Posts Tagged ‘#CRUSH’

É cafona, mas pelo menos é honesto, não é mesmo Noel Crane?

Fevereiro 27, 2014

scott-foley-

É, garoto propaganda de toalha dE banho com essa cara medonha e imprimindo o nível quase máximo dos coxinhas, pode até soar bem cafona (além de ser meio assim neam?), mas pelo menos é honesto e nos faz relembrar o porque que passamos anos tão envolvidos quanto a Felicity na eterna dúvida: Noel ou Ben?

scott-foley-2

Além de honesto, na verdade, pouco realmente importa quando mesmo anos depois, ainda nos deparamos com esse sorriso do Scott Foley que para sempre vai nos lembrar o seu Noel Crane (#CRUSH), não é mesmo? (apesar de qualquer retoque semi medonho que possa ter ocorrido no tratamento da imagem e ou no próprio tratamento facial do ator.

1/2 Höy, pelo constrangimentos das toalhas, rs

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Yes I Do, Waldau!

Julho 2, 2013

cameron-diaz-nikolaj-coster-waldauthe-other-woman

E a nossa #CRUSH só aumenta, não?

O que um banho tomado com um mix de sabonete líquido e em barra não é capaz de fazer na vida de um homem? Höy!

E já que os Starks bons que sobraram são apenas crianças, nos rendemos de coração aberto ao lado negro da força.

 

ps: querida Cameron, quando o cabelo do boy está com menos fios quebradiços e ou arrepiados que o nosso, o que é que a gente faz? Grita, chora e hidrata profundamente, claro. (algumas escurecem também e talvez já esteja na hora de abandonar esse loiro sueco germânico adquirido em 3, 2, 1)

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Coachella 2013 (Finde 1) – O festival que já foi alguém mais importante na fila da jukebox indie e ou entre os hipsters dos arredores de Indio

Abril 16, 2013

coachella-2013

Sim, parece que perdemos mesmo o Coachella e temos que nos conformar com mais essa triste perda em nossas vidas. Humpf! Se antes o melhor festival da America antiga era marcado pelo encontro de gente bacana, pouco interessada em aparecer e apenas dispostas a ouvir uma variedade de música boa em um mesmo lugar, hoje virou uma grande passarela de wannabe do desespero desesperador que a gente desconfia que nem se importe muito com o que estiver tocando, desde que tenha sido recomendado no Face por aquele amigo mais fundamento da turma.

Tem aqueles que querem ser vistos com o modelo emprestado da lojinha cool do momento, aquelas que juram que são as novas musas da preguiça (e apenas da preguiça elas bem conseguem ser fáci) e outros aparecem apenas atrás de pulseira colorida que dá direito a bebida de graça e alguns brindes na hora da saída. Triste. (se já é triste para gente normal, imagina para eles?) Vale de tudo para aparecer nessa hora e como quem vai no Coachella agora “ter que ser muito, mas muito hipster”, melancias penduradas no pescoço estão totalmente ultrapassadas (desde que os nossos pais usavam essa expressão, diga-se de passagem, rs) e a moda agora pede para se carregar girassóis gigantes e muito maiores do que qualquer tipo de vergonha na cara que se possa adquirir com o tempo.

Sempre resta a dúvida se no iPod dessa gente toda que agora tem aparecido com certa frequência no festival tem pelo menos 25% das bandas que tocam nele a cada edição. DU-VI-DO. Mas isso também pouco importa, porque só o fato de estarem naquele lugar ouvindo música boa, já deve contar como um grande bem para a humanidade, por isso estão semi perdoados. (mas mesmo assim vão ter que aturar o nosso olhar cruel de desaprovação)

E a edição do Coachella 2013 não foi diferente, pelo menos não nesse primeiro finde do festival (alguma esperança de que vá melhorar muito no segundo?) e como sempre, resolvemos comentar só o que a gente considera importante sobre o mesmo, que é sempre algo que fica naquela linha tênue entre o pavor, o horrorendo e o fundamento. Estão preparados? Então coloca o novo do Phoenix para tocar, manda a mãe aplicar qualquer coisa de renda na barra do short, separa aquela botinha larguinha (que eu adoraria conseguir usar se não fosse uma pessoa que precisa de firmeza nos pés. Sério, acho lindo, mas não consigo), deixa o cabelo meio sujinho, arranca umas flores artificiais do centro de mesa da sua avó e gruda nele agora para vir acompanhar com a gente tudo o que aconteceu nessa ex delícia de festival.

tumblr_mlb3c6V2GG1qa1rooo1_500

Começamos já assumindo que esse ano estamos de muso novo e sueco para o primeiro finde do festival: Alexander Skarsgard (uma vez que o meu muso antigo não está mais dando as caras por lá desde a edição anterior. Sábio Speedman – ♥ )

Alexander divou nesses três primeiros dias do festival, com seus mais de três metros de altura sueca e aquele porte viking que todos nós cobiçamos um dia. (aqui no Guilt pelo menos, cobiçamos quase todos os dias)

Além de tudo ele foi de t-shirt “bairrista” fundamento, se colocou pencas com os amigos durante esses dias todos, encarou lindamente o fato da ex estar no mesmo lugar e com o seu atual noivo (o que é sempre uma barra, independente do seu próprio nível de magia) e como se tudo isso já não fosse o suficiente para nos deixar ainda mais apaixonados por ele, Alex não podia dar um passo naquele lugar que era imediatamente assediado por todas, algo que a gente não pode nem sentir ciúmes porque se estivéssemos por lá, certamente faríamos o mesmo. E o que ele fez?

Alexander Skarsgard Coachella

Foi queridíssimo com todas, tirou foto com todo mundo (basta procurar nos Tumblrs que eles estão cheios delas. A propósito, THNKS V.T, que me mandou esse link aqui via Twitter), revelando que o seu nível da magia à sedução é ainda maior do que a gente imaginava ser.

Sem contar que por esses dias, o Alexander Skarsgard andou dando umas declarações adoráveis a seu respeito, dizendo que ele é um cara sozinho, que em casa é só ele e ele mesmo (só mandar os endereço que sempre deixamos uma malinha de emergência pronta, rs) e bem que ele queria ter alguém para brigar e pedir para largar o telefone de vez em quando (sério, meu coração auto tricotou um sweater para ele mesmo nessa hora) e disse ainda que ele não é muito bom com mensagens de texto, que ele sempre tenta ser super objetivo e quase sempre acha que elas acabam ficando meio que grosseiras. E o Alex disse que tem esse hábito porque com mãos daquele tamanho todo, a gente pode bem imaginar a dificuldade que ele tem para digitar no seu telefone. É Alex, nós bem imaginamos o tamanho dessas mãos suecas. Höy!

Mas todos esses requisitos não foram o suficiente para que ele se tornasse o nosso verdadeiro muso da vez para o Coachella 2013 e o detalhe especial que lhe rendeu o título ficou por conta dessas duas próximas imagens que nós avisamos desde já que é melhor estar preparado, porque as cenas de foufurice podem ser fortes demais para os mais fracos. Por isso perguntamos: porque o Alexander Skarsgard é o nosso muso desse primeiro finde do Coachella 2013?

tumblr_ml8r4oIs4M1qg6t4yo1_500

Motivo 1 (♥)  Amigo que faz o inconveniente e levanta o outro amigo para ver tudo de perto em um show. #TEMCOMONAOAMAR? Não, mas não tem mesmo. ♥ (e a imagem acima me faz pensar que se não for para ter filhos originalmente suecos com descendência viking e ou propensão para se tornarem vampiros um dia talvez, podemos pelo menos nos tornar BFFs, porque talvez a gente até já se contente apenas com esse tipo de contato, hein? #BROSBEFOREHOES)

tumblr_mla7rvAiXZ1qa2ovmo1_500

Motivo 2 (♥)  Alguém com mais de 3 metros de altura, inconveniente mesmo sem querer, dando o sangue na pista. #TEMCOMONAOAMAR e sonhar em dividir um momento como esse com ele algum dia? Não, também não tem. (♥)

Então, por esses dois motivos especiais, o nosso boy magia mágica sueca preferido acabou levando o título de nosso Muso Magia Mágica do primeiro finde do Coachella 2013. HÖY!

#SOUTHSTOCKHOLMMUSE

Actress+Kate+Bosworth+director+fiance+Michael

E falando em ex, me desculpem, mas vou ter que trazer o elefante branco na sala a tona com a seguinte pergunta: comparado o atual com o ex nas imagens acima, não que a gente queira causar discórdia, porque está tudo lindo desse jeito também, tem como não achar que a Kate Bosworth estava sentindo calafrios de aversão no exato momento dessa tentativa de afofada por trás? #CREDINCRUZ (x3)

Porque todo mundo sabe que quando a afofada é bem vinda, a gente “exibe o Pão de Açúcar  como nosso maior cartão de visita, recomendando visitações, claro (rs). Mas aparentemente isso não foi exatamente o que parece que aconteceu nesse momento, não é mesmo? É, não parece.

Mas tudo bem Bosworth, o importante é que você já visitou bastante a Suécia, conhece bem seus monumentos históricos mais pitorescos e isso é o que importa (isso e o fato que você também estava maravileeeandra no festival). Fazer o que se você decidiu abandonar a bela magia e ficar com a fera, não é mesmo?

Só sei que na fila das vizinhas fofoqueiras nas janelas do meu bairro, todas diriam que você trocou a Suécia por Carapicuíba. Nada contra Carapicuíba e sim totalmente a favor da Suécia, que fique bem claro.

vanessa-hudgens

Quem morre de preguiça ao encontrar os nomes “Vanessa” e “Hudgens” figurando em uma mesma frase, que atire a primeira tesoura de jardinagem que a gente hoje quer fazer uma criança do high school chorar sangue pisado.

Tem neo hippie mais irritante?

Vanessinha até que se esforça no fundamento boho chic que ela insiste em nos empurrar desde que saiu do high school, algo que pela nossas contas feitas no palitinho só que na versão cogumelo, já deve ter quase ou pelo menos 10 anos. E até agora ele parece que não aprendeu muita coisa e de boho chic, acaba sempre com cara de vendedora de bijuteria feita com casca de coco e semente de qualquer coisa.

Reparem na cara de total desaprovação da menia a direita de quem vê, tentando avisar no olhar o Sebastian Kydd (sério, AMO esse nome) que as coisas para ele estavam bem mais interessantes nos anos 80.

Vanessa+Hudgens+enjoys+Coachella+music+festival

E é sempre aquela mesma coisa de sempre, uma look cansado e um fundamento forçado que a gente até já viu que ela tem mesmo no dia a dia, mas em época de festival parece que ela incorpora alguma hippie que fez a passagem naquela época e volta com muito mais força. Preguiça…

Sem contar que esse shorts branco acabou imprimindo fralda old school de adulto fantasiado ridiculamente de criança.

Com isso, podemos dizer que Vanessa é aquele tipo de figurinha que a gente gostaria que nunca mais se repetisse no Coachella. Poderia ganhar um convite de “já deu e não precisa mais voltar” com direito aos três dias de festival hippie da feirinha de artesanato da Praia Grande em São Paulo. (substitua “Praia Grande” por qualquer praia popular da sua região. Não que a gente esteja ofensivo com nossas próprias regiões hoje, rs)

#NAOTABOMNAO

alessandra-ambrosio-jamie-mazur-coachella-hats-pair-

Pernas tão longar quanto o total da altura de alguns, cabelos de diva de creme desembaraçante sem enxague, cara de quem não come carbo desde o verão de 2002. Chegou o bonde das tops!

Elas que parecem estar disputando a tapa o posto de musa do Coachella, querendo ser o que a Kate Moss sempre foi para o Glastonbury.

E o que nós temos para dizer para a Miranda Kerr, a Alessondra Ambrosio (e o shorts dela poderia servir como uma referência perfeita para o que a Vanessa Hudgens tentou fazer na imagem anterior e não conseguiu) e essa outra com 1,80 só de perna?

NUNCA SERÁS!

Queria só pegar o iPod de cada uma delas para dar uma conferida nos 10 últimos álbuns adicionados ou pelo menos nas cinco últimas músicas tocadas. Porque todo mundo sabe que fazer isso é como ler a vida de alguém nos búzios, não sabe? Experimentem…

chris-pine-alessandra-ambrosio-lacoste-live-pool-party-03

Agora, somos obrigados a reconhecer que a beleza da Alessandra Ambrosio só deve mesmo é atrair coisa linda para o seu lado, não é mesmo Chris Pine AnnaSophia Robb, também conhecida atualmente como a adorável little Carrie?

#TEMCOMONAOAMAR? (de barba, mais magro e com esse cabelo maior e menos arrumadinho, o Chris conseguiu ficar ainda melhor, não? Höy!)

ed-westwick

E a dúvida do momento é a seguinte: a gente avisa o Chuck o que ele a essa altura já deveria saber, que cardigã de lã ou qualquer coisa de lã, se usa com uma segunda pele por baixo, de preferência de malha ou algodão, ou deixa ele passar vergonha e talvez ficar conhecido como “Cecília”, hein? (porque o resultado de lã em contato diretamente com a pele do corpo sempre dá nisso = Cecília)

Apesar da gente apoiar o movimento dos não depilados, porque a não ser que você tenha acabado de fazer a barba e tenha aplicado espuma de barbear até a virilha,  sempre acaba pinicando todos os envolvidos (você, o coleguinha, as coleguinhas, rs), temos por obrigação dizer que #NAOTABOMNAO (já me basta o chulé do dia inteiro com esse sapato de couro no sol e andando pra lá e pra cá, neam? Chuck do Afofi completo)

Director+Eli+Roth+

E já que estamos falando no movimento dos não depilados, encontramos no Eli Roth um ótimo (talvez exagerado) exemplo da categoria.

Ele que de vez em quando aparece para dirigir os nossos sonhos de terror. Vai dizer que não?

Sei… Höy!

Emma+Roberts+cuddles+up+boyfriend+Evan+Peters+u1xuoAp8j0Hl

E #TEMCOMONAOAMAR a Emma Roberts e o Evan Peters?

Não, não tem. (♥)

E #TEMCOMONAOAMAR beijar ouvindo ao vivo qualquer uma das suas bandas preferidas? (parece até que a coisa toda ganha outro ritmo, não?)

Não, mas não tem mesmo. (♥)²

hilary-duff-mike-comrie-

E a sábia lição que a Hilary Duff nos deixou durante o Coachella 2013 foi a seguinte:

Na falta de um marido boy magia (que até estava presente, mas esqueceu de levar a magia para a vida, rs), leve um amigo para deixar as fotos do seu Instagram mais “curtíveis”

Está anotado Hilary e jamais esqueceremos esse sábio conselho, rs

jessica-lowndes-thom-evans

Quando uma imagem fala por si só e é só o que nós gostaríamos de dizer nesse momento além de um “quem é ela na fila da canga tie-dye na Praia Mole” é um único e sonoro “Höy”.

Apenas…

katy-perry-r

Nossa, sentiram uma nuvem carregadíssima de mau gosto se aproximando de repente?

E só podia ser ela mesmo, Katya Pérrola (quando não é ela, quase sempre é a Rihanna ou a Smiley. Fato), que me chega recém solteira a um festival de música cheio de boys magia e ou feitiços rápidos bem possíveis apenas para distração, mas me escolheu ir de objeto ornamental de decoração totalmente e inteiramente kitsch. (e não de um jeito bacana, que também é possível como veremos na personagem a seguir)

E essa não foi a sua única escolha meio assim durante o Coachella 2013 não, porque Katya é uma artista de condição e comprou o bilhete único com direito a 3 idas e 3 voltas. VRÁAAA!

Katy 2 copy

Que caricatismo barato, não?

Impossível até decidir do que ter mais preguiça…

#NAOTABOMNAO Katya. Fuén.

julianne-hough-jared-leto-coachella-day-3-roundup-19

Mas como esse ano estamos generosos porque pelo menos até agora, não fomos pegos por nenhuma traição no festival (é, o Speedman não deu as caras mesmo. Ufa!) resolvemos criticar mas também ensinar as mais desavisadas como a Katya Pérrola e assim como também fizemos anteriormente com a Vanessa Hudgens, a como pelo menos tentar acertar da próxima vez.

Por isso vamos usar o look da Solange Knowles para ensinar a como usar lindamente um look com estampa figurativa (e porque não também kitsch) só que de forma totalmente leve e maravileeeandra, imprimindo como se o próprio sol em pessoa não tivesse resistido e tivesse descido para assistir o festival de perto.

Maravileeeandra, não?

Diz que a Beyoncé quando viu essa imagem da irmã, não pensou nem duas vezes, fez um coque na peruca e correu para o pomar caseiro que ela tem no alto do Empire State Building (que eu não sei se vocês sabem mas dali até depois do Brooklyn, passando pelo Queens e até ou outro lado do horizonte em Hamptons, é tudo dela e do Jay-Z) e foi pessoalmente colher frutas orgânicas diretamente do pé para oferecer como presente de reconhecimento da beleza e orgulho da prória sis. (que ela já mandou seus capangas sequestrar e trancar no calabouço porque está em turnê e não acha que existe espaço para duas Knowles no mundo ao mesmo tempo, rs)

E só eu imagino Solange e Beyoncé saindo no tapa em noite de reunião de família?

coachella-music-festival

Preciso dizer que devido aos recentes acontecimentos em Glee e por toda essa Season 4, a minha #CRUSH no Chord Overstreet só tem aumentado e nem fazendo o ridículo com dois óculos eu consigo achá-lo qualquer outra coisa a não ser adorkable. Simplesmente não consigo.

I ♥ Sam

ryan-kwanten-f

Uma pena que o Jason não tenha encontrado com o Eric, não?

Porque esses crossovers de magia sempre acabam colaborando para os nossos sonhos de logo mais. #HELLYEAH (mas tem que vir de menino da próxima vez, tá Jason? rs)

Höy!

bryan greeberg

Acho tão honesto celebridade ruiva que não se controla na fila do joguinho valendo prêmio, como o Bryan Greenberg. Höy! (parece até a minha própria família na feira de publicidade na faculdade de uma das minhas quase irmãs. Sério, igualzinho, rs)

leonardo-dicaprio-coachella-music-festival-

Ô gente, mas alguém avisa o Leonardo DiCaprio que é só um festival de música e sem querer ele não parou em uma externa notura de The Walking Dead não,  por favor, que ele parece que não está bem.

Fico imaginando o teor de coco daquela água de coco que serviram para ele no bar.

E será que ele não tem nenhum amigo para fazer a escolta nessa hora? (até eu só saio de casa com pelo menos dois amigos troncudos de seguranç – as vezes meninos, as vezes meninas, rs – que não deixam ninguém me tocar a não ser que eu permita e ou facilite, rs)

sophia-bush

E falando em falta de amigos, está aí a Sophia Bush que não nos deixa mentir, servindo para provar que a nossa teoria de que Hollywood é uma terra de poucos amigos tem todo o fundamento desse mundo.

Ela que até hoje não arrumou pelo menos um colega para dizer que essa franja não ficou boa.

Eu colocaria a culpa no cancelamento da ótima Partners, porque se ela tivesse continuado lá, certamente que o Louis não teria deixado ela continuar insistindo nesse erro horrorendo.

#NAOTABOMNAO

kellan-lutz-shirtless-

Isso Kellan Lutz, cobre a cara e deixa o resto assim mesmo porque facilita.

E depois da sua participação vergonhosa em 30 Rock, eu que já o achava um ator ruim para ser considerado medíocre, perdi completamente qualquer esperança que ainda poderia restar nesse caso perdido.

#CASECLOSED

ryan-kwanten-

Gente, mas olha a cara de felicidade de uma necessitada recebendo um prato de comida em barra pela primeira vez em anos, não é mesmo?

Vai com calma Alessandra, que esse sorvete tem que durar pelo menos até o próximo finde, rs.  E eu não me lembro de ter visto a Alessondra tão feliz assim desde que ela perdeu aquelas 12 gramas a mais entre os dedos que a estavam incomodando.

Dá até vontade de comprar um cesta básica e mandar entregar na porta do desfile da Victoria’s Secret, não dá?

ryan-kwanten-

Só não vamos mandar a cesta básica para completar essa alegria porque na hora do ditado… a Alê queimou a brasilidade e optou por um desenho livre + sorrisão, que era bem mais fácil garantir no carisma do que qualquer outra coisa, não é mesmo danada?

(Sorry Alessondra e todas as demais modelos, mas eu não resisti a piada)

ps: e meu pai (R.I.P) que trabalhou anos na Kibon e nem para isso ter me rendido um par de convites com direito a toca do Gugu de 3 pães de queijo com sucos Gummy no Coachella? Achei horrível, Kibão!

ryan-kwanten

Se disser que quem achar o palito premiado leva o Goreski para casa, nem que for apenas para brincar de Polly Pocket, eu vejo uma fila de encrenca se formando na porta da padaria e ou do mercadinho da vila em 5, 4, 3, 2, 1.

kristen-stewart-robert-pattinson-coachella-

E preparem-se porque agora, todas as portas do inferno só podem ter se aberto para a passagem do casal Robert Pattinson e aquela que sempre achamos meio assim, Kristen Stewart. (barulho de porta barulhenta de filme de terror)

Sério, tem casal mais insuportavelmente insuportável?

Tem, mas eles certamente também são um deles.

Mas não precisamos dizer mais nada, porque a imagem fala por si só e temos a confirmação chegando agora no nosso ponto eletrônico direto em contato com a direção do Coachella de que esse moço ao lado esquerdo de quem vê, não estava apenas tentando fazer o engraçadão ao sair na foto como casal e estava mesmo é tendo um princípio de crise vomito compulsivo ao se deparar com o casal de mãos dadas, crise essa que só terminou na segunda feira às 13h35 e cinco Eno Tabs sabor damasco verde depois.

#EW

joshua-jackson-diane-kruger

Para encerrar esse primeiro finde do Coachella 2013, nada melhor do que usar um casal realmente inspirador para nos deixar assim, apaixonados por eles mesmos, rs.

E quando eu disse sobre a linguagem corporal da Kate Bosworth no começo do post, eu estava querendo dizer exatamente esse tipo de reação, de corpos que se encaixam num puxão de camisa só. Höy!

Peter Pacey Love

Sério, tem como olhar para essas imagens do casal e não se inspirar e ou se apaixonar? (casal que diga-se de passagem, não é de hoje que estão juntos e continuam com a mesma cara de apaixonados de sempre. Awnnn!)

Não, não tem. (♥) E esperamos que eles sirvam de inspiração também para o Coachella, que precisa muito mais de um público desse tipo e bem menos de mais da metade do público desse post.

Veremos o que nos aguarda no próximo finde…

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Se a gente declarar publicamente uma certa queda pela magia do lado inimigo da força, seremos considerados como traidores em GOT?

Fevereiro 7, 2013

nikolaj-coster-waldau

Porque com um representante como esse Lannister aqui (cuspida de fogo verde no chão), que como se não bastasse a cara de Prince Charming, ainda diz que é dinamarquês e também atende pelo nome de Nikolaj Coster-Walda (sério, #TEMCOMONAOAMAR esse nome e origem?) fica difícil até mesmo disfarçar a nossa #CRUSH nos reinos de lá.

Não sabemos/lembramos ao certo se o inverno já chegou em Game Of Thrones,  mas por aqui, pelo calor do momento, podemos garantir que é verão. Höy!

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Quer mais um motivo para AMAR a Elle Fanning?

Janeiro 22, 2013

Então veja esse vídeo delicioso que eu ganhei de presente de um dos meus leitores ontem no Twitter (Thnks A.S!) com a Elle Fanning declarando foufamente a sua celebrity #CRUSH que não por acaso, também é a nossa #CRUSH magia do momento já tem algum tempo.

Sério, fomos muito bem representados durante a declaração. Eu diria que honestamente e lindamente. Höy! (para ambos)

Para outras declarações (e a da Emma Stone + Jack Black + Jessica Chastain + Naomi Watts estão ótimas e também fomos MUITO bem representados durante esses momentos), veja aqui ó

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

People’s Choice Awards, uma premiação que a gente não respeita os indicados, as escolhas e nem consegue se importar muito com o red carpet

Janeiro 11, 2013

Por esse motivo, temos bem pouco ou quase nada o que comentar sobre a premiação, a não ser dar aquele bocejo preguiçoso e  inspirador para quem estiver do lado e dizer que:

katy-perry-

Jogando um pouco de vermelho e branco nesse look até que OK da Katy Perry, ela estaria pronta para a Oktoberfest. Sério, estaria prontíssima.

Substituindo o preto por verde e continuando a salpicar um pouco de vermelho e branco, eu diria que ela ficaria a cara de voluntária da comunidade na festa da Achiropita. Cadê minha fogazza, hein? (tenho um pé em cada uma das comunidades, portanto, posso falar. E na verdade, me sinto como um cidadão do mundo, portanto, posso falar de todos na verdade, rs)

Preguiça ao som de “Wide Awake”, só que bem baixinho, quase impossível de ouvir… (rs)

morena-baccarin

Morena Baccarin nunca jamais deveria ter apostado em um jumpsuit. Ainda mais um que visivelmente não está no seu número.

Tão pouco deveria ter feito esse cabelo. #WÓ

E ela só conseguiria ficar pior do que isso, caso tivesse ido a festa acompanhada da sua filha que ninguém aguenta mais em Homeland. #CREDINCRUZ

#NAOTABOMNAO

lea-michele

Lea Michelle continua tentando, tentando muito, demais… e nós continuamos achando ela toda meio assim. TO-DA.

Ainda mais nesse combo todo combinado em SOL menor, que certamente demonstra no mínimo uma fraqueza em seu caráter e ou pura preguiça.

Para ficar pior, só se ela tivesse cantado no People’s Choice Awards. E cantado um dueto com o Kurt… (que eu AMO, mas vamos combinar que só sobra o doce para os dois em Glee, hein? Momentos impossíveis de não se bocejar e ou cair em sono profundo, dar uma olhada nos emails, alimentar o cachorro, montar 1/2 cidade inteira de LEGO, adiantar as coisas no Minecraft…)

chloe-moretz

Como a Chloe Moretz cresceu, não?

Não a ponto de justificar toda a animação dos meninos em torno do seu nome (não consigo lidar com toda essa excitação nesse caso, simplesmente não consigo), mas ela cresceu. Fato. Em todos os sentidos.

Acertou no look, na cor, na referência. Só precisa acertar o make Casper e arrumar um sapato do seu número. Mas ela está na categoria daquelas que ainda tem tempo de vida para errar e se arriscar bastante.

E ela está começando agora, é talentosa e conseguimos enxergar um futuro bem bacana para ela, que foi bem mais esperta e pelo menos não fez a Lea Michelle, colocando uma outra cor no sapato.

Por esse motivo, ela vai ganhar uma estrelinha de boa aluna, só que em formato de coração (♥)

emma-watson-

AMO a Emma Watson para sempre (até que ela me prove o contrário com um feitiço bem do errado), gosto do look, acho que ela aposta bem no look curto que dá uma valorizada além de alongar o seu corpo pequeno e baixinho, mas digamos que a Herminone talvez não tenha aprendido direito a magia do make + do cabelo do bem, porque com essa cara e com esse cabelo, #NAOTABOMNAO

jennifer-aniston-

Jennifer Aniston já poderia estar apostando mais em roupas um pouco mais adequadas ao seu status e idade, apesar dela ter esse corpinho invejável, conservado no sofá do Central Perk até hoje.

Mas acho que já passou da hora também dela parar de se contentar com pouco. Você fez Friends, ghol, uma das melhores comédias de todos os tempos e em um papel que todo mundo AMAVA. Está na hora de sentir vergonha de aceitar um prêmio cujo representante masculino foi o Adam Sandler, que mesmo sem pesquisar ou ter muita certeza, achamos que você já deve ter feito uma de suas trophy wifes e ou pretendentes em qualquer um de seus filmes preguiçosos. Se não fez, vai fazer, ou já esteve nessa lista de casting e talvez não tenham acertado apenas os valores, que isso nós sabemos que ela valoriza.

Menos comédia romântica e mais papéis interessantes, mesmo cômicos…

nathan-fillion

Alguém poderia ter avisado o Castle que gravatorra estampada com terno todo preto é look de tio deslocadão tentando se enturmar na festa de formatura da sobrinha mais nova repetente.

#NAOTABOMNAO

naomi-watts-

Só eu achei que a Naomi Watts estava indo para a festa errada?

Até agora, ainda estou achando que ela errou o dia do Globo de Ouro e ou do Oscar. Só pode!

Tadinha… e fez até o cabelo para ir na buatchy moderna… humpf!

olivia-munn-

Alguém sabe dizer se a Olivia Munn foi atropelada por um caminhão de vodka batida com whisky e três dedos de veneno e para disfarçar e não perder a festinha, ela entrou em um culto e roubou o look da primeira irmã que passou na sua frente?

O que aconteceu com essa cara, Olivia? Ou melhor, quantas doses de vodka e ou botox de ultima hora bateram aí, hein?

Meninos meninos mesmo. Escolham melhor suas representantes da magia, caso contrário, não vamos poder respeitá-los e respeitá-las também…

stephen-amell

Alguém tem alguma dúvida que com essa cara quadrada, o Stephen Amell só pode ser do tipo que consegue manter a magia até na foto do RG e ou do passaporte?

Se essa premiação fosse minha, (lembrando que eu tenho a minha own premiação), primeiro que eu já mudaria o nome dela para algo mais interessante do tipo Super Nany People’s Sophie’s Choice Awards (rs, mas sério e a estatueta teria o formato da Meryl Streep) e segundo que obviamente ele teria sido um dos apresentadores na lista da magia, só que o envelope estaria no alto de uma parede de barras do tipo daquela que ele usa magicamente em Arrow e para subir, seria obrigatório um look mais confortável, ou seja, shirtless e talvez on commando, claro. (rs)

Höy!

-jensen-ackles

Toda vez que eu me deparo com o Jensen Ackles, eu penso que ele teria sido um bom motivo para que eu tivesse coragem de encarar Supernatural

Mas somente se a série fosse Supernatural mesmo, com a coisa toda levada bem a sério, do tipo que investe no Supernaturismo de raíz, rs.

Höy!

eddie-redmayne

Eddie Redmayne, minha nova #CRUSH do momento e que é sempre uma visão e que não é do tipo de boy magia muito fácil de encontrar, mesmo em uma terra premiada e encantada qualquer devido ao seu nível de ruivismo, sempre muito bem vindo por aqui, como todo mundo já sabe. #BRAVE

Höy!

bomer-somerhalder

Se Deos fosse uma mulher justa ou pelo menos de saia justa (hoje estou nível Zorra Total meets SNL Brasil meets aquele tio chatônico e piadista que todo mundo tem. Aff…), dessa proximidade entre o Boone (que nesse caso é o Ian Somerhalder) e o Matt Bomer (que nesse caso é ele mesmo) nasceria uma série de novas crianças de todos os sexos, em número suficiente para repopular toda a China, metade do Canadá e 3/4 da Suíça.

Se ela existe mesmo, isso seria o mais justo de se acontecer nesse caso ou no caso de qualquer proximidade entre outras magias equivalentes. #AMEM

Höy!²

hugner-games

AMO The Hunger Games, beijo para todos da Capitol, AMO o elenco (R.I.P Rue), exceto pelo Liam e sua atual companhia e ou gênio, que tudo indica que é difícil e pouco sábio, mas:

1) Jennifer Lawrence estava com o cabelo errado no look certo. Uma referência mais diva na era disco teria ficado sensacional nesse caso, já que o look todo antigo, que também ficaria bom nesse outfit, acabaria pesando demais nesse tipo de premiação também e ela poderia acabar fazendo a amiga deslocada da Naomi Watts.

2) Peeta, sapato marrom nesse tom é nunca jamais, nem nos nossos pais. Anota ae para nunca mais esquecer.

3) Liam estava com o terno certo, amei a cor, mas não está com cara de “Formandos 2012”? Bem achei…

4) Acho imperdoável que a dupla não tenha ido com a roupa pegando fogo e o Liam levado sua própria moita natural e um pedaço de pão amanhecido para dividir com ela nos intervalos. Imperdoável!

taylor-swift

Para encerrar, preciso dizer que eu não consigo aceitar e ou levar a sério uma premiação onde a Taylor Cara de Alface Swift consegue estar entre as mais lindas da noite. Tudo bem que quem realmente importa na fila do mercado 24 horas não foi, mas mesmo assim,  não consigo, é demais para mim.

E nada me tira da cabeça que em outras vidas, essa cara de alface já foi Medusa. Tenho quase certeza disso…

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Atual #CRUSH do momento: Eddie Redmayne

Janeiro 9, 2013

eddie-redmayne-

#CRUSH (atualmente bem timidamente ruiva) que pode acabar a qualquer momento, caso ele acabe entregando que andou se aventurando com a insuportável e onipresente Amanda Seyfried, que só perde para a Taylor Cara de Alface Swift no quesito lista maior do que a de espera no SUS.

Mas por enquanto, ele continua sendo sempre uma visão. Höy!

#ADORKABLE

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

A boa surpresa que encontramos submersa com Last Resort

Outubro 18, 2012

Quando Last Resort foi anunciada como estreia para essa Fall Season, algumas coisas me intrigavam. Primeiro que a sua premissa me parecia um tanto quanto confusa, quase tola quando apenas lida no papel (na verdade, na tela do computador, rs) e segundo que eu só conseguia pensar no que teria levado o Scott Speedman a aceitar fazer o seu retorno na TV depois de 10 amos e em um projeto como esse. Sim, eu tenho uma #CRUSH antiga por ele e quem acompanha o blog já sabe disso (“cubro” o Coachella só para encontrá-lo todos os anos, rs), então superem essa informação. Logo ele que vinha fazendo apenas filmes indies ultimamente, mas sempre envolvido em propostas como algum fundamento, em ótimas escolhas por sinal, seja pela qualidade de suas histórias ou até mesmo pelo elenco. Logo, comecei a achar que ele não arriscaria esse retorno a TV por uma coisa qualquer e talvez algo de bom estivesse a caminho… (SIM, eu confio em que eu gosto, rs)

Prometi que por motivos óbvios da magia + #CRUSH antiga, é claro que eu acabaria assistindo Last Resort, mesmo que a série fosse um submarino capenga pronto para afundar a qualquer momento em uma partida já perdida de Batalha Naval. Claro também que como eu não tenho a mesma agenda dos tempos do Ben Covington de Felicity (Höy para sempre!), tive que adiar esse meu reencontro com o Speedman para agora (que dessa vez interpreta o XO Sam Kendal, a segunda maior autoridade dentro do submarino), algumas semanas após a sua premiere. Mas não é que me peguei completamente surpreso com a premiere de Last Resort?

Tudo bem que lá no passado, lendo a sinopse da série, tudo parecia ser bem meio assim e eu não consegui me empolgar com nada, mas quando tudo aquilo foi colocado em prática em seu excelente episódio piloto, pude perceber que essa provavelmente seria uma das séries entre as novatas que possuía todos os atributos para prender a minha atenção pelos motivos certos e não apenas por uma #CRUSH antiga qualquer (rs). Uma história bem bacana, intrigante, que mesmo que pareça meio confusa a princípio (e no começo do piloto parece mesmo), tem tudo para nos trazer uma proposta bem boa para essa temporada.

Um submarino nuclear, comandado pelo capitão Marcus Chaplin (Andre Braugher) com uma tripulação de 150 pessoas (embora só tenhamos visto umas 20 delas, no máximo), que certo dia em meio a uma festinha “da firma” ao som de “La Bamba” (que o Speedman não dançou, so, good for you!), recebe ordens para atacar o Paquistão com um míssil daqueles. Claro que uma ordem como essa não surgiria do meio do nada e ao ligar a TV para ver se eles perderam alguma coisa durante as últimas horas que pudesse justificar o ataque e encontrar uma programação normal, inclusive passando Hannah Montana (sim, essa megabitch nos persegue até nas profundezas do oceano) eles passam a questionar o governo sobre a tal tarefa, que a princípio eles se recusam a cumprir sem uma confirmação das maiores autoridades no assunto. Tudo isso apenas por precaução, para evitar o caos em meio a uma situação que eles não conseguiam entender seu porque, mas de forma civilizada, apenas aguardando uma justificativa para o ataque.

A partir disso, aparentemente o governo da America antiga não fica muito feliz ao ver a “insubordinação” da tripulação do submarino e resolve atirar um míssil contra eles. Isso mesmo, contra eles mesmo, jogando contra o próprio time nesse caso, algo que eles conseguem se safar, mesmo derramando algum sangue e a partir disso, a situação começa a mudar de figura, onde eles resolvem ocupar uma ilha perto de onde o submarino se encontrava e com a ajuda de dois agentes da OTAN, passam a travar uma batalha contra as autoridades do seu próprio pais, que chegou a mentir e declarar que não foram os culpados pelo míssil contra sua seus próprios militares (inclusive já dados como mortos diante de seus familiares) e sim o inimigo.

Vejam bem, na verdade tudo na série parece ser bem mais complexo do que essa minha introdução acima e ainda não entendemos muito bem o porque disso tudo, principalmente de onde partiram as ordens, tanto a de atingir o inimigo pela primeira vez, quanto a de disparar contra o próprio time e algumas atitudes suspeitas já apareceram ao longo desse piloto (inclusive no começo dele), mas mesmo com o pouco de informação que recebemos dentro desse piloto que tem um texto super alinhado, bem direto e sem deixar a história complexa demais para ser entendida, já deu para perceber que a história parece ser bem boa e tem tudo para ser desenvolvida de uma forma bem bacana daqui para a frente, caso eles consigam manter o mesmo ritmo animador do próprio piloto.

Sem contar que por tratar-se de um piloto, com um considerável volume de histórias, diferentes núcleos e personagens (e o XO do Scott Speedman é ótimo e super onipresente no piloto, principalmente no começo dele. Höy!), já é possível identificar os personagens e começar a entender a motivação de todos eles dentro daquela trama. Alguns mais, outros menos, mas todo mundo teve o seu lugar de destaque já nesse primeiro episódio, onde depois daquele vídeo sensacional do capitão Chaplin encarando a câmera sozinho e exigindo respostas do seu próprio governo ao final do episódio, é praticamente impossível não passar a torcer por aquelas pessoas.

Claro que não querendo supervalorizar nada a partir de um piloto e deixando a minha #CRUSH antiga no ator principal totalmente de lado (mais ou menos neam?), digamos que Last Resort pareceu percorrer um bom caminho dentro da sua proposta de thriller de ação, mantendo a tensão necessária para o que se espera do gênero, o tipo de série que desperta a nossa curiosidade a respeito de tudo que a envolve, além de uma ótima qualidade da sua produção, algo que foi possível de se notar já por esse piloto e as cenas dentro da “sala de comando” (não sei o nome certo) do submarino, me lembraram muito a correria de Battlestar Galactica e até mesmo de Star Trek, claro que considerando suas devidas proporções e sem hiperventilar, rs. (sempre gosto dessas cenas onde é tudo truque, a gente não entende absolutamente nada daquela linguagem utilizada, mas acredita em tudo)

Um sinal claro de que de Last Resort merece sim a nossa atenção daqui para frente e eu já não vejo a hora de colocar os outros 2 (três com o que saí hoje) episódios já disponíveis em dia, para ver se tudo permanece tão bacana quanto me pareceu ser esse piloto. Assistam, já falei que além de parecer ser bem boa, a nova serie tem o Scott Speedman? (♥)

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

O boy magia adorkable do momento

Outubro 11, 2012

Justin Bartha, nossa #CRUSH (antiga) do momento, fantasiado para o episódio de Halloween de The New Nornal. Höy!

Aliás, egostaria de declarar que a série é a única das novas que tem me deixado bem ansioso para o próximo episódio de tão bons que todos eles andam sendo.

E a série não é apenas uma comédia ou pelo menos não é uma comédia qualquer.

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Joseph Gordon-Levitt para a Flaunt, dessa vez sendo um pouco mais do que adorkable. Höy!

Setembro 21, 2012

Depois de aparecer adorkable para a revista Glamour, chegou a hora do Joseph Gordon-Levitt ser um pouco mais do que isso para a Flaunt.

E sim, parece que nós não somos os únicos atualmente enfrentando uma #CRUSH por ele. Höy!

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt


%d bloggers like this: