Posts Tagged ‘Damages’

Era ou é peruca?

Março 16, 2012

Ainda estou na dúvida se aquele cabelo antigo da Rose Byrne era peruca, ou se agora que ela voltou a gravar a nova temporada de Damages é que ela teve que apelar para um percucão, hein?

Se nesse caso o cabelo da fmagem acima for peruca, acho melhor ela repensar o seu atual  corte de wannabe Anna Wintour. Fica a sugestán!

Sabe o que a Glenn Close deveria esta sussurrando no ouvido da Rose Byrne?

Setembro 22, 2011

_ Desista. Vc não é uma it girl.

Se não for isso, fikdik para um próximo papo intimo de amiga.

Mas sabe do que a Rose Byrne mais precisa nesse momento? (tisc tisc, aulas de reforço em atuação…)

Daquele tio chato que todo mundo tem na sua família, que ainda acha que vc é criança e adora bagunçar a sua escova com as pontas para dentro.

Tem coisa mais irritante? (o cabelo dela e esse tipo de tio?)

Patty Hewes encarando a sua temporada mais fraca até agora

Setembro 20, 2011

Não tem como negar que essa foi uma temporada fraca para Patty Hewes hein?

Desde que Damages voltou para a sua Season 4, após o quase cancelamento e o salvamento de última hora da série, eu senti que eles voltariam no mínimo magoados, com vontade de provar o porque da série ser tão boa e não merecer nem de longe ser cancelada tão cedo, ainda mais depois daquela Season 3 que foi deliciosa, do começo ao fim.

Mas ai tivemos uma temporada lenta, com muita coisa menos importante acontecendo e uma trama central da história pouco interessante. É, não foi fácil…

O apelo do Afeganistão não funcionou muito bem (e também não foi muito bem executado, convenhamos), embora tenha levantado uma questão no mínimo importante, revelando um outro tipo de terrorismo que os americanos não gostam muito de falar sobre…

E sabe aquele climão de suspense, que todos nós amamos em Damages e que nos deixava enlouquecido para tentar entender o que de fato estaria acontecendo no futuro da série? Bom, nessa temporada esse clima de suspense foi fraco, bem fraco. E talvez a culpa disso tudo tenha sido o pouco envolvimento das atrizes principais com a cena de mistério. O primeiro grande erro da temporada, humpf…

Patty apareceu em apenas uma dessas cenas, bancando a vilã. Ellen aparecia chorando e sendo observada pelo garoto de olhar assustado. Mas se vc parar para pensar, todo aquele choro e o sofrimento da Ellen, não nos dava muitas opções sobre a vítima do capuz. Ou seria o Sanchez mesmo, seu amor antigo do tempo do colégio, ou alguém da sua família, que só apareceu em um momento bem cretino dessa temporada, onde Ellen de forma tola resolveu revelar detalhes do caso que estava investigando por telefone e para a sua mãe (Dãh!), que tinha como maior preocupação naquele momento a tarefa comprar uma pulseira para uma tia dela. Zzzz

Se teve uma situação que me deixou com vergonha durante toda essa temporada foi esse amadorismo da Ellen ao telefone conversando com sua mãe que do nada resolve se interessar pela vida profissional da filha, só para que o Boorman conseguisse ouvir a conversa familiar pela escuta. Lame, totalmente lame.

Sendo assim, Ellen não se envolve com muitas pessoas (porque ninguém deve aguentar essa chata, rs), até o seu atual namorado acabou dando um pé na bunda dela durante o processo (e parece que ela nem ligava tanto assim para ele), logo, não sobrava muitas opções para todo aquele seu sofrimento nas cenas sobre o futuro.

Agora, outra coisa que eu não consigo entender é: a operação DD retirava a força suspeitos para serem investigados sobre tortura a pedido dos EUA. Ok. Boorman tinha como missão salvar e levar aquele garoto para os EUA, porque no final das contas ele era mesmo seu filho (e todo mundo ja desconfiava disso desde que descobrimos que era o garoto quem estava sendo mantido como refém em sua casa em NY), mas porque ele não conversou com o grupo de operações e disse: caras, preciso de um favor. Tem como a gente ir ali salvar o meu filho? Pretty pleeease?

Simples assim, conversando com o grupo de operações tudo teria sido resolvido simplesmente, não? A vida de três soldados teriam sido poupados e toda a história dessa temporada, ok, parte dela, não precisava nem ter sido escrita. Aliás, o garoto também poderia ter sido poupado de todo esse trauma, mesmo porque ficou no ar se ele foi realmente abandonado pela mãe, se ela havia ou não morrido por lá ou se aquele era uma plano de sequestro do Boorman. Confesso que eu não me convenci de qual dessas opções seria a verdadeira situação daquele garoto…

No final Sanchez conseguiu fugir  e a Ellen de forma super inteligente (NOT) já se mostrou disponível para um relacionamento, fazendo a fácil e tomando mais uma vez um fora, o segundo dessa temporada. Euri. Isso lá era hora de se mostrar disponível Ellen? Achei de um desespero desnecessário…faltou dignidade, fikdik.

O vilão da vez, que matava em nome de Jesus e se achava o maior patriota da nação americana, foi excelente, mas eu espera que  ele tivesse sofrido um pouco mais, além de não ter conseguido terminar a sua oração antes de ir para a cadeia.

Agora vamos falar do segundo grande erro da temporada. Talvez o problema maior dessa temporada tenha mesmo sido a Patty Hewes ter ficado em segundo plano, sempre muito ocupada cuidando da neta, implicando com as babás, procurando o filho desaparecido ou trabalhando o seu ego na terapia. Achei a personagem distante durante toda essa temporada e isso não combina com o seu perfil. Queremos Patty enfurecida, enlouquecida, ameaçando com a fúria do seu olhar. Mas parece que isso ficou para depois…

Mas o que eu mais temia acabou acontecendo no final e eu fiquei torcendo para que esse não fosse o desfecho da temporada durante todo esse último episódio. Ellen mais uma vez dando as costas para Patty, que é sempre muito cretina com ela e nós sabemos disso (e adoramos!), mas também muito mais competente e disso não resta dúvidas, deixando o pior gancho possível para a próxima temporada: Ellen vai depor contra Patty Hewes no processo sobre a custódia da sua neta. Zzzz

Tem preguiça maior para uma batalha final entre essas duas?

Digo isso porque a Season 5 será a última temporada de Damages e eu até gostaria de vê-las se enfrentando no tribunal, mas de uma outra forma, por um outro motivo qualquer e não acho que essa seja a melhor opção para a grande batalha entre as duas, apesar do ódio nos olhos da Patty na cena final ter me deixado bem animado para vê-la desarrumando no tapa aquele cabelo mega escovado para dentro da Ellen.

Sem contar que, basta Patty dizer que o filho dela tentou matá-la, esteve traficando por todo esse tempo (e provas para isso ela já provou ser fácil de se conseguir) e nenhum juiz nesse mundo vai conceder a guarda daquela criança para um pai como esses. Tudo bem que para isso ela vai ter que entregar o seu filho, o que eu até acho que não seria um grande problema para ela, que sempre foi muito mais prática do que emocional, mesmo quando o assunto é a sua vida pessoal.

Como castigo, acho que o final da Ellen deveria ser como babá da neta da Patty, vestindo um uniforme bem escroto e tendo que viver eternamente submissa a sua agora (e talvez sempre) inimiga. Tudo isso sem direito a escova, fikdik Patty Hewes. Tortura nela!

De todas temporadas, essa foi de longe a mais fraca, quase amadora, ainda mais se vc lembrar do final sensacional da Season 3. Mas quem sabe elas ainda não conseguem encerrar a série como ela começou, deixando todo mundo tenso a cada episódio, criando várias teorias sobre a trama e nos surpreendendo completamente pelo fato do desfecho da temporada não ser nada daquilo que a gente tinha imaginado até então, hein?

É, quem sabe…todas torcem!

Volte a ser demônia Patty Hewes!

Damages recuperando o fôlego e Breaking Bad melhor do que nunca em 1, 2, 3, 4

Agosto 12, 2011

Ambas as séries estão na sua Season 4 e ambas no episódio 4. E parece que o número trouxe coisas boas para as duas.

Damages por enquanto continua devagar, arrastada demais até. Todos nós já entendemos que a High Star é a vilã da história e só agora descobrimos o que de fato eles fazem.

Antes tarde do que nunca, mas o problema é que até agora não empolgou como costumava empolgar nas temporadas anteriores e eu sinto muito por ter que dizer isso,  viu Patty Hewes?

Estava esperando que depois do quase cancelamento, eles voltassem com mais força. Mas até agora, não me pareceu que esse foi o caminho escolhido para essa volta por cima, humpf!

Patty brincando de “mãe” de sua neta, procurando o filho fugitivo que agora é um traficante bem sucedido (Zzzz), Ellen tentando resolver o caso do boy magia que partiu o seu coração no colégio, sempre com um cabelo muito bem escovado e com cara de antigo (rs) e a High Star figurando como grande vilã da temporada.

Confesso que eu já estava fincando meio assim com essa volta de Damages

Até que nesse episódio (4×04  Next One’s on Me, Blondie), eles fizeram um cena belíssima, onde de um lado temos o discurso político/religioso do homem por trás da High Star, a empresa mega evil da temporada (que eu ainda acho que precisamos de mais detalhes para acreditar nessa maldade toda), enquanto do outro lado, lá no Afeganistão (pobrinho de produção), temos o Sanchez sendo torturado ao som das palavras do homem de fé “bondoso” que autorizou a sua tortura. E o pior de tudo é descobrir que toda aquela maldade foi em vão, uma vez que o outro vilão da temporada (que eu não entendi ainda o porque de tanta influencia no caso, mas…) já havia conseguido o que queria, ou seja, nem precisava apelar para a covardia.

E essa cena valeu a pena e foi importante para nos lembrar do porque nós ainda assistimos a série.

Outro momento importante foi a brincadeira com o estereotipo de terrorista, que eles brincaram com o preconceito que quase todo mundo ainda carrega a essa altura, com uma cena que certamente fez todo mundo pensar em uma outra resolução, muito mais óbvia e recheada de preconceitos escondidos dentro de todos nós, até que de fato fosse mostrado do que realmente se tratava tudo aquilo, revelando na verdade o mocinho da história, que todo mundo julgou como vilão apenas pela aparência no decorrer da sequência. Achei que foi um tapa na cara da sociedade americana (e mundial).

Mas sabe do que eu mais estou sentindo falta nessa temporada? Do climão tenso que Damages sempre nos trouxe, com aquelas cenas aleatórias de suspense, que no final ajudam a construir a resolução do enigma da temporada e que quase nunca a gente acerta o que ainda esta por vir. Por enquanto estou achando tudo um tanto quanto óbvio e disso eu não estou gostando, sinceramente.

Mas senti que com esse final de episódio, talvez eles estejam recuperando o fôlego. Torço por isso.

Agora, em Breaking Bad o ritmo lento que se encontra a temporada é justificado pela nova fase dos personagens, que é a adaptação a suas novas condições de vida.

De um lado temos Jesse, tentando parecer frio para não surtar de vez pelo fato de ter se tornado um assassino. Disfarçando todo o seu medo contido em festas intermináveis, reunindo todo mundo em sua casa o tempo todo só para não ter que ficar sozinho e quem sabe ter que pensar no que ele fez. Jesse quer demonstrar que agora que ele é capaz de matar ele já não sente mais nada. Mas fica bem claro na interpretação merecedora de uma nova indicação ao Emmy/Globo de Ouro do ator Aaron Paul que isso não é lá muito verdade e que lá no fundo, ele não esta conseguindo lidar com essa situação.

E do outro temos Walter, tendo que enfrentar a família e tendo aulas de “comportamento” com a sua ex mulher Skyler, tudo para sustentar a grande mentira que eles criaram para se safar dessa situação. Alias, ótimos momentos os dois vem dividindo nessa temporada hein? Como a deliciosa D.R que eles tiveram nesse episódio, enquanto “atuavam” em uma espécie de ensaio para a sua nova vida. Uma delícia de texto.

Walter além de tudo se sente desconfortável com a câmera de segurança no seu “escritório”, se sentindo ameaçado o tempo todo e cobrando o profissionalismo de todos a sua volta. O mais legal da série é que apesar de todo o seu envolvimento com o mundo do crime, Walter ainda não se deu conta da sua condição dentro daquele universo e encara tudo aquilo como um trabalho sério, como se estivesse em uma empresa qualquer. Profissional, não?

O quarto episódio dessa temporada (4×04 Bullet Points)  girou em torno de um jantar em família, com Walter tendo que encarar todos na mesa de jantar e contar a sua nova mentira (só que dessa vez com o aval e participação da sua ex), sobre ser um jogador compulsivo e que enriqueceu por esse motivo, tudo isso para tentar justificar de onde veio todo o seu dinheiro. E parece que eles acreditaram nessa história, pelo menos por enquanto.

Teria dado tudo certo, se não fosse a descoberta de que o seu cunhado esta novamente a um passo de desmascarar quem seria realmente o tal Heisenberg, o rei da metanfetamina, uma vez que ele continua ligado ao caso e que agora possui até o diário de bordo das operações do químico que fez a passagem pelas mãos do Jesse. Ten-so!

Aquele momento com o “WW” anotado no diário do químico que foi assassinado, foi um dos pontos altos do episódio. WW oe que mesmo? Willy Wonka ou Walter White? (rs)

Uma delícia de episódio, do tipo que vc torce para não acabar logo. E que para o nosso desespero, termina com o Jesse sendo levado para o meio do nada, pelo leão de chácara do olho torto e agora com a orelha destruída do Gus. Tenso!

Sem contar que ainda tivemos um momento sensacional de desabafo do Walter com seu advogado, fazendo piada com o estilete assassino do Gus. Euri

E para quem ainda não se convenceu que o episódio foi excelente, basta assistir a cena de abertura para entender o pq que Breaking Bad é uma das melhores séries no ar atualmente, fikdik

Patty Hewes esta de volta, mas ainda não disse a que veio…

Julho 20, 2011

… pelo menos não por enquanto.

Chegar em casa e ter um episódio novo de Damages no seu TiVo não tem preço. Saber que a série foi salva por mais duas temporadas, com 10 episódios garantidos em cada uma delas também é ótimo. Mas eu confesso que estava esperando um pouco mais da premiere da Season 4 de Damages hein? …

Mas isso ainda não é um crítica, porque apesar de morno, o episódio foi excelente!

Um salto para o futuro, agora já se passaram 3 anos após a morte de Tom Shayes. Patty Hewes continua a mesma mulher sensacional de sempre e mais uma vez a procura de uma substituta. Substituta para a Ellen, vc deve estar se perguntando?

Na na ni na não, Patty esta a rocura por uma babá substituta, já que agora ela tem a guarda de sua neta, uma vez que seu filho encontra-se desaparecido (talvez por algum peso na consciência pelo que ele fez no final da temporada passada…). PÁ!

Ellen continua…posso dizer mesmo? Chata como sempre, prontofalei.

Rosie Byrne é a Lea Michelle (Glee) de Damages, não adianta. Ambas são talentosas, mas faltou carisma e os seus personagens são muito, muito chatos. (AMEI o Craig Ferguson fazendo uma “lap dance” para ela no programa do Jay Leno, ro-lei!)

Talvez até por isso essa premiere tenha sido tão morna e eu credito essa culpa ao grande destaque dado a Ellen durante esse primeiro episódio. Zzzz

Outra coisa, quando é que os homens de NY vão se dar conta de que essa Ellen é a maior roubada hein? Praticamente tudo que ela toca, ou por quem ela se deixa ser tocada (rs), acaba manchado de sangue. Cadê que essa notícia ainda não se espalhou pelo Feice ou um fórum qualquer por ai hein? Eu bem acho que a foto dela deveria estar estampando os postes de NY, rs

Aliás, se eu fosse ela procuraria um tratamento com urgência, pq ao que tudo indica, o seu ex colega de escola será a próxima vítima do seu karma de sangue. Me-do. Mas será mesmo?

Pq em Damages a gente pode esperar de tudo e o melhor é que apesar disso, a gente quase sempre acaba surpreendido com o rumo da história e essas surpresas costumam ser deliciosas. Sabe aquela série que vc nunca consegue acertar o que esta por vir?

Apesar de morna, tivemos momentos bem tensos, como a cena do “quase suicídio”, que foi de deixar qualquer um tenso.

Mas foi isso, não tivemos grandes momentos durante essa aguardada premiere de Damages, o que eu acho uma pena, mas só o fato de uma das melhores séries ever estar de volta, já é motivo suficiente para deixar todo mundo animado. Todas comemoram!

Welcome back Patty!

Damages volta amanhã…mas o que nós já sabemos sobre essa aguardada volta de Patty Hewes?

Julho 12, 2011

Essas são as fotos promocionais da Season 4 de Damages, que volta amanhã para uma temporada inédita na america antiga. Mas o que esperar dessa volta de Damages?

Espero que pelo menos uma Patty Hewes bem magoada com o cancelamento da sua série no ano passado, sendo salva de última hora por outro canal, sem contar todo o fundamento de Damages, que chega a ser até covardia para as demais séries do gênero…

Só eu fico arrepiado da cabeça aos pés com esse promo?

Além disso já temos a sinopse: dois anos após o caso Torbin, Ellen vai estar trabalhando de volta com o seu mentor do começo de tudo, aparentemente feliz com a sua nova vidinha pacata. Até que ela se encontra com um amigo do passado (Chris Messina), que ela descobre ter sofrido uma experiência traumática trabalhando para a High Star, uma empresa de segurança privada contratada pelo governo americano para tratar de “missões especiais” no Afeganistão. Enxergando que essa história pode ter algo mais, Ellen  acaba pedindo ajuda para a nossa queridíssima Patty Hewes, que percebe que esse pode ser o grande caso da vida de Ellen, mas que pode também arruinar com a sua carreira. Dra-ma

Animados?

Eu estou, ainda mais depois dessas fotos promocionais da Season 4, onde descobrimos que o vilão da vez é ninguém menos do que o Fred Flinstone (John Goodman), rs.

E se vc não se lembra muito bem de tudo de importante que já aconteceu na série, talvez esse vídeo bem humorado possa ajudar com pelo menos o que aconteceu durante as duas primeiras temporadas…(mas só assista se vc já viu as 2 hein?)

Ansioso mil!

O que um bom fundamento não faz nessa vida?

Julho 7, 2011

Não sei se a Rose Byrne investiu em algum stylist, ou se essa pausa enorme no seu trabalho em Damages acabou dando mais tempo para ela investir no fundamento, mas só sei que estamos adorando essa sua nova fase viu?

Continue assim…

Contando os dias para a volta de Damages e Breaking Bad

Julho 4, 2011

Patty Hewes! Que saudades hein?

Depois do susto do cancelamento e mais tarde o salvamento da série, agora finalmente com a festa da premiere que rolou no finde, já podemos começar a contar os dias para o primeiro episódio da Season 4 de Damages, Yei!

13/07 Patty Hewes esta de volta. Anota ae…

Ansioso mil!

E rolou também no finde a premiere de Breaking Bad, a série que nos deixa grudado na frente da tela da tv roendo as unhas de nervoso. Ten-so!

E anota ae, que no dia 17/07, temos o primeiro episódio da Season 4 de Breaking Bad, hein?

Ansioso mil!

Duas Seasons 4 imperdíveis, não?

Patty Hewes esta voltando para a sua Season 4

Junho 13, 2011

E como Patty é vingativa, aposto que o quase cancelamento de Damages durante a temporada anterior deve ter despertado a demônia dentro dela hein? Escondam os seus dálmatas, fikdik

Estréia dia 13/07, na america antiga.

Ansioso mil, because i know Patty!

Notícia animadora para quem assim como eu esta aguardando ansiosamente pela Season 4 de Damages

Março 11, 2011

Patty Hewes e sua assistente em si (rs), compareceram na pré-estréia de Jane Eyre” em NY e confirmaram que andaram ocupadíssimas nas duas últimas semanas filmando a nova temporada de Damages! Yei!

Até que enfim neam?

Diz que a nova temporada vai ser centrada em um crime de guerra e todas aguardam ansiosamente.

E se vc nunca assistiu Damages, esta perdendo um tempo precioso na sua vida, fikdik

ps: e a Rose Byrne tentando imprimir algum fundamento com o seu new look hein? rs


%d bloggers like this: