Posts Tagged ‘Melissa McCarthy’

O Oscar 2013 foi realmente sensacional, mas o red carpet foi aquela preguiça de sempre

Fevereiro 26, 2013

seth-macfarlane-oscars-

Sim, no comando do Seth McFarlane tivemos umas das melhores cerimônias do Oscar dos últimos anos. #INYOURFACE

Uma abertura absurda, com direito a musiquinha escrota que a essa altura certamente já deve ter virado toque do celular de todas que tenham ou não mostrado os gêmeos para o mundo nos cinemas, puppets  de meia colocadíssimos, Charlize Theron divando acompanhada do Channing Tatu Bola (pelo menos dançar ele sabe e disso nós não podemos reclamar), Déniel Potter fazendo dupla de magia com o Joseph Gordon-Levitt (o que foi esse momento, minha gente? – sapateio enquanto digo essa line) e o McFarlane vestido de The Flying Nun, descolando o melhor encontro da noite e com direito a começo de final feliz. Höy! Realmente, o Oscar 2013 foi sensacional. SENSACIONAL! Clap Clap Clap! (#OSCARFEVER)

Mas nada nos deixa mais animados do que o red carpet em noite de Oscar, principalmente porque elas tendem a sempre nos dar motivos para boas gargalhadas, algum recalque e bocejos longos e preguiçosos, sempre. Por isso, vamos aos trabalhos! (recomendamos que esse post seja lido ao som da performance das performances da Barbra, da Shirley Bassey, da Adele, ou de qualquer um dos musicais durante o Oscar 2013. Sério)

 

Charlize foi de branco, conseguiu não imprimir noiva e deitou com todas. COM TO-DAS!

Charlize

Charlize arriscou tudo e foi de Dior branco (nome amaldiçoado do momento), com um corpo de dar raiva em qualquer uma com mais de 1% de gordura, mas mesmo assim conseguiu se distanciar do look noiva que algumas delas sempre acabam apostando e ou imprimindo nessa hora. Nada de volumões onde ninguém precisa, apenas um vestido que parecia que foi feito no seu corpo e um decote no lugar certo, sem mais. Lembra da Anne Hathaway no último Golden Globes? Então… Charlize foi lá, usou a mesma referência e ensinou como é que se faz direito. E o cabelo curtíssimo? Maravileeeandra!

Aposto 5 embalagens fechadas de blondor que depois dessa sua aparição, a Miley Cyrus está no banheiro da casa dela até agora, chorando copiosamente e tentando ficar com o picumã igual. Nunca conseguirás Smiley. Nunca conseguirás… (aposto também que a vocalista do Roxette está dando piruetas suecas onde quer que ela esteja, só por ter virado tandancé novamente, rs)

E posto três pares de chinelos daquela marca do Hawaii que a Kristen Stewart não conseguiu dormir depois que teve essa visão e que a Ellen DeGeneres pensou no mínimo em se divorciar nessa noite. Certeza.

Sem contar aquela suspensão de perna que ela fez no meio da sua coreô ao lado do Channing Tatu Bola no espetacular número de abertura do McFarlane. Só eu fiquei com medo que ela chegasse a bater em um daqueles refletores de tão alto que aquela perna conseguiu chegar? Feminina com 1,90. PÁ!

Melhor da noite? Com essa cara, eu diria que foi o melhor para a vida! (se bem que, já a vimos em outras ocasiões e quase entramos em estado de choque…)

#DIVOU

 

Só pode ter sido mais uma das sete mil pragas de Galliano

jennifer-lawrence

Não adianta, porque ao que tudo indica, o Galliano deve mesmo é ter rezado todo e qualquer vestido que a Dior tenha feito depois da sua saída meio assim da marca…

Agora, além das coisas horrorendas todas que andamos vendo nas passarelas da Dior nas suas ultimas coleções e ou em red carpets (lembra o horror em amarelo da Marion Cotillard no BAFTA 2013? #CREDINCRUZ!), eles rasgam em público, denunciando uma costura provavelmente terceirizada e ou feita no precinho, o forro se desfaz magicamente e o auge do que de pior poderia ter acontecido acabou de fato acontecendo na noite de ontem, com a Jennifer Lawrence dando com a cara no chão ao subir naquele palco para receber um dos maiores prêmios do Oscar 2013.

Apesar da textura até que bacana, o vestido não é dos melhores e justamente porque tem essa intenção de bolo de noiva, muito Vera Wang, sabe? Tem também esses dois tons meio assim (a frente era rosa claro e o fundo branco) e um volume exagerado na saia, o que já dificultava naturalmente o caminhar. Faltou também um pouco mais de experiência nessa hora (eu teria passado pelo menos um dia e 1/2 treinando subir tudo quanto fosse de escada nessa vida, casa não já tivesse muito bem treinado), porque se ela tivesse levantado a saia, talvez nada tivesse acontecido. Mas como se conter ao ouvir o seu nome sendo chamado como uma das grandes vencedoras em noite de Oscar?

E o medo de ser tudo uma piadinha do clã francês da premiação (Dujardin, sempre uma visão francesa. Höy!) e eles dessem na sua cabeça com uma baquete originalmente francesa e dissessem na sequência que o prêmio na verdade não era dela e sim da Emmanuelle Riva? Melhor correr e assumir o risco, não? (eu também não teria pensado duas vezes, Katniss. Estamos com você! rs)

p-lo-hor-gale0scar

Só não consigo achar graça nesse tipo de situação, porque sempre acho que bem poderia ser comigo (e acreditem, sou bem desse tipo). Em um post anterior, disse que estava indignado por não ter visto ninguém levantando imediatamente para ajudá-la, algo que meus queridos leitores (Thnks J.) me mostraram que não foi bem assim e tanto o Bradley Cooper quanto o Hugh Jackman (diz que o Day-Lewis também) levantaram prontamente para ajudá-la naquele momento constrangedor que como eu já disse, nós não vamos mostrar por aqui. Agora, justamente o Cooper e o Jackman terem levantado prontamente, significa? Significa sim, cavalheirismo, educação, gentileza, solidariedade com as amigas, projeção, essas coisas. (rs)

Com isso, fico imaginando que se eu estivesse por lá e tivesse pelo menos 1 Fassy e 1 Ryan Gosling naquela primeira fila, se eu não teria feito exatamente o mesmo e teria me jogado no chão propositalmente, com ou sem Dior. (e o meu Dior seria vintage, para não ter erro)

Mas eu gostaria de dizer que qualquer coisa que tenha dado errado na sua vida até agora, Jennifer Lawrence, mesmo que tenha acontecido 5 segundos antes de você receber um grande prêmio como esse, se tornou absolutamente nada depois desse carinho que o Jack Nicholson himself fez questão de fazer em você e por seu trabalho. Esqueça todo o resto.

#TEMCONOANAOAMAR esse encontro e ou a reação da J-Law? Não, não tem. (♥)

 

Querida Anne Hathaway, não se brinca em noite de premiação em que existe uma grande possibilidade de se subir no palco para ganhar qualquer coisa e você já deveria estar ciente disso

anne-hathaway-

Acho imperdoável que a Anne Hathaway tenha escolhido esse Prada clarinho e com cara de qualquer coisa amassada e sem gracinha para receber um dos maiores prêmios da sua carreira. Simplesmente não consigo. I dreamed a dream de que quando esse dia finalmente chegasse, Anne que não é o Diabo mas também veste Prada, saberia escolher melhor o que esfregar na cara da sociedade.

Apesar de não gostar nada das piadinhas que estão rolando por ai a respeito da sua escolha (inclusive, eu acho até preconceituoso), temos que reconhecer que não foi das melhores mesmo. Fuén…

Nem a joia era invejável (avaliando apenas a beleza), apesar de provavelmente dar para comprar pelo menos 3 quitinetes em Boca Raton. É o que dizem…

E não, esses dois pontos focais não são os seus faróis acesos e sim a costura do próprio vestido. Agora me digam, quem escolhe um vestido que já tem um farol aceso costurado de cada lado?

#NAOTABOMNAO

 

Jessica Rabbit Chastain

enhanced-buz

Finalmente! Jessica Rabbit Chastain fierce divou nesse modelo maravileeeandro, não?

Olha esse corpo? Agora me dá a mão e chora.

(cinco Kleenex depois…)

Tudo no lugar, combo do acerto. Eu daria até uma estrelinha por bom comportamento, porque seu looks dos últimos red carpets estavam bem meio assim… (tirando o último BAFTA onde ela apareceu em um azul dos sonhos)

E apesar de ainda faltar o encosto de Jessica Rabbit decidir se vai baixar ali de vez ou não, Chastain pode dizer que perdeu com dignidade o Oscar desse ano com o seu Armani Prive. PÁ!

 

Um branco lindo, mas com cara de quem foi para a festa errada

zoe-saldana-

Sim, AMAMOS esse outro modelo em branco da noite, dessa vez no corpo da Zoe Saldana, que poderia ser bem simples e preguiçoso caso não tivesse essa cauda maravileeeandra em 50 – 47 tons de cinza.

Mas apesar de lindo, confesso que ficou super informal, apesar de ser couture by Alexis Mabille

 

Não basta ser onipresente, cantar horrivelmente em “Les Mis” e ter os olhos mais arregalados de Hollywood, tem que ser preguiçosa também, não é mesmo Amanda Seyfried?

amanda-seyfried-

ZzZZZ

Gente e a voz de Amonda durante aquela performance lindíssima do elenco de “Les Mis”? Sumiu completamente não? (e que orgulho do Eddie Redmayne)

E quando a Éponine entrou então… VRÁAAAAAAAAAAAAA! Não sobrou nada para Amonda, a não ser o seu Marcus, rs. Tanto que daí por diante ela acabou a apresentação amparada nos braços do Eddie Redmayne e tendo dito isso eu repito, tem pessoa mais irritante em Hollywood nesse exato momento?

Tem sim, e mais representativas também, mas podemos dizer que pelo menos a Amanda Seyfried deve estar esperando nessa mesma fila, rs.

Depois ela trocou por um vermelho que seguia o mesmo fundamento (aquele da apresentação), mas esse não era apenas preguiçoso como o modelo acima e sim apenas horrorendo. Apenas.

#NAOTABOMNAO

 

Falando em preguiça…

amy-adams

O Oscar de la Renta da Amy Adams era lindo, mas ficou muito dentro daquele sonho de princesa que muitas delas ainda insistem em sonhar em noite de premiação e que ninguém aguenta mais.

Mas nesse caso, o ponto positivo vai para o seu boy magia, que fez o prestativo durante o red carpet e isso nós precisamos valorizar e mostrar como bom exemplo para o mundo. Höy!

 

Sabe gente que precisa conhecer melhor o próprio corpo?

Melissa

Então… a Melissa McCarthy é engraçadona, nós a AMAMOS desde Gilmore Girls, não conhecemos ninguém que assista Mike & Molly, achamos a sua personagem e todo o seu  “Bridesmaids” super valorizado, mas achamos também que ela precisa conhecer melhor o seu corpo para aprender a valorizar o que ela tem de melhor.

Nessa hora, a ideia até que não foi totalmente das piores e sim essa modelagem pavorosa que deixou tudo completamente meio assim, jogado e fora do lugar.

By David Meister

#NAOTABOMNAO

 

Sabe gente que conhece muito bem o próprio corpo?

adele-

Então… Adele bem que poderia dar umas aulas para a Melissa McCarthy no #Gholpower, não?

Apesar de não ter nada demais e ser super simples, Adele estava super apropriada em seu Jenny Packham, principalmente quando pensamos no combo completo do cabelo + make certo. E o make era parte importante do seu fundamento e estava lindíssimo. (apesar também dela sempre usar algo pelo menos parecido que achamos que ela já descobiru que não tem mais como dar errado para ela, sabe?)

E para sua apresentação ela simplesmente soltou o picumã, veio com uma escova daquelas e divou cantando para o 007. Maravileeeandra!

 

Alguém liga para a Beyoncé e diz que a sua amiga Kelly Rowland não está mais para brincadeira?

kelly-rowland-

E não tem depressão certa meus bens, porque segurando esse bicolor com um corpinho 0% de gordura, ninguém tem tempo para pormenores.

Kelly estava linda no seu bicolor Donna Karan Atelier? Estava.

Kelly chamou para cair dentro mais uma vez? Chamou.

Mas Kelly acertou no picumã? Hmm mmm….

Não e deveria ter pedido emprestado uma peruca melhor para a sua amiga com muito mais condição.

Mas o caminho é esse mesmo Kelly Rowland. Não desista!

 

Seria o Michael Douglas o novo Doctor Who?

Zeta-Jones

Porque a Zeta-Jones só pode ter entrado na TARDIS e voltado dez anos no tempo para a sua apresentação de “Chicago” no Oscar 2013, onde ela obviamente divou!

Acho linda, acho que recuperou uns bons anos e ou mandou a irmã gêmea dez anos mais nova no seu lugar e acho que a Renné deve estar chorando até agora embora não consiga demonstrar pelo tanto de coisa que ela já colocou naquela cara, por não ter nem se arriscado a segurar um dueto com a amiga antiga durante a sua apresentação.

E Zeta foi de dourado porque is all that jazz! (jazz hands)

 

Agora, o que em nome do espírito de boy magia indeed de Mark Darcy aconteceu com a nossa Bridget Jones?

renee-zellweger-

Mas a dúvida maior é, ela foi ou não foi disfarçada de estatueta?

Diz que se ela respirar normalmente e soltar tudo o que ela puxou para dentro dela mesmo no momento da foto, sua anágua no formato de uma cinta cirúrgica sem costura PPP  é capaz de atingir a Adele que estava no palco se apresentando nesse exato momento. Sério.

Como é que com essa cara de castor, a Rennée Zelewjgalanokikidsjeggerwegger vai conseguir interpretar a nossa adorkable AMO/sou Bridget Jones no terceiro filme da série anunciado recentemente, hein?

#NAOTABOMNAO

 

OK, Naomi Watts, acho que entendemos perfeitamente qual foi o seu fundamento para o Oscar 2013

naomi-watts

Sabotagem. Aposto que o pensamento foi algo mais ou menos do tipo “Já que eu não tenho chance de ganhar mesmo, vou usar qualquer coisa que chame bastante atenção mas que também não seja tão 80’s Cher porque eu ainda não tenho culhões para tanto”

Apostamos que essa foi a sua intenção ao se permitir aventurar-se nesse metalizado totalmente meio assim e quase com cara de trabalho de faculdade de moda tendo como sugestão matérias primas não convencionais.

Agora, caso esse não tenha sido exatamente o seu pensamento, #NAOTABOMNAO (e o after party estava pior ainda. Acreditem!)

 

E quem diria que o metalizado da noite seria logo o da Halle Berry?

halle berry

E ou não é um sinal claro de que o final dos tempos se aproxima? Meow!

Sim, para nossa surpresa, ela que teve que andar de cabeça baixa durante toda a premiação para evitar o confronto da sua Catwoman com a Selina da Anne Hathaway e ter que amargar a visão de alguém que conseguiu ser 1558 vezes melhor que ela em um mesmo papel (PÁ!), Halle acabou escolhendo muito bem o seu Versace metalizado da noite. (que além de tudo tinha um decote nas costas lindo)

Sem contar que o vestido além de maravileeeandro (e olha que ele tinha tudo para dar errado e não é para qualquer uma) é também educativo e as listras servem para lembrá-la da faixa de pedestres nas ruas, leis de trânsito, coisas que ela vivia esquecendo no passado e que preferimos acreditar que hoje em dia não seja mais assim.

Tudo bem que esse cabelinho preguiça de sempre ninguém aguenta mais já tem uma década… mas pelo menos ela foi de Bond girl.

 

Salminha foi pela metade?

salma-hayek-

Porque ela sumiu quase que completamente dentro desse McQueen, não?

Se não fosse pelo cogumelo da lua no topo da sua cabeça, ninguém conseguiria encontrá-la na fila do poncho de Guadalajara de Ugly Betty.

#NAOTABOMNAO

 

Por um mundo come menos:

reese-witherspoon-

Cabelo ondulado de lado e vestido preguiça que todo mundo já viu em red carpets do Oscar em pelo menos em 1/4 de suas 85 edições até agora.

Viu Reese Com Sua Colher? (a tradutora do canal fez questão de traduzir até o seu nome)

E a cara de Coca Zero da Reese?

A propósito, ela não era garota propaganda de make? Mas cadê o fundamento?

Helen Hunt

Convidada que resolve tirar um cochilo antes da premiação ou tem a sorte de ter uma tarde mais animada nesse mesmo dia e obviamente atrasada nas duas hipóteses, resolve ir de última hora enrolada nos lençóis do quarto de hotel, mesmo que você tenha aproveitado os lençóis do seu ultimo filme (“The Sessions”) ou seja algo vintage, dos tempos da excelente Mad About You (♥), viu Caça Hellen? (a tradutora também fez questão de traduzir esse outro nome)

#NAOTABOMNAO & #NAOAGUENTAMOSMAIS

 

Barbaryellow

jane-fonda-oscars

Barbarella claramente compareceu no Oscar 2013 para mostrar como é que se faz para toda uma geração que acha que exala juventude.

Maravileeeandra nessa Versace amarelo, com direito a ombreiras e um corpo que muita gente odeia desde os tempos de Barbarella antiga

Tá magrona, tá gatona, tá gostosa Jane. Mesmo que você nunca tivesse feito “Barbarella”, eu acabaria te amando de qualquer forma pela surra que você deu na J-Low naquele filme totalmente meio assim onde ela injustamente pega o Michael Vartan.

Mas está na hora de aposentar esse cabelo com cara de apresentadora de programa feminino matinal de lá e agora também de cá, não?

 

Siydney Bristow poderia ter escolhido outro disfarce?

ben-affleck-jennifer-garner-

Poderia. Porque embora assim de frente esse Gucci não pareça nada demais…

Alias

De costas, o efeito era bem mais dramático e ou remetia a certas coisas que preferimos não falar por aqui para não atrair. (rs)

Mas quem se importa se ela levou para casa a estatueta mais importante da noite para colocar na estante da sala de cinema, justamente por seu marido ter nos contando tão bem uma história do mundo dos espiõess e ainda teve a chance de esticar a noite fazendo uma performance de Elektra e exigindo que o seu boy magia aparecesse de Demolidor para um confronto com final feliz?

Porque seria exatamente assim que a gente teria comemorado. Hell Yeah!

Ben, Affleck, Argo Fuck Yourself e sempre um visão. Höy!

E falando em Ben…

sandra-bullock

… quem não tem certeza que nesse encontrismo entre ele a Sandra Bullock (que só não estava mais preguiça do que a minha própria preguiça em relação a qualquer um dos seus filmes, tirando “Da Magia à Sedução”, “Speed” e “Miss Simpatia”, é claro), rolou uma conversa sobre aquele filme pavoroso que eles fizeram juntos e que passa toda hora na Sessão da Tarde?

“Não finja que não me conhece não Sandrão, porque eu bem me lembro dos filmes pavorosos que nós já fizemos no passado e que by the way nos deixaram bem ricos, viu? É, lembra daquele do avião em que você era uma péssima mãe e eu fazia dancinhas animadas em bares exóticos que eu jurei nunca mais entrar na minha vida a não ser acompanhado do Matt Damon, para desespero de toda uma comunidade? O capeta está vendo…”

CERTEZA!

 

Não sabemos quem você é meu bem, mas…

Nancy O'Dell

… precisamos dizer que se o seu colo precisa desses litros todos de retoque a ponto do vestido ficar todo manchado na axila, significa que talvez você deva escolher outra coisa para mostrar.

De nada.

 

E quem precisa se cobrir de jóias quando se está carregando um dos melhores acessórios da noite?

Jennifer Aniston

Apesar da imagem não ter ajudado, preciso dizer que a Jennifer Aniston carregou um dos melhores acessórios da noite, Justin Theroux. Höy!

Sem contar que é quase certo que Brangelina nem teve coragem de aparecer porque agora a Jennifer é quem carrega o melhor boy magia das duas e pode jogar na cara dela que nunca precisou pegar o Billy Bob Thornton com ou sem aquela barbicha medonha, embora tenha também o que se desculpar com o mundo por sua fase Vince Vaughn.

Suck it Angelina!

 

Querida Sally Field, te amamos ainda mais e para sempre de Valentino vermelho

Sally Field

Sério. Estava maravileeeandra! Em camadas e transparência, algo que obviamente não é para qualquer uma.

Sem contar que durante a premiação, ela ainda demonstrou ser super bem humorada admitindo logo no começo que o prêmio seria da Anne Hathaway de qualquer jeito e de quebra, ainda pegou o próprio Seth McFarlane…

000_dv1424063

… que a propósito, estava todo comediante magia durante a premiação que ele dominou completamente. Seth que canta, dança e de vez em quando dubla quase todos os personagens do seu Family Guy. #TEMCOMONAOAMAR?

Não, não tem e Höy! (♥)

 

Pausa para uma prece:

Daniell + Meryl

Que do encontro desses dois tenha exalado algum talento para boa parte dos presentes durante a premiação desse e de qualquer ano do Oscar. #AMEM!

Agora sejamos sinceros, se você tivesse ganhado uma encarada dessas de qualquer um dos dois personagens acima do não casal Daniel/Meryl, você não estaria congelado até agora, derretendo em um beco qualquer de Hollywoood já que muito provavelmente a essa altura eles já desmontaram toda a festa? (se Daniel me olha assim, minha American Apparel purple  se dissolve em cinco segundos e se Meryl me dá um sorriso como esse, eu posso jurar que já vi Deus e que apesar dele soar como a Cher, tem a cara da Meryl! rs)

Déniel, que os boys magia todos se inspirem em você, sempre. Queremos essa classe, esse talento e exatamente essa profundidade no olhar. Amém.

Meryl, promete que você vai aceitar o convite de interpretar a minha mãe no cinema quando finalmente chegar a hora e Hollywood finalmente me descobrir?

Höy!²

 

Para finalizar, temos o enigma da noite: o que teria acontecido com Kristen Stewart?

Stewart

Ela que me apareceu nessas condições durante o Oscar 2013, quando não caminhando feito um zombie atropelado por um caminhão dirigido pela própria Michonne de TWD, ao lado do nosso Daniel Potter Radcliffe em um crossover que talvez a gente nunca jamais consiga perdoar a academia. E as nossas opções para o seu atual estado são:

 

A) foi descer do caminhão no estacionamento da festa, esqueceu da altura e caiu com tudo no chão. CATAPLOFT

B) no mesmo estacionamento, foi atropelada sem querer pelo caminhão da Charlize, que encostou na vaga ao lado enquanto dela descia do seu…

C) estava atravessando a rua e encontrou com a Hally Berry dirigindo o seu próprio carro e ai já viu, neam?

D) apareceu manca ao lado do Déniel Potter porque estava carregando todos os seus Framboesas de Ouro debaixo da saia + pelo menos um diretor de qualquer um dos seus próximos trabalhos no cinema

E) apareceu manca ao lado do Déniel Potter porque ele aproveitou o momento para lançar um feitiço daqueles, provando que a sua franquia é infinitamente e além melhor do que a dela. ALAKAZAM

F) encontrou com a associação das mulheres traídas e vingativas e acabou levando um coió daqueles por seu histórico recente

G) brigou com o hairstylist antes de entrar na cerimônia, só porque ele encostou a escova no seu ninho de mafagafos e acabou tomando uma surra de escova larga do próprio que não nasceu para levar esse tipo de desaforo para o salão, M’OKAY

H) não entendeu o nosso recado de quando dissemos que ela precisa se esforçar mais e resolveu aparecer toda quebrada para tentar imprimir alguma boa vontade

 

Bom, não sabemos exatamente o que aconteceu com a Kristen (por pura preguiça, porque saiu em um monte de lugares mas não nos interessamos por esse tipo de notícia a respeito dela) mas adoramos essa imagem dela sendo humilhada no olhar por gente que realmente é alguém na fila do bagel com cream cheese em NY:

Katniss

No Super Trunfo, em qualquer quesito, Katniss ganha disparada da sua Bella que insiste em ser feia. PÁ!

Mas a melhor de todas, deixamos para o encerramento do nosso Oscar 2013:

Anne Hathaway

Porque o olhar baixo de Catwoman para cima da Bella, não tem preço. K.O!

E exatamente por esse olhar e o detalhe que ela carregava nas mãos, somos capazes até de perdoar e esquecer o seu vestido mamiludo sem gracinha da noite. Aliás, que vestido mamiludo sem gracinha?

Esse foi o red carpet preguiçoso do Oscar 2013, a premiação que pelo menos voltou a nos dar alguma esperança de que algo de muito bom parece estar acontecendo com as premiações do tipo. Agora só nos resta esperar a cerimônia do ano que vem e torcer para que:

A) eles repitam o Seth McFarlane, mas que ele venha acompanhado do Stewie. Yei!

B) eles contratem a dupla Fey Poehler, como o próprio Capitão Kirk himself mencionou no começo da apresentação

C) que eles juntem eles todos e façam um trio infernal. Hell Yeah!

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

E a Vanity Fair está que é só comédia, hein?

Dezembro 6, 2012

VF1

VF2

VF3

Edição da revista que teve como editor convidado, ninguém menos do que o Judd Apatow. (♥)

Batendo o olho rapidamente nas três capas assim, SIM, faltou a Tina Fey, a Lena Dunham e o Louis C.K (que eu duvido que toparia fazer uma capa dessas, mas…) e eu trocaria fácil essa Maya Rudolph pela Christina Applegate, pensando apenas no elenco da própria série dela atualmente.

Agora, o que explica a Megan Tranformer Crossfox no meio dessa turma?

Tudo bem que as suas atuações são sempre tão medíocres que elas até podem nos causar algumas risadas, mas sentimos muito mais vergonha do que qualquer outra coisa.

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

O que faltou no red carpet do Oscar 2012?

Fevereiro 27, 2012

Faltou tudo. Faltou emoção, faltou glamour, faltou erros, faltou, faltou, faltou!

O saldo do red carpet no Oscar 2012 pode até ser positivo, porque elas estavam até que adequadas para a noite de premiação, o que já é quase um milagre pensando no histórico de cada uma delas. Mas nada saltou os olhos, nada comoveu e o conjunto todo acabou deixando todo mundo com preguiça. Muita preguiça…

Queremos sofisticação! Queremos erros pavorosos! Queremos material para trabalhar (e se divertir)! Queremos uma razão para viver! (aquele que exagera)

Mas, mesmo com tanta preguiça reunida em alguns metros de carpete vermelho barato, vamos ver quem se deu melhor e quem não foi tão bem assim no Oscar 2012. Só não vale dormir no meio do post, hein?

 

Dona Beiça

Dona Beiça, também conhecida como Angelina Jolie (ou a mãe de todos, rs) me apareceu assim, com essa cara de PÁ no red carpet do Oscar 2012.

Não sabemos o que a Dona Beiça tomou na limousine a caminho da premiação, mas sugerimos que ela continue nesse caminho, que está melhor do que a cara fechada e gélida de sempre.

Será que a Angie antiga está despertando dentro dela e logo logo teremos alguém voltando a colecionar facas e com colares carregando o sangue de quem for da sua família? Go Tomb Raider!

Mas e o vestido?

Um pretinho fundamento, em veludo, bem bacana, se não tivesse essa fenda enorme que sempre imprime uma vulgaridade que ninguém precisa.

By Versace

 

Não faz a estatueta Meryl!

Meryl Streep, deusa musa onipresente em toda e qualquer premiação, sábia que é, apareceu ela mesmo vestida de Oscar.

Esperta neam? Vai que ela saísse com as mãos abanando? rs

O modelón dourado era um Lanvin, que eu achei o colo sensacional, mas deixaria essa barra da saia mais solta e talvez um pouca mais longa. Nesse caso, ouro nunca é demais. (rs)

 

Outro que não se fez de rogado e levou a sua própria estatueta foi…

…o George Arrume uma Namorada Da Sua Idade Pelo Menos Uma Vez E Tente Ser Feliz Clooney,  que levou o seu novo troféu preguiça para a premiação, já sentindo que ele mesmo não levaria nada além de um bom chá de calcinha dourada para casa.

 

Um Alexander McQueen sempre merece por obrigação um cabelo mais fundamento

Viu Jessica Chastain? Não basta ser ruiva, tem que se esforçar.

Vestido lindo, com fundamento, mas imprimiu que vc estava na prova e não no evento final. WOO!

 

Verdes que entregam a idade, ou pelo menos a sua condição

Três tons de verde que no mínimo entregam a idade, ou a sua condição.

O primeiro é o verde poder da noite, escolhido pela atriz Berenice Bejo.

Jovem (detalhe importante), leve, delicado, com cara de antigo, mas moderno ao mesmo tempo, uma delícia de maravileeeandro.

O segundo tom de verde da noite foi escolhido pela nossa queridíssima Glenn Close, a gêmea má da Meryl Streep, rs.

A escolha da Patty Hewes foi meio assim, com essa cor e a cauda, cor essa que eu sempre associo á mulheres mais velhas.

Vai me dizer que vc nunca foi a um casamento com uma madrinha de meia idade vestindo algo da mesma cor?

Por isso, acho que esse tom de verde denúncia a idade, portanto, evitem!

Viola Davis cortou o cabelo e já parece até outra mulher não?

Aliás, se a gente comparar a sua personagem com a sua figura nas últimas premiações do cinema e agora no Oscar 2012, temos 3 mulheres totalmente diferentes. Coisa de atriz boa.

Mas eu não sei, o tecido dessa parte de cima do vestido dela não imprimiu luxo e sofisticação, mesmo ela tendo apostado no pantone Ariel, que eu já disse que sempre funciona (ruivo + verde)

 

Beiges e nudes que insistem em resistir ao tempo

Se é para ir de beige ou nude, tem que ter fundamento, ou a gente não consegue aceitar. Pelo menos não é um bandage dress, o que já é um alívio.

Apesar do vestido da Cameron Diaz ter uma saia bem bacana, não imprimiu novidade e só eu tive a sensação que nós já vimos muitas vezes algo parecido por ai?

Acho preguiça, acho sem graça e mais do que tudo, eu acho sinceramente que a Cameron está precisando de um amigo mais sincero ainda para falar para ela parar de colocar tanta coisa nessa cara, ou daqui uns dias ela não consegue mais abrir esses olhos com tanta bochecha. WOO!

By Gucci

Ainda falando em beiges sem gracinha, Kristen Wiig se deu melhor em sua escolha, que embora também seja preguiça, pelo menos tinha essa saia maravileeeandra e que dava até vontade de tocar.

 

Volumão no volumão, NÂO!

Nesse caso, a imagem fala por si só. #NAOTABOMNAO

 

Blowtox? 

Tô dentro, pacotinho! (euri)

Se puxar mais esse cabelo para aumentar o efeito do truque, J-LO vai conseguir o sonho de muitas, que é ter os olhos nas costas. WOO!

 

O que é isso Penelope? Seu vestido de Sweety Sixteen?

Mulheres do universo, não é porque vcs já se tornaram mãe que a magia acabou para vcs, hein?

Cadê o encanto? Cadê a latinidade? Cadê a pomba gira do Almodóvar?

Não aceito Penelope Cruz vestida de debutante. Não aceito.

NOW MOVE!

By Giorgio Armani

 

Eike preguiça…Zzzz

O dia em que a Sandra resolver me aparecer decente e com fundamento, nem que for para ir na padaria, talvez o mundo volte a ter alguma esperança. Cadê a silhueta?

Sabe preguiça? Então…

By Marchesa

 

Brilho de diva antiga, mas faltou alguma coisa…

Achei sensacional o pretinho com esse detalhe nada básico que a Judy Greer escolheu para a noite de premiação.

Imprimiu diva antiga (mas faltou alguma coisa. Uma boa joia, talvez? Ou um cabelo mais decidido se seria com cara de época ou não)

 

Também faltou algo para a Natalie Portman ficar realmente maravileeeandra

Acho que uma faixa na cintura desse vestido iria bem, em outra cor, escura talvez, com brilho. Não sei, mas faltou alguma coisa…

Vida, talvez?

By Dior

 

E a fantasma stalker de American Horror Story, foi convidada para a festa? Confirma esse nome na lista pra mim, produção?

Mas os fantasmas da série não só podiam sair daquela casa pavorosa somente no Halloween?

Fiquei confuso…

Mas com essa postura, parece que ela ainda está no personagem. BOO!

 

Vamos precisar de um tempo para nos acostumar com a saia peplum

As tendências aparecem, mas as vezes demora um pouco para a gente se acostumar com elas.

Geralmente eu acho que isso acontece quando não é uma tendência das bem boas…

Digamos que na Michelle Williams, a saia peplum nem me incomodou tanto assim, mas acho que foi mais o combo da nova tendência + a cor nada comum que acabou contribuindo para o look ficar meio assim…

Mas pensando bem, eu até acho que eu gostei…pelo menos nela, mas não acho que seja um look fácil e nem para qualquer uma.

By Louis Vuitton

 

Porque premiação que é premiação boa, tem que ter alguma corajosa!

E a representante desse ano foi a Emma Stone, que foi com esse vestido pink até que básico, se não fosse por essa gola com o mega laço de lado.

Acho sempre importante quando alguém tem coragem de ser mais ousada, mesmo quando bem discretamente.

Go girl!

 

A noite do branco

Juro que o vestido branco da Milla Jovovich assim parado na imagem do red carpet, não era quase nada se comparado com ele em movimento durante a premiação.

Maravileeeandro! (talvez o melhor da noite)

Rooney Mara foi outra que apostou na cor e se deu mais do que bem.

Em um determinando momento durante a premiação, achei que ela estava a cara da Audrey Hepburn, em uma versão meio futurista, rs.

Maravileeeandra!

Outra tendência que ficou bem em evidência durante a noite do Oscar de ontem, são os vestidos com mangas longas que algumas delas resolveram investir no fundamento.

Como esse, também em branco, da atriz Shailene Woodley, que foi outra das que apostaram certeiramente na cor.

Maravileeeandra!

Agora vamos ao branco polêmico da noite?

…o Tom Ford da Gwyneth Paltrow. Até que eu achei bem bonito e com certeza a dúvida maior é a capa.

Que nem me incomoda muito (acho uma bela capa até. Me empresta Gwen? Para eu completar a minha fantasia de Super Essy? rs), mas acho que o problema é que o combo cabelo + rosto + o look, estão todos na mesma direção e de novo, sinto a sensação de que faltou alguma coisa…

 

E em um mundo cada vez mais em falta de boys magia, eis que surge uma esperança, que de quebra ainda vem com sotaque francês: Jean Dujardin. Höy!

Brad Pitt e Geoge Clooney estão naquela situação dfícil que a gente já conhece, Tom Cruise não dá,  e o Ryan Gosling não deu o ar da sua graça, com toda razão, depois de ter sido ignorado por dois anos seguidos na premiação.

Mas com uma magia do tamanho de um Jean Dujardin, que além do sotaque francês, vem também com cara de galã + o combo talento (que levou o prêmio de melhor ator), a gente até começa a ter mais esperança por um mundo com mais magia.Höy!

E nada melhor do que terminar um post com um red carpet preguiça como esse, com alguma esperança por um mundo melhor, ou pelo menos, com mais magia!

ps: mas que faltou alguma coisa esse ano no red carpet do Oscar, isso faltou. Quem sabe elas compensam em 2013? TO-MA-RA! Porque se vier mais preguiça que isso, não sobra uma alma fashionista acordada em noite de premiação.

Para finalizar o assunto, o melhor momento do Emmy 2011

Setembro 19, 2011

Dizem que não foi espontâneo e que elas já haviam ensaiado isso tudo antes.

Mas dizem também que foi tudo idéia da Amy Poehler. E o que é foi a cara foufa do Will Arnett na platéia morrendo de orgulho e depois adorando a sacanagem da coroaçã no final?

#TEMCOMONAOAMARTODASELASJUNTAS?

Tá pensando que anunciar os indicados ao Emmy é coisa fácil?

Julho 13, 2011

Divertido mil esse video promocional com a Melissa McCarthy (que todos nós amamos de Gilmore Girls) pedindo uma ajudinha do Joel McHale (Community) para treinar o anúncio dos indicados ao Emmy, que acontece na próxima quinta e já que no ano passado, ele foi quem fez o anúncio.

Mas acho que ela nem imaginava que seria um treinamento ala Kung Fu Panda, neam? Euri

‘S Wonderful, ‘S Marvelous, ‘S Gilmore Girls

Agosto 17, 2010

Sabe aquela série confort food? Que vc senta com prazer em frente a tv, de pj’s, fica comendo porcarias, faz uma bela e poderosa máscara facial (euri)  e  fica se deliciando com um universo encantador e com a certeza de muita diversão pela frente? Pois bem, foi exatamente assim que eu me senti durante esses meses todos (3 eu acho) de maratona. As 7 temporadas, 42 DVDs.  E que saber? Foi delicioso!

E o que é Stars Hollow hein? Sem dúvida nenhuma, um dos personagens principais da série é a própria cidade que serve com plano de fundo para contar essa história entre a relação das garotas Gilmore. Seus personagens são divertidíssimos, cheios de manias, trejeitos e caracterísitcas muito singulares, porém muito fáceis de serem identificadas em outros cenários (e na vida de todos nós). O charme do lugar está naquele clima de outono e na cara de cidade pequena do interior, onde todos se conhecem, se respeitam e de uma certa forma passam a fazer parte da família um do outro. Como se a cidade inteira tivesse um orgulho danado de ser como é. E para manter o que conseguiram alcançar, eles ficam de olho um na vida do outro, cuidando para que nada saia fora do lugar.

E quem conseguiria viver assim em uma cidade como SP, onde ficamos praticamente presos dentro de nossas casas e muitas vzs nem conhecemos os nossos próprios vizinhos, neam?

Miss Patty, Taylor, Kirk, Babette, Mirs Kim, todos divertidos mil. Babette, a vizinha prestativa, que cuida das suas meninas preferidas como ninguém, fora isso ela é completamente surtada neam? Adoro quando ela grita “Sugar”, rs. Taylor, é tipo o general do lugar, todo certinho, todo careta, com as suas reuniões intermináveis e exaustivas em nome da história de Stars Hollow. Tão digno o ep em que ele perde a eleição e fica arrasado neam? Kirk é o cara que esta em todos os lugares ao mesmo tempo, aspirante ao novo Taylor da cidade. Sério, quantos trabalhos ele conseguiu nesses 7 anos de série hein? Não é a toa que ele estava tão cheio da grana, rs. Foufo mil ele planejando o seu primeiro encontro com a Lulu. Mirs Kim (a mãe da Lane), sempre muito durona, religiosa fervorosa e completamente frustrada por ter uma filha tão diferente do que ela esperava. Com o tempo, ela vai aprendendo a conviver com essas diferenças, mesmo que as suas medidas e decisões não sejam lá as melhores. O mais legal foi descobrir que assim como Lane, Mirs Kim tmbm vivia uma vida dupla com a sua mãe, da qual ela tmbm tinha algo a esconder (o que foram aquelas 3 festas de casamento hein? Euri!). Mesmo assim, ela  sempre tão presente na vida da Lane e preocupada com o seu futuro. Agora, uma das minhas figuras preferidas da cidade: Miss Patty! Adoro o salão de dança dela e o fato dela ser uma espécie de diva da cidade, que gosta de arte, canta, dança e representa. E como toda boa diva, Miss Patty coleciona uma lista enorme de homens que passaram em sua vida.

Embora Gilmore Girls seja uma série onde as meninas reinam em absoluto, os garotos foram importantes tmbm para essa história neam? Deles eu destaco: Luke e Christopher.

Sinceramente, eu consigo entender pefeitamente a indecisão da Lorelai quando se trata da escolha do homem para a sua vida. Entre vários namorados (boring!)  e tentativas de relacionamento, ela tinha que dar uma chance para o Christopher neam? Tudo bem que ele não esteve ao lado dela quando Lorelai engravidou e tudo mais (muito disso por opção dela mesmo), mas se tem um cara que seria perfeito para ela, essa cara era o Chris, fato. Foufo, sempre com aquele olhar de homem eternamente apaixonado, sensível e praticamente a versão masculina da própria Lorelai, fatão! Sempre entendendo as piadas, as referências, o ritmo e mantendo uma relação linda e de admiração com a Rory, filha do casal.

Consigo entender que ao contrário do que todos imaginavam (e que seria óbvio) ela tinha que tentar, pelo menos uma vez, formar a “família perfeita” com o pai da sua filha, que foi o seu amor de adolescente e que resultou na própria Rory. Christopher tinha mesmo que ser o primeiro marido de Lorelai. Mas como o próprio casal reconheceu, o timing dos dois nunca esteve ajustado e por isso a relação sempre acabava não durando muito, embora eles tenham tentado por várias vzs. E apesar de não funcionarem como casal, ambos funcionam muito bem como pais. Ele tentando recuperar o tempo perdido de quando ficou longe da filha e ela observando de perto o belo resultado de toda a sua dedicação como mãe.

Já o Luke, esse sim sempre foi o homem da vida da Lorelai, não? Sempre presente, consertando tudo na vida dela, a casa, o carro, a pousada, participando da vida das duas e ainda cozinhando coisas gostosas o tempo todo para elas. Quer coisa melhor?

pausa: eu adoraria ter comido alguma coisa no Luke’s, vcs não? ?Yummy!

Mas Luke sempre foi meio chucro, do tipo que não se abre, não se permite. Ele precisa pensar antes de agir, medir as possibilidades e isso o deixa alguns  passos atrás da própria Lorelai, sempre. E quando se trata de foufurice, não tem para mais ninguém. E o maior exemplo disso, foi quando ele construi uma pista de patinação no gelo para Lorelai, no quintal da sua casa. Howcuteisthat?

Sério, se alguém algum dia fizer algo parecido para mim, eu juro que eu caso e já começo a planejar a festa de bodas de diamantes, fatão (rs)!  O único ponto que eu não gosto muito no Luke é o fato dele estar sempre irritadinho demais, a ponto de ter um ataque cardiaco a qualquer momento (só faltou isso acontecer mesmo…). Uma das minhas cenas favoritas do seu personagem é quando ele joga o Jess no lago, do meio do nada. Rolei!

Sem contar que o cara passar a noite em claro planejando a festa de despedida da sua filha e costurando uma tenda gigante para proteger a festa da chuva não é para qualquer uma neam? Juro que se a Lorelai não tivesse dado aquele beijo nele no final, eu poderia até ouvir as vaias do elenco que se encontrava na praça representando todos nós, fãs da série.

E a sutileza com a qual nós podemos ver a relação dos dois crescer, de pouco em pouco, até virarem um casal, depois se separerem, até o Luke voltar a usar o boné que ela deu de presente para ele no passado, foi tudo tão sutil que me deixou completamente emocionado. E no final, é mesmo de Luke Danes o coração de Lorelai Gilmore. Yei!

Se eles ficaram mesmo juntos no final? Alguém tem alguma dúvida? A cena final da série, com as duas sentadas na mesa do dinner, Lorelai com o colar que ele tinha comprado para ela e Luke ao fundo, pra mim representou o “retrato da família” que finalmente se formou. Foufo mil!

Agora vamos falar de outra paixão da série? Richard e Emily Gilmore! Awnnnnn!

Que casal hein? Dois atores veteranos, com interpretações sensacioais, formando o par perfeito para completar a família Gilmore. Sempre gostei do desconforto dos jantares de sexta feira, da relação deles que vai aumentando com as duas e ganhando novas camadas a medida que o tempo passa, a admiração mútua entre Rory e seus avós, pencas de empregadas de diversos lugares do mundo sendo perseguidas por Emily, as brigas sensacionais entre os 4. Discussões intermináveis, diálogos longos e tudo isso com a velocidade Gilmore! Ufa…que série boa hein?

Do casal, eu adoro a cena quando a Rory decide optar por Yale (onde seu avô tmbm se formou) e eles tentam esconder a alegria, para não irritar a Lorelai, que é contrária a idéia. Mas no momento em que eles percebem que já esta tudo bem para elas e que eles finalmente explodem de felicidade, perdendo totalmente a postura de família rica e tradicional, tudo isso é pura diversão e foufurice. Gosto muito do ep 100 que marca a renovação de votos entre o casal e o jantar phino com pencas de convidados e direito a coreo e dra-ma no final, foufo mil. Gosto dos dois separados tmbm, assim como quando a Rory vai passar uma temporada morando na casa da piscina e os dois tendo que lidar com uma jovem garota Gilmore em sua casa novamente. Tmbm vibrei quando os dois se vingaram da família do Logan. E amo quando o Richard ficou internado (2 vz) e a Emily se mostrou completamente perdida e apaixonada ao imaginar a sua vida sem o seu companheiro de grande parte dela. E o final, com os dois “implorando” da maneira deles para continuarem participando da vida de sua filha e neta e reconhecendo mais uma vez o trabalho primoroso que a filha fez ao criar praticamente  sozinha a neta do casal e o modo como ela conquistou toda uma cidade, capaz de mobilizar a todos para dar uma grande festa de despedida para a Rory , foi relamente emocionante. E o  silêncio do último jantar de sexta feira então? (tears)

E é do casal Richard e Emily + Lorelai e Rory Gilmore o prêmio de uma das melhores cenas da tv ever: que é aquela cena com a discussão que não acaba mais no jantar de sexta a noite. Logo depois da Rory sair da casa deles e voltar com a relação de sempre com a sua mãe. Sério, é uma das melhores cenas que eu já vi na vida! E olha que eu vejo muita coisa hein?

Cena para guardar como referência, sinônimo de coisa boa!!!

E pura foufurice foufa a música que eles cantaram para a Rory em sua despedida de Yale hein?

Mas Gilmore Girls vai além e é muito mais do que uma série de drama em família. E eu acho que o ponto forte da série esta na amizade entre os personagens. Sookie + Lorelai, Lorelai + Michel, Rory + Lane, Rory + Paris.

Amo a relação de irmã/confidente/bff que elas mantém com suas melhores amigas. Lorelai e Sookie são ótimas juntas, divertidas mil. Sempre sendo honestas uma com a outra, acreditando no talento de cada uma e apostando tudo nessa relação sólida e de sucesso com a sociedade realizando o grande sonho das duas. E como não amar a Sookie e os seus pratos deliciosos hein? Sem contar a pousada, que sempre foi o grande sonho das duas neam?

Me diverti muito tmbm com a relação Sookie + Jackson, que começou com uma grande discussão a respeito dos legumes e verduras perfeitos e que acabaou com um casamento foufo e divertido, com duas crianças (e + uma a caminho). Rolei com a Sookie com peso na consciência por ter experimentado os legumes de outro fornecedor. E sacanagem o Jackson ter mentido a respeito da vasectomia hein? Humpf!

Michel e Paris me irritavam um pouco no começo, fato (ela principalente), mas com o tempo foram se tornando os meus personagens preferidos ever. Michel sempre mega sarcástico, sempre disposto a sacanear as amigas,  e se identificando logo de cara com a Emily Gilmore, uma delícia. Paris com o seu jeito controlador, quase uma ditadora. Começou pegando no pé da Rory e no final acabou se revelando uma grande e leal amiga. Adoro as suas manias, o seu humor, essa eterna disputa que ela vive em sua vida e a relação foufa/tensa com o Doyle. Até uma bicotinha ela deu na Rory neam? Go girl! rs

E a amizade de Rory e Lane que é pura foufurice hein? Se conhecem desde crianças, amigas inseparáveis, sempre presentes uma na vida da outra. Adoro a fase em que Lane tem que esconder tudo da sua própria mãe e tem Rory como cumplice, divertida mil! Depois tivemos Lane se revelando uma grande baterista e aspirante a estrela do rock, baterista da saudosa Hep Alien. E o que era ela treinando tocar bateria sem tocar na bateria? Euri

A história da Lane, que é baseada em uma história real, da melhor amiga da criadora da série (Amy Sherman Palladino) e que tmbm trabalha na produção, sempre foi uma das minhas preferidas, fato. Me divertia pencas no começo, quando Lane vivia uma vida dupla, escondendo os cds de rock no assoalho do quarto, tendo a sua vida quase que completamente controlada pela Mrs Kim. Com o tempo, o seu amor pelo rock falou mais forte e chegou o dia em que Lane saiu do ármario (literalente) para a sua mãe. Outra das minhas cenas preferidas é claro.

Depois tivemos a jovem baterista correndo atrás do seu sonho, quase tocando do CBGB’s e tudo isso sempre acompanhada do apoio das suas grandes amigas, as Gilmore. Lorelai tmbm muitas vzs fez o papel de mãe de Lane, cuidando da garota reprimida como se fosse a sua própria filha. Acho sensacional quando no chá de bebê dos gêmos (que foi muito divertido por sinal), Lane pede para que Rory seja a Lorelai Gilmore dos seus filhos. Awnnnnn! Juro que eu até chorei nessa hora (detalhe que nada disso é inédito para mim pq eu já tinha visto a série antes, é claro). Uma grande declaração de amor neam?

E as músicas tocadas pela banda na série são sensacionais hein? Merecia até um cd! Outro foufo é o Zach, que se torna marido da Lane com o tempo, formando um dos casais mais cool ever. E a festa de casamento deles hein? Invejei a montagem da foto ala White Stripes, fatão!

Em uma das cenas da festa de chá de bebê da Lane, Zach canta uma música para ela (que esta grávida dos seus filhos) os dois deitados na cama ala Lenon e Yoko. E o mais legal é que essa semana em True Blood, ele repetiu o fato e a música na série dos vampiros mais legais ever  e eu senti que foi uma homenagem hein?

A série tmbm contou com várias aparições de alguns rostinhos que hoje são grandes conhecidos nossos: Jon Hamm (Mad Men), Adam Brody (The O.C), Jared Padalecki (Supernatural), Milo Ventimiglia (Heroes), Chad Michael Murray (One Tree Hill), Brandon Routh (Superman Returns), Danny Pudi (Community) e até o Seth McFarlane (criador de Family Guy)! Fora que só eu mesmo para só perceber lá pela Season 5 que o Gil, que quem tocava na Hep Alien era ninguém menos do que o Sebastian Bach hein?

Aproveitando o assunto música (rs), eu preciso dizer que eu adorava os eps em  que o trovador da cidade aparece hein? Sempre com músicas foufas e que faziam sentido naquele momento.

Agora que eu já falei pencas de quase tudo, chegou a hora de falar de quem da nome a série: Rory e Lorelay Gilmore, as tais Gilmore Girls (rs)

Primeiro que a relação das duas é absurdamente foufa. Elas falam de tudo, de todos, pelo olhar, usando referências pop mil e em uma velocidade que se vc piscar já era, perdeu a piada ou o assunto. A relação de amor entre mãe e filha aqui é admirável, ainda mais se vc parar para pensar em todo o drama que as duas passaram (gravidez na adolecência). Muito dessa cumplicidade se dá pelo fato das duas terem os mesmos interesses (mais ou menos tmbm), gostos e idades parecidas, o que já facilita e muito neam?

Entre as duas, eu tenho pencas de momentos preferidos, gosto de tudo na verdade, menos do figurino, que eu acho bem cafona, prontofalei. Mas se eu tiver que destacar algum momento, eu diria que quando eu mais me emocionei com as duas foi durante as formaturas, de Chilton e Yale e principalmente quando elas passam um tempo brigadas e depois voltam a se falar. Chorei, confesso. E de novo, o que é ainda pior.

Quase que me arrependi de não ter deixado a minha mãe viver esse momento (da minha própria formatura, da qual eu me recusei participar), talvez fosse importante para ela (…)

Confesso tmbm que eu invejo a relação das duas. E quem não inveja? Essa relação pra mim serve como exemplo para o tipo de relação que eu quero ter com os meus filhos um dia  e eu vou lembrar disso, podem ter cer-te-za!

Rory é a versão aperfeiçoada da Lorelai. Maravileeeandra (muito mesmo!), super inteligente e completamente dedicada a tudo que faz (escola, trabalho, família, amigos). E o que eu gosto em Gilmore Girls é quando uma menina tão perfeita assim como a Rory, que tem uma futuro perfeito a sua frente, previsto por todos que a conhecem e de repente do meio do nada ela se perde, comete alguns erros, deslizes, coisas que a deixam mais humana e próximo do real.

Como quando ela perde a virgindade com o Dean, o seu primeiro amor (e namorado mais bunda mole de todos) e que a essa altura se encontra ca-sa-do (báfu). Dean tem aquele complexo preguiça do garoto pobre que nunca vai ser bom o suficiente para ela (Zzzz).

Depois é a vez de Rory viver uma romance mais rebelde, com o Jess, sobrinho do Luke. Aqui ela começa a perder a linha, traindo o atual namorado (Dean) com o Jess, mata aula e viaja para NY no dia da formatura da sua mãe, bate o carro que o atual namorado (Dean) construi para ela (série de homens prendados não? rs).  Mas Jess tmbm sofre da mesma sindrome do Dean e a relação tmbm não vai muito longe, mesmo com todo mundo torcendo pelo contrário (Zzzz again). Se Rory teve um namorado quase perfeito, esse foi o Jess, o meu preferido! Höy!

Ai chega a vez do Logan, o jovem “perfeito”. Lindo, loiro e podre de rico, o sonho de consumo dos seus avós. Mas que não tem muito nada na cabeça e é durante o tempo que ela passa com ele que Rory comete as maiores burradas da sua vida, fatão! Como quando ela vai presa por roubar um barco e é condenada a 300 horas de serviços comunitários, ou quando ela abandona Yale e passa a viver a vida de uma total desocupada. Logan sofre de uma sindrome diferente, nesse caso ele (e sua família)  se acha bom demais para ela e por isso acaba dançando tmbm, é claro. E eu digo: já foi tarde!

E eu gosto muito da cena em que ele leva Rory para conhecer a sociedade secreta de Yale. Cool! Mesmo assim, eu nunca torci por ele, fato.

Acho tão digno no final de tudo ela ter escolhido a carreira ao contrário do casamento perfeito com Logan. Sinceramente eu não esperava nada menos dela, que sonhava e se preparou a vida inteira para ser uma profissional, uma jornalista assim como a sua mãe tmbm não esperava (rs). E Rory é amada pela cidade, todos se sentem um pouco responsáveis pela garota do futuro brilhante. De uma certa forma, ela é a realização de um sonho de todos por ali.  Ahhhh, e eu adoro os figurinos temáticos que ela usou na série, especialmente a festa com o tema invejável de “Tarantino”. Muito cool!

Rory tmbm mantém uma relação diferente com  seus avós, que ela admira completamente, mesmo com o histórico negativo deles com a sua mãe na época em que ela estava grávida (e mesmo antes disso) da própria Rory. Mas nada se compara com o amor dela pela mãe, que a criou praticamente sozinha e a quem no final ela garante que foi quem deu tudo o que ela precisava. Simples e foufo mil! (tears)

E a Lorelai hein? Sem dúvida, a minha preferida de toda a série. Não só pelo seu humor delicioso, por todas as referências, o amor pelo cinema e junkie food (espera ae, estou falando dela ou de mim mesmo? rs), mas pelo grande exemplo de mulher que ela é. Ela que cuidou da sua vida sozinha, ainda adolescente e com um bebê, coisa que não deve ser fácil para ninguém. Além disso ela realizou um ótimo trabalho no quesito mãe e se talvez ela não foi  a filha perfeita, certamente a mãe e amiga perfeita Lorelai conseguiu ser.

Lorelai tmbm teve alguns deslizes, nenhum muito grave, fato. Talvez o pior mesmo tenha sido quando ela dormiu com o Christopher quando ficou decepcionada com o adiamento do seu casamento com Luke, coisa que ela já não acreditava mais que aconteceria naquele momento (e já tinha colocado um ponto final na história, pelo menos pra ela…). Uma pena é claro, o que resultou em uma enorme pausa de visitas de Lorelai ao Luke’s (fom forom fom fom). Mas o pedido de desculpa, algum tempo depois, no meio do labirinto de feno foi foufo mil tmbm.

Pra mim, a maior bandeira que a Lorelai deu (quando ainda não assumia que amava o Luke)  foi lá no começo, quando ela convenceu ele a pintar o dinner e prometeu ajuda-lo mas não cumpriu a promessa. Ai ela, muito arrependida da mancada que deu, vai até lá a noite e faz todo o serviço sozinha. Foufo mil!

Gosto dela como mãe por saber exatamente até onde ela pode interferir na relação da sua filha com o mundo. Gosto dela com filha que não aceitou as imposições da sua família tradicional e foi viver a sua vida do jeito que ela bem entendia, gosto da sua relação como profissional e amiga e gosto muito mais do resultado de tudo isso. E ao longo do tempo, vamos vendo os corações congelados e magoados de Richard e Emily se derretendo ao reconhecerem todos os méritos da sua filha. Awnnn!

O seu figurino eu acho um erro, quase sempre, fatão (esse da foto eu gosto)! Aliás o figurino da série é meio deprimente. Talvez propositalmente, pq a série se passa em uma cidade do interior, onde as pessoas são mais simples, mas não sei não se precisava mesmo ser assim tão uó. Ela pelo menos, que dizia que gostava de moda e de compras, deveria ter tido mais atenção e bom gosto nesse quesito. E fica para o Christopher o prêmio de melhor figurino da série, provavelmente por ele ser de outra cidade (NY), rs.

Lorelai observando a primeira neve do inverno, Lorelai fugindo do casamento, Lorelai e as margaridas, Lorelai viciada em café,  Lorelai mãe orgulhosa, Lorelai mãe não tão orgulhosa assim quando pega a sua filha dormindo com um homem casado (drama), Lorelai discutindo e argumentando sem parar, Lorelai pedindo o Luke em casamento, Lorelai ahazando com os namorados looosers da filha, Lorelai & Christopher, Lorelai & Rory, Lorelai e muita comida,  Lorelai e os filmes clássicos, Lorelai perdendo o show do Bowie, Lorelai cantando Dolly Parton, Lorelai? Lorelai? Sorry, mas só eu queria ser BFF dela?

Talvez o que seja mais encantador em Gilmore Girls seja isso mesmo, essa relação com cara de perfeição mas que tem tantos defeitos como qualquer outra relação, essa cumplicidade que esta no ar a todo momento e esse climão caseiro, cozzy. Talvez Gilmore  Girls tenha a relação mãe e filha mais invejada de todos os tempos (pelo menos por mim), fatão!

Os Dvds me irritam um pouco pelo menu estático (que eu odeio!) e pocos extras, mas tem alguns bons, como a visita ao set com a Sookie ou a Lane. E para compensar os menus sem graça, a soundtrack de Sam Phillips, Yei!

Uma série que eu recomendo assistir com a família, pai, mãe, filhos, netos, cachorro (Paul Anka!). Eu ganhei a caixa (maravileeeandra, diga-se de passagem) de presente da minha own mommy, presente perfeito de niver esse ano  hein? Se bem que ela me deu tmbm as 6 primeiras temporadas de Friends (anos luz atrás), que eu acho que foi o presente que eu mais gostei ever na vida (rs). Anyway, vou guardar a minha caixa foufa mil e assistir a série novamente um dia (pela 3ª vez), quem sabe com os meus filhos hein?  Prometo!


%d bloggers like this: