Posts Tagged ‘Liam Hemsworth’

The Modern Guilt Awards 2013, o quinto ano do melhor prêmio de todos os prêmios

Janeiro 1, 2014

Tina-Fey-Amy-Poehler-Golden-Globe-Promos-600x450

E para quem achou que  esse ano não teríamos o já tão aguardado The Modern Guilt Awards, eis que surgimos não tão tradicionalmente assim e dessa vez no primeiro dia do ano, com mais uma edição do prêmio mais descaradamente roubado para quem a gente gosta de verdade. É isso mesmo, aqui trabalhamos com máfia, nos aceitem.

Novamente recheado de muito favoritismo favorito, opiniões super pessoais e uma disputa sempre muito acirrada e de vez em quando roubada descaradamente (categorias como Höy do ano são sempre uma pancadaria de magia na minha cabeça. Tenho até sonhos com essas batalhas, os quais, desde já eu agradeço a minha own imaginação, rs) e para essa quinta edição da nossa tradicional e aguardadíssima premiação, contamos novamente com a dupla Poehler Fey como apresentadoras oficiais (imaginárias, claro), elas que a gente gostaria que apresentassem todos os prêmios do universo, inclusive o bingo de fim de ano na casa da avó ou até mesmo as reuniões de condomínio. (mas imagem também o Seth MacFarlane fazendo alguns comentários entre um intervalo e outro em nossa premiação. Inclusive, imaginem 2 Seths, tipo os dois velhinhos que aparecem sempre nos Muppets, Statler e Waldorf)

Portanto, segurem a barra desse vestido branco assinado porém manchado com qualquer coisa que nós preferimos não revelar para evitar o constrangimento, parem de reclamar das barcas de oferenda sempre nada ecológicas e tão pouco biodegradáveis apenas por um instante (mas apenas por um instante, porque neam?), segurem na mão do boy magia mais próximo (nem que seja aquele poster do Dione Depp antigo pendurado dentro do armário) e se preparem, porque já vamos começar e vamos começar com os Muppets, é claro, porque tudo nessa vida deveria  começar com os Muppets. TU-DO!

 

Höy do ano> Justin Timberlake

JT-T-Magazine-

Esse ano, o Aaron Taylor-Johnson apareceu gigantão e nós AMAMOS, o Alexander Skarsgard apareceu mais sueco do que nunca, mesmo tendo feito essa aparição timidamente com a desculpa do “frio”, que nós preferimos acreditar do que aceitar qualquer tipo de “miúdos” como desculpa, o Peter Pacey desfilou sua magia por Sã Paula e nem sequer me esbarrou (#MÁGOAETERNADEQUEMNUNCAVAISEPERDOAR), tivemos shirtless aguardadíssimos e de surpresa do Chris Martin e do John Krasinski pelos quais seremos gratos por um bom tempo (até sair o próximo), redescobrimos o Theroux, o boy magia da Jennifer Aniston, tivemos também a redenção da magia do Waldau em GOT, o encontro da magia entre o Armie Hammer (que segurou um terno vermelho como poucos!) e o Dione Depp, o Michael Fassbender andou meio sumido, apesar de ter aparecido diabólico no trailer de “12 Years A Slave” e mesmo sendo o vilão pavoroso da vez, conseguiu nos despertar certos interesses ruivos recorrentes e o Ryan Gosling (que dizem que terminou de vez com a Pure Evil) resolveu se enfiar em um buraco obscuro qualquer (esperamos que não esse que estamos pensando) e até que andou meio que sumido também, não? Ahhh… e m 2013, descobrimos também a magia do Tom Hiddleston, que é ruivo, canta, dança, representa e enfeitiça. Höy!

JT

Mas a verdade precisa ser dita e quem realmente resolveu reaparecer em 2013 para roubar nossos corações foi uma #CRUSH antiga, dos nossos tempos de adolly que atende no falsete pelo nome de: Justin Timberlake. (#PANTSDOWN)

JT reapareceu e cantando, algo que a gente já estava morrendo de saudades e ainda chegou relaxado (com o picumã mais copiado de 2013), barbudo (barbas foram realmente muito importantes para a magia desse ano. E que continue assim em nome de todos os lenhadores do mundo!), cantando em falsete e requebrando aquele quadril como nenhum outro membro de qualquer boy band desse mundo, incluindo os Beatles, rs.  E ele não veio para brincadeira, porque lançou um dos álbuns mais comentados do ano em duas partes (de uma delas pelo menos nós falamos por aqui, e a outra preferimos evitar o constrangimento, if you know what i mean), foi em tudo quanto é programa de TV e fez algumas participações impagáveis, além de ter voltado no SNL como convidado especial e apresentação da noite no seu próprio programa. Howcooloisthat? (uma dos melhores momentos de 2013 foi ele anunciando ele mesmo no SNL) Até uma premiação da MTV em 2013 ele conseguiu nos fazer assistir até o fim (com interesse, apenas até a sua apresentação, claro), com a promessa (cumprida) de reaparecer ao lado dos seus ex parceiros de NSYNC, onde ficou bem claro o porque continuamos apaixonados apenas por ele de todos os outros em 2013. No dia seguinte, só se falava disso nas rodinhas dos bebedouros de todas as empresas com pelo menos 1/2 funcionário gay e ou 2 mulheres de bom gosto, rs.  Sem contar que ele ainda andou dando uma passadinha pelo Brasil, para um único e injusto show (injusto porque foi só um e eu não fui, claro), para nosso total desespero.

6acb83a0319c0e57_15well-timberlake-custom4.preview

Por todos esses motivos e pelo conjunto da obra da magia mágica atual e principalmente pela evolução do look jeans com jeans (nunca vamos esquecer aquele look horrorendo Justin. Nem de você, Britney) e cabelo de miojo platinado em 180 volumes, apesar de ter casado com aquela lá que escolheu um vestido rosa de debutante para o momento mais importante da história de inveja dos boys no falsete alheios (outro detalhe que jamais esqueceremos de sua mitologia, JT) é para o Justin Timberlake que gritamos com voz fina de adolly (porque nessa hora, o passado sempre volta e volta com força!) o nosso Höy mais sonoro do ano: HÖY!

Pergunta honesta de 2013: quantas vezes fomos pegos no Metrô cantando “Mirrors” fazendo biquinho e ou firulas de diva com as mãos, sonhando com um dueté ao lado do Mr JT? Eu, nunca. (mentira/todo dia)

 

Hecatombe da magia> David Beckham x 6

johnny-depp-marcus-mumford

Bem que eu gostaria de dar esse prêmio para o abraço que a gente adoraria dividir entre o Dione Depp e o Marcus Mumford e ou esse encontro entre o Bradley Cooper e o De Niro, mas fica difícil alguém conseguir superar o David Beckham multiplicado por 6 como o nosso Hecatombe da magia do ano de 2013.

É, realmente fica muito difícil. Höy!

 

Maravilinda do ano> Beyoncé

bijonse1

Lembra quando a Beyoncé apareceu com seu real hair curto bem curto? Foi um drama!

Aí ela não passou muito tempo com aquela tragédia capilar e já foi logo tratando de arrumar perucas novas, porque é rica, claro e continuou criando lindamente sua Ivy Azul, passou pelo Brasil e dançou até funk e de quebra, perto de encerrar o ano, lançou um álbum na surdina, com 14 faixas de 17 vídeos (sensacional, do qual precisamos conversar a respeito), sem ninguém sequer achar que ela estava trabalhando em um projeto novo. Ou seja, tem como o prêmio de Maravilinda do ano não ser de uma mulher dourada como a Beyoncé?

Isso e o fato de que como em toda boa premiação que se preze, nós amamos valorizar uma mulher que se entrega ao personagem dessa forma, a ponto de raspar a cabeça e quase acabar com toda sua magia, rs

E no novo álbum, encontramos delícias como essa “Drunk In Love”, que ela canta ao lado do seu boy magia (não julguem…), Jay Z. (e eu AMO essa aqui também ó #AMAMOSESSETIPODECAFONICE)

 

Listen Up do ano: The National  – Trouble Will Find Me

The-National-Trouble-Will-Find-Me-608x608

Durante boa parte desse ano, na minha nova aventura profissional, “Trouble Will Find Me” foi o meu mantra. Tinha até medo quando chegava nessa parte da música, porque vai que neam? (“Sea Of Love”).

Depois me apaixonei e “This Is The Last Time” e “My Girl” viraram as minhas preferidas (e eles ainda cantaram ambas em The Mindy Project, em um plot de casamento gay, ou seja, confirmou! Mindy deveria ser minha nova melhor amiga, só para constar e justificar todos os meus tweets e retweets para ela, rs). É, sou desse tipo de gente que sonhava em encontrar com o outro no elevador no momento exato em que uma dessas duas faixas estivessem tocando no meu iPod, algo que um dia até aconteceu, ainda não como eu esperava e não no elevador, mas tudo bem também. Humpf!

Voltando, antes disso estive viciado em “Don’t Swallow The Cap” e “Sea Of Love”. Mas a verdade é que o álbum é inteiro sensacional e certamente, o melhor de 2013. (pelo menos foi o que eu mais ouvi esse ano inteiro e continuo ouvindo)

8744354253_e4e0ed7c92_b

Por favor, alguém traga a banda esse ano para o Brasil e não esperem o Trouble Will Find Me fazer aniversário de 2 anos para isso, como sempre. Humpf!

(♥)

 

Popcorn do ano: Before Midnight

before-midnight-poster (1)

Esse ano fui bem menos ao cinema por falta de tempo, mas se teve um filme que eu não poderia ter perdido por nada nesse mundo em 2013, esse foi “Before Midnight” e para ele, consegui escapar em um fim de tarde, dos mais importantes desse ano até então. (juro, cheguei de um ponto ao outro da cidade em 5, 4, 3, 2, 1!)

O terceiro encontro de Jesse e Celine, alguns dizem que o último deles, a conclusão dessa que é uma das minhas histórias de amor preferidas no cinema. O filme além de muito especial por tudo que já comentamos por aqui, aconteceu para mim em um momento também muito especial, que eu achei lindo que assim ficasse marcado na minha memória e história. (♥)

Por esse motivo e por todas as senhoras sexagenárias que me acompanharam naquela tarde deliciosa ao lado de Jesse e Celine (precisamos marcar aquele café, hein garotas?) e essa história de amor real e inspiradora (só acredito nesse tipo de amor, não adianta), nada foi mais especial no cinema em 2013 do que “Before Midnight”. NA-DA!

ps: assistam também os outros dois. E assistam também “2 Days In Paris”, da Julie Delpy. Sério, assistam e me digam se ela não sou eu?

 

Coffee and Tv do ano> Breaking Bad

S5BB2-Cartaz

Sem a menor dúvida, Breaking Bad foi a série do ano. Com um encerramento fora do comum de tão bom, a história de WW encontrou o seu ponto final com um dos melhores e mais satisfatórios episódios finais da história da TV.

Impossível não se emocionar e ou achar que o Bryan Cranston acompanhado do Aaron Paul mereçam todo e qualquer prêmio por suas atuações deliciosas a frente desses dois personagens. O mesmo vale para toda a série, que conseguiu durar 5 temporadas (com a última delas sendo arrastada por mais um ano, um costume covarde do AMC. Repito: COVARDE!) mantendo o mesmo nível de excelência do começo ao fim. Que delícia de série. DELÍCIA!

Clap Clap Clap, de pé!

 

Guilty Pleasure  + Euri do ano:  The Mindy Project

mp_ep202-2sc20_0054 (2)

Sério, de tudo o que eu vi esse ano na TV, além da triste decadência de Parks And Recreation, Rasing Hope se encontrar presa na fórmula “Burtinia”, esquecendo de criar a própria Hope e Modern Family se mantendo como uma comédia corretíssima porém continuando a se repetir, The Mindy Project foi o que mais me divertiu com prazer durante a sua atual Season 2 (que nem acabou ainda, mas já estou apaixonadíssimo). Assumo.

Mindy-Project-Season-2-Set-Pictures

Além de inúmeras participações, como a do próprio The National, nosso listen up do ano, a série só tem melhorado e conseguido construir os melhores e mais adoráveis personagens masculinos da TV atual. E a própria Mindy continua ótima, representando exatamente o tipo de gente maluca que nós conhecemos bem quando simplesmente olhamos no espelho e ou apontamos o dedo para nós mesmos. (falando por mim e certamente para alguns de vocês que conseguem acompanhar minha mente confusa)

Como se todos os motivos acima já não fossem o suficiente para que The Mindy Project se tornasse o nosso Guilty Pleasure do ano, ela ainda é do tipo de série que nos entrega esse tipo de presente aqui ó:

Sério, #TEMCOMONAOAMAR?

(R: não, não tem. ♥ #PLIM)

 

Especial mais especial do ano: The Day Of The Doctor

day-of-the-doctor

Porque uma série comemorar 50 anos realmente não é para qualquer uma e a experiência de ter dividido uma data tão especial no cinema, em 3D e em real time com a terra da rainha, foi algo realmente muito especial.

E mais especial do que isso só mesmo a interação de todos os whovians presentes no cinema naquele dia, algo que acabou sendo uma grata surpresa. Eu diria até que emocionante, de verdade.

Esperamos ter mais motivos para encontrar com o Doutor no cinema daqui para frente. (e sim, eu já assisti o especial de Natal desse ano, aquele com a despedida do Matt Smith e para isso eu confesso que precisarei de mais tempo para dividir com vocês esse momento particularmente difícil para mim)

 

Maratona do coração do ano> My Mad Fat Diary

MMFD-my-mad-fat-diary-33527830-854-458

Esse ano eu realmente não consegui encontrar tempo para grandes maratonas. Ainda me devo assistir Merlin, Luther e até as novas Orange Is The New Black, House of Cards (essas primeiras todas disponíveis no Netflix, meu novo melhor amigo) e Masters of Sex, eu ainda não consegui dar conta de assistir. Mas estão todas na fila de resoluções para 2014. Vamos acreditar, que vai dar certo!

Mas consegui tempo para uma maratona rapidinha de My Mad Fat Diary, uma comédia inglesa sobre uma garota bem acima do peso vivendo nos anos 90, daquelas do tipo que você não pode deixar de assistir (ainda mais sendo tão curtinha como todas as inglesas. Espero que essa constante não se repita quando o assunto for “os ingleses”, rs. Sorry, não consegui resistir…), tendo você sido ou não alguém no grunge dos 90’s (até hoje tenho o Kurt Cobain como referência de magia adolly, não adianta). Da trilha antiga que vai te trazer lembranças à mitologia de uma história dura, porém extremamente foufa e muito bem humorada, tudo é muito especial na série inglesa, mas talvez o seu forte mesmo seja sua personagem principal, que é absolutamente deliciosa!

 

Larguei e não volto mais do ano> Várias

Por falta de tempo, coragem e ou por me amar demais para continuar me torturando com torturas torturantes, em 2013 eu abandonei:

JESSICA CAPSHAW, SARA RAMIREZ

Greysa, porque eu não consigo me importar com mais nenhuma daquelas pessoas (e os plots todos também não estavam ajudando em nada) e tenho quase certeza de que quem eu ainda gosto, provavelmente vai continuar bem e ou acabará morto em um acidente idiota qualquer, então… nem ligo mais.

E sério que alguém consegue suportar esse casal?

once-upon-a-time-season-3-spoilers-photo-credit-twitter

Once Upon A Time, que ficou infantil demais, bobinha demais, chatinha demais. É, já deu, por isso nem vi nada da Season 3. Sem culpa, apesar de sentir falta da magia do Charming e ou do Gancho de vez em quando, que eu mato saudade olhando para os meus adesivos do GetGlue, que foi outra coisa que eu abandonei esse ano, uma vez que agora eles disseram que não vão mais enviar os stickers para as nossas casas. Sacanagem!

o-AWKWARD-SEASON-3-facebook

Awkward talvez eu ainda retome um dia que eu não queira pensar muito e ou estiver passando na TV, mas fato é que a Jenna andou ficando insuportável do tipo que você passa a torcer para perder todos os boys, a família e o emprego na TV também.

h

Outra que andou em perigo em minha watchlist foi The Walking Dead, que beirou o insuportável ao longo dessa primeira metade da Season 4. Se não melhorar e muito durante a sua segunda parte, eu não volto mais e está decidido! Mas tem que melhorar muito mesmo.

Pausa para mais um musical, dessa vez com o HAIM, as irmãs que a gente gostaria que fossem as nossas irmãs nem que fosse apenas para herdar a cabeleira (e as roupas), com “Falling”.

 

Foufurice do ano> Flynn Bloom

tom-hardy

Apesar do Tom Hardy ter se esforçado bastante ao lado desse cachorrinho super foufo para tirar aquela imagem de vilão do seu Bane…

tom hardy bane

… e até mesmo tenha pedido o reforço de um little Bane para tal tentativa desesperada…

Miranda Kerr Flynn

… novamente, nada foi mais foufo e adorável esse ano do que continuar acompanhando o Flynn Bloom e seus passeios ao lado da família, que foram muitos e um mais foufo do que o outro…

Orlando Bloom

… e pra mim, a imagem acima resume tudo o que poderia ter acontecido de mais foufo no mundo durante o ano de 2013. Isso e o BatKid, claro.

 

Da série casais que nós mais amamos em 2013> Peter Pacey + Diane Kruger

kriger

josh3

Sorry, mas sou super tendencioso quando o assunto são esses dois por aqui.

(♥)

 

Aproveitando o momento, acho que podemos fazer uma pausa para ouvir o The National cantando “My Girl”, não?

 

A ruiva mais ruiva que deitou com toda e qualquer ruiva do ano> A filha da Julianne Moore

1

Sério, quem é que depois dessa imagem não correu para um santo qualquer e pediu uma filha com exatamente esse tom de ruivo? QUEM?

Porque se nossas chances com o Fassbender, o Hiddleston e ou o Prince Harry não fizerem efeito, o negócio é mesmo apelar para um santo qualquer.

 

Delírios de consumo de Essy Bloom do ano: Funko + Lego

Bonecos-Funko-Pop-Os-Goonies-01

LEGO-The-Tower-of-Orthanc-01 (1)

Porque a minha vontade é de trabalhar a troco das duas coisas. Sério, vou incluir essa opção no meu próximo contrato…

 

Vício do ano> Dumb Ways To Die

Eu sei que o jogo não é nenhuma novidade, mas é super foufo, tem esse vídeo delicioso e é altamente viciante. ALTAMENTE!

Acreditem ou não, ainda nem tenho todas as criaturas, mas já estou bem perto de.

 

Eu sou ricah do ano> Gwen Stefani vs Katy Perry

katy-perry-gwen-stefani

Porque é sempre bom ver alguém com quase nada de esforço deixando alguém que visivelmente tem se esforçado muito tanto para tentar se manter tanto quando do lado errado da coisa com a cara no chão, como aconteceu no dia desse encontro entre a Gwen Stefani e a Katy Perry, que quase sumiu diante de tanta magia entre a década de 90/2000 e até hoje.

VRÁAA!

#OFUSCADA

 

Capa do ano: Alexander Skarsgard para a sueca Man Of The World Issue 3

tumblr_mjwtbj51nq1qa2ovmo1_r1_500

Porque se suas partes ao sul não ficaram em chamas após bater o olho nessa imagem, você certamente se encontra com sérios problemas (ou talvez apenas pertença a um outro target, porque nem todo mundo é perfeito, não é memo? rs)

Höy!

 

Catwalk do ano> Romeo Beckham para a Burberry

Esse ano, o mundo da moda andou meio assim, a ponto da gente não conseguir lembrar de muita coisa bacana além da dança das cadeiras de sempre. Humpf!

Mas o que rolou mesmo de bacana esse ano (e que nos fez sentirmos mais velhos, fato) foi o Romeo Beckham estreando lindamente na Burberry ao som de Tom Odell.

victoria-beckham-presents-her-spring-collection-at-fashion-week-04

E mais tarde, ainda tivemos a Harper conseguindo o fato de roubar um sorriso do Diabo herself. #TEMCOMONAOAMAR?

ps: tivemos também esse documentário aqui, que é bem bacana e pode te fazer pensar sobre o assunto…

 

Post do ♥> A minha culpa moderna

bryan cranston 4 GQ

Esse ano, conversamos menos por aqui, principalmente nesse segundo semestre, eu reconheço.

Em um momento de dúvida e completamente dividido entre a falta de tempo e a falta que eu sei que tudo isso aqui iria me fazer, incluindo conversar com vocês nos comentários, resolvi ser honesto e fazer esse post fazendo uma mea culpa moderna.

O resultado? Um monte de carinho que eu recebi de alguns de vocês e por isso, novamente: THNKS (♥)

 

Trucão do ano> o namoro não namoro mas namoro da Smiley Cyrus e o Liam Hemsworth

miley-cyrus-liam-hemsworth

Juntos, separados, juntos novamente. Antes de usar biquini cavado e se esfregar em ursos de pelúcia e bonecas pavorosas, Smiley bem que insistiu em tentar salvar o seu NOIVADO, circulando uma vez a cada 3 meses ao lado do seu até então NOIVO para a sociedade, ele que sempre fez questão de aparecer sorridente e ou muito feliz de estar cumprindo esse possível contrato ao seu lado.

E nesse caso, a leitura corporal (dele) sempre nos deixou fortes indícios de que essa relação estava muito bem… perto de acabar.

Sério que alguém acreditou?

 

Toda cagada do ano: Smiley Cyrus

miley-cyrus

miley-cyrus

miley-cyrus

miley-cyrus-met-ball-2013 14

miley-cyrus-sweatpants-jeans

mcyrusstage061513_01_x17

Acho que não precisamos nem falar muita coisa porque só essas poucas imagens acima reunidas são todas auto explicativas a ponto do nosso silêncio e preguiça se tornarem nossa maior arma nesse momento. ZzZZZ

Mas enfim, Miley conseguiu aparecer, feia, mas conseguiu.

#NAOTABOMNAO

video-undefined-1A16789300000578-437_636x358

E essa foi mais uma edição do melhor prêmio de todos os tempos, o The Modern Guilt Awards. E para você que não dormiu até aqui, voltamos oficialmente a partir de 06/01. Smacks!

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Parece que a Smiley Cyrus está precisando de uma bolsa bem maior…

Agosto 12, 2013

miley-cyrus

Porque além de esconder a cara (algo que a humanidade agradece e quando em família, ela deveria começar a pensar em uma “bolsa família”, porque que gentinha pavorosa, não?) ela anda precisando esconder a traseira também, que não anda das melhores. Talvez se permanecesse muda e de burca do tipo lençol com dois furos, como aquelas fantasias de fantasma no Halloween, ficasse tudo muito mais harmonioso… não sei, é só uma sugestão.

Mas cada um tem o Liam que merece e possivelmente uma boa macumbeira também. (passe o contato!)

#NAOTABOMNAO

#CRAQUELE

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

A versão boneca pode até estar melhor…

Junho 27, 2013

mcyrusstage061513_01_x17

… mas trancados em um quarto escuro no dia de folga dos monstros que trabalham nos assustando, os únicos e que a gente adoraria sair agarrando S.A (♥), digamos que não gostaríamos muito de encontrar com qualquer uma das versões de Smiley no claro e ou principalmente no escuro. #CREDINCRUZ

E o bocão vermelho que não comporta sequer um cor de boca? Até quando?

#NAOTABOMNAO, na versão industrializada e ou em plástico.

E a gente olha uma imagem como essa e fica naquela dúvida cruel entre um “Pobre Liam…” e um “Se F*$%# Liam!”, sempre.

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Que eles ainda estão juntos ela já conseguiu nos provar…

Junho 20, 2013

miley-cyrus-liam-hemsworth

… só falta agora nos convencer de que estão felizes juntos. Porque não é o que parece… (nunca foi a nossa impressão em qualquer imagem dos dois juntos)

Sem contar a linguagem corporal, que sempre ajuda a nos contar a história. Reparem que está segurando em quem…

O que é? Renovou o contrato, Liam?

 

ps: mas aguardem que temos mais o que falar da Smiley ainda hoje. Não, esse não sou eu tentando torturar vocês. Ainda não, rs

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Alguém que se importe poderia avisar para a Hannah Montana que isso não é sexy e que a preferimos de peruca?

Maio 2, 2013

miley-cyrus--v magazine

Mas tem que ser uma peruca poder, do tipo Primo Itt da Família Adams e ou em um nível cobertura completa fuzzy tipo Chewbacca, que cubra todo o resto, porque a vida não está fácil para ninguém e com tanta desgraça acontecendo a todo momento, não precisamos desse tipo de visão.

Sério, do cabelo preguiçoso que só tem colaborado para deixá-la com mais cara  ainda de bobblehead, até a calça preguiçosa e a correntinha onde só as nossas colegas com certa inclinação para o biscatismo conseguem usar naturalmente, nada salva. NA-DA. E o bico de quem acredita entre várias coisas, que ainda continua noiva?

Esse mês na V Magazine, assustando todo mundo que passar de frente à banca de revistas ou estiver na recepção de um dentista  mais fashionista,  rs

#NAOTABOMNAO

 

ps: ano que vem, se ela casar com o Liam mesmo (e a amarração tiver sido feita direitinho), acho que seria uma ótima provocação para as inimigas (uma em específico) se Miley fosse capa de tudo quanto é revista no mês de “janeiro”. Mas tem que ser janeiro. E de nada pela ideia,  Miley, mas se me encontrar na rua não precisa nem sorrir, rs

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Falta o que mesmo para declarar de uma vez por todas a morte do MTV Movie Awards?

Abril 15, 2013

mtv-movie-awards-2013

(R: alguém declarar o horário da morte, como já bem aprendemos em Greysa e coragem)

Mas nem a Rebel Wilson (que descobrimos recentemente que é ótima, mas que ao mesmo tempo não estava no seu melhor dia) conseguiu salvar o MTV Movie Awards 2013 daquela preguiça de sempre e do quase total fracasso. Mais um, porque vamos combinar que não é de hoje que a MTV parece que perdeu a mão em todas as suas premiações. Do começo ao fim, quase nada foi bacana e muitos momentos foram altamente constrangedores (o que foi aquela apresentação do elenco de “Pitch Perfect” completamente desafinada e dura em cena, hein? Ain’t no Glee!), a não ser a Aubrey Plaza subindo colocadíssima no palco fazendo a “Kanye” para cima do Will Ferrell, o “grande comediante” (suspeito que eles tenham levado em consideração a sua altura) homenageado da noite. Pena ela não ter sido mais insistente e ter nos poupado daquele discurso chatinho…

Fora isso, foi tudo mais ou menos como vem sendo todas as premiações do canal que um dia já foi bacana (algo que acabou antes do meio da década de 2000, eu acho), mas que parece que realmente perdeu de vez a fórmula. Poucos nomes que realmente importam na fila da manteiga extra na pipoca do cinema e muita gente desesperada e disposta a fazer de tudo para conseguir manter um público jovem de seguidores. Preguiça, mas é o que temos para esse fim de tarde, por isso vamos comentar mesmo assim, porque o filme até pode ser ruim, mas já que pagamos para assistir…

mtv-movie-awards-2013-backstage

Mas a preguiça maior mesmo durante a premiação esteve estampada na cara de quem compareceu por lá, como o Bradley Cooper por exemplo, que só pode ter perdido a aposta para a Jennifer Lawrence de que quem não levasse o Oscar para casa por “Silver Linings Playbook”, teria que comparecer a todas as demais premiações preguiças do universo. Sério, só isso justificaria a sua presença na premiação. (e olha que ele ainda levou um prêmio, hein? E tadinho, até tentou fazer um discurso fundamento, mas tenho certeza que desistiu no meio do caminho pensando: pra quem é que eu estou falando mesmo?)

De qualquer forma, encontrar com o Bradley Cooper e esses olhos azuis da cor dos cupcakes dos Simpsons versão Breaking Bad é sempre uma visão. Höy!

ps: e a MTV, uma canal fundamentalmente de música, perdendo a chance de usar o som do Alabama Shakes durante sua entrada no palco? Achei um desperdício…

brad-pitt-mtv-movie-awards-2013

Falando em magia, alguém sabe dizer o que aconteceu com a do Brad Pitt?

Onde foi parar tudo aquilo gente? E o tempo levou mesmo? WOO!

Tenho uma teoria de que os atores aparacem nesse tipo de premiação apenas para repor a dose de “juventude” que eles tentam sugar a todo custo em noite de premiação jovem. Talvez o Brad Pitt tenha aparecido apenas para repor seus hormônios, por isso esperamos que na próxima premiação preguiça ou não, ele apareça mais “The Tree Of Life” e menos “The Curious Case of Benjamin Button”.

Sorry Brad, mas #NAOTABOMNAO (e a tentativa de piada dele durante esse momento foi extremamente constrangedora)

2013 MTV Movie Awards

Mas nem tudo esteve perdido durante o MTV Movie Awards 2013 e olha só quem também esteve por lá para a nossa sorte?

Hermione! Maravileeeandra de vestidinho recortado de ricah, muito provavelmente colocada de cerveja amanteigada, porque agora ela já tem idade para isso então tudo bem, linda e premiada, apenas.

Olha e chora Kristen Stewart, Amanda Seyfried…

amanda-seyfried-mtv-movie-awards-2013-04

… e falando em Amonda Seyfried, eu gostaria de deixar registrado que essa sua cara de quem preferia estar em qualquer outro lugar no mundo durante a premiação de ontem é exatamente a mesma cara que eu faço quando a vejo em qualquer cinema do mundo, mesmo quando no formato de poster ou assombração. Sério, exatamente essa.

Aliás, honestamente? Nunca vi uma interpretação tão honesta de Amandita. Cheguei a ficar emocionado agora… (de nervoso, claro)

bradley-cooper-chris-pine-mtv-movie-awards-2013

OK, tenho que reconhecer que foi bem bacana ver o elenco do novo novo Star Trek entrando no palco naquele buraco que parecia ser parte do cenário do filme (o mesmo que vimos inclusive em um dos primeiros posters divulgados). Cool!

Os meninos estavam lindos, alinhados e no fundamento da magia à sedução, mas achei que a Zoe Saldana foi de look viúva derrotada do Bradley Cooper, só para provocar aquele climão. Mas tudo bem, perdoamos porque também já fomos trocados um dia. (nem que tenha sido na fila da entrada na escola, quando quem mesmo chegando primeiro, era empurrado para o final da fila por conta da altura e nunca podia entrar na sala de mãos dadas com a professora, rs #MAGOADECABOCLINHOERÊ)

zachary-quinto-mtv-movie-awards-2013-red-carpet

E achei uma ousadia o Zachary Quinto (que fez o Spock durante a premiação. Cool) aparecer com a réplica do terno que eu vou usar no meu casamento com _________________ (com quem aceitar, rs, que pode ser inclusive ele mesmo. Se cuida, Jonathan…)

Maravileeeandro

2013 MTV Movie Awards

Antes de começar a transmitir a premiação, a MTV Brasil ficou fazendo uma maratona sensacional de apresentações musicais que nós já vimos no MTV Movie Awards de outros tempos, onde vimos novamente o Yeah Yeah Yeahs naquela apresentação maravileeeandra e inesquecível de “Maps”, ou o Cee Lo e o seu Gnarls Barkley fazendo a épica apresentação de “Crazy” investindo lindamente no fundamento Star Wars. Sem contar o Black Keys tocando com o Dione Depp em uma das edições mais recentes da premiação. Höy!

Até que chegamos aos grandes shows da noite, que foram de uma preguiça ou falta de importância sem tamanho. Aliás, tinha um tamanho e ele era pequenininho, pequenininho. Mas nada foi mais constrangedor do que a apresentação da Selenita Gomes fazendo a indiana cigana naqueles dias, com uma voz sofrida e pequena, que eu consigo superar rapidinho no chuveiro em menos de três notas. Me dê um Re Sol Do maior, menor e mediano, maestro.

Sério, foi constrangedoramente sofrível.

2013 MTV Movie Awards

Tudo bem que era um Louis Vuitton e a gente sabe o quanto custa (cinco potes e 1/2 de moedas de ouro por trás do arco-íris), mas estava simplesinha a nossa adorável Chloe Moretz, não?

Achei que o make, o cabelo e ou os acessórios poderiam ser mais interessantes nesse caso, para deixar o look com mais vida. Algo mais dentro desse fundamento acima, que ela mesmo já se arriscou nesse excelente vídeo/curta de “Our Deal” do Best Coat. (que eu nunca canso de ouvir e fui apresentado pelo meu quase irmão, G., que também acha a Chloe linda, só tem 17 anos e também acha meio nojento esse interesse todos dos meninos tão cedo para cima dela, ele que ultimamente está vivendo o plot que diz que odeia que comentem sobre a sua vida e provavelmente vá odiar essa parte do post caso chegue a ler  – ♥ – PS: e antes que eu me esqueça, sim G., você tinha razão e a Rebel Wilson faz uma ponta em “Bridesmaids”)

kesha-mtv-movie-awards-2013-red-carpet-13

É inacreditável como mesmo de banho tomado, a Ke$ha continua com cara de quem dormiu em uma poça de lama, poeira e wisky, não?

E só eu não sabia que ela foi promovida a nova Bruxa do Leste e não do Oeste, porque apesar de estar rolando na sujeira desde que a conhecemos, ela ainda não conseguiu chegar no tom de verde encardido?

#NAOTABOMNAO

ps: e ela não perde a chance de usar um biquíni, uma hot pants ou uma transparência para nos traumatizar com a visão baixa da sua Ke$hereca, não é mesmo? EW!

mtv-movie-awards-2013-backstage-photo-roundup-35

E a surpresa da noite no MTV Movie Awards 2013 ficou por conta da minha pessoal descoberta de que o ex da Miley tem um sotaque e como vocês bem sabem, perco praticamente todos os sentidos e ganho alguns novos quando ouço sotaques…

Sem contar que durante a premiação, ainda teve um close de barba cheia no Liam, que despertou novamente certo interesse. Confesso.

Tudo bem que no seu CV, sempre vai pesar a sua passagem pela Smiley, mas de qualquer forma, quem somos nós para fazer a tão seletiva assim em noite de pouca gente na buatchy escura e depois das 5h00, também conhecida como a hora do desespero na noite?

Höy!

mtv-movie-awards-2013-

Eu gostaria que honestamente, sem procurar no IMDB ou qualquer coisa do tipo, alguém me dissesse um filme sensacional de comédia que o Will Ferrell tenha feito para merecer esse prêmio de “genialidade da comédia” na noite de ontem. Sério, alguém?

Eu só me lembro dele ter arruinado o “remake” de “A Feiticeira”, feito que ele realizou ao lado da Nicole Kidman já pós plásticas e de ter feito um personage chato para cacete em The Office. (e como torcemos para que ele não fosse o substituto do Michael, hein?)

Pra mim, a melhor piada desse momento continua sendo a de que até o Tyrion preferiu estar em qualquer outro lugar do que na própria série na noite de ontem e nesse caso achamos que ele pode ficar pelo menos uns 2 meses fazendo cameos em tudo quanto é premiação preguiça da TV, que quando ele voltar para GOT é capaz da série ainda estar exatamente no mesmo lugar. (vai me dizer que GOT não está assim? Seja sincero, leitor…)

Aubrey Plaza

Por isso, achamos que ele mereceu a Aubrey Plaza tentando fazer a “Kanye” durante o seu momento no MTV Movie Awards, ela que estava incontrolável e colocadíssima na platéia. E tem coisa mais honesta do que celebridade que perde a linha no open bar?

Não, não tem. We ♥ April

2013 MTV Movie Awards

2013 MTV Movie Awards

Ginger Alert. Ginger Alert! (começa a tocar um mashup de Bowie nos tempos de Ziggy, Cindy Lauper antiga e Florrancé e sua máquina)

Um dos melhores acontecimentos do MTV Movie Awards 2013 foi a variedade de tons de ruivos magia encontrados entre o Tom Hiddleston e o Eddie Redmayne.

Höy!² (Hiddleston que inclusive estava impossível da magia a sedução e toda hora aparecia na câmera. Pena o seu humor ser tão inglês para aquela platéia. Humpf!)

mtv-movie-awards-2013-backstage-photo-roundup-03

Vamos brincar de “gay homossexual, inglês, europeu ou cafuçu desavisado” ou seria ofensivo demais?

OK, não queremos magoar/provocar a ira de ninguém, mas digamos que da esquerda para a direita, eu diria que o código para esse enigma seria 1, 4,1, quase 1, quase 4 e com alguns drinks 1. (nessa ordem)

E a cara de constrangimento do Zac Efron na hora que pediram para ajoelhar? Sei…

hana-mae-lee-cigarette-hat-

Agora, temos que reconhecer que ninguém conseguiu entender melhor o espírito da premiação do que aquela personagem que não conseguia cantar e ou falar alto em “Pitch Perfect” (sorry, mas estou com 6 dúzia de pão de queijo no forno e não tenho tempo para procurar o nome de toda cretina que aparece na minha frente. Nada pessoal), que foi de chapéu com esse cigarro apagado gigantesco, que era exatamente o que a gente gostaria de ter feito na cara do MTV Movie Awards 2013. #TZZZZZ

Porque não tem como levar a sério qualquer premiação de cinema que tenha como muso o Channing Tatum (que eu não dou 10 anos para assumir a obesidade), não tenha limites para piadas sobre a Lena Dunham (uma tudo bem, mas toda hora?) e ou decida ignorar completamente tudo o que aconteceu recentemente com o casal Robert Pattinson e a Kristen Stewart. É, não tem. #TZZZZZ

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Finalmente descobrimos como é que o Liam Hemsworth ainda consegue andar com a Smiley Saurus assim do seu lado

Janeiro 11, 2013

miley-cyruS + liam-hemsworth

É era tudo muito mais simples do que imaginávamos e para conseguir andar com a Smiley desse jeito ao seu lado, o seu truque é o de apenas andar de olhos fechados quando acompanhado dela em dias em que Smiley tem brigas mais sérias com o seu próprio closet. Algo que ultimamente tem acontecido com bastante frequência e achamos que em nome de um relacionamento saudável, ela deveria encerrar essa relação com o próprio gosto duvidoso e ou seu closet.

Achamos inovador, achamos criativo e achamos que só assim mesmo para esse relacionamento funcionar.

Hey, Smiley? Não esquecemos de você não querida. Ó: #NAOTABOMNAO

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

People’s Choice Awards, uma premiação que a gente não respeita os indicados, as escolhas e nem consegue se importar muito com o red carpet

Janeiro 11, 2013

Por esse motivo, temos bem pouco ou quase nada o que comentar sobre a premiação, a não ser dar aquele bocejo preguiçoso e  inspirador para quem estiver do lado e dizer que:

katy-perry-

Jogando um pouco de vermelho e branco nesse look até que OK da Katy Perry, ela estaria pronta para a Oktoberfest. Sério, estaria prontíssima.

Substituindo o preto por verde e continuando a salpicar um pouco de vermelho e branco, eu diria que ela ficaria a cara de voluntária da comunidade na festa da Achiropita. Cadê minha fogazza, hein? (tenho um pé em cada uma das comunidades, portanto, posso falar. E na verdade, me sinto como um cidadão do mundo, portanto, posso falar de todos na verdade, rs)

Preguiça ao som de “Wide Awake”, só que bem baixinho, quase impossível de ouvir… (rs)

morena-baccarin

Morena Baccarin nunca jamais deveria ter apostado em um jumpsuit. Ainda mais um que visivelmente não está no seu número.

Tão pouco deveria ter feito esse cabelo. #WÓ

E ela só conseguiria ficar pior do que isso, caso tivesse ido a festa acompanhada da sua filha que ninguém aguenta mais em Homeland. #CREDINCRUZ

#NAOTABOMNAO

lea-michele

Lea Michelle continua tentando, tentando muito, demais… e nós continuamos achando ela toda meio assim. TO-DA.

Ainda mais nesse combo todo combinado em SOL menor, que certamente demonstra no mínimo uma fraqueza em seu caráter e ou pura preguiça.

Para ficar pior, só se ela tivesse cantado no People’s Choice Awards. E cantado um dueto com o Kurt… (que eu AMO, mas vamos combinar que só sobra o doce para os dois em Glee, hein? Momentos impossíveis de não se bocejar e ou cair em sono profundo, dar uma olhada nos emails, alimentar o cachorro, montar 1/2 cidade inteira de LEGO, adiantar as coisas no Minecraft…)

chloe-moretz

Como a Chloe Moretz cresceu, não?

Não a ponto de justificar toda a animação dos meninos em torno do seu nome (não consigo lidar com toda essa excitação nesse caso, simplesmente não consigo), mas ela cresceu. Fato. Em todos os sentidos.

Acertou no look, na cor, na referência. Só precisa acertar o make Casper e arrumar um sapato do seu número. Mas ela está na categoria daquelas que ainda tem tempo de vida para errar e se arriscar bastante.

E ela está começando agora, é talentosa e conseguimos enxergar um futuro bem bacana para ela, que foi bem mais esperta e pelo menos não fez a Lea Michelle, colocando uma outra cor no sapato.

Por esse motivo, ela vai ganhar uma estrelinha de boa aluna, só que em formato de coração (♥)

emma-watson-

AMO a Emma Watson para sempre (até que ela me prove o contrário com um feitiço bem do errado), gosto do look, acho que ela aposta bem no look curto que dá uma valorizada além de alongar o seu corpo pequeno e baixinho, mas digamos que a Herminone talvez não tenha aprendido direito a magia do make + do cabelo do bem, porque com essa cara e com esse cabelo, #NAOTABOMNAO

jennifer-aniston-

Jennifer Aniston já poderia estar apostando mais em roupas um pouco mais adequadas ao seu status e idade, apesar dela ter esse corpinho invejável, conservado no sofá do Central Perk até hoje.

Mas acho que já passou da hora também dela parar de se contentar com pouco. Você fez Friends, ghol, uma das melhores comédias de todos os tempos e em um papel que todo mundo AMAVA. Está na hora de sentir vergonha de aceitar um prêmio cujo representante masculino foi o Adam Sandler, que mesmo sem pesquisar ou ter muita certeza, achamos que você já deve ter feito uma de suas trophy wifes e ou pretendentes em qualquer um de seus filmes preguiçosos. Se não fez, vai fazer, ou já esteve nessa lista de casting e talvez não tenham acertado apenas os valores, que isso nós sabemos que ela valoriza.

Menos comédia romântica e mais papéis interessantes, mesmo cômicos…

nathan-fillion

Alguém poderia ter avisado o Castle que gravatorra estampada com terno todo preto é look de tio deslocadão tentando se enturmar na festa de formatura da sobrinha mais nova repetente.

#NAOTABOMNAO

naomi-watts-

Só eu achei que a Naomi Watts estava indo para a festa errada?

Até agora, ainda estou achando que ela errou o dia do Globo de Ouro e ou do Oscar. Só pode!

Tadinha… e fez até o cabelo para ir na buatchy moderna… humpf!

olivia-munn-

Alguém sabe dizer se a Olivia Munn foi atropelada por um caminhão de vodka batida com whisky e três dedos de veneno e para disfarçar e não perder a festinha, ela entrou em um culto e roubou o look da primeira irmã que passou na sua frente?

O que aconteceu com essa cara, Olivia? Ou melhor, quantas doses de vodka e ou botox de ultima hora bateram aí, hein?

Meninos meninos mesmo. Escolham melhor suas representantes da magia, caso contrário, não vamos poder respeitá-los e respeitá-las também…

stephen-amell

Alguém tem alguma dúvida que com essa cara quadrada, o Stephen Amell só pode ser do tipo que consegue manter a magia até na foto do RG e ou do passaporte?

Se essa premiação fosse minha, (lembrando que eu tenho a minha own premiação), primeiro que eu já mudaria o nome dela para algo mais interessante do tipo Super Nany People’s Sophie’s Choice Awards (rs, mas sério e a estatueta teria o formato da Meryl Streep) e segundo que obviamente ele teria sido um dos apresentadores na lista da magia, só que o envelope estaria no alto de uma parede de barras do tipo daquela que ele usa magicamente em Arrow e para subir, seria obrigatório um look mais confortável, ou seja, shirtless e talvez on commando, claro. (rs)

Höy!

-jensen-ackles

Toda vez que eu me deparo com o Jensen Ackles, eu penso que ele teria sido um bom motivo para que eu tivesse coragem de encarar Supernatural

Mas somente se a série fosse Supernatural mesmo, com a coisa toda levada bem a sério, do tipo que investe no Supernaturismo de raíz, rs.

Höy!

eddie-redmayne

Eddie Redmayne, minha nova #CRUSH do momento e que é sempre uma visão e que não é do tipo de boy magia muito fácil de encontrar, mesmo em uma terra premiada e encantada qualquer devido ao seu nível de ruivismo, sempre muito bem vindo por aqui, como todo mundo já sabe. #BRAVE

Höy!

bomer-somerhalder

Se Deos fosse uma mulher justa ou pelo menos de saia justa (hoje estou nível Zorra Total meets SNL Brasil meets aquele tio chatônico e piadista que todo mundo tem. Aff…), dessa proximidade entre o Boone (que nesse caso é o Ian Somerhalder) e o Matt Bomer (que nesse caso é ele mesmo) nasceria uma série de novas crianças de todos os sexos, em número suficiente para repopular toda a China, metade do Canadá e 3/4 da Suíça.

Se ela existe mesmo, isso seria o mais justo de se acontecer nesse caso ou no caso de qualquer proximidade entre outras magias equivalentes. #AMEM

Höy!²

hugner-games

AMO The Hunger Games, beijo para todos da Capitol, AMO o elenco (R.I.P Rue), exceto pelo Liam e sua atual companhia e ou gênio, que tudo indica que é difícil e pouco sábio, mas:

1) Jennifer Lawrence estava com o cabelo errado no look certo. Uma referência mais diva na era disco teria ficado sensacional nesse caso, já que o look todo antigo, que também ficaria bom nesse outfit, acabaria pesando demais nesse tipo de premiação também e ela poderia acabar fazendo a amiga deslocada da Naomi Watts.

2) Peeta, sapato marrom nesse tom é nunca jamais, nem nos nossos pais. Anota ae para nunca mais esquecer.

3) Liam estava com o terno certo, amei a cor, mas não está com cara de “Formandos 2012”? Bem achei…

4) Acho imperdoável que a dupla não tenha ido com a roupa pegando fogo e o Liam levado sua própria moita natural e um pedaço de pão amanhecido para dividir com ela nos intervalos. Imperdoável!

taylor-swift

Para encerrar, preciso dizer que eu não consigo aceitar e ou levar a sério uma premiação onde a Taylor Cara de Alface Swift consegue estar entre as mais lindas da noite. Tudo bem que quem realmente importa na fila do mercado 24 horas não foi, mas mesmo assim,  não consigo, é demais para mim.

E nada me tira da cabeça que em outras vidas, essa cara de alface já foi Medusa. Tenho quase certeza disso…

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Até que enfim, hein Smiley Saurus?

Outubro 3, 2012

Pelo menos uma foto de casal de mão dadas, para guardar de recordação e usar depois para fazer aquela mandinga após o término da relação, rs.

Tudo bem que pela cara dele, algo não estava muito bem e nós só não conseguimos decifrar muito bem se foi o Activia que provavelmente não fez efeito nesse dia ou se ele estava achando totalmente meio assim esse cabelinho da Smiley desse jeito, que foi o que a gente achou. #NAOTABOMNAO

E duas dicas importantes para os meninos:

A primeira é que esse tipo de tênis foi feito para usar sem meia, inclusive quando de calça (calça na altura certa, com a barra dobradinha, investindo no combo boy magia mágica que a gente não sabe se é gay ou europeu, mas que também não nos importamos quando encontramos qualquer um deles vestido dessa forma). E não reclamem de qualquer coisa, porque já existem desodorantes para os pés. (a não ser que vc esteja pagando promessa e planeja ir a pé da Praça da Sé em São Paula até  Nossa Senhora da Penha no Rio)

E a segunda é que esse tipo de meia com bermuda fica sempre uma coisa pavorosa. Evitem.

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

“sometimes i feel like i love everyone more than they love me. hatttte that feeling.”

Setembro 17, 2012

Parece que alguém anda #CHATIADA hein?

A frase acima foi escrita pela Smiley Saurus, no que talvez tenha sido um momento pouco sorridente (sorry, não resisti ao trocadilho) no seu own Twitter no finde e a gente não sabe se ela tem endereço de entrega certo, mas caso ela tenha sido direcionada para o seu boy magia, nós bem que tentamos avisar e mais de uma vez sobre o assunto. Fato!

É tudo uma questão de leitura corporal, já que a distância, é o máximo que podemos fazer.

Eles nunca parecem felizes juntos, nunca tem muito contato corporal quando o assunto é o casal (e algo nos diz que isso não seria um problema para ela…) e quando têm, parece que é ela quem faz questão de uma aproximação, como podemos observar na imagem acima…

E se vc minha amiga, que tem um boyfriend magia com um braço dessa largura e ele não estiver cuidadosamente te protegendo de alguma forma (ou estiver carinhosamente ao seu redor), nem mesmo durante aquela passagem na feira (que é o que vamos fingir ser esse cenário ao fundo), digamos que mesmo que ele seja aproveitado quando realmente importa (na hora do 1 + 1 = #YEAH), vc bem deveria estar procurando por outros braços por aí, nem que eles sejam os seus próprios.

#NAOTAFELIZNAO

ps: eu sei que nós não ouvimos as músicas dela, não nos importamos com os rumos da sua carreira ou qualquer outra coisa que lhe diga respeito, mas precisamos defender nossas sisters, mesmo aquelas que não são as preferidas da irmandade, rs

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt


%d bloggers like this: