Posts Tagged ‘Donna’

É sempre bom puxar uma amizade com a sogra, não?

Janeiro 3, 2012

Que no nosso caso descobrimos que o seu nome é Donna, a mãe do Ryan Gosling.

Já que não somos intímos ainda e estamos longe de NY, só nos resta aproveitar o espaço para agradecê-la pela magia. Höy!

Obrigatô!

ps: e essa pessoa distraída na frente da câmera, comendo um muffin, que se não se deu conta que estava a poucos passos de distancia do Ryan Gosling caminhando por NY e que se apenas viu isso depois, muito provavelmente deve estar considerando acabar com a sua própria vida…Sério, eu não me perdoaria por essa distração.

Doctor Who voltando das férias com a melhor line ever

Agosto 31, 2011

 

Eu estava indo para um bar mitzvah cigano gay para deficientes, quando de repente eu pensei:

Deus, o terceiro Reich é meio que um lixo. Acho que eu vou matar o Führer…

Quem esta comigo?

 

Tudo bem que essa não foi uma frase do Doutor e sim da nossa querida River Song, mas foi uma das melhores lines ever em Doctor Who, em um dos momentos mais bem humorados da série até agora. Rolei!

Doctor Who realizando o sonho de todas injustiçadas e tudo isso na própria Alemanha antiga. Howcoolisthat?

E que episódio hein?

Para se ter uma idéia, além da promessa de matar o Hitler e tê-lo colocado dentro do armário, literalmente (rs), nós ainda tivemos um climão a la Star Trek (que foi ótimo e funcionou bem como homenagem), participações especiais de velhas conhecidas (Rose, Martha e a fucking Donna!) e a pequena Amelia Pond de volta, conhecemos tmbm a Mels, uma antiga amiga do casal Amy e Rory e ainda tivemos um momento flashback foufurices com a infância/adolescência/juventude de todos eles.

E podemos ver como Amy e Rory sempre estiveram ligados na vida um do outro, até Amelia Pond enfim ter descoberto que o Rory não era gay como ela pensava, e sim um garoto foufo e tímido, completamente apaixonado por ela desde sempre. Howcoolisthat?

Como se tudo isso para um único episódio (além de uma inesperada regeneração…)  já não fosse o bastante, ainda tivemos o Doutor sendo envenenado e quase morrendo e recebemos a confirmação da data de sua morte, assim como executora do crime. Tenso não?

O episódio tmbm marcou o “primeiro encontro” entre River e o Doutor (nessa linha de tempo maluca da série neam?). Foufo mil e terminou com ela ganhando de presente o seu “diário TARDIS” do próprio. Howcuteisthat?

Queria muito ter um diário igual aquele…

Delícia de episódio, delícia de série, delícia de volta, delícia de Doutor!

Ansioso mil para o segunda metade da temporada.

ps: “Ok, more guilt!”(palavras do próprio Doutor! Será que ela é meu leitor? rs)


%d bloggers like this: