Posts Tagged ‘JJ’

– 1 Followill = Todas choram…

Maio 17, 2011

Fico longe por apenas dois dias e sou recebido com um tapa na cara desses? PÁ!

Todas juntas: Why God? Whyam?

Bom, agora o negócio é engolir o choro focar no último dos Followill magia livre…

Jared Followill! (que eu sempre achei o mais fundamento, fikdik)

Que segundo uma foto comprometedora e recente em uma piscina publicada pelo JJ, tem assim, como eu poderia dizer…

Hmm mmm, digamos que descobrimos que ele é canhoto, ou que ele guarda tudo no bolso esquerdo, rs, ifyouknowwhatimean?

Euri

Mias uma vez, todas choram!

Morri de iveja, CATAPLOFT!

Abril 22, 2011

A-ha, tirando foto com o JJ no Coachella neam Sr Alexander Skasrgard?

E a nossa fotinho de amigos íntimos de Oliveira, kdê?

Esta em débito comigo a partir de hoje e eu vou cobrar!

Quéqueé? Preconceito pq eu sou blogueiro? Olha que eu faço sucesso hein? (rs)

Acho bom até o senhor já ir pensando em algo com mais fundamento para a nossa foto hein? Höy!

Já catei o truque do JJ

Julho 5, 2010

Já percebi viu Just Jared?

Toda vez que ele querem evitar um processo por um outing, eles usam a palavra “pal” na legenda da matéria em que alguma celebridade aparece ao lado de alguém aleatóro, especialmente quando o acompanhante é do mesmo sexo que o acompanhado, fatão!

#E ninguém tem nada com isso feelings

I’m fucking Cook!

Março 21, 2010

Excelente esse final da Season 4 de Skins hein? Achei tão digno que até me lembrei muitos dos bons tempos da primeira temporada. Saudades!

Essa segunda fase de Skins começou meia boca, eu sei. Personagens novos ocupando o espaço dos nossos novos querideeenhos não é fácil, mas também não acho que foi por isso que a temporada não colou logo de cara. Acho que foi mais preguiça do que qualquer coisa, preguiça criativa é claro. Se o começo tivesse sido bom, seria tudo mais fácil.

Até que eles resolveram recuperar o fôlego nessa Season 4, com episódios sensacionais, alguns muito superiores mas em um média de nível muito boa. O começo foi devagar, um risco grande começar a série com um episódio centrado em um dos personagens mais sem graça. E eu não estou falando da Pandora hein? euri! Mas no geral, tivemos ótimos episódios para encerrar esse ciclo da nova geração de Skins.

Chegamos ao final, no ep “4×08 Everyone”, episódio de resoluções para a vida de todos. E o ep reuniu tudo o que mais gostamos em Skins: adolescentes colocados, dançando pencas, sendo violentos e sinceros quando necessário. Ahhhh, e rolou uns momentos hilários de escatologia pura. Me irritei um pouco com a história do casal de lez, fato, mas deixei passar porque o que estava por vir era muito superior do que um papeeenho tolo sobre não se deixar ser controlada na relação por amar demais. Zzzzzzzz, sono! Acho que se elas fossem um pouqueeenho mais velhas e mais legais, resolveriam tudo com um 3some.

Mas vamos falar de quem interessa não é mesmo?

Effy ainda buscando a recuperação da sua sanidade teve que lidar com o misterioso desaparecimento do seu namorado, Freddie, que ao que tudo indica foi mesmo assassinado pelo psiquiatra doidão.

E ainda teve a festa no galpão do Freddie, com direito a Cook, JJ e a irmã do Freddie (que teve uma das lines mais engraçadas e provocantes ever quando listou tudo o que ela gosta) fazendo a coreo de ” Can’t get you out of my head” da Kylie. Rolei com o Cook! La la la lalalalala la la la!

Agora, e o Cook hein? Que personagem sensacional não? Desde que essa nova geração de Skins começou ele e Effy sempre foram os meus preferidos, achava o casal leeeandro (mas tmbm gostava dela com Freddie). Mas ele sem dúvida roubou a cena durante essas duas temporadas com a sua falta de moral, descontrole e toda a sua ira. Acho muito digna a forma com que seu personagem representa e muito bem um determinado estereótipo dessa nova geração.

Cook continua sua vida como fugitivo, vivendo de favor na casa dos amigos, sem abandonar os seus antigos vícios e seu modo de vida nada convencional. Apaixonado por Effy, de quem ele abriu mão por conta dos sentimentos da garota por seu melhor amigo, ele ainda sofre por esse amor confuso, mas tenta seguir a sua vida sem ser pego pela polícia inglesa.

E a sequência final, onde Cook descobre que o tal psiquiatra malucão foi quem sumiu (e provavelmente matou) o seu melhor amigo, tudo isso por tmbm estar apaixonado por Effy, foi o suficiente para despertar todo o ódio que Cook guarda dentro dele mesmo. Alguém achava que ele iria se ajoelhar e aceitar a morte? Jamais! Como ele mesmo disse, naquele momento ele não tinha mais nada o que perder, já era um perdido mesmo, então o que faria o psiquiatra e seu bastão pensar que Cook se renderia? E de uma forma insana a série termina a sua excelente temporada com Cook completamente tomado por toda a sua ira e partindo para cima do assassino gritando: I’m Cooooook!

Brilhante! Só fico cada vez mais orgulhoso com essa série! Confesso que sinto inveja dos adollys de hoje que podem ter a chance de assistir a um programa tão incrível enquanto ainda estão passando pelo mesmo tipo de situação. Ahhhhhh e dizem que o Channel 4 pretende fazer um filme da série, que ainda não se sabe como será e nem pra quando será, mas fikdik ae do Guilt que se fosse algo como as duas gerações se encontrando seria algo de incrível, não?

Se vai rolar ou não uma Season 5 eu ainda não sei, mas acredito que sim. Mesmo assim, só em 2011 neam?

Amanhã…se ela sorrir amanhã

Março 6, 2010

O que foi de tão foufurice foufa o episódio dessa semana de Skins hein? Depois de vários eps báfus onde todos os temas mais pesados da série já foram abordados, um episódio foufo e leve para mostrar que Skins não é uma série sensacional apenas por não ter limites em suas colocações. Skins é boa pq consegue ser excelente, mesmo deixando um pouco de lado a sua fórmula de sucesso e que ainda assim consegue agradar.

Sensacional o episódio do JJ, apaixonado pela garota que trabalha com ele na loja de doces, tentando encontrar coragem para chama-la para sair. Eu gosto muito do seu personagem e acho que ele é a nova “Cassie”. Pandora que me desculpe, mas não deu pra vc gatah!

Episódio foufo, com histórinha de amor adolescente sem ser bocó, o que seria triste ainda mais como JJ em sua condição de “especial”. Digno! Seu diário de bordo meio ala “Lucas Silva e Silva” me deixaram emocionados e com vontade de voltar ao tempo.

A inocência do seu personagem me comove, ainda mais pelo meio absurdo em que ele vive e com os amigos coloquettes que ele tem. A rotina com a sua mãe superprotetora, se divertindo com o filho ao voltar para a casa ao som das músicas com as letras mais absurdas ever. Euri! Por isso que eu digo, Skins é tão superior que é impossível não se apaixonar pela série e seus personagens. E o Cook fugitivo passando 2 dias trancados no quarto do JJ? Rolei!

ps: não matem o Cook, tah?

E teve a descoberta que mesmo em sua condição de especial, JJ é capaz de tudo, inclusive de entender  o amor quabdo ele finalmente acontece para o garoto. Um diálogo franco e emocionado com o seu pai nos introduziu a essa verdade e foi uma das cenas mais simpes e belas do ep. O episódio ainda teve um final musical, ao som de um clássico dos 80’s em uma versão de ukelele que foi divertidíssima e foufa mil.

Triste mil pq só faltam 2 eps para o final da temporada e se a série for renovada, eps novos só em 2011! Comofaz? Fico carente desse jeito!


%d bloggers like this: