Posts Tagged ‘Coldplay’

Para-para-paradise

Outubro 24, 2011

Aproveitando que estamos em um momento de foufurices com pessoas fazendo cosplay de animais foufos, lembrei do novo video super foufo do Coldplay, para a faixa “Paradise”, que quem é espeto ouviu por aqui nas minhas mixtapes.

E a banda toda fantasiada de elefante hein? Awnnn!

Músicas para o finde Vol.50

Outubro 1, 2011


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

 

Sim, chegamos ao número 50. UOW!  Mas será que o meu projeto de influenciar o mundo com um pouco mais de fundamento esta dando certo? E quem se importa? (rs)

Então, já que chegamos ao número de 50 mixtapes, a minha proposta é que a gente dance juntos para comemorar, ok?  Shall we?

 

♥  Radioactive < Marina And The Diamonds > Marina voltando e já fazendo a gente sentir vontade de dançar a noite inteira cobertos de diamantes hein? AMEI o climão “Natural Born Killer” do vídeo. 

♥  Shake It Out < Florence the Machine > Outra nova da Florence que eu duvido que não vai virar o seu mantra. SHAKE IT OUT! (especial para o G.)

♥  Paradise < Coldplay > Estou bem curioso para ouvir mais desse Mylo Xyloto do Coldplay hein? 

♥  The Recluse < Plan B > Sorry, mas eu estou apaixonado por Plan B. E AMO essa música desde que eu descobri esse cd. Sabe aquela faixa que vc acaba ouvindo todo dia?

♥  I Can Change < LCD Soundsystem > Eu poderia postar a música original, mas essa apresentação aconteceu no dia do meu niver do ano passado, então, acabei não resistindo e aceitando a homenagem (aquele que acredita). Se eu tivesse um YSL, estaria vestindo agora…

Músicas para o finde Vol.43

Julho 1, 2011


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

 

Finde da depressão. Brinks! Mas com esse céu cinza de hoje, nada melhor do que uma mixtape cozzy, não é mesmo?

 

♥  ÜBerlin < R.E.M > Estou viciado nessa faixa. E não, eu ainda não fiz a minha own versão da coreô pelas ruas, rs

♥  Moving To Mars < Coldplay > Achei bem foufo esse convite para mudar para Marte com o Colplay, hein?

♥  Don’t Sit Down ‘Cause I’ve Moved Your Chair < Arctic Monkeys > Os meninos do Arctic Monkeys em uma fase mais madura, cool!

♥  Satellite < The Kills > Dedico para a minha muse Kate Moss a música do seu próprio boy magia para a manhã de hoje, rs

♥  Do You Wanna Touch Me < Joan Jett > Já até consigo perdoar a versão de Glee na voz sofrida da Gwyneth para esse clássico. There? Where? There? Yeah! (Höy!)

Músicas para o finde Vol.40

Junho 4, 2011


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

 

40 já? Quanto tempo ocioso, não? Euri

 

Nada disso, sinal de que o meu projeto “Por um mundo com músicas melhores” esta em andamento. Muah haha! E para essa semana, temos:

♥  Rumor Has It < Adele > Tem voz mais poderosa do que essa na música atualmente? I don’t think so. Não canso de ouvir 21

♥  Sorrow < The National > Super foufa. 

♥  Kingdom Of Doom < The Good, The Bad and The Queen > Essa aqui já é antiga e eu nem sei se eles continuam com o projeto, mas eu AMO e ainda queria a cartola do Damon Albarn emprestada, rs

♥  Super Bass < Nicki Minaj Cover by Karmin Music > Eu AMO a original, mas esse cover eu achei muito foufo. Recomendo as duas. 

♥  Corona Megamix < Corona! > Essa é em homenagem ao novo single no truque do Coldplay (lembrando que ele já foram acusados de plágio no passado…), pq eu acho que o próximo single tem que ter um fundamento Corona hein? E pista boa tem que tocar Corona, fikdik

A nova “Every Teardrop is a Waterfall” do Coldplay é um sample da antiga “Ritmo de La Noche”?

Junho 3, 2011

Então, fui “ouvir” pela primeira vez o novo single do Coldplay, a faixa “Every Teardrop is a Waterfall” e logo nos primeiros acordes eu senti que já conhecia aquela música. Hmm mmm…

Achei até que eu tinha “ouvido” a música errada e fui até procurar em outro lugar. Mas não, aquele era mesmo o novo single do Coldplay.

Fiquei com aquela batida na cabeça pensando: onde é que eu ouvi isso antes?

E logo cheguei a esse clássico “Ritmo de la Noche”, que é sensacional, um clássico antigo! E não é que chegamos na mesma batida?

Tudo bem que dizem que até o tal “Ritmo de la Noche” tem um fundamento que vem dessa outra faixa, chamada “I got Rio”. Mas agora todas querem saber o que é que o Coldplay tem a dizer a respeito, hein?

Agora o povo quer saber? Foi proposital? Foi uma homenagem ao Rio? Foi uma piada? Ou foi um chupisco?

E o que todo mundo sentiu falta: cadê os gemidos com a voz sensual do Chris Martin dizendo “te quiero”, hein?

Por isso eu prefiro a versão no truque do Mystic, rs

E se foi uma “homenagem”, eu digo que os meninos são corajosos mesmo se eles se “inspirarem” no fundamento do clipe. Será que o Chris Martin topa um “belíssima”? Rolei!

Ou será que eles vão preferir a versão do “Rio”, com direito a maracas, corêo animadas e um leque, sim eu disse LEQUE, escrito Rio, hein?

Não sei, mas se for dito que foi apenas uma “coincidência”, eu quero a Madonna ou a Lady Gaga usando a mesma desculpa e buscando coincidências no fundamento antigo da muse CORONA para os seus próximos trabalhos. Precisamos reviver esse momento hein?

Todas aguardam ansiosamente por esse dia…

ps: o tal novo single do Coldplay esta bloqueado para o nosso país no Youtube (tisc tisc, mas aparece no início do segundo video, fikdik), mas procura ae que vc vai ver que é tudo a mesma coisa, ou pelo menos, é tudo beeem parecido…

Músicas para o finde Vol.23 (Especial de Natal!)

Dezembro 25, 2010


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Aqui pode até não nevar e o Santa de vez em quando me aparece de bermuda, mas quem liga? Eu amo o Natal e por isso, para os leitores foufos do Guilt que passaram o ano todo me visitando (thnks!) eu dedico as minhas músicas preferidas de Natal, foufas mil. E Sorry Simone, mas vc ficou de fora da minha lista, rs

♥  Last Christmas < Wham > Uma das minhas preferidas de Natal (minha e da Rachel de Glee, nem para ser do Kurt, humpf!), com o George Michael antigo e um clipe pra lá de cafonona.

♥  Christmas Lights < Coldplay > Single de Natal do Coldplay, com um clipe maravileeeandro!

♥  The Christmas Song < Raveonettes > Maravileeeandra, não?

♥  Rockin’ Around The Chistmas Tree < Brenda Lee > Essa é um clássico. Para dançar em volta da árvore de Natal de Pj’s amanhã de manhã, rs

♥  Winter Wonderland < Darlene Love >  #TEMCOMONAOAMAR uma pessoa com o nome de Darlene Love?

Nobody said it was easy

Março 9, 2010

…no one ever said it would be so hard.

I’m going back to the start!

(1 semana, foi drama, mas foi incrível!)

How long must you wait for it?

Março 4, 2010

How long must you wait for it?

E eu respondo que a espera foi longa, mas que foi compensada com um dos shows mais incríveis que eu já assisti ao vivo na minha vida e sem dúvidas um dos mais emocionados. É claro que o clima da noite era outro, aproveitando a noite fria e cinza característica de SP,  um show mais calmo, quase que  triste. Mas eu acho que ninguém ali que conhecia realmente o trabalho do Coldplay estava esperando muita animação neam? A espera naquela noite era a da emoção que as suas músicas de letras tristes poderiam causar assim, ao vivo. E nesse quesito a banda emocionou, do começo ao fim e em quase duas horas de show de uma noite típica paulista.

Eu já falei mal do Chris Martin, confesso. Já disse que eu achava que ele desafinava ao vivo, isso depois de ter visto videos de várias apresentações da banda, principalmente as mais recentes. Mas eu não sei se foi o tamanho da  minha emoção ao finalmente estar em um show do Coldplay, ou se foi isso + o talento inegável do líder da banda que não me fez perceber nenhuma desafinada nos versos das minhas músicas preferidas. Por esse motivo eu digo: Sorry Chris! Prometo que não faço mais a maldita tah?

Obviamente, as múscias mais conhecidas foram as mais emocionantes, cantadas em coro pela platéia presente do estádio do Morumbi. Vários momentos lindos, com o público cantando emocionado os refrões e frases de efeitos dos grandes hits da banda. Com direito até a um “Parabéns pra vc” em português, puxado pelo bateirista da banda em comemoração ao niver do vocalista Chris Martin, que completava 33 anos naquela data. Foufo mil!

Me lembro de quando a minha música preferida estava para entrar a qualquer momento, seria a 4ª do setlist. E com os primeiros acordes de “In My Place” eu fiquei realmente emocionado, de verdade. Gosto da música por diversos motivos (brokenheart feelings) e definitivamente faz parte da trilha sonora da minha vida. E foi emocionante dançar como um bom nerd desengonçado ao lado do Chris Martin, que é um exímio dançarino de coreos geeks foufas não? (tears)

Em pouco tempo depois, era a hora de deixar o estádio todo amarelo. “Yellow” foi outro dos meus momentos preferidos do show, essa um pouco mais animada e foufa mil. E essa emoção se repetiu em “Clocks”, “Violet Hill” e “Talk” (que veio com arranjo mais dançante e um tanto quanto sombria).

Já em “Fix You”, não teve como não se emocionar com a platéia em peso cantando o refrão da música, que é uma das mais tristes e mais belas da banda em meio ao estádio tomado pelas luzes de câmeras/glowstickers. Eu toda vez que eu ouço a música me emociono um pouco mais por me lembrar da cena da morte do avó do Seth em “The O.C”, que se deu com a música inteira como trilha de fundo. Maravileeeandro!

“The Hardest Part” ganhou um arranjo mais lento, voz e piano, com Chris em uma palco especial, mais próximo da platéia e em frente aos nosso lugares. Outro momento que me emocionou bastante. Assim como “Got Put A Smille Upon Your Face”, que acompanhou “Talk” em sua versão dançante/sombria e ganhou os reforço do cenário com seus lasers potentes de luzes coloridas.

“Strawberry Swings” e “Lovers In Japan”, ambas faixas do álbum mais recente da banda tmbm foram incríveis. A última com o recurso da chuva de milhares de borboletas coloridas que cobriram a pista com um pouco mais de cor do que o de costume. O palco é muito bem iluminado, colorido. Em meio a  bolas penduradas no alto do palco e um telão imenso telão de fundo, imagens íncríveis são refletidas. Bolas gigantes coloridas e iluminadas, trabalhadas com uma tipografia parecida com a do logo da turnê iluminavam toda a volta da arquibancada. Ahhhh, e fogos de artifício, muito bem posicionados e supercoloridos tiveram a sua chance de brilhar na noite de ontém.

Um dos grandes momentos da noite foi a dobradeeenha “Viva La Vida” e “Lost”, que aconteceu mais ou menos no meio do show, para quebrar um pouco o clima triste da banda. Foi o momento em que todo mundo pulou, ao som da batida empolgante de um dos hits mais recentes do Coldplay. A batida intensa e o clima descontraído fez com que as + ou – 60.000 pessoas levantassem de seus lugares, preenchendo o estádio com um eco digno de uma torcida de verdade. Oh ô ô ô ô ô!

Outra coisa importante de ser mencionada é o talento da banda enquanto músicos, fatão! Acordes perfeitos e uma postura de quem aprendeu e muito bem a se apresentar de forma digna. Will, o bateirista é o mais empolgado, Jonny o guitarrista se arrisca em algumas danças de nerd e Guy (Hoy) fazendo as vezes de tímido baixista e não por isso menos foufo. Agora Chris Martin é um entertainer, vai de um lado para o outro em suas coreos loucureeenhas em alguns momentos mais animados, ou completamente calmo quando toca o seu piano como ninguém, com os olhos fechados, uma voz sensacional, emocinado, como se estivesse tocando na sala da sua casa.

Para o final, o grande momento ficou por conta da penúltima música do show, a foufa e aguardada “The Scientist” que fechou a noite garantindo uma grande emoção nos fãs presentes no estádio, que cantavam como toda boa multidão de forma afinada uma das músicas mais maravileeendras de todos os tempos.

É claro que toda a função de ir para um show no Morumbi foi meio drama, como quase sempre, mas dessa vez eu achei bem mais caótica e dramática. E o som que deixou a desejar no volume e no retorno, que poderia ter sido bem melhor…como quase sempre tmbm, outro fatão! Vamos começar em fazer show em outras locações? Pq tah meio dramática a situação por ali perto hein?

Ahhh e ainda rolou brinde na saída, onde ganhamos cópias do cd Left Right Left Right Left, com algumas faixas ao vivo da banda, atitude que eu achei bem digna. LOVE presentes, LOVE!

Mas se eu tivesse que resumir o show com apenas uma palavra eu diria que foi: foufo!. Foi um show calmo, sem grandes apelos, apenas uma excelente banda de músicas que emocionam, o que eu acho que no final das contas acabou valendo a pena ter perdido os 2 primeiros shows da banda no país, para poder asssistir agora em sua terceira visita a minha cidade, uma banda tocando como gente grande músicas que já me emocionaram pencas ao longo desses anos.

E eu amo muito mais essa versão fundamento do clipe de “Viva La Vida”, que eu acho bem báfu e eu preciso dizer que senti a falta de “Trouble” e “Speed Of Sound” no setlist.

Terça eu tenho um encontro com o Coldplay

Fevereiro 28, 2010

E eu espero ouvir Coldplay antigo hein?

Nem contei para vcs, mas na próxima terça eu vou finalmente me encontrar com o Coldplay. Yei!

Perdi o primeiro show deles aqui no Brasil faz tempo, mas estava meio sem grana e não fui, (snif). Da segunda vez eu fui bem tolo e esqueci de olhar o meu email, bem quando eles avisaram antecipadamente sobre a venda de ingressos do que seria o segundo show da banda por aqui, que acabou esgotando logo e mais uma vez eu perdi (Argh!). Mas agora, pela terceira vez no país ( e eu espero que a melhor de todas), eu fiquei bem esperto e já garanti o meu golden ticket faz tempo! Rá!

Tah, tudo bem, eles podem até não ser mais os garotos tristes do começo da banda, mas a tendência é evoluir neam?

Só sei que eu quero me decepcionar e por favor não me decepcionem hein?

Ahhhh, e eu quero trazer pra casa pelo menos uma borboleta hein?

ps: Guy, search 4 me ok? I’m the guy in red plaid shirt on the hight left okayam? Call me! (rs) LOVE


%d bloggers like this: