Posts Tagged ‘Cartoon’

Cada um que cuide do seu cookie

Fevereiro 17, 2012

Os meus (no plural), desde já eu sonho em colocar nesse pote maravileeeandro, no formato do clássico furgão do Scooby-Doo.

Só não sei se eu confio muito nele e no Salsicha, rs. Prefiro deixar essa tarefa sobre o comando da Velma.

Euquero!

Snoopy comemora os seus 60 anos com o seu own Moleskine e várias outras coisas mil

Outubro 14, 2010

Só penso nisso agora, juro! Quero porque quero e quero agora essa edição comemorativa dos 60 anos de aniversário da turma Peanuts para a Moleskine.

Faz tempo que eu ando querendo um caderno sem pauta, para guardar alguns desenhos que eu faço e nada mais justo que ele  seja um Moleskine neam?

Não fica amarelo pq rola todo um tratamento no papel, é pra lá de digno e com essa capa do Snoopy então, tornou-se o meu objeto de desejo do momento (#54475485744)

Além de lindos, eles são feitos em couro e vem com adesivos (AMO adesivos!) e uma árvore genealógica dos personagens, contando um pouco da preferência de cada personagem. Awnnn!

Queria muito um com o Linus na capa (ou a cena clássica com o Schroeder tocando piano com a Lucy apaixonada sentada do outro lado do piano), que sempre foi o meu personagem preferido, mas parece que não existe. Sendo assim, aceitaria fácil esse com todos os personagens na capa e o Snoopy ao lado do Charlie Brown, foufo mil. Mas parece que essa preciosidade só estará a venda no Japão (mas será mesmo?), fom forom fom fom!

E por falar em Peanuts, lembrei de algumas outras coisas que eu gostaria muito de ter e acho uma hora perfeita para comprar, aproveitando as comemorações dos 60 anos neam?

Tem esse box (dvd duplo na verdade) a venda por aqui, com alguns dos melhores episódios ever do desenho:

O Natal de Charlie Brown (lindo!)
Todas as Estrelas de Charlie Brown (que puxa)
É a Grande Abóbora, Charlie Brown (sensacional!)
Você Está Apaixonado, Charlie Brown (de chorar, snif)
O Cachorro é Seu, Charlie Brown (dramático mil)
Foi um Rápido Verão, Charlie Brown (foufo mil)

Mas não tem o meu preferido que é aquele com a patinação no gelo da Peppermint Patty (Paty Pimentinha). Mas tudo bem, porque o Paolo Torrento trouxe pra mim fazânus tsá?

Temos também essa brincadeira divertida que a Lacoste fez com o seu maior ícone e trasnformou o próprio logo em uma grande brincadeira com os personagens Peanuts, foufo mil! Tmbm em comemoração ao aniversário de 60 anos.

E para fechar, temos essa outra coisa bem foufa aqui pó>

Chuck Taylor especial com as tirinhas do desenho (não tinha reparado no detalhe  que tem o Charlie Brown jogando baseball, OMFG!), tmbm em comemoração aos 60 anos do desenho. Foufo mil.

Por enquanto, só na Colette (e a mesma pessoa que estiver passando por lá que eu disse ontém em relação a Faber Castel, se achar a caixa muito pesada, pode me trazer um par desses ae que eu já fico bem feliz? 41)

Já disse para vcs que quando eu era criança eu tinha tudo do Snoopy, não? Então, imaginem a minha situação a essa altura do consumismo?

E alguém ai se lembra da linha de banho do Snoopy antiga? Eu AMAVA, lembro do cheiro até hoje, sem brincadeira! E o sabonete que era a casinha do Snoopy com ele deitado no telhado hein? Foufo mil! Tomava banho com o maior cuidado para preserva-lo, fatão!

Só achei essa imagem pequena, sorry. Mas esse (o amarelo) era o meu preferido mil!

Parabéns Peanuts!

ps: sempre achei injusto aquela banda brasileira de quinta ter o nome do Charlie Brown, praticamente um crime!

Tá chovendo foufurices

Junho 8, 2010

Uma foufurice só. Confesso que o título do filme traduzido aqui para o Brasil como “Tá chovendo Hamburguer” me fe resistir à assistir o filme. Tudo culpa de mais uma péssima tradução de títulos em inglês para o português, o que acaba fazendo com que muitas pessoas assim como eu, deixem de ir aos cinemas para assirtir certos filmes devido a essa tradução bocó. Vcs podem até reparam que no cartaz do filme nem esta chovendo hamburguer e sim meetballs.

Mas ” Cloudy With A Chance Of Meatballs” é de fato uma chuva de foufurices. Os cenários, a história, os personagens, tudo é muito incrível e leeeandro. Eu sei que o filme não é nehuma novidade, mas eu precisava escrever sobre porque eu adooorei mesmo. Tardiamente, mas mesmo assim achei que valeria a pena.

O filme conta a história do jovem nerd Flint Lockwood, que é um inventor e sonha em um dia criar algo que consiga revolucionar o mundo e chamar a atenção para a sua pacata cidade, que vem sendo esquecida ao longo do tempo. Entre uma série de invenções fracassadas desde quando Flint era apenas um garoteeenho e criou os sapatos instantâneos em spray (do qual ele não conseguiu se livrar até hoje), e a não aprovação constante do seu pai, que acha que o filho deveria arrumar um emprego de verdade e esquecer as suas invenções,  Flint  finalmente consegue chegar ao final do seu grande projeto: uma máquina que transforma água em comida. Howcoolandnerdisthat?

A máquina então torna-se a grande atração da cidade, que volta a ser um importante ponto turísitco. Porém, como Flint esta sempre disposto a agradar a todos e a realizar os sonhos de todos os habitantes da cidade (que pedem que as  coisas mais variadas caiam dos céus) logo a máquina começa a ser sobrecarregada e Flint se vê em uma situação de total descontrole, assistindo a sua cidade ser engolida por uma chuva de comidas variadas e cada vez maiores, além de uma avalanche de resto de comida. Diversão pura!

Os cenários são inacreditáveis, tudo muito colorido, com cores extremamente fortes. A nuvem que a tal máquina provoca é maravileeeandra em tons de rosa e laranja. Fora isso, toda a chuva de comida acaba transformando os cenários da cidade em coisas deliciosas. Donuts gigantes, hamburgueres, mas o meu preferido é quando a cidade se encontro coberta de sorvete. Foufo mil!

Em meio a isso tudo ele ainda encontra um par, que para a sua surpresa, tem o mesmo nível elevado no quesito nerd do que ele. Sam Sparks, uma jornalista que logo se encanta aos atributos nada convencionais do jovem inventor.

Em uma das cenas mais legais do filme, tentando conquistar a jornalista  ele cria um castelo de gelatina, que é a sobremesa preferida dela. E eu confesso que fiquei com muita inveja disso, fatão! Imagina só? Divertidíssimo, tudo esculpido em gelatina. Outro cenário invejável. Aliás, a direção de arte desse filme foi sensacional! Clap Clap Clap!

A direção fica por conta da dupla Phil Lord e Chris Miller, que são produtores e escritores de How I Met Your Mother, o que já nos dá uam idéia do que esperar do filme.

As vozes emprestadas para o filme são incríveis tmbm: Bil Hader, Mr T, Anna Faris, Neil Patrick Harris e Andy Samberg são alguns dos nomes que emprestaram as suas vozes para os personagens. Cool!

A animação tmbm é bem diferente, acho que mais pelos enquadramentos e perspectivas. Ainda mais quando se tem a maior atração do filme (a chuva de comida) vindo do céu neam?

Juro que eu fiquei quase que hipnotizado com a quantidade de cores e efeitos do filme. Encantador!

Até me arrependo de não ter passado no Burguer King no passado, quando eles estavam com a campanha do filme como brindes. Fom forom fom fom.

Sem contar aquele hamburguer fake gigante que ficava na estação Sé do Metrô neam? Genial!

Mais uma DVD que irá direto para o santuário/sessão infantil, rs


%d bloggers like this: