Posts Tagged ‘Neve Campbell’

Scream 4 – Sabe aquelas quase duas horas que vc nunca mais vai conseguir recuperar na sua vida?

Julho 13, 2011

Eu senti vergonha, muita vergonha e foi só. Sabe aquelas duas horas da sua vida que vc nunca mais vai conseguir recuperar? Pois bem, essa foi a minha experiência assistindo “Scream 4”.

Não me entendam mal, pq dos filmes do gênero, Scream sempre foi uma das minhas franquias prefreridas. Não sou muito fã de filmes de terror e já disse isso por aqui várias vezes. Talvez pelo fato de que eu costumo me assustar com muita facilidade, mas sempre gostei do climão de suspense dessa trilogia até aqui.

Pois bem, eu disse até aqui, pq com o quarto longa da série eles conseguiram transformar um filme de terror em uma verdadeira piada. Mas calma que ainda fica pior, porque a piada nem mesmo é engraçada.

Digo isso pq não da para ignorar o fato de que vivemos em outros tempos e eles até tentam forçar esse hype no filme mostrando os jovens preguiça do elenco todos conectados e munidos dos seus gadgets a todo tempo, mas parece que esse é o máximo de avanço no quesito técnologia ou perícia criminal que eles conseguiram atingir. Nunca assistiram CSI? É, parece que não…

Mesmo porque hoje em dia, qualquer periferia do Brasil tem monitoramento por câmeras, será que naquele bairro do suburbio rico da america antiga eles nunca ouviram falar em câmeras de segurança?

Sidney volta para a sua cidade para o lançamento do seu livro com a história da sua superação. Zzzz. No momento em que ela chega na cidade, várias mortes começam a acontecer, todas baseadas no seu passado e mesmo assim, eles deixam apenas dois guardas estagiários na porta da sua casa? Dafuck?

E aquela line do policial sobreo Bruce Willis no momento do seu suspiro final? Achei vergonhosa…

E pior, com o risco iminente de um maluco entrar com uma faca mega afiada a qualquer momento na sua casa e sair rasgando tudo que ele encontrar vivo pela frente, Sidney ainda assim encontra tempo para arrumar o “senhor dos ventos” da varanda da casa da irmã, tudo isso na maior tranquilidade. Dá para acreditar?

Sidney merecia morrer, uma morte tola e elaborada do tipo “Premonição”, só para ela aprender que com maluco a gente não brinca…e nem com a sorte!

Falando em “Premonição”, eles tentaram também fazer algumas homenagens mencionando pelo menos o nome de vários clássicos do terror, algo que também ficou meio sem sentido e acabou não funcionando muito bem e eu espero que com isso eles tenham no mínimo despertado um bad karma dos mestres do terror que devem estar se revirando nas catacumbas do inferno.

E depois, nunca nessa vida que uma menina de estatura mediana e magra, teria toda aquela força contra qualquer um, nem contendo o maior instinto assassino pure evil do mundo dentro dela. Sem contar que ela e seu parceiro no crime me pareceram bem menores do que o assassino com cara de fantasma, não? É tudo uma questão de proporção, ou ela perseguia suas vítimas de salto. Se esse for o caso, acabou de ganhar um ponto no quesito freak style, rs.

Apostei o tempo todo no ex namorado, que estava sendo construído para isso mesmo no decorrer da história, sempre em atitudes suspeitas, até a sútil interpretação (NOT) de um dos  vilões (membro da família Culkin), que deixou a sala nervoso por não ter pego a Claire de Heroes, com cara de quem voltaria com uma serra elétrica na mão. Nesse momento ele não se aguentou e acabou se entregando…

Aliás, uma morte que eu comemorei foi essa da Claire de Heroes hein? Se em Heroes ela nos irritava com o seu poder da cura, em “Scream 4” não teve jeito…Chabuya! (sempre passa um filme pavoroso com ela na tv, onde ela vive uma cheerleader, pasmem, rs, que faz dancinhas repetindo a line vergonhosa: Chabuya! Euri). Me senti vingado por ter comprado o box da primeira temporada da série e amargar esse desgosto até hoje na minha estante, rs

Mas o que sempre mais me irritou mesmo em Scream foi o personagem caga regra, aquele que fica ditando os padrões a serem obedecidos e as regras a serem seguidas, explicando o filme o tempo todo. Tem coisa mais chata? Sempre torcia pela sua morte a partir do momento que ele apresentava a sua primeira explicação, sempre!

Até agora eu não entendi se o filme é mesmo um thriller ou se tratava de uma comédia. Se a proposta foi fazer um filme de terror, vcs só conseguiram assustar um pouco, porque toda situação era pervisível demais e com os 3 filmes anteriores, todo mundo já sabia o que estaria para acontecer assim que a trilha do filme ficava mais emocionada ou sombria. No caso de terem apostado em uma linha cômica, foi vergonhoso e as piadas não funcionaram. Na hora em que o menino disse para o assassino que ele não podeia ser morto porque ela era gay e por isso fugia à regra, esse foi o fim pra mim. Dafuck?

Melhor parte do filme sem dúvida foi a sequência com a Anna Paquin e a Veronica Mars. Se vc passar dessa cena que é logo no começo, já pode até desistir do resto que não vale a pena.

Recomendo a primeira trilogia e quando vc chegar na prateleira do quarto filme, pode fingir que não viu ou que nem sabia da existência do quarto filme…

Hello Sidney!

Abril 12, 2011

Neve Campbell  e a Courteney Cox na premiere de “Scream 4”, que é do tipo de filme que tem que ver, afinal, marcou a nossa geração neam?

Me lembro de ter ido assistir to-dos no cinema, fatão! E vcs acreditam que eu não tenho os DVDs? Na verdade, não tenho nenhum de terror, mas essa trilogia eu preciso providenciar…

E como a Neve Campbell continua maravileeeandra, não? Lembro dela em Party Of Five (O Quinteto), que eu amava e ainda tinha o Matthew Fox (Höy!) no elenco, rs.

Já a Courteney esta Fofão neam? Cruzes!

Todas já para o cinema para levar pencas de sustos tolos!


%d bloggers like this: