Posts Tagged ‘Fall 2011’

Dream Big Carine!

Setembro 23, 2011

Carine Roitfeld maravileeeandra by Terry Richardson na capa da i-D Fall 2011. Höy!

E diz que tem que sonhar grande hein?

Além dela, ainda temos a versões de capa da revista com a Lara Stone, Fei Fei Sun e a Abbey Lee Kershaw.

Dior guardando a emoção para o final do seu desfile/velório Fall 2011

Março 5, 2011

Climão de velório, nenhuma celebridade do momento implorando por um convite para a primeira fila, algo provavelmente para evitar a associação de imagem com o constraginmento total que John Galliano causou na última semama, envolvendo os seus comentários inaceitáveis de antissemistismo.

Um comportamento apropriado para uma marca tão importante quanto a Dior, que tomou a decisão certa demitindo imediatamente o estilista após a divulgação do tal video, onde ele encerra a sua carreira da pior maneira possível. Sem grandes protestos e apenas com um discurso sincero antes do desfile feito pelo seu CEO, a Dior coloca na passarela a sua última coleção, ainda sobre os cuidados do estilista. E o olhar baixo das modelos na entrada final revelavam um certo constrangimento que estava no ar…

Antes do video ser revelado, fiquei com medo de que o mundo estivesse cometendo uma grande injustiça com um dos maiores nomes da moda do nosso tempo. Depois do video achei mais do que necessário comentar o fato e achei também o climão de velório do desfile da Dior bem apropriado, estava na hora de aceitar os fatos. Enterrado vivo, existe algo mais terrível? Me-do

Fico triste e me sinto extremamente incomodado depois de tudo que aconteceu na última semana, principalmente quando escuto uma modelo dizer “mas ele sempre foi um doce comigo e também ele estava visivelmente alterado neam?” ou quando uma das maiores editoras de moda do nosso tempo diz “que os jovens e os seus gadgets ajudaram a arruinar a carreira do estilista”. Acho quase inaceitável alguém ainda tentar justificar esse erro grotesco com qualquer tipo de argumento, ainda mais se for desse tipo.

Galliano não foi vítima da modernidade e nem de um vício qualquer e sim, foi vítima da sua ignorância. Todo mundo sabe, que não é de hoje que o alcool é usado como combustível para deixar as pessoas menos inibidas, corajosas para ser (fazer, dizer)  aquilo que elas realmente são. No caso de John Galliano e o seu comentário anti-semita, isso só ajudou a provar que o gênio na verdade, não era tão genial assim.

Tão pouco foi vítima da modernidade e da velocidade da informação dos tempos atuais. Sorte nossa que em nosso tempo, temos a possibilidade de registrar algo desse tipo e revelar para o mundo o quanto a ignorância ainda faz parte da nossa realidade. Caso contrário, seria apenas mais um daqueles absurdos que vc ouve sentado na mesa do bar e que em outros tempos, acabaria passando desapercebido.

Sinto vergonha de saber que ainda há quem pensa assim, tanto quanto Galliano e seu discurso despresivo, quanto com a justificativa da tal editora, que além de também ser inaceitável, só revela a sua idade e a dificulade que as pessoas de mais velhas sentem quando precisam enfrentar as novas tecnologias. É claro que tudo em sua devida proporção.

Vivemos nos decepcionando com as pessoas e isso não é nada agradável (eu detesto passar por esse tipo de situação, humpf!), mas antes descobrir a verdade do que passar uma vida inteira enganado, não?

De qualquer forma, achei que foi um momento importante para a gente parar e começar a repensar quem são os nossos ídolos, ou se nós os conhecemos tão bem assim, a ponto de nos tornarmos fãs de seu trabalho. E não há genialidade ou tão pouco importância para o mundo da moda que resista a tamanha ignorância.

Mas, tentando se redimir com o público, a Dior que em nada teve culpa do comportamento inaceitável de Galliano, resolveu encerrar o seu desfile climão de Fall 2011 dessa forma:

Com quem realmente importa em uma marca: toda a sua equipe entre o pessoal da criação, design, costureiras, enfim, todos vestidos de branco, para mostrar que a genialidade da marca não pode ser creditada apenas a um nome.

Nome esse que a essa altura, perdeu toda a sua importância e encerra a sua carreira de forma vergonhosa. Tenho certeza que o mundo da moda vai fazer questão de superar essa perda. Uma triste perda, tanto por sua história, quanto pelo motivo.

A equipe foi aplaudida de pé, inclusive pela Anna Wintour que estava presente, causando uma verdadeira comoção ao final do desfile. Uma forma de homenagear a marca e quem trabalha por ela, que vai muito além do nome do estilista mais conhecido e que quase sempre acaba recebendo todo o crédito pelo trabalho. Algo também para se repensar…

E quem disse que o mundo da moda é apenas um mundo de futilidades, hein?

Clap Clap Clap!

Lady Gaga e a sua “Government Hooker” para o Thierry Mugler Fall 2011

Março 5, 2011

Nossa mosntrenga preferida na passarela da Thierry Mugler, Fall 2011, ao som do seu novo single “Goverment Hooker” (que vcs podem ouvir na minha mixtape do finde)

Mas e a primeira coleção do Nicholas Formichetti a frente da Mugler, hein?

Ousado, novos shapes, tudo na linha GagaOhhLala, sua parceira de sempre. Como uma coisa ou outra seguindo o mesmo fundamento já foi usado por Gaga, aqui ou ali, achei que ficou com cara de “já vimos esse filme, hein?”.

Mas vale a pena pelo inusitado…só acho que perdeu a força de “novidade”.

ps: chapéu com formato de caixão nós já vimos por aqui, não? Alô? Alexandre antigo?


%d bloggers like this: