fashion of His Love: outra que tem cara de hino das fashionistas e eu vejo com trilha da próxima temporada all around the world. Todas no catwalk, ou fazendo garota na pixxxta com um dos melhores refrões do cd! ♥

12  Highway Unicorn (Road To Love): animada. Vejo Gaga cavalgando in rainbows! Pausa: agora entramos no mundo S&M. Höy! Go Unicorn! (me lembrou o jogo do unicorino que tem a trilha sonora mais sensacional ever, e que eu jogava com o meu G preferido. Miss U!)

13  Heavy Metal Lover: quem nunca se apaixonou por alguém do metal que atire o primeiro cd do LIAL, euri (nada a declarar…)

14  Electric Chapel: achei meio assim…

15 The Queen: aqui, Gaga aproveita para anunciar que esta pronta para assumir o trono. God Save The Queen! ♥

16 Yo and I: outra para o momento piano de Gaga, que todas amam. ♥

17  The Edge Of_Glory: essa eu vou ter que confessar que mordi a minha língua e tem sido uma das que eu mais ouço ultimamente. AMO! Mas continuo dispensando o momento sax do final…E no video a seguir, já temos imagens do que será o clipe, com GAGA-AH correndo pela ponte do Brooklyn ♥

A edição dupla do cd ainda traz no CD 2, com cinco remixes e entre eles temos a versão Country Road para “Born This Way”, que é ótima, dois outros assinados pelo DJ White Shadow, incluindo a versão de “Scheibe” para o desfile da Mugler e o meu preferido, que também é um remix de “Born This Way”, só que esse assinado por Jost And Naaf, que é delicioso!

Essas foram as minhas primeiras impressões do cd e não significa que nada poderá mudar dentro da loucura louca que é a minha cabeça, assim que eu for ouvindo cada vez mais o cd, rs.

Resumindo, meus amigos, confesso que achei “Born This Way” bem bom! Well done Gaga! (PAWS UP!)

Vou confessar também que em toda a minha vida, eu acho que eu nunca gostei tanto de alguém (até já disse isso por aqui), a ponto de dividir um espaço especial no meu coração com a Madonna. E de graça!

I ♥ GAGA-Ah

AMO a ponto de ficar todo emocionado com um video simples como esse, que a cantora lançou em parceria com o Google Chrome (meu navegador preferido!) e que eu não sei onde é que eu estava nesse dia que não mandei o meu próprio video para participar desse coletivo. Humpf!

Reparem que até o Tr3vor mandou hein? Ansioso mil agora para o novo video do single “The Edge Og Glory”, que deverá sair logo logo…

E agora é oficial (mais ou menos, pq já ouvimos isso antes e até agora nada…), segundo ela mesmo em seu Twitter: 2012 ela virá para o Brasil! UOW!

Já pode preparar a peruca bicolor e o look fundamento? Todas trabalhando no cróqui desde já! YEI! (PAWS UP!)

Lady Gaga e Justin juntos? Por enquanto, só no SNL

Maio 22, 2011

Não eles não são um casal, mas todas aprovam essa parceria hein? Queremos um dueto cafona com os dois se olhando apaixonados hein? (NOT! E SIM um dueto fundamento, é claro!)

Rolei com o video de “Hava a 3 way” (o que foi a parte do “helicóptero”, hein?), rolei com os promos e as apresentações de GAGA-AH foram sensacionais!

Lembrando que amanhã teremos oficioalmente o lançamento de Born This Way. Mas como eu mantenho relações com a máfia russa, digamos que o hype do lançamento já é passado para mim.

Lembrando também que: that is not gay, when is in a 3 way… (euri)

ps: só eu fiquei esperando alguma cosia pular daquela rabiga no final de Born This Way? Pessoa dos efeitos especiais? Mais empenho da próxima vez neam? 


%d bloggers like this: