Posts Tagged ‘Christina Hendricks’

Tá vendo como vc é linda Christina Hendricks?

Fevereiro 10, 2011

Simples, com o azul do momento e nada daqueles exageros em lugares estratégicos que ela não precisa mas que sempre usa no red carpet neam?

Maravileeeandra!

ps: e quando será que eles vão ficar juntos em Mad Men, hein? AMO o casal fictício

Achei chic, achei podre no SAG Awards 2011

Fevereiro 1, 2011

Começo de ano é sempre assim, pencas de premiações antes do Oscar e uma certeza: muita gente de gosto duvidoso nos red carpets.

E é claro que no SAG Awards 2011 não foi diferente. Uma reunião da cafonalha!

E eu o que acho de tudo isso?

Acho chic, acho podre. Não entendeu? Ok, vou explicar…

Por exemplo, acho chic:

Não sou muito fã de degrade, mas achei esse vestido da Julia Stiles um dos melhores da noite.

Simples, bem resolvido e iluminado.

Acho chic

By Monique Lhuillier

Tmbm achei bem chic esse Alexander McQueen da Mila Kunis e olha que eu tmbm não sou muito fã de estampa.

Na verdade eu não gosto de estampa figurativa, eu acho… (nesse caso é claro)

 

Pausa para um momento gossip:

Agora o fatão da vez nesse caso é que…

… ela tem mesmo um tipo neam?

Olha só quem dizem que ela esta pegando, depois de terminar o seu casamento com o Macaulay Culkin.

Qualquer semelhança não deve ser mera coincidência, não é mesmo?

NEXT!

Lea Michele, eu tenho uma pena de vc. Isso pq eu acho ela super talentosa, mas o personagem que escrevem para ela em Glee beira o insuportável.

Difícil um personagem principal ser tão rejeitado assim. Acho que já passou da hora deles tentarem consertar isso.

Seu vestido eu não achei dos piores, achei ok. Mas não foi feito para ela, que não tem o corpo suficiente para preenche-lo. Sorry!

By Oscar de la Renta

Falando em Glee…porque Amber Riley? Porque?

Gastei meu português falando que vc estava maravileeeandra no Golden Globe, que eu tinha achado uma escolha super inteligente para o seu tipo físico e tudo mais. E agora vc me aparece assim no SAG? Dafuck?

Sorry Mercedes mas dessa vez, #NAOTABOMNAO!

Achei podre.

Hilary Swank fazendo a grega e de nude é muita preguiça.

Alguém precisa lembrar que ela é mais do que isso.

Achei preguiça, achei podre

By Versace

Christina Hendricks vc me irrita profundamente!

Ela já foi modelo, é uma das mulhers mais lindas do mundo e não se encaixa em um padrão óbvio, esta no elenco de uma das melhores séries ever e ainda por cima é ruiva magia.

Ai eu me pergunto: precisa mais o que?

E a resposta  é: bom gosto!

Sinceramente eu acho que ela não tenm nem idéia do tamanho da sua beleza.

Achei podre.

 

Agora outra pausa…

Achei muito talento feminino para uma foto só. Höy!

E nesse caso achei uma foufurice só esse reencontro de “A Single Man”. Höy!

 

Ok, voltando ao que interessa…(tisc tisc)

Ai gente…custava dar um toque para a Winona não ir vestida de noiva?

Não foi dessa vez que vc desencalhou ex Black Swan. Euri

TE AMO WINONA

Mas achei podre

By Alberta Ferretti

Agora, fala se não é muita covardia toda essa beleza reunida em um único casal? Höy!

Achei bem chic os Drapers terem aparecidos juntos, rs. Seria esse um sinal de que eles vão voltar na próxima temporada de Mad Men?

Torço para isso, pq a personagem dela perdeu toda a força e o sentido sem o seu boy magia, fatão!

Outro que deu uma melhorada foi o Christian Bale, não?

Tomou um banho, cortou aquele cabelo que não estava bom não e manteve a barba ruíva. Cool!

Acho que ele deu uma acordada depois que percebeu que ele estava levando vários prêmios e por isso precisava de um look melhor neam? Höy!

ME-DO!

Vamos gritar juntos: CRUZES!

Juro que se eu encontro com a Nicole Kidman assim na minha frente eu mudo de calçada, só para não perder a imagem dela como Satine em “Moulin Rouge” e ficar com essa imagem medonha e atual dela na minha cabeça para todo o sempre.

Achei podre

#NAOTABOMNAO

Golden Globe 2011: Que entre a cafonalha!

Janeiro 17, 2011

Não adianta, parece mesmo que elas nunca aprendem, humpf!

Os modelões de quem foi toda cagada para o Golden Globe 2011 e que não vale nem a pena pedir para a costureira batuta do bairro copiar (euri). Com crédito que é para todo mundo ver que não tem Atelier Versace certo nessas horas!

 

Aguilera meu amor, o corpão não esta tão se garantindo tanto quanto vc imagina viu? Fikdik

E dizem que ela vem para a SPFW neam? Prestigiar…(acho tão cafona quem diz “prestigiar”, rs)

Poderia enlouquecer e cantar pra gente neam?

Versace

Toda errada, não?

Não sei se é pq eu nunca fui com a cara dela, desde os tempos de Party Of Five antigo, mas a Jennifer Love Hewitt é outra que esta sempre no lado negativo das listas todas.

Romona Keveza

My eyes! My eyes! (Phoebe feelings, rs)

Muito vermelho não? Alias, nesse caso tudo foi “muito”

Acho sinceramente que a Christina Hendricks não tem noção da sua beleza, neam?

Ou pelo menos não sabe valoriza-la…

Romona Keveza

January, January…já pode jogar o balde?

Quantas vezes eu vou ter que dizer que vestido com recortes quase sempre não é uma boa pedida, hein?

Achei vulgar, prontofalei!

Versace

Halle Berry minha querida, esta na hora de aceitar a sua idade não? (uns 84 pelo menos, rs)

Chegou meu bem, não tem como fugir, nem se esforçando muito com um vestido vulgar qualquer…

Nina Ricci

Heidi Klum errou o caminho da praia…só pode ser?

E ela apresenta aquele programa de modas neam? Sei…

Imprimiu rica emergente de Copacabana que mudou recentemente para a Barra, rs

Marc Jacobs

J-Lo tentou fazer a Santa Lopez de Guadalupe neam?

Que esse “manto” é de Santa neam? Aposto que bateu aquele frio no meio do caminho e ela roubou de uma igreja qualquer…

Zuhair Murad

Kaley Cuoco, a neta do Francisco Cuoco que nós tanto adoramos em TBBT pesou nas camadas…

Sorry Penny!

Katharine Kidd

Scarlett Johansson que parece que levou o troco do universo (pq eu não me esqueço que ela roubou o Ryan da Alanis e agora dizem que perdeu para a Bullock a base do mesmo jogo sujo) imprimiu velha com esse modelón, não?

Aliás, todo mundo que apostou no nude ficou com cara de so last season, fatão!

Elie Saab

Vestido coberto de musgo não dah, neam Zeta?

Monique Lhullier

E para fechar a turma das cafononas: Tina Fey que foi de veludo molhado, marinho ainda?

Sempre ela neam? EW!

Na na ni na não!

“Yes, they’re bigger” – a não tão sensacional mas ainda assim sensacional Season 4 de Mad Men

Outubro 25, 2010

Dizer que a Season 4 de Mad Men pra mim não foi tão sensacional assim, pode até parecer radical para alguns, mas eu insisto em ser honesto aqui no Guilt com o que eu sinto em relação as coisas, portanto, prontofalei e nem confi! Mas também, uma série com o nivel tão elevado como Mad Men, mesmo quando não é tão boa assim,  continua excelente, fatão!

1965 definitivamente foi um ano de mudanças em Mad Men. Nova agência, novas parcerias, novas mulheres, mulheres antigas, alcoolismo, perdas, novidades e uma grande conta que escapa de suas mãos. É, realmente não foi um ano nada fácil para Don Draper, humpf!

O que eu gosto da série, é que para as pessoas que gostam de arte (ou que tem DDA, como eu), é possível ver a linha do tempo avançar se vc prestar atenção nos elementos de cena, figurinos, cenários e afins. O poster da Helvetica super colorido na sala de criação (graphic design feelings), os móveis maravileeeandros na sala do Roger e o quadro hipnótico de op art na parede do mesmo escritório. Todos sinais claros de que estamos avançando no tempo, assim como os assuntos abordados na série nos posicionam no ano correspondente ao fato.

Don Draper caminhou com confiança (como sempre) por essa nova fase de sua vida, mesmo sem a confortável posição e reconhecimento que a sua agência antiga o oferecia. Mas o cara já tem um nome que é importante no mercado da publicidade, foi inclusive premiado durante essa temporada e  seja em uma grande agência ou em uma principiante, todos sabem que quando o nome Don Draper é meniconado, vc pode esperar o melhor.

Enfrentou o desafio de encarar um novo começo bravamente, tanto pelo seu lado profissional, quanto em sua relação com a sua família antiga. Mudanças, muitas mudanças para a nova vida do homem divorciado em seu pequeno apartamento no Village.

Como sempre, muitas mulheres passaram pela vida de Draper, ainda mais agora que o posto de Sra Draper se encontra novamente disponível. Mas ao contrários das bem nascidas, artistas ou mulheres com cargos poderosos que Don costumava se relacionar, no final das contas a sua escolhida acabou sendo mesmo a sua atual secretária, Megan (que veio a ocupar o cargo depois do final tragicômico com a Sra que ocupava a vaga, cena da qual euri inclusive), que dessa vez é morena e tem uma beleza mais exótica do que a sua esposa antiga.

Por falar nela, January Jones definitivamente teve pouca participação durante essa Season 4, não? Talvez pelo volume de novos projetos no cinema do qual ela vem participando ao longo desse ano, mas fato é que a sua participação foi quase nula em relação a importância do seu papel para a série. Reapareceu no último episódio, visivelmente infeliz com o atual rumo da sua vida e expressando ainda algum sentimento por seu ex. Pois é, perdeu Betty!

E se a ex Sra Draper teve uma pequena participação durante essa temporada, outras duas figuraram entre os momentos mais legais e importantes da mesma. E eu estou falando de Peggy (sempre ela) e Joan, que pra mim são as duas grandes mulheres da série.

Joan vendo o seu marido ir para a Guerra, mantendo uma relação antiga (a qual eu acredito ser o seu verdadeiro amor) com Roger, de quem inclusive ela terminou o episódio esperando por um baby e mentindo para o seu marido a respeito da sua paternidade (após não encarar o aborto). E é dela a frase que inicia o título desse post, “Yes, they’re bigger”, fazendo uma brincadeira com o seu próprio maior atrativo, para alguns homens é claro. E como é linda não?

Aliás, eu percebi que eles reservaram várias piadas sobre as caracteristicas dos atores que interpretam os personagens na série para esse último ep, como quando na cena da lanchonete, o filho de Draper brinca com a dicção exótica da sua irmã Sally, que alias, é outro personagem que brilhou durante essa temporada não? Acho ela ótima, divertida mil toda apaixonada pelo vizinho problemático. Bem foufo. Só não entendi o pq que eles não mostraram ela e seu pai no show dos Beatles, humpf!

Agora, quem desde o começo, mesmo escondida atrás daquela franja horrorosa e de sua máquina de escrever e que vem brilhando sempre em Mad Men? E a resposta é bem óbvia: Elizabeth Moss e a sua sensacional Peggy, fatão! Todos os prêmios para ela, please!

Depois da declaração de amor, respeito e orgulho que ela recebeu do seu chefe Don Draper, ao final da Season 3, eu achei que dificilmente eles conseguiriam superar esse momento foufurice na série. Mas ai me veio o episódio da mala (4×07), onde ela e Don permaneceram juntos por quase todo o episódio, de igual para igual, discutindo, se estranhando, brigando e se conhecendo, tudo ao mesmo tempo. E o resultado disso foi um dos melhores episódios da tv de todos os tempos! Sério, eu daria um prêmio de perfeição para os dois depois desse episódio.

E quem diria que a Peggy, aquela garota tímida e pobre se transformaria nessa mulher ousada, a frente do seu tempo hein? Bom, eu diria! Na verdade, até disse por aqui eu acho, mas se não fiz isso ainda digo agora: pra mim, Peggy é um ícone para a mulher moderna, um exemplo de como as coisas já foram bem piores inclusive. Girl Power!

Até nua ela ficou durante essa temporada, tudo em nome do seu trabalho, que ela realiza dignamente. Ou melhor, que ela realiza profissionalmente, como poucos diga-se de passagem. E o mais legal de tudo é o desconforto que faz parte do seu olhar, o que eu acho sensacional! Mas Peggy vem se tornando uma mulher mais confiante e competente tmbm, fatão!

E cada vez mais, ela e Draper se tornam praticamente um só, ou uma versão um do outro, de tão parecidos que eles são. Draper ganha uma nova amiga como substituta de alguém que se foi e Peggy ganha outro amigo, que é seu chefe e que a admira pelo seu trabalho. Howcoolisthat?  Acho linda essa relação entre os dois e entendo completamente a “quase revolta” dela ao final do episódio, conversando com a Joan sobre a nova escolhida do chefe. (euri)

Jon Hamm por sua vez, ganha cada vez mais espaço no meu coração, seja por seu impecável Don Draper, ou por suas participações impagáveis em 30 Rock ou no SNL. Sério, que homem é esse? Um sinônimo para ele? Perfeição é a palavra, rs. Apesar da sua inegável beleza, ele não é perfeito. Não tem o corpo igual ao de um super herói, não é depilado como a maioria dos galãs e ainda é meio dentuço. Mas ele me lembra os galãs do cinema antigo, homem antigo na verdade. Acho inclusive que ele seria um ótimo representante dessa “nova beleza”, mais natural e real. (mesmo ele estando totalmente acima da média, rs)

Durante essa temporada Don Draper percebeu que estava abusando um pouco do alcool e começou a se controlar, perdeu mais do que ganhou nos negócios, adquiriu um novo hobbie, um não, dois! E começou a dividir o seu tempo entre suas braçadas na piscina e o seu diário pessoal. E ai vc se pergunta, diário pessoal Don Draper? Dafcuk? E tudo se explica a caminho do final, com a sensacional carta do seu personagem para o Times falando sobre a  “quebra” da sua relação com a indústria americana do tabaco e convenientemente relatando o mal que o cigarro pode causar para a vida das pessoas, um vez que a Lucky Strike não faz mais parte do seu case de clientes. Eu diria que essa atitude foi algo além de brilhante. Clap Clap Clap Don Draper!

Lindo tmbm foi vê-lo descobrindo a doença da sua grande amiga de vida, a única pessoa que sabia da sua história e consequentemente a sua morte. Achei bem digno ele ter levado os seus filhos para conhecer a casa de sua amiga no episódio final, quase como um sinal de respeito a alguém importante para ele, alguém da família. Cool!

Mesmo com tudo isso, eu ainda acho que faltou alguma coisa para essa temporada ser tão sensacional quanto as demais, mas talvez essa seja apenas a minha impressão (e ainda tivemos o histórico ep 4×07). Mas por favor sejam inteligentes e não leiam isso como uma crítica, porque como eu disse, quando uma série que atinge o nível que Mad Men atingiu e tem uma temporada não tão sensacional, mesmo assim vc pode esperar coisa boa, muito boa eu diria. E pronto, já fiquei com saudades de Mad Men. Chega logo Season 5!

ps: e o AMC continua com as melhores séries da tv atualmente, fatão! Suck it HBO! Ahhhh, e a trilha ao final dos eps continua leeeandra!

A melhor série do ano na capa da Rolling Stone

Setembro 1, 2010

Don Draper e as mulheres de Mad Men, que é a melhor série do ano segundo o Emmy (e segundo eu mesmo tmbm)  na capa da Rolling Stone

Atualmente estamos na Season 4 e esta um báfu, para vc que não viu ainda…provavelmente vc nem imagina o que esta perdendo. Série Classe A+

E uma vez que vc começa a assistir já era, quero ver alguém conseguir resistir aos encantos de Don Draper, fatão!

Dizem que a capa já entrou para a lista do photoshop disaster, mas eu achei bens mesmo assim. Só não entendi essa cara “diferente” da January Jones mas…

Agora o melhor de tudo são as fotos de bastidores, simplesmente sensacionais!

ps: eu ficaria emocionado dentro desse figurino hein? Fatão!

Os meus looks preferidos do Emmy 2010

Agosto 30, 2010

O que era essa vestido todo trabalhado (literalmente!) by Versace que a January Jones escolheu para a noite de ontém  hein? Digno!

Sem contar toda a sua ousadia de me aparecer com esse cabelo “simples” assim em plena noite de Emmy hein?

Responda rápido: alguém já viu uma mulher tão linda assim? Höy!

E se a sua resposta para a minha pergunta acima foi “não”, espera só então vc dar uma olhada na Christina Hendricks, colega de elenco da January em Mad Men! Höy!

Maravileeeenadra e ruíva, montada em seu Zac Posen

Outra das mulheres mais lindas ever!

E por falar em beleza, um representante da ala masculina e da mesma série: Don Draper Jon Hamm entre por favor!

Höy! E ele foi de Armani de rico & antigo

Além do conjunto da obra e o dom da beleza que o cerca, o cara ainda parece ser o maior queridão ever neam?

Precisava tanto carisma reunido em um homem só? Höy!

Mad Men esta merecendo um prêmio para o elenco mais belo tmbm, fatão!

E por falar em elenco belo, eu já me lembro de True Blood e logo me aparece a Anna Paquin, vestida de Alexander McQueen? Tsá bom pra vcs?

Fora que agora ela atende como Sr Moyer, okayam?

Claire Danes foi de deeevona, muse! Olha que mulher brilhante não? Höy! Uma das minhas muses do tempo de adolly, fatão!

E ela foi de Armani Privé

Rose Byrne eu me identifico com vc! E vcs sabem o porque?

Porque ela nunca parece simpática nas fotos e nem eu. Não temos esse dom neam amigue? Fom forom fom fom

Enfim, influenciado por nossa deficiência em comum eu até que gostei do seu modelón viu?

E olha que eu não sou muito fã desse tipo de decote/fenda, mas para ela que não é uma mulher “exagerada”, esse Gucci escolhido para a premiação ficou até que bens!

Heidi Klum foi semi nua e eu admiro essa coragem. Ainda mais quando vc não faz a vulgar, caso contrário nem cruze o meu caminho com tanta perna de fora assim hein?

Linda e a única em um curto, by Marchesa

Jayma Mays é outra representante da beleza ruiva magia, fatão! Simples e linda, by Burberry

Awwwwnnn! Esse Chris Colfer é um foufo neam? E ele me lembra um certo blogueiro na sua adolescência (euri)

Foufo mil de Armani. Mas eu esperava um pouco mais de fundamento hein? Porque na minha cabeça, ele e o Kurt são a mesma pessoa, rs (confoooso!)

E o prêmio magia geek da noite vai para o Arti de Glee, pela melhor pose de menino no red carpet.

This is for you Artieam (odeio essa line)

Premiere de gente bela e ricah!

Julho 22, 2010

Como são maravileeeandros esses dois hein? Höy!

E adoro o fato de que na série (Mad Men), eles nunca se pegaram, mesmo sendo os representantes mais desejados de cada sexo no escritório. Höy again!


%d bloggers like this: