Posts Tagged ‘Charlize Theron’

Se uma máquina do tempo eu tivesse e ainda pudesse falar sobre o Oscar 2014 sem muito atraso, eu diria que…

Março 10, 2014

The Selfie

… eu diria que nada como ser uma pessoa muito da bem relacionada como a Ellen DeGeneres, não?

E sim, aceitamos o irmão da Lupita na foto. E quem é que diante da possibilidade de estar no meio de tantos cachês tão altos, não faria exatamente o mesmo?

Sim, essa bitch foi fierce e mesmo que não tivesse sido, só o seu parentesco com a Cinderella já garante parte do nosso respeito pelo mesmo. #RESPECT

ps: AMO a outra foto do outro lado da selfie, com a Liza with a Z tentando achar um espaço. E digamos que se a Liza também tivesse acesso a uma máquina do tempo, ela teria voltado a sua juventude e escalado qualquer bitch que estivesse no seu caminho naquele momento e tudo isso com #JAZZHANDS

Jennifer Lawrence

OK, temos que concordar que nem tudo funcionou muito bem para a J-Law esse ano… humpf!

Tudo bem que ela conseguiu sua indicação novamente, conseguiu até fazer um preplum parecer digno de um mortal (o que é muito difícil e só prova o quanto ela não é mais aquela garota possível e rechonchuda de outro dia), apareceu acompanhada do Nicholas Hoult (Höy!), o fazendo provavelmente sentir alguma vergonha do seu penteado Jane Fonda contemporânea meets old Lady Di meets timeless Ana Maria Braga, mas o que nós precisamos dizer mesmo é que essa menina precisa urgentemente considerar começar a andar com a ajuda de andadores por aí porque foi só ela chegar na premiação, que já ganhamos o seu tombo garantido da noite.

Cuidado garota, aprenda a andar e tome um banho de seca pimenteira porque o olhão gordo parece estar te encarando constantemente. WOO!

OWNNNNNNNN!!! (#THATFACE)

Lupiterella Nyong’o lacrou todas com o seu look Cinderella, que pode até não ter sido dos seus melhores em red carpets (sim, ela já teve melhores), mas mesmo assim funcionou muito bem nela, que para acompanhar foi de tiara e todos nós amolecemos perto de uma mulher com qualquer coisa parecida com uma coroa. #HELLYEAH (♥)

A propósito, tem gente dizendo que ela e o Fassbender podem estar juntos… e quer saber?

Se for pare perder o nosso sonho da magia propriamente ruiva em forma de homem, que seja para uma bitch como Lupiterella, que além de premiada, ainda dançou na premiação ao lado do Pharell e foi de Princesa Disney. Ou seja, #RAINHADOFUCKINGBAILE

bRANGELINA

Nós ainda chamamos eles de Brangelinas, ou já foram canonizados e receberam um novo nome Santo?

Brad finalmente voltou a imprimir alguma magia (já era hora, 1/2 Höy!), e por isso nós somos agradecidos e Angelina meu amor, com essa cara e esse vestido, acho muito difícil você conseguir errar qualquer coisa na sua vida, a não ser alguns daqueles papéis duvidosos na sua lista no IMDB.

#MARAVILINDRA

Ethan Hawke(L) and Julie Delpy

Falando em casais que nós AMAMOS, Jesse and Celine (♥), porque pra mim eles já perderam o título de Ethan Hawke (Höy!) e Julie Delpy (meu alter ego durante a TPQC, tensão pré qualquer coisa) tem muito tempo. Höy!

#AMOANTESDEPOISEAQUALQUERHORADODIAOUDANOITE

Elsa Pataky (L) and Chris Hemsworth

Eu sei, eu sei, nós que somos mães (cada um adota o que pode, nem que seja um estilo de vida, como no caso de algumas, tisc tisc, rs) não costumamos falar muito sobre a moda prenha porque nunca nos pareceu muito justo, ainda mais se levarmos em conta toda a questão dos hormônios, desejos e afins…

Mas não tem como não dizer que teria sido muito melhor a mulher do Thor ter ido com nada além do martelão do marido na mão no Oscar 2014, não é mesmo?

#SORRY

Olivia Wilde (L) and Jason Sudeikis

E para ser justo com as grávidas e deixar alguma esperança para o mundo gestante, com a Olivia Wilde acompanhada do seu (bitch) Jason Sudeikis (Höy!), ganhamos um ótimo exemplo de como carregar uma melancia no lugar da barriga com alguma dignidade. #YOUGOGIRL

Charlize Theron

Pra mim, a Charlize lacrou tudo com esse seu vestido lindíssimo que ela deveria ter considerado emprestar para a Angelina completar o look Malévola.

E a última piada que eu mesmo acabei de criar em Hollywood é que Angelina só aceitou fazer o papel de Malévola para ter a chance de usar aqueles chifres enormes e assim passar uma mensagem subliminar nada sútil para sua nemesis para a vida, Jennifer Aniston. #CRUELDADE (será que já ouvi essa piada antes? #CONSCIENCIACRIATIVA)

penelope-cruz-gorgeously-flows-on-oscars-2014-red-carpet-01

Já estava com saudades da Penelope Cruz, mas bem que ela poderia ter se esforçado um pouco mais do que isso, não?

Se bem que, sendo ela casada com o Javier, entendemos bem que todo esse esforço possa ser necessário guardar para outros departamentos da sua vida…

Sandra Bulloc

O mesmo vale para a Sandra Bullock, essa sim que já passou da hora de deixar de ser preguiçosa e se aventurar mais antes de sair de casa para qualquer tapete vermelho.

Não aguentamos mais Sandrinha Corretinha e queremos Sandrinha Fierce para ontem. O mesmo vale para suas escolhas de papéis no cinema, sempre tão preguiçosas quanto…

#PAREDEESCOLHERAMOCINHAEESCOLHALOGOUMABITCH

#BITCHESARECOOL

Julia Roberts

Outra corretinha da noite foi a Julia Roberts, mas essa nós perdoamos porque fomos distraídos por esse sorriso de três arcadas dentárias completas, mesmo com ela vestida de viúva.

Jesus

Aí nós tivemos Jesus, que já foi uma transformer no cinema para lacrar a língua das inimigas, faz ombré no cabelo e pelo menos não é como o seu irmão e aquela sobrancelha mega desenhada de vilão Disney, veste branco porque não sabe quando vai ter outra chance de subir no altar em frente a tanta gente importante e de quebra, ainda nos trouxe aquela mãe linda de cabelo silver digníssimo e um discurso dedicado a mesma que foi ainda mais lindo.

Halleloo (desculpem, estou viciado em RuPaul’s Drag Race)

Höy!

Camilita

Muita gente não gostou do vestido da Camila e disse que tinha tecido demais e que parecia demais com uma cortina, lençol, toalha de mesa ou qualquer coisa do tipo.

Mas por aqui, nós achamos que qualquer tecido que parado para a foto tenha qualquer coisa com esse tipo de caimento merece todo nosso respeito, portanto, deos abençoe!

ps: não vamos falar do seu homem porque eles nos roubou. E quem diria que de nós todas, Camila seria a primeira a ter um Oscar em sua estante? Mesmo sem estar namorando quem eu estou de olho há anos em Hollywood (vários olhos na verdade. Será que o meu erro é não ter exatamente um foco?), jurava que tinha mais chances do que ela…

leo

Leo, a gente tinha todo um número preparado para o momento em que você subisse no palco para receber o seu prêmio, algo que envolvia algumas perucas, lingerie e um lip sync for our lives de “Young Hearts Run Free” e até agora achamos que você foi roubado. De novo…

Nessas horas que eu acho que a presença da Meryl Streep em qualquer premiação deveria ser levada mais a sério e caso ela achasse que qualquer resultado e ou prêmio tivesse sido injusto, ela teria o direito de fazer ela mesma justiça com as próprias mãos, tendo o direito de roubar o prêmio de qualquer um e entregar para quem ela achasse que merecia mais, como a gente adoraria que alguém tivesse feito no caso acima…

Bradley cooper

Bradley Cooper pode nunca ganhar nenhum prêmio na vida apesar de concorrer a alguns, mas se ele prometer aparecer sempre com essa carinha lavada da magia à sedução, nós juramos que não nos importaremos nada com a visão que é sempre uma visão. Höy!

Fassy

E por falar em visão: MICHAEL FASSBENDER e sua barba exageradamente e adoravelmente ruiva. Höy!

Conheçam a minha sogra, a Senhora Ginger e nesse parágrafo em nome de um casamento sólido e respeitoso eu prometo parecer mais fino do que o comum, só porque não quero ser reprovado na família ruiva…

#MEACEITAMAMABENDER

Pharrell

Pharrell, não temos nada contra quem decide inovar e aparecer de pernas de fora em qualquer premiação, mas você precisa estar preparado para isso para não passar vergonha, algo que não achamos que foi o seu caso, mesmo olhando assim de longe…

#NAOTABOMNAO

Meryl

GOD?

#FLAWLESS

jim Carrey

Estaria o Jim Carrey usando aquela máscara de novo?

Se não, não seria melhor ele considerar colocá-la então?

#THATFACENO

Cumberbatch

Alguém consegue pensar em algum motivo inglês ou não inglês para não gostar do Cumberbatch?

Sério, alguém?

Ainda mais quando solto na vida e em terras estrangeiras, ele resolve envergonhar a rainha e fazer coisas desse tipo…

SHERLOCK

… como arruinar a chegada do U2 no Oscar 2014.

Honestamente, #TEMCOMONAOAMAR?

ps: e com esse nome e com os rumores de que o Ben Affleck possivelmente não será mais o novo Batman, o que vocês acham da gente já começar a campanha #CUMBERBATMAN? hein? Pensem na possibilidade…

E para finalizar o assunto antigo e tentar não perder a piada e nem se estender muito no assunto já oldnews mesmo sendo da semana passada, ainda utilizando a nossa máquina do tempo (sorry mas tive que usar essa desculpa), que se fosse boa mesmo teria nos trazido pelo menos uma fatia daquelas pizzas distribuídas pela Ellen no Oscar (bem reparei que a Angelina nem tocou nelas porque com aquele peso ela não deve ingerir nada sólido desde 2002, pelo menos), quem é que tem coragem de dizer que além do prêmio que todo mundo estava aguardando para o Leo, que todos nós só conseguimos sobreviver ao Oscar 2014 até o fim porque além da descontração desse ano (que foi um fato bem bacana, vai?), tivemos a apresentação de “Let It Go”, pela Adele Dazeem segundo o John Trazmaisvodkaeumaperucamaisdigna (AKA Idina Menzel), que como não está disponível no Youtube, nós resolvemos substituir por essa versão aqui, com ela fazendo o mesmo só que de forma bem diferente acompanhada do Jimmy Fallon e o The Roots, huh?

Então é isso,  vocês no próximo Oscar, com ou sem pizza.

ps: mesmo com atraso de 1 semana, preciso dizer que AMEI como sempre a companhia no Twitter

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

#TEMCOMONAOAMAR o Sean Penn brincando com o filho da Charlize Theron?

Janeiro 31, 2014

Sean a

Não, não tem. (♥)

#FOUFURICES

ps: e o casal não poderia ser mais improvável, não?

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Só quem é bonita e ou quem importa na fila da promoção na Sephora no 2013 GLAAD Media Awards

Abril 22, 2013

Nesse finde aconteceu o 2013 GLAAD Media Awards e como esse ano todas resolveram aparecer nesse que é um dos prêmios mais importantes em apoio a comunidade gay, resolvemos mostrar somente as bonitas da noite. Preparados?

charlize-theron-glaad-media-awards-2013

Charlize Theron esta numa ótima fase, não?

Mãe, talentosa e linda, Charlize tem a altura dos sonhos para encarar perfeitamente um jumpsuit. Höy!

E você percebe que tem um nível avançado de magia quando até mesmo com os cabelos naquela difícil fase do curto bem curto até o apenas curto e depois piorando muito até chegar no médio (prepare-se Charlize) e mesmo assim continua maravileeeandra.

Sem contar o quanto o make é importante e pode se tornar facilmente o seu maior acessório, não? (e nesse caso o bocão foi o seu maior acessório)

Maravileeeandra!

leonardo-dicaprio-tobey-maguire-glaad-media-awards-2013

Charlize que não é boba nem nada e sempre foi muito bem relacionada, não?

Agora me fala de zero à “Romeo + Juliet” contemporâneo, o quanto nós amamos o Leo DiCaprio?

#ALOT e da sua geração, ele é o próximo por quem torcemos para ganhar um Oscar.

Quem sabe com “The Great Gatsby”?

charlize-theron-glaad-media-awards-2013-red-carpet

A gente poderia falar que encontrar a Charlize Theron ao lado da Elle Fanning (que estava de debutante, não?) é tipo uma covardia covarde versão blonde. #HELLYEAH

Não parecem da mesma família?

Sim, eu acho que ela podem interpretar irmãs. De nada, Charlize. (rs)

kirsten-dunst-ali-larter-glaad-media-awards-2013-01

O mesmo que dissemos para o Leo vale para a Kirsten Dunst. De zero à “As Virgens Suicidas”, o quanto nós gostamos da Kirsten?

#ALOT, ainda mais quando ela me aparece toda recortada em renda e pelo menos outros dois acabamentos, com esse cabelo fundamento antigo que nós amamos e vamos correr para copiar só para encarar o Metrô das 18h00 horas com mais dignidade.

Höy!

jennifer-lawrence-new-short-hair-at-glaad-media-awards-201303J-Law pode até ter ganhado um Oscar, estar em chamas no novo trailer de “The Hunger Games: Catching Fire” (sério que eu tive coragem de fazer essa piada? Desde já, minhas mais sinceras desculpas a todos vocês, queridos leitores) e ter vencido na vida, mas até agora, ela ainda não conseguiu acertar muito em suas últimas escolhas para red carpet, não?

E esse vestido é mais uma prova dessa teoria, ele que não ajudou em nada o corpão que a gente bem sabe que tem a Jennifer Lawrence (visto que ela encarou um maiô branco como poucas em “Silver Lining Palybook”), ainda mais com esse decote meio assim e essa saia com volume onde normalmente ninguém gostaria que existisse algum volume. Fuén.

#NAOTABOMNAO

drew-barrymore-glaad-media-awards-2013Outra que não foi muito feliz na sua escolha foi a Drew Barrymore, que ainda assim, conseguiu sustentar esse modelo que foi o erro da estampa à modelagem.

#NAOTABOMNAO

naya-rivera-darren-criss-glaad-media-awards

Outra que está em uma ótima fase é a Naya Rivera, não?

Primeiro, AMAMOS quando ela foi parar em NY em Glee e ja chegou colocando a Rachel e seu namorado de plástico no lugar, além de roubar o travesseiro do Kurt, claro, rs.

E segundo que com esse corpo, Naya realmente anda podendo fazer qualquer coisa, porque ela tá magrona, tá gatona e tá gostosa.

Höy!

matt-bomer-trevor-donovan-glaad-media-awards

Quem consegue olhar para o Matt Bomer e não pensar em um Príncipe Disney?

Höy! (♥)

chris-evans-glaad-media-awards-2013-with-brother-scott-02

Apesar do terno pavoroso, bem achei esse Scott, irmão do Chris Evans, um forte candidato a cobrir a cota de magia dessa família, hein?

Porque está ficando pesado para o Capitão America… (se bem que um shirtless sempre ajuda a nos lembrar o porque daquela respirada profunda e com mais vontade quando ele aparece nessas condições…)

Mesmo assim, por manter uma relação tão bacana com o irmão que é assumidamente gay, achamos que tanto o Chris quanto o Scott merecem a nossa saudação da magia à sedução: Höy!

alex-pettyfer-kisses-betty-white-at-glaad-media-awards-2013-16

Para encerrar, preciso dizer que todo prêmio deveria ter a dobradinha Betty White e Cloris Leachman, que se somadas suas idades, não chega a dar 25 anos, de tão jovens que ambas parecem ser. Sério. (e de nada também, meninas! rs)

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

O Oscar 2013 foi realmente sensacional, mas o red carpet foi aquela preguiça de sempre

Fevereiro 26, 2013

seth-macfarlane-oscars-

Sim, no comando do Seth McFarlane tivemos umas das melhores cerimônias do Oscar dos últimos anos. #INYOURFACE

Uma abertura absurda, com direito a musiquinha escrota que a essa altura certamente já deve ter virado toque do celular de todas que tenham ou não mostrado os gêmeos para o mundo nos cinemas, puppets  de meia colocadíssimos, Charlize Theron divando acompanhada do Channing Tatu Bola (pelo menos dançar ele sabe e disso nós não podemos reclamar), Déniel Potter fazendo dupla de magia com o Joseph Gordon-Levitt (o que foi esse momento, minha gente? – sapateio enquanto digo essa line) e o McFarlane vestido de The Flying Nun, descolando o melhor encontro da noite e com direito a começo de final feliz. Höy! Realmente, o Oscar 2013 foi sensacional. SENSACIONAL! Clap Clap Clap! (#OSCARFEVER)

Mas nada nos deixa mais animados do que o red carpet em noite de Oscar, principalmente porque elas tendem a sempre nos dar motivos para boas gargalhadas, algum recalque e bocejos longos e preguiçosos, sempre. Por isso, vamos aos trabalhos! (recomendamos que esse post seja lido ao som da performance das performances da Barbra, da Shirley Bassey, da Adele, ou de qualquer um dos musicais durante o Oscar 2013. Sério)

 

Charlize foi de branco, conseguiu não imprimir noiva e deitou com todas. COM TO-DAS!

Charlize

Charlize arriscou tudo e foi de Dior branco (nome amaldiçoado do momento), com um corpo de dar raiva em qualquer uma com mais de 1% de gordura, mas mesmo assim conseguiu se distanciar do look noiva que algumas delas sempre acabam apostando e ou imprimindo nessa hora. Nada de volumões onde ninguém precisa, apenas um vestido que parecia que foi feito no seu corpo e um decote no lugar certo, sem mais. Lembra da Anne Hathaway no último Golden Globes? Então… Charlize foi lá, usou a mesma referência e ensinou como é que se faz direito. E o cabelo curtíssimo? Maravileeeandra!

Aposto 5 embalagens fechadas de blondor que depois dessa sua aparição, a Miley Cyrus está no banheiro da casa dela até agora, chorando copiosamente e tentando ficar com o picumã igual. Nunca conseguirás Smiley. Nunca conseguirás… (aposto também que a vocalista do Roxette está dando piruetas suecas onde quer que ela esteja, só por ter virado tandancé novamente, rs)

E posto três pares de chinelos daquela marca do Hawaii que a Kristen Stewart não conseguiu dormir depois que teve essa visão e que a Ellen DeGeneres pensou no mínimo em se divorciar nessa noite. Certeza.

Sem contar aquela suspensão de perna que ela fez no meio da sua coreô ao lado do Channing Tatu Bola no espetacular número de abertura do McFarlane. Só eu fiquei com medo que ela chegasse a bater em um daqueles refletores de tão alto que aquela perna conseguiu chegar? Feminina com 1,90. PÁ!

Melhor da noite? Com essa cara, eu diria que foi o melhor para a vida! (se bem que, já a vimos em outras ocasiões e quase entramos em estado de choque…)

#DIVOU

 

Só pode ter sido mais uma das sete mil pragas de Galliano

jennifer-lawrence

Não adianta, porque ao que tudo indica, o Galliano deve mesmo é ter rezado todo e qualquer vestido que a Dior tenha feito depois da sua saída meio assim da marca…

Agora, além das coisas horrorendas todas que andamos vendo nas passarelas da Dior nas suas ultimas coleções e ou em red carpets (lembra o horror em amarelo da Marion Cotillard no BAFTA 2013? #CREDINCRUZ!), eles rasgam em público, denunciando uma costura provavelmente terceirizada e ou feita no precinho, o forro se desfaz magicamente e o auge do que de pior poderia ter acontecido acabou de fato acontecendo na noite de ontem, com a Jennifer Lawrence dando com a cara no chão ao subir naquele palco para receber um dos maiores prêmios do Oscar 2013.

Apesar da textura até que bacana, o vestido não é dos melhores e justamente porque tem essa intenção de bolo de noiva, muito Vera Wang, sabe? Tem também esses dois tons meio assim (a frente era rosa claro e o fundo branco) e um volume exagerado na saia, o que já dificultava naturalmente o caminhar. Faltou também um pouco mais de experiência nessa hora (eu teria passado pelo menos um dia e 1/2 treinando subir tudo quanto fosse de escada nessa vida, casa não já tivesse muito bem treinado), porque se ela tivesse levantado a saia, talvez nada tivesse acontecido. Mas como se conter ao ouvir o seu nome sendo chamado como uma das grandes vencedoras em noite de Oscar?

E o medo de ser tudo uma piadinha do clã francês da premiação (Dujardin, sempre uma visão francesa. Höy!) e eles dessem na sua cabeça com uma baquete originalmente francesa e dissessem na sequência que o prêmio na verdade não era dela e sim da Emmanuelle Riva? Melhor correr e assumir o risco, não? (eu também não teria pensado duas vezes, Katniss. Estamos com você! rs)

p-lo-hor-gale0scar

Só não consigo achar graça nesse tipo de situação, porque sempre acho que bem poderia ser comigo (e acreditem, sou bem desse tipo). Em um post anterior, disse que estava indignado por não ter visto ninguém levantando imediatamente para ajudá-la, algo que meus queridos leitores (Thnks J.) me mostraram que não foi bem assim e tanto o Bradley Cooper quanto o Hugh Jackman (diz que o Day-Lewis também) levantaram prontamente para ajudá-la naquele momento constrangedor que como eu já disse, nós não vamos mostrar por aqui. Agora, justamente o Cooper e o Jackman terem levantado prontamente, significa? Significa sim, cavalheirismo, educação, gentileza, solidariedade com as amigas, projeção, essas coisas. (rs)

Com isso, fico imaginando que se eu estivesse por lá e tivesse pelo menos 1 Fassy e 1 Ryan Gosling naquela primeira fila, se eu não teria feito exatamente o mesmo e teria me jogado no chão propositalmente, com ou sem Dior. (e o meu Dior seria vintage, para não ter erro)

Mas eu gostaria de dizer que qualquer coisa que tenha dado errado na sua vida até agora, Jennifer Lawrence, mesmo que tenha acontecido 5 segundos antes de você receber um grande prêmio como esse, se tornou absolutamente nada depois desse carinho que o Jack Nicholson himself fez questão de fazer em você e por seu trabalho. Esqueça todo o resto.

#TEMCONOANAOAMAR esse encontro e ou a reação da J-Law? Não, não tem. (♥)

 

Querida Anne Hathaway, não se brinca em noite de premiação em que existe uma grande possibilidade de se subir no palco para ganhar qualquer coisa e você já deveria estar ciente disso

anne-hathaway-

Acho imperdoável que a Anne Hathaway tenha escolhido esse Prada clarinho e com cara de qualquer coisa amassada e sem gracinha para receber um dos maiores prêmios da sua carreira. Simplesmente não consigo. I dreamed a dream de que quando esse dia finalmente chegasse, Anne que não é o Diabo mas também veste Prada, saberia escolher melhor o que esfregar na cara da sociedade.

Apesar de não gostar nada das piadinhas que estão rolando por ai a respeito da sua escolha (inclusive, eu acho até preconceituoso), temos que reconhecer que não foi das melhores mesmo. Fuén…

Nem a joia era invejável (avaliando apenas a beleza), apesar de provavelmente dar para comprar pelo menos 3 quitinetes em Boca Raton. É o que dizem…

E não, esses dois pontos focais não são os seus faróis acesos e sim a costura do próprio vestido. Agora me digam, quem escolhe um vestido que já tem um farol aceso costurado de cada lado?

#NAOTABOMNAO

 

Jessica Rabbit Chastain

enhanced-buz

Finalmente! Jessica Rabbit Chastain fierce divou nesse modelo maravileeeandro, não?

Olha esse corpo? Agora me dá a mão e chora.

(cinco Kleenex depois…)

Tudo no lugar, combo do acerto. Eu daria até uma estrelinha por bom comportamento, porque seu looks dos últimos red carpets estavam bem meio assim… (tirando o último BAFTA onde ela apareceu em um azul dos sonhos)

E apesar de ainda faltar o encosto de Jessica Rabbit decidir se vai baixar ali de vez ou não, Chastain pode dizer que perdeu com dignidade o Oscar desse ano com o seu Armani Prive. PÁ!

 

Um branco lindo, mas com cara de quem foi para a festa errada

zoe-saldana-

Sim, AMAMOS esse outro modelo em branco da noite, dessa vez no corpo da Zoe Saldana, que poderia ser bem simples e preguiçoso caso não tivesse essa cauda maravileeeandra em 50 – 47 tons de cinza.

Mas apesar de lindo, confesso que ficou super informal, apesar de ser couture by Alexis Mabille

 

Não basta ser onipresente, cantar horrivelmente em “Les Mis” e ter os olhos mais arregalados de Hollywood, tem que ser preguiçosa também, não é mesmo Amanda Seyfried?

amanda-seyfried-

ZzZZZ

Gente e a voz de Amonda durante aquela performance lindíssima do elenco de “Les Mis”? Sumiu completamente não? (e que orgulho do Eddie Redmayne)

E quando a Éponine entrou então… VRÁAAAAAAAAAAAAA! Não sobrou nada para Amonda, a não ser o seu Marcus, rs. Tanto que daí por diante ela acabou a apresentação amparada nos braços do Eddie Redmayne e tendo dito isso eu repito, tem pessoa mais irritante em Hollywood nesse exato momento?

Tem sim, e mais representativas também, mas podemos dizer que pelo menos a Amanda Seyfried deve estar esperando nessa mesma fila, rs.

Depois ela trocou por um vermelho que seguia o mesmo fundamento (aquele da apresentação), mas esse não era apenas preguiçoso como o modelo acima e sim apenas horrorendo. Apenas.

#NAOTABOMNAO

 

Falando em preguiça…

amy-adams

O Oscar de la Renta da Amy Adams era lindo, mas ficou muito dentro daquele sonho de princesa que muitas delas ainda insistem em sonhar em noite de premiação e que ninguém aguenta mais.

Mas nesse caso, o ponto positivo vai para o seu boy magia, que fez o prestativo durante o red carpet e isso nós precisamos valorizar e mostrar como bom exemplo para o mundo. Höy!

 

Sabe gente que precisa conhecer melhor o próprio corpo?

Melissa

Então… a Melissa McCarthy é engraçadona, nós a AMAMOS desde Gilmore Girls, não conhecemos ninguém que assista Mike & Molly, achamos a sua personagem e todo o seu  “Bridesmaids” super valorizado, mas achamos também que ela precisa conhecer melhor o seu corpo para aprender a valorizar o que ela tem de melhor.

Nessa hora, a ideia até que não foi totalmente das piores e sim essa modelagem pavorosa que deixou tudo completamente meio assim, jogado e fora do lugar.

By David Meister

#NAOTABOMNAO

 

Sabe gente que conhece muito bem o próprio corpo?

adele-

Então… Adele bem que poderia dar umas aulas para a Melissa McCarthy no #Gholpower, não?

Apesar de não ter nada demais e ser super simples, Adele estava super apropriada em seu Jenny Packham, principalmente quando pensamos no combo completo do cabelo + make certo. E o make era parte importante do seu fundamento e estava lindíssimo. (apesar também dela sempre usar algo pelo menos parecido que achamos que ela já descobiru que não tem mais como dar errado para ela, sabe?)

E para sua apresentação ela simplesmente soltou o picumã, veio com uma escova daquelas e divou cantando para o 007. Maravileeeandra!

 

Alguém liga para a Beyoncé e diz que a sua amiga Kelly Rowland não está mais para brincadeira?

kelly-rowland-

E não tem depressão certa meus bens, porque segurando esse bicolor com um corpinho 0% de gordura, ninguém tem tempo para pormenores.

Kelly estava linda no seu bicolor Donna Karan Atelier? Estava.

Kelly chamou para cair dentro mais uma vez? Chamou.

Mas Kelly acertou no picumã? Hmm mmm….

Não e deveria ter pedido emprestado uma peruca melhor para a sua amiga com muito mais condição.

Mas o caminho é esse mesmo Kelly Rowland. Não desista!

 

Seria o Michael Douglas o novo Doctor Who?

Zeta-Jones

Porque a Zeta-Jones só pode ter entrado na TARDIS e voltado dez anos no tempo para a sua apresentação de “Chicago” no Oscar 2013, onde ela obviamente divou!

Acho linda, acho que recuperou uns bons anos e ou mandou a irmã gêmea dez anos mais nova no seu lugar e acho que a Renné deve estar chorando até agora embora não consiga demonstrar pelo tanto de coisa que ela já colocou naquela cara, por não ter nem se arriscado a segurar um dueto com a amiga antiga durante a sua apresentação.

E Zeta foi de dourado porque is all that jazz! (jazz hands)

 

Agora, o que em nome do espírito de boy magia indeed de Mark Darcy aconteceu com a nossa Bridget Jones?

renee-zellweger-

Mas a dúvida maior é, ela foi ou não foi disfarçada de estatueta?

Diz que se ela respirar normalmente e soltar tudo o que ela puxou para dentro dela mesmo no momento da foto, sua anágua no formato de uma cinta cirúrgica sem costura PPP  é capaz de atingir a Adele que estava no palco se apresentando nesse exato momento. Sério.

Como é que com essa cara de castor, a Rennée Zelewjgalanokikidsjeggerwegger vai conseguir interpretar a nossa adorkable AMO/sou Bridget Jones no terceiro filme da série anunciado recentemente, hein?

#NAOTABOMNAO

 

OK, Naomi Watts, acho que entendemos perfeitamente qual foi o seu fundamento para o Oscar 2013

naomi-watts

Sabotagem. Aposto que o pensamento foi algo mais ou menos do tipo “Já que eu não tenho chance de ganhar mesmo, vou usar qualquer coisa que chame bastante atenção mas que também não seja tão 80’s Cher porque eu ainda não tenho culhões para tanto”

Apostamos que essa foi a sua intenção ao se permitir aventurar-se nesse metalizado totalmente meio assim e quase com cara de trabalho de faculdade de moda tendo como sugestão matérias primas não convencionais.

Agora, caso esse não tenha sido exatamente o seu pensamento, #NAOTABOMNAO (e o after party estava pior ainda. Acreditem!)

 

E quem diria que o metalizado da noite seria logo o da Halle Berry?

halle berry

E ou não é um sinal claro de que o final dos tempos se aproxima? Meow!

Sim, para nossa surpresa, ela que teve que andar de cabeça baixa durante toda a premiação para evitar o confronto da sua Catwoman com a Selina da Anne Hathaway e ter que amargar a visão de alguém que conseguiu ser 1558 vezes melhor que ela em um mesmo papel (PÁ!), Halle acabou escolhendo muito bem o seu Versace metalizado da noite. (que além de tudo tinha um decote nas costas lindo)

Sem contar que o vestido além de maravileeeandro (e olha que ele tinha tudo para dar errado e não é para qualquer uma) é também educativo e as listras servem para lembrá-la da faixa de pedestres nas ruas, leis de trânsito, coisas que ela vivia esquecendo no passado e que preferimos acreditar que hoje em dia não seja mais assim.

Tudo bem que esse cabelinho preguiça de sempre ninguém aguenta mais já tem uma década… mas pelo menos ela foi de Bond girl.

 

Salminha foi pela metade?

salma-hayek-

Porque ela sumiu quase que completamente dentro desse McQueen, não?

Se não fosse pelo cogumelo da lua no topo da sua cabeça, ninguém conseguiria encontrá-la na fila do poncho de Guadalajara de Ugly Betty.

#NAOTABOMNAO

 

Por um mundo come menos:

reese-witherspoon-

Cabelo ondulado de lado e vestido preguiça que todo mundo já viu em red carpets do Oscar em pelo menos em 1/4 de suas 85 edições até agora.

Viu Reese Com Sua Colher? (a tradutora do canal fez questão de traduzir até o seu nome)

E a cara de Coca Zero da Reese?

A propósito, ela não era garota propaganda de make? Mas cadê o fundamento?

Helen Hunt

Convidada que resolve tirar um cochilo antes da premiação ou tem a sorte de ter uma tarde mais animada nesse mesmo dia e obviamente atrasada nas duas hipóteses, resolve ir de última hora enrolada nos lençóis do quarto de hotel, mesmo que você tenha aproveitado os lençóis do seu ultimo filme (“The Sessions”) ou seja algo vintage, dos tempos da excelente Mad About You (♥), viu Caça Hellen? (a tradutora também fez questão de traduzir esse outro nome)

#NAOTABOMNAO & #NAOAGUENTAMOSMAIS

 

Barbaryellow

jane-fonda-oscars

Barbarella claramente compareceu no Oscar 2013 para mostrar como é que se faz para toda uma geração que acha que exala juventude.

Maravileeeandra nessa Versace amarelo, com direito a ombreiras e um corpo que muita gente odeia desde os tempos de Barbarella antiga

Tá magrona, tá gatona, tá gostosa Jane. Mesmo que você nunca tivesse feito “Barbarella”, eu acabaria te amando de qualquer forma pela surra que você deu na J-Low naquele filme totalmente meio assim onde ela injustamente pega o Michael Vartan.

Mas está na hora de aposentar esse cabelo com cara de apresentadora de programa feminino matinal de lá e agora também de cá, não?

 

Siydney Bristow poderia ter escolhido outro disfarce?

ben-affleck-jennifer-garner-

Poderia. Porque embora assim de frente esse Gucci não pareça nada demais…

Alias

De costas, o efeito era bem mais dramático e ou remetia a certas coisas que preferimos não falar por aqui para não atrair. (rs)

Mas quem se importa se ela levou para casa a estatueta mais importante da noite para colocar na estante da sala de cinema, justamente por seu marido ter nos contando tão bem uma história do mundo dos espiõess e ainda teve a chance de esticar a noite fazendo uma performance de Elektra e exigindo que o seu boy magia aparecesse de Demolidor para um confronto com final feliz?

Porque seria exatamente assim que a gente teria comemorado. Hell Yeah!

Ben, Affleck, Argo Fuck Yourself e sempre um visão. Höy!

E falando em Ben…

sandra-bullock

… quem não tem certeza que nesse encontrismo entre ele a Sandra Bullock (que só não estava mais preguiça do que a minha própria preguiça em relação a qualquer um dos seus filmes, tirando “Da Magia à Sedução”, “Speed” e “Miss Simpatia”, é claro), rolou uma conversa sobre aquele filme pavoroso que eles fizeram juntos e que passa toda hora na Sessão da Tarde?

“Não finja que não me conhece não Sandrão, porque eu bem me lembro dos filmes pavorosos que nós já fizemos no passado e que by the way nos deixaram bem ricos, viu? É, lembra daquele do avião em que você era uma péssima mãe e eu fazia dancinhas animadas em bares exóticos que eu jurei nunca mais entrar na minha vida a não ser acompanhado do Matt Damon, para desespero de toda uma comunidade? O capeta está vendo…”

CERTEZA!

 

Não sabemos quem você é meu bem, mas…

Nancy O'Dell

… precisamos dizer que se o seu colo precisa desses litros todos de retoque a ponto do vestido ficar todo manchado na axila, significa que talvez você deva escolher outra coisa para mostrar.

De nada.

 

E quem precisa se cobrir de jóias quando se está carregando um dos melhores acessórios da noite?

Jennifer Aniston

Apesar da imagem não ter ajudado, preciso dizer que a Jennifer Aniston carregou um dos melhores acessórios da noite, Justin Theroux. Höy!

Sem contar que é quase certo que Brangelina nem teve coragem de aparecer porque agora a Jennifer é quem carrega o melhor boy magia das duas e pode jogar na cara dela que nunca precisou pegar o Billy Bob Thornton com ou sem aquela barbicha medonha, embora tenha também o que se desculpar com o mundo por sua fase Vince Vaughn.

Suck it Angelina!

 

Querida Sally Field, te amamos ainda mais e para sempre de Valentino vermelho

Sally Field

Sério. Estava maravileeeandra! Em camadas e transparência, algo que obviamente não é para qualquer uma.

Sem contar que durante a premiação, ela ainda demonstrou ser super bem humorada admitindo logo no começo que o prêmio seria da Anne Hathaway de qualquer jeito e de quebra, ainda pegou o próprio Seth McFarlane…

000_dv1424063

… que a propósito, estava todo comediante magia durante a premiação que ele dominou completamente. Seth que canta, dança e de vez em quando dubla quase todos os personagens do seu Family Guy. #TEMCOMONAOAMAR?

Não, não tem e Höy! (♥)

 

Pausa para uma prece:

Daniell + Meryl

Que do encontro desses dois tenha exalado algum talento para boa parte dos presentes durante a premiação desse e de qualquer ano do Oscar. #AMEM!

Agora sejamos sinceros, se você tivesse ganhado uma encarada dessas de qualquer um dos dois personagens acima do não casal Daniel/Meryl, você não estaria congelado até agora, derretendo em um beco qualquer de Hollywoood já que muito provavelmente a essa altura eles já desmontaram toda a festa? (se Daniel me olha assim, minha American Apparel purple  se dissolve em cinco segundos e se Meryl me dá um sorriso como esse, eu posso jurar que já vi Deus e que apesar dele soar como a Cher, tem a cara da Meryl! rs)

Déniel, que os boys magia todos se inspirem em você, sempre. Queremos essa classe, esse talento e exatamente essa profundidade no olhar. Amém.

Meryl, promete que você vai aceitar o convite de interpretar a minha mãe no cinema quando finalmente chegar a hora e Hollywood finalmente me descobrir?

Höy!²

 

Para finalizar, temos o enigma da noite: o que teria acontecido com Kristen Stewart?

Stewart

Ela que me apareceu nessas condições durante o Oscar 2013, quando não caminhando feito um zombie atropelado por um caminhão dirigido pela própria Michonne de TWD, ao lado do nosso Daniel Potter Radcliffe em um crossover que talvez a gente nunca jamais consiga perdoar a academia. E as nossas opções para o seu atual estado são:

 

A) foi descer do caminhão no estacionamento da festa, esqueceu da altura e caiu com tudo no chão. CATAPLOFT

B) no mesmo estacionamento, foi atropelada sem querer pelo caminhão da Charlize, que encostou na vaga ao lado enquanto dela descia do seu…

C) estava atravessando a rua e encontrou com a Hally Berry dirigindo o seu próprio carro e ai já viu, neam?

D) apareceu manca ao lado do Déniel Potter porque estava carregando todos os seus Framboesas de Ouro debaixo da saia + pelo menos um diretor de qualquer um dos seus próximos trabalhos no cinema

E) apareceu manca ao lado do Déniel Potter porque ele aproveitou o momento para lançar um feitiço daqueles, provando que a sua franquia é infinitamente e além melhor do que a dela. ALAKAZAM

F) encontrou com a associação das mulheres traídas e vingativas e acabou levando um coió daqueles por seu histórico recente

G) brigou com o hairstylist antes de entrar na cerimônia, só porque ele encostou a escova no seu ninho de mafagafos e acabou tomando uma surra de escova larga do próprio que não nasceu para levar esse tipo de desaforo para o salão, M’OKAY

H) não entendeu o nosso recado de quando dissemos que ela precisa se esforçar mais e resolveu aparecer toda quebrada para tentar imprimir alguma boa vontade

 

Bom, não sabemos exatamente o que aconteceu com a Kristen (por pura preguiça, porque saiu em um monte de lugares mas não nos interessamos por esse tipo de notícia a respeito dela) mas adoramos essa imagem dela sendo humilhada no olhar por gente que realmente é alguém na fila do bagel com cream cheese em NY:

Katniss

No Super Trunfo, em qualquer quesito, Katniss ganha disparada da sua Bella que insiste em ser feia. PÁ!

Mas a melhor de todas, deixamos para o encerramento do nosso Oscar 2013:

Anne Hathaway

Porque o olhar baixo de Catwoman para cima da Bella, não tem preço. K.O!

E exatamente por esse olhar e o detalhe que ela carregava nas mãos, somos capazes até de perdoar e esquecer o seu vestido mamiludo sem gracinha da noite. Aliás, que vestido mamiludo sem gracinha?

Esse foi o red carpet preguiçoso do Oscar 2013, a premiação que pelo menos voltou a nos dar alguma esperança de que algo de muito bom parece estar acontecendo com as premiações do tipo. Agora só nos resta esperar a cerimônia do ano que vem e torcer para que:

A) eles repitam o Seth McFarlane, mas que ele venha acompanhado do Stewie. Yei!

B) eles contratem a dupla Fey Poehler, como o próprio Capitão Kirk himself mencionou no começo da apresentação

C) que eles juntem eles todos e façam um trio infernal. Hell Yeah!

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Tem certeza que você gostaria de ter a pele igual a da Charlize Theron?

Novembro 21, 2012

Para mim, esse imagem foi a queda de um mito. CATAPLOFT!

Tive até que fazer uma pequena pesquisa antes para ver se ela não tinha uma doença de pele qualquer porque desse jeito, #NAOTABOMNAO e isso em um nível quase inacreditável.

O que teria acontecido com Charlize?

Será que nos sets de “Mad Max: Fury Road” pediram para ela não só raspar o cabelo, como fazer a barba também?

#REPENSANDOCONCEITOSEMITOSDEBELEZA

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

O Prometheus de Ridley Scott

Julho 13, 2012

Começando de forma bem cretina e já fazendo uma piadinha batida que poderia ter sido evitada, digamos que “Prometheus” prometia muito mais. Segundo minha companhia dentro dessa experiência: prometeu, prometeu e não cumpriu. (rs)

Claro que um filme que marcava a volta do diretor Ridley Scott a um gênero que ele dominou no passado com todos os seus Aliens e até mesmo com o seu sensacional (e meu preferido) “Blade Runner”, já teria uma grande expectativa criada em torno do seu aguardado lançamento, mesmo sem precisar fazer muito esforço.

Para quem é fã do diretor ou de Sci-Fi, “Prometheus” é um prato quase cheio, quase. Digo isso porque todo o seu fundamento está reunido nessa nova obra, mas talvez essa revisita ao passado do diretor tenha sido um pouco demais, meio óbvia até, o que facilmente poderia ser confundido como um oportunismo barato (que eu quero acreditar que não seja o caso). Além do que, o filme não só resgata um universo criado pelo próprio diretor, o que talvez seja uma novidade apenas para essa nova geração, mas também acaba bebendo da fonte de outros clássicos do gênero. É praticamente impossível não comparar aquela sequência de abertura com David vagando sozinho pela embarcação ao som de música clássica, recebendo um bom dia da própria máquina e não lembrar de “2001 A Space Odissey” de Stanley Kubrick, por exemplo.

No longa, temos a história de uma expedição motivada pela descoberta de um casal de arqueólogos, Elizabeth Shaw (Noomi Rapace) e Charlie Holloway (Logan Marshall-Green), que ao redor do mundo descobrem algumas figuras que eles acreditam ser um convite deixado no formato de um mapa por quem eles chamam de “engenheiros”, uma espécie de criaturas que eles acreditam terem sido os responsáveis pela criação, ou que pelo menos tenham algumas respostas em relação ao surgimento da humanidade. Um mix de questões evolucionistas e um pouco do próprio criacionismo, mais ou menos algo como a velha pergunta de sempre: quem somos e de onde viemos?

Patrocinados por uma empresa chamada Weyland, eles embarcam na Prometheus, que nada mais é do que o nome da nave que foi batizada segunda a mitologia grega do titan Prometheus, que segundo a história, foi punido por Zeus após a sua tentativa de aproximar a humanidade dos deuses.  Nessa expedição em busca do tal planeta, eles tem o auxílio de uma pequena equipe (se não me engano são apenas 17), sobre a supervisão da gélida Meredith Vickers (Charlize Theron), que chega a gerar alguma desconfiança sobre o fato dela ser realmente humana e quase não consegue justificar a presença de um nome como o da Charlize interpretando esse papel nesse elenco, devido a pouca relevância da sua personagem para a trama. Dentro da embarcação ainda temos ele que é o grande personagem do filme, o robô David (Michael Fassbender), que na verdade é o grande responsável por todos dentro daquela expedição e talvez seja a sua maior arma. E foi bem bacana a forma como eles conseguiram transformar um personagem desalmado e um tanto quanto “incomodado” por isso, na sua condição inferiorizada de não humano e mostrá-lo como a maior alma dentro daquele cenário. Bacana mesmo.

A princípio, confesso que estranhei ver um agora grande nome como o do Michael Fassbender em um papel como esse e fui logo imaginando que ele teria aceito esse desafio muito mais por conta do peso do nome do diretor Ridley Scott, do que por qualquer outra coisa. Grande engano meu, porque David tem um papel fundamental dentro daquela história, o que pra mim não chegou a ser uma total surpresa, mas além disso, ele consegue ser de longe o melhor personagem do filme, em todos os sentidos. E isso fica ainda mais evidente perto do final, onde mesmo se encontrando em uma situação bem meio assim (e vale reforçar esse “bem”), o ator conseguiu entregar mais uma vez um excelente desempenho, como vem acontecendo em todos os seus trabalhos recentes.

Um papel que certamente não poderia ser vivido por um ator qualquer ou menos talentoso, o que poderia até arruinar todo o longa de forma irrecuperável. Mas com Fassbender no comando, ganhamos uma versão robótica em conflito com a sua própria existência, porém, com uma doçura no olhar e cheio de personalidade, do tipo super questionador e muito teimoso, com uma visível inspiração no visual do David Bowie antigo (o que talvez justifique até o seu nome) e uma paixão pelo cinema, revelada através da sua obsessão com o clássico “Lawrence da Arabia” (thnks L.L e C.  leitoras do Guilt que me trouxeram a referência), filme também antigo do qual ele chega a citar algumas quotes em diversos momentos. Um trabalho bem sensível e lindíssimo de interpretação do ator, onde mais uma vez ele justifica o porque de todo o barulho em torno do seu nome recentemente. (Clap Clap Clap!)

E como eu disse no começo do post, as referências a mitologia do diretor estão todas presentes no filme, que nos revela uma série de similaridades com o que nós já vimos Ridley realizar com maestria no passado. Aquela visão futurista bem especial do diretor, que a essa altura já se tornou referência estética, o climão de suspense e até mesmo de “terror” de uma ameaça alienígena, o medo do desconhecido e as diversas questões sem resposta da humanidade estão todas ali, reunidas nessas quase duas horas de duração do longa, que não chegam a ser cansativas, onde embora a sua primeira hora seja até bem mais lenta, ela consegue ser também bem mais interessante do que a sua continuação.

O problema é que apesar de “Prometheus” ser um bom filme, ele não consegue ir além porque quase tudo é muito raso em sua trama. As questões ficam no ar e parece que ninguém tem coragem de arriscar um palpite ou sugerir um caminho como proposta. Temos uma expedição cheia de questões que inclusive nos são apresentadas, mas suas respostas eles ainda ficaram nos devendo. Talvez propositalmente, porque o seu final em aberto, deixa uma boa possibilidade de continuação, onde podem estar essas respostas,  embora o seu encerramento também seja satisfatório e eu até acho que eles deveriam parar por ali. Mas buscando um pouco mais de informação sobre o seu roteiro, acabei descobrindo que ele ficou por conta de Jon Spaihts e ele, Damon Lindelof, que já nos provou em Lost que não é o melhor nome ou uma mente tão genial assim quando o assunto é a finalização do seu trabalho, o que nesse caso se repete e novamente deixa uma insatisfação no ar. (nada no nível da última temporada e final da série, mas nesse mesmo caminho).

O que realmente impressiona no filme é a sua qualidade estética, o que não poderia ser diferente tratando-se novamente de um nome como Ridley Scott, que é uma grande referência nesse sentido. Cenários lindíssimos do futuro, com figurinos e objetos redesenhados com maestria (o new look deles de “astronauta” é maravileeeandro), o que ajuda a impressionar e distrair visualmente, compondo muito bem o clima daquela história e que mesmo tratando-se do ano de 2093, a impressão que fica é a de que não parece ser um futuro tão distante assim e bem possível, ao contrário do que deve ter acontecido quando ele apresentou o seu olhar com “Blade Runner” em 1982, por exemplo. Nesse campo de inovação e olhar futurista, tudo me pareceu mais contido e preocupado com o realismo, com os pés mais no chão, mesmo que de outro planeta, rs.

Cheguei a achar o figurino da personagem principal bem parecido com o de “The Fifth Element” (o cabelo apesar de mais básico, também ajudou), naquela sequência com a maquina da cirurgia que deve ter deixado muito fã saudoso da franquia de Alien bem feliz. Bacana também são as projeções e hologramas que encontramos ao longo do filme, que funcionam perfeitamente dentro daquele cenário, criando uma textura e um contraste de luz belíssimo de se ver. Aquela cena com o David no centro de comando da nave alienígena, em meio as projeções de como aquele mecanismo todo funcionava, foi realmente de tirar o fôlego de tão bonita, quase que como uma grande instalação artística dessas mais modernas, que a gente anda visitando em exposições por ai e que nos deixam sempre de boca aberta, querendo morar dentro da obra. (pelo menos comigo é sempre assim, rs)

No elenco do filme é bem bacana encontrar nomes com o do ator Logan Marshal Green ou de uma Noomi Rapace com personagens principais, que são ótimos atores de uma nova safra, mas nessa hora, talvez o diretor tenha confiado demais na estética e em todo o seu fundamento e tenha esquecido que cinema também é feito de uma boa dose de carisma, o que nesse caso acabou faltando também. Eu pelo menos não consegui me relacionar muito bem com a protagonista a ponto de torcer por ela ou desejar um final feliz para a sua história. Não que a atriz seja ruim, mas talvez um rostinho mais conhecido ou até mesmo uma profundidade maior para a personagem, tivesse jogado mais a seu favor. Fora que um dos porques dela hoje ser quem ela é, está escondido em um grande clichê (e o filme não tem só esse…), nesse caso até mesmo desnecessário. Tão desnecessário quanto o plot da discussão da fé dentro do filme (a discussão da Ciência vs Fé sempre me deixa com um certo nível de preguiça), que eu sinceramente acho que poderia ter ficado totalmente de lado, esquecido na Terra, rs.

Fora que eu não gosto muito da sensação de que o o herói tem mais sorte do que competência, sabe? Quando tudo se resolve fácil demais ou os caminhos apesar de difíceis, escondem sempre uma resolução a favor do herói, eu sempre acabo ficando com a sensação de que a história é pouco crível. E é exatamente o que acontece em “Prometheus”, onde Elizabeth acaba contando demais com a sorte, onde para todo o resto da tripulação ela parece não sorrir tanto, exceto para a protagonista, que mesmo sozinha em meio ao solo de um outro planeta e com uma ameaça alienígena 10 vezes maior do que ela (fora aquela outra dos tentáculos) na sua cola, a personagem consegue se safar praticamente ilesa de toda aquela situação caótica e desesperadora. Nesse caso, ela segue seu destino e sai até carregando a cabeça do seu “app poder” dentro da bolsa. Simples assim.

Mas o resultado final não deixa de ser positivo, mesmo ficando a sensação de que uma volta como essa, para um direitor como Ridley Scott, poderia e deveria sim ter sido bem mais grandiosa, como dava a entender a promessa desse novo longa e tudo que se comentou sobre, antes mesmo do seu lançamento. E apesar do filme ser um produto lindíssimo, super bem acabado, reunindo tudo o que a gente sempre admirou em seu trabalho, o que  mais acabou fazendo falta nesse caso foi ter mais história, ou até mesmo mais profundidade para o pouco que nos foi proposto, o que faz com que “Prometheus” fique preso no estigma de apesar da sua grandiosidade, ele não tenha força o suficiente para ultrapassar as barreiras de ser classificado apenas como mais um filme bom.

ps: vimos ou não vimos um Alien naquele final hein? Eles dizem que não, mas nada me tira da cabeça que sim… rs

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Jackson + Charleeeandra = ♥

Junho 12, 2012

Charlize Theron, que agora desfila de cabeça raspada por conta do seu novo filme “Mad Max: Fury Road” (que também tem o Tom Hardy no elenco) e o seu adorável Jackson, que com esse pompom ficou ainda mais foufo!

Awnnn!

Prometheus, o trailer

Junho 6, 2012

Já que falamos do filme, lembrei de finalmente postar o trailer.

“Prometheus” tem direção de ninguém menos do que Ridley Scott, que entre várias coisas, só fez também o icônico “Blade Runner”, que por si só já bastaria em seu remumé.

Mas o filme também conta com a assinatura no roteiro do Damon Lindelof, ou seja, #MEDO!

Ansioso mil!

MTV Movie (ruim) Awards 2012 – Sono preguiça e mais do mesmo de sempre

Junho 4, 2012

Red carpet fraco, com gente que pouco importa e filme que a gente não viu por opção. Esse foi o MTV Movie (ruim) Awards 2012. ZzZZ

Sabe quando nem os erros do red carpet pagam a preguiça da premiação? Então…

Mas ok, fizemos milagre e conseguimos reunir alguns momentos que merecem algum destaque… mas são poucos, então aproveitem!

Dude, vc é muito feio!

Que eu aposto que foi a line que Thor desceu junto com o seu martelo na cara da Russel Brand. PÁ!

Aceite Russel, tu é muito feio merrrmo!

#CHATEADO

Todo mundo já pegou o truque do Adam Sandler neam? Ele que usa tudo largo o tempo todo (t-shirt + calça) para esconder o corpinho de coxinha com muito catupiry. Sei…

Aliás, vamos aproveitar o momento para lançar aqui uma Enquete Guilt: quanta preguiça a gente consegue ter de qualquer um dos filmes do Adam Sandler? (Tá, eu gosto de “Como se fosse a primeira vez”, mas é o meu máximo de tolerância com o Adam Sandler)

BOO! (um pequeno susto com a cara do Russel, sempre ele. WOO) E o look de Russel? A gente comenta ou não vale nem a pena? Temos até o final desse post para decidir… VALENDO!

E o Andy Samberg hein? Só eu acho ele um foufo? Höy! Samberg que acaba de abandonar o SNL. Humpf! Devia ter decidido antes neam Andy? Para ganhar despedida poder tipo a Kristen Wiig… (sorry pela qualidade, mas parece que a NBC e o Youtube tem uma relação meio complicada, mas vale a pena ver mesmo assim só pela participação da Amy Poehler nesse momento e o Jason Sudeikis todo emocionado…)

E quem nunca ficou por fora do assunto dos meninos, que atire a primeira boneca Barbie oldschool com corte caseiro! (que a gente sempre tentava fazer em casa e que nunca dava certo…humpf)

Carros, futebol ou luta do UFC não são o nosso forte. Agora bota alguém passando com sapato de sola vermelha na nossa frente pra ver se a gente não é capaz de acertar o modelo e o ano de lançamento desse Louboutin? Snap!

Todas te entendem nesse momento Leighton. Só não entendemos muito bem o porque da escolha desse modelo pavoroso…

#NAOTABOMNAO

Vamos dar um voto de  incentivo para a Kristen?

Até achei que a Kristen Stewart estava um pouco mais natural nessa festinha hein? Será que ela andou lendo o Guilt? (tem Wi-Fi em caminhão?)

E posso falar? Miley pegou o irmão certo. NHÁ!

Tudo bem que o martelo do Thor é o martelo do Thor, mas nós preferimos o irmão mais novo com cara de paisagem. Go Miley!

E achei uma boa opção a Kristen manter uma Jody Foster sempre por perto, assim ela deixa de imprimir a menos feminina da festa. QUÉM!

Sabe quando vc só sai com a sua amiga feia para parecer a mais bonita?

Então… mesmo fundamento. (e quem vê a Charleeenadra precisa disso, neam? Mas serviu para ilustrar a situação mesmo assim)

ps: dizem que a altura das garagens nesse dia foi revista, para comportar todo e qualquer tipo de veículo, de carros aos mais variados tipos de caminhões…

I ♥ Emma Watson

Não sou muito fã do modelo também… mas e quem se anima para se vestir para o MTV Movie (ruim) Awards?

O casal magia da noite: Emma Stone maravileeeandra (de quem a gente queria roubar o modelo) e Andrew Garfield (de quem a gente queria roubar o corpo, rs). Höy!

E ao que tudo indica, nós não somos os únicos de olho grande pra cima do novo Spidey, hein?

Suck it Katy Peróla!

Mas nem só de preguiça sobrevive uma premiação de cinema mais preguiça ainda… não é mesmo Gary Oldman?

Não é mesmo Joseph Gordon Levitt? Höy!

Pauda dramática…

CATAPLOFT

Apesar da vergonha do Joe Manganiello estar usando essa fantasia do “Clube das Mulheres” para promover o filme que conta a vida (interessantíssima quanto o caminhar de uma tartaruga albina do Sri Lanka) do Channing Tatum, a gente acaba perdoando porque pelo menos ele mostrou o machado. Höy!

Mas nada justifica não ter ido de werewolf e ter feito a transformação ao vivo no palco…

#DECEPCIONADO&CHATIADO&HORNY

Alô? Jessica Biel? Aqui é um amigo, estou ligando para avisar que se vc se casar com o Justin Timberlakers com essa sua franja pavorosa, vc vai se arrepender para o resto de sua vida de atriz de filmes mais meia boca do que os dele… (tirando “Alphadog”, que tem ele no elenco e é bem bom)

#NAOTABOMNAO

Momento em que 87,37 % da magia do mundo estava concentrada em um único lugar.

Fassbender + Charleeeandra = HÖY²! (em 54 sotaques diferentes)

Mas nem vem com muita confiança atentando contra um patrimônio da magia mágica ruiva assim em público hein Charlize?

A gente te ama, mas não força tanto assim e em uma hora como essas, todas já se preparam para cravar um salto no meio da sua testa linda. Vai brincando…

E qualquer dano na região Sul de Fassbender, por menor que ele seja,  é sentença de morte na certa.

#BIGORNANELA

Momento alto da premiação: Dione Depp tocando com o Black Keys. Höy!

Poderiam ter feito a premiação só para isso. Duas músicas do Black Keys e só. Depois era só colar um listão amigo na porta com o nome dos vencedores e todas seguiriam felizes para casa. Clap Clap Clap!

E a mensagem que fica ao final desse MTV Movie (ruim) Awards 2012 é exatamente a seguinte:

 

Crianças, fiquem longe das drogas, inclusive dos filmes ruins e das premiações totalmente meio assim… Corram enquanto há tempo!

 

#FILHOTISMO

Maio 18, 2012

Aproveitando que no finde passado foi dia das mães, trazemos agora uma compilação de filhotismo super foufa.

Estão preparados?

Gwen e o seu Zuma

Gwen e o seu Kingston

Marion e o seu Marcel

Jonas Janeiro (rs) e o seu Xander

Kate Hudson e o seu Bingham (AMO foto de beijinho foufo de pais e filhos, AMO!)

Naomi Watts e o seu Alexander

Jenna Fischer e o seu Weston, no carrinho roxo meio rosa, #TEMCOMONAOAMAR?

Victoria e a sua Harper

Miranda Kerr combinada com o seu Flynn

Charlize e o seu recém chegado Jackson.

Ellen Pompeo e a sua Stella

Nicole Richie e o seu Sparrow dividindo um momento super foufo no Zoo

Cam Gigandet e a sua Everleigh, toda no fundamento foufurice foufa

Hugh Jackman e a sua Ava

Heidi Klum dividindo um momento de pura foufurice de meninas com a sua filha no parque

Jennifer Garner e a sua Violet

Amy Poehler e o seu Will Arnett, carregando a sua dupla Archie e Abel

Ricky Martin e os seus meninos em NY

Cate Blanchett e o seus menis em Paris, Tsá?

ps: se o post acabar inspirando todo um surgimento de uma nova geração, não me culpem, rs


%d bloggers like this: