Posts Tagged ‘Pawnee’

R.I.P Li’l Sebastian – A sensacional porém curta Season 3 de Parks And Recreation

Junho 2, 2011

Sim, antes de começar a escrever qualquer coisa vamos fazer um minuto de silêncio em memória ao grande ídolo, Li’l Sebastian…(tears)

58, 59, 60. Pronto. Agora já posso começar a falar que foi uma temporada excelente essa Season 3 de Parks And Recreation hein? Só não entendi muito bem o porque foi tão curta, encerrada no episódio 3×16. Eu bem já estava esperando mais eps pela frente, ainda mais agora que todas a séries encerraram suas temporadas e nós acabamos ficando tão carentes nesse período até Setembro. Humpf!

Sinceramente, eu não vejo o porque de vc não estar assistindo Parks And Recreation nesse exato momento ao invés de estar lendo esse post. Sério, isso só se justifica no caso de vc já ter assistido a série e assim como eu, ter rolado de rir até agora com tudo o que vimos. E se for essa a sua justificativa para ainda estar aqui, então tudo bem.

Antes desse final de temporada perfeito e divertidíssimo, eu preciso dizer que eu rolei de rir com o ep da briga com a cidade vizinha e rica, com aquela prisão que é melhor que as nossas casas (e certamente muito melhor do que a casa da Leslie) e que de quebra ainda serve bolinhos. #TEMCOMONAOAMAR?

Outro episódio que me fez rolar de rir foi aquele com todos bêbados na buatchy e a Leslie e a Ann discutindo a relação.

Mas nada foi mais foufo do que o casamento do Andy com a April, NA-DA.

O mais engraçado é que embora Parks And Recreation já tenha encerrado a sua Season 3, a série tem um número de menos de 50 episódios e até agora todos os personagens secundários e que aparecem apenas de vez em quando, já nos deixam com saudades. E isso só acontece em série boa, que consegue com pouco tempo tornar os personagens recorrentes em personagens queridos da audiência. E a promessa para a próxima temporada é a chegada da primeira Tammy, a primeira ex mulher do Ron, que apareceu no truque no final dessa temporada. Por curiosidade, eu descobri um dia desses que o ator Nick Offerman que interpreta o sensacional Ron Swanson, é casado com a Megan Mullaly na vida real, que vem a ser a Tammy #2 na série e que é um ótimo exemplo desses personagens secundários recorrentes que eu estava falando. Howcoolisthat? Eu diria: Perfect Match!

E o melhor ainda é que em Parks And Recreation além dos personagens serem absurdamente engraçados e totalmente surtados, eles são todos uns foufos e se revezam em momentos de muita cretinice e pura foufurice. Por exemplo, eu AMO a história de amor do Andy + April e até acho que a personagem dela só melhorou com toda a foufurice que o casal trouxe para a trama. Duas pessoas surtadas, ela com sua alma da depressão e ele que é o idiota com meio cérebro mais adorado da tv atualmente, formam um dos casais mais foufo ever. Coisa que os criadores da série entendem, já que eles foram responsáveis também por outra das minhas histórias de amor em seriado preferidas, que é a história do Jim & Pam em The Office. Awnnn!

Agora, outra dinâmica que eu venho gostado bastante na série é o namoro da Leslie com o Ben. Sério, howcuteisthat?

Primeiro que a Leslie esta melhor do que nunca e quando ela fica apaixonada, ninguém segura e a essa altura todos nós já sabemos disso. Ela fica desconfortável, tola, falando coisas totalmente aleatórias, tomando atitudes completamente sem o menor sentindo, tudo de uma forma tão engraçada e real, que vc acaba acreditando naquela história por provavelmente já ter agido assim em algum momento da sua vida. Quemnunca?

Em um dos últimos eps, quando eles foram viajar de carro e ela gravou aquela mixtape totalmente sem noção com direito a solos de banjo, só para evitar qualquer climão no carro com o Ben, eu quase que cai da minha cadeira quando assisti. Como pode alguém ser tão maluca? E o pior é que pode sim e eu tenho certeza que vc conhece alguém pelo menos parecido.

Deixando um pouco as relações de amor de lado, mas ainda falando no assunto, eu acho deliciosa a cumplicidade que a essa altura os funcionários daquele departamente da prefeitura mantém entre eles. Um cuidando do outro e todos focados em um bem maior, que é o de trabalhar cada vez menos e ainda ganhar para isso, rs. Tirando Leslie é claro, que sozinha provavelmente faria (ou faz) o trabalho de todas aquelas pessoas.

Mas de todos os personagens, em quem eu não vejo a menor graça é mesmo a Ann (Rashida Jones) e eu juro que isso não é mágoa do caboclo por ela já ter pego o Jim (argh!) em The Office, rs. Acho a sua persoangem tão sem graça, que ela só funciona mesmo quando esta de parceira da Leslie, pq convenhamos que a essa altura a Amy Poehler salva qualquer cena com o seu olhar de maluca neam? Acho mesmo que ela só esta ainda na série para cumprir a cota da beleza, porque sempre tem que ter uma neam? Zzzz

Voltando a falar da Amy, eu inclusive voto em Amy Poehler para todos os prêmios na categoria melhor atriz de comédia dessa temporada hein? Fikdik…Ninguém mereceu mais durante essa temporada. Ninguém!

E outro que não me desce é o Rob Lowe. Eu até acho ele bom, mas não sei, tenho a impressão que ele é sempre a mesma pessoa desde muito tempo. Acho o seu personagem carregado demais, exagerado até. Sabe quando vc percebe que o ator não tem tanta graça assim mas esta se esforçando? Então…

E o pior é que esse tipo de atuação não cabe em Parks And Recreation, pq aquelas pessoas são tão naturais, que eu quase que acredito que aquele escritório da prefeitura de Pawnee realmente existe e não me parece que nenhum deles esta fazendo um grande esforço para ser engraçado, exceto por ele. Para vc ter uma idéia, até o nome do seu personagem eu não consigo lembrar. E o mesmo vale para uma cena dele que tenha sido de fato engraçada até agora, sorry. E o pior é que ele é o chefe de todos e isso não me convence, pelo menos não convenceu até agora.

Algumas pessoas consideram a série realmente boa a partir de sua Season 2, mas eu discordo e acho a Season 1 deliciosa, com toda aquela história do buraco. Buraco do qual eu venho sentindo falta hein? (ok, essa frase não pegou bem, reconheço, rs)

Parece que eles esqueceram de que aquele buraco gigante e que foi o ponto de partida de tudo, que hoje em dia até  já foi preenchido e que  precisa virar um parque  alguma dia, neam? Mas tudo bem, acho que eles só vão voltar nessa história perto do final da série, afinal, esta indo tudo tão bem da forma como esta, não é mesmo?

E para esse final de temporada, eles decidiram emocionar a todos com a despedida de um dos personagens mais queridos da série: Li’l Sebastian. Que ele descanse em paz, amém (“5000 Candles in The Wind”tocando ao fundo, euri, mas com respeito)

Agora, terminar a temporada com o Ron Swanson com a cara chamuscada, sem sobrancelha e com o bigode tostado não é para qualquer série, chega a ser até covardia. Ka ke ki ko ku!

Mas e ai? Será que a Leslie vai mesmo concorrer a vaga de prefeita na próxima temporada? Eu já até declarei recentemente que eu quero ela para presidente da America antiga hein? rs

Pois bem, para saber disso vamos ter que aguardar até a próxima temporada. Humpf!

E essa espera seria menos sofrida se os DVDs da série fossem lançados por aqui hein? Eu compraria, fikdik

Leslie Knope para presidente!

Abril 15, 2011

Acabei de fazer a minha maratona de Parks & Recreation e só tenho uma coisa a dizer: eu me sinto envergonhado por não ter descoberto a magia da série antes, fatão! P*ta série boa!

Uma das melhores comédias no ar atualmete, sem nenhuma dúvida, para ficar na prateleira especial ao lado de Community, Modern Family e 30 Rock. Vão por mim. Coincidência ou não, três delas são da NBC.

A série é dos mesmos criadores de The Office, com eu já disse antes e tem o ritmo parecido, com aquele clima de documentário que todas amam, recheado de olhadeeenhas indiscretas para a câmera. Cool!

Leslie Knope (Amy Poehler) é a cabeça do departamento de Parks And Recreation da cidade de Pawnee e a sua missão de vida, além de se tornar a primeira mulher presidente dos USA (Go Leslie!) é a de transformar uma buraco enorme em um terreno abandonado da sua cidade em parque. Divertidíssima, ela é do tipo de nerd que vc sente orgulho sabe? Apaixonada pelo trabalho, completamente maluca e com sérios problemas de relacionamento, praticamente não consegue dormir de tanto que trabalha e ainda é viciada em doces. Se identificou? #TEMCOMONAOAMAR?

E durante a primeira temporada e parte da segunda, tudo acontece em torno desse buraco e as situações são todas hilárias. Cada vez que uma pessoa rolava buraco abaixo, eu morria de rir e duvido qualquer um conseguir existir.

No elenco do departamento da prefeitura ainda temos as figuras mais engraçadas desse mundo. Sério, o que são aquelas pessoas? Nem sei de quem eu gosto mais…

Temos o amado chefe Ron Swanson (Nick Offerman), que é do tipo de chefe que não liga para nada que não esteja enrolado em uma fatia de bacon (rs) e que faz de tudo para não ser incomodado no trabalho. Donna (Retta) é a gordeeenha com a autoestima mais elevada ever, divertida mil. Jerry (Jim O’Heir) é o mais velho do escritório e é aquele de quem todo mundo gosta de tirar o sarro, o qual sofre bullying constante por parte de seus colegas. O que foi ele caindo no rio em busca de comida? Rolei!

April The Stranger (rs, Aubrey Plaza) é a assistente mais incompetente e engraçada da face da terra. AMO a sua relação de afeto com Ron e AMO o modo como ela maltrata todo mundo, principalmente a Ann, rs. Tom Haverford (Azis Ansari) é o braço direito de Leslie, mas é do tipo que tmbm não esta nem ai para nada, a não ser que envolva o lançamento da sua nova colônia (euri), ou uma reunião no strip club da cidade. Completando a turma do escritório temos Mark (Paul Schneider), o boy magia da série que é  foufo mil e que ainda não sabe, mas também ama a Leslie, fikdik.

Fora do escritório temos o casal Ann (Rashida Jones) e Andy (Chris Pratt). Ann é a moça perfeira, responsável, trabalhadora e linda…Zzzz. A chata da turma, é claro! Com o detalhe de que ela namora um fracassado (durante a Season 1), que sofreu um acidente ao cair no tal buraco em que gira toda a história, o adorável vagabundo Andy. Sério, ele é apaixonante!

Além da Leslie, que conquistou o meu coração com o seu comprometimento e seus milhares de arquivos de idéias, Andy foi outro personagem me chamou a atenção desde o começo.

Tem pessoa mais foufa nesse mundo? Com as duas pernas quebradas na primeira temporada, o cara é a pessoa mais folgada da face da terra. Depois ele toma um fora da namorada (Ann), vai morar no buraco, ganha um emprego na Prefeitura e agora divide o coração com a assistente mais incompetente desse mundo (April)? #TEMCOMONAOMAR? Sem contar a sua sensacional banda, a Mouse Rat (rs)

E a música que ele fez para a April, chamada “November”, hein? Euri

Se alguma dia a série tiver um fim (e que esse dia demore para chegar) e também se algum dia It’s Always Sunny in Philadelphia chegar ao seu fim, eu acho que eles deveriam aproveitar e fazer um spi- off/crossover, com o Andy e o Charlie (IASIF), que são praticamente gêmeos das séries!

Não sei, ando com uma tendência a gostar dos personagens mais sujeeenhos, que eu espero que não afete a minha higiêne pessoal. Todas esperam!

No começo da Season 1 eu amava a relação de amor platônico entre a Leslie e o Mark Brendanawicz (AMO como eles valorizam os sobrenomes, rs), que era o boy magia de Parks And Recreation. Dai veio a Season 2 e eles distanciaram os personagens, fazendo com que ele ficasse com a melhor amiga da Leslie (Ann…humpf!). Mas ai, recebemos uma punhalada em nossos corações logo no final da Season 2, com a saída do ator do elenco da série. Why God? Why?

Ele que era o planejador da cidade, saiu, mas não sem antes deixar o presente mais foufo ever para a Leslie, que foi o desenho da planta do seu parque. Howcuteisthat? Eu epsero que ele volte um dia para busca-la em um cavalo branco, sinceramente!

Com a sua saída, tivemos a entrada de Rob Lowe para o elenco,  que eu achei meio assim, além do ator Adam Scott (que todas conhecem de Party Down), esse segundo eu achei que combinou mais com todo o resto.

Todo o elenco é sensacional, afiadíssimo e do tipo super desconfortáveis com as situações mais absurdas que acontecem naquela pequena cidade com todos eles.

O mais legal em Parks and Recreation é que com pouco tempo no ar eles já criaram uma rotina, um hábito, de personagens e cenários recorrentes na série. Como a excelente ex mulher bitch de Ron Swanson que sempre aparece, vivendo uma relação violenta de amor/ódio/sexo com seu ex,  interpretada pela deliciosa 4ever in my heart Megan Mullally (Will & Grace), ou as visitas constantes ao programa “Goog Morning Pawnee”, que já renderam vários momentos excelentes e memoráveis a série.

Falando em momentos memoráveis, eu nem sei do que eu mais gostei até agora. Bom, vamos lá, tem o episódio da caça, que é muito engraçado, tem aquele com o casamento dos pinguins gays da cidade, que rendeu aquele video com a Amy Poehler cantando Poker Face, que eu já mostrei para vcs aqui no Guilt. Tem um outro com os representantes politicos da Venezuela e um “Viva Chavez” de rolar de rir e que conta com a participação de um velho conhecido da Amy Poehler dos tempos de SNL. Tem aquele com o gambá maldito, que me fez chorar de tanto rir. E é claro que temos também aquele com o maior inimigo de Leslie Knope por todos esses anos, o garoto de 16 anos, Pikitis. Rolei!

Na verdade,  tudo naquela cidade é  muito absurdo e muito bom, do tipo de série obrigatória para quem gosta de comédias nada óbvias. Ahhh e aqui, a própria Amy Poehler faz uma lista com os seus 10 momentos preferidos em Parks And Recreation.

Fiquei esperando pencas pela participação do Will Arnett na série (ele que é o marido de Poehler na vida real), que aconteceu como um dos pretendentes amorosos da Leslie, de quem ela ganhou uma tomografia completa (euri) e aguardo mais do que ansiosamente a participação da Tina Fey em Parks And Recreation. Em um dos eps se eu não me engano, Leslie diz que talvez tenha uma irmã e se isso for verdade, bem que poderia ser a Tina Fey, neam? Torço por isso…

E o que é aquela casa mega bagunçada dela hein? Muito pior do que o armário da vergonha da Mônica em Friends. Aliás, imagine a casa inteira daquele jeito, rs. AMO tmbm a relação de medo que ela mantém com a sua mãe, que me fez lembrar de um outro melhor momento da série, que é quando ela vai no barbeiro da cidade e me aparece com o penteado masculeeeandro, na festa em homenagem a sua mãe, imprimindo uma versão lez. Rolei!

Juro que só de procurar as imagens para esse post eu morri de rir novamente com todos esses momentos. Serião!

E o humor em Parks And Recreation, embora seja bem escrachado e tratar-se de uma série que lida bem com os absurdos, é recheado de piadieeenhas feministas e muito inteligentes, que vão aparecendo sutilmente nos diálogos mas que não deixam a série com cara de sexista. Coisa phina!

E parece que por aqui, nada da série sair em DVD hein? Que puxa!

Parks And Recreation atualmente esta perto da metade da Season 3  na America antiga (3×09, que eu alcancei depois da minha maratona, ufa!) e se vc estiver procurando por mais pelos menos 21 minutos de diversão em sua semana, esta mais do que recomendado.

Até o momento, Leslie conseguiu apenas cobrir o buraco e nada do parque sair do papel. Mas quer saber? Esta divertidíssimo acompanhar essa tarefa do departamento de Parques e Recreação de Pawniee.

Voltem logo em IMAX 3D (euri)  que eu já estou beeem viciado e incorporei Parks And Recreation na minha vida como a minha série política preferida. Pq as vzs a a gente tem que falar sério neam? rs

Aliás, tem uma praça precisando de uma reforma em frente a minha casa…será que eles aceitam um novo projeto?


%d bloggers like this: