Posts Tagged ‘Rory Gilmore’

Us & Them Season 1, o trailer

Maio 15, 2013

Nova aposta de comedia da FOX, que na verdade é um remake americanizado da inglesa Gavin & Stacey da BBC3, que apesar desse detalhe (e da nossa experiência que sempre nos alerta que remakes tendem a não ser muito bons, exceto por The Office) parece ser bem boa (e o trailer é animador mesmo. Eu pelo menos já fiquei com vontade de assistir tipo, NOW!), além do fato de nos trazer de volta a Rory Gilmore, também conhecida como Alexis Bledel.

Animados?

Agora, só eu acho muito estranho a Rory estar pegando o ex da mãe dela, Lorelai, atualmente Sarah em Parenthood? (apesar de ter AMADO o casal e não conseguir pensar em uma recomendação melhor da Lorelai – se tivesse  conhecido o moço na biblioteca ou na fila do banco e não tivesse frequentado aquelas partes – para a própria filha antiga. PS: eu mandaria dinheiro para uma vaquinha de um filme de Gilmore Girls, fácil fácil!)

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

E a Dakota que se formou no colegial hein?

Junho 8, 2011

Que família mais foufa!

Clap Clap Clap!

E sabe do que eu lembrei agora? Dos eps de formatura de Gilmore Girls. Aquele com a formatura da Lorelay (que é sensacional!) e perto do fim o da formatura da Rory em Yale (foufo mil!). Chorei nos dois…

Acho até que eu vou assistir de novo hoje, só para matar a saudade das meninas de Stars Hollow, rs

Tem como ser menos linda, hein Alexis Bledel?

Abril 6, 2011

Pense nisso querida, Obrigatô!

Höy!

ps: até o cachorro é lindo! Aff…

Não adianta, quando vc nasceu linda, não tem jeito

Outubro 25, 2010

…não  tem jeito de ficar feia mesmo,  neam? Tipo a Alexis Bledel (Höy!), que mesmo pega soltando os bobs, continua maravileeeandra!

Alexis Bledel apostando no ruivo magia

Setembro 17, 2010

Vestida de Stella McCartney, no dia do seu niver de 29 anos (Happy B’Day!) ela nos apresentou o seu novo look, apostando no ruivo magia

Mesmo que essa mudança de visual no dia do niver seja bem clichê (e a crise dos 30 hein?  me-do!), não é que ficou lindo? Sou suspeito pra falar pq os ruivos são os meus preferidos, mas não é que ela ficou maravileeeandra?

Nada muito impossível tmbm para ela, que é sempre linda, mas mesmo assim, eu curti a nova Rory, rs

‘S Wonderful, ‘S Marvelous, ‘S Gilmore Girls

Agosto 17, 2010

Sabe aquela série confort food? Que vc senta com prazer em frente a tv, de pj’s, fica comendo porcarias, faz uma bela e poderosa máscara facial (euri)  e  fica se deliciando com um universo encantador e com a certeza de muita diversão pela frente? Pois bem, foi exatamente assim que eu me senti durante esses meses todos (3 eu acho) de maratona. As 7 temporadas, 42 DVDs.  E que saber? Foi delicioso!

E o que é Stars Hollow hein? Sem dúvida nenhuma, um dos personagens principais da série é a própria cidade que serve com plano de fundo para contar essa história entre a relação das garotas Gilmore. Seus personagens são divertidíssimos, cheios de manias, trejeitos e caracterísitcas muito singulares, porém muito fáceis de serem identificadas em outros cenários (e na vida de todos nós). O charme do lugar está naquele clima de outono e na cara de cidade pequena do interior, onde todos se conhecem, se respeitam e de uma certa forma passam a fazer parte da família um do outro. Como se a cidade inteira tivesse um orgulho danado de ser como é. E para manter o que conseguiram alcançar, eles ficam de olho um na vida do outro, cuidando para que nada saia fora do lugar.

E quem conseguiria viver assim em uma cidade como SP, onde ficamos praticamente presos dentro de nossas casas e muitas vzs nem conhecemos os nossos próprios vizinhos, neam?

Miss Patty, Taylor, Kirk, Babette, Mirs Kim, todos divertidos mil. Babette, a vizinha prestativa, que cuida das suas meninas preferidas como ninguém, fora isso ela é completamente surtada neam? Adoro quando ela grita “Sugar”, rs. Taylor, é tipo o general do lugar, todo certinho, todo careta, com as suas reuniões intermináveis e exaustivas em nome da história de Stars Hollow. Tão digno o ep em que ele perde a eleição e fica arrasado neam? Kirk é o cara que esta em todos os lugares ao mesmo tempo, aspirante ao novo Taylor da cidade. Sério, quantos trabalhos ele conseguiu nesses 7 anos de série hein? Não é a toa que ele estava tão cheio da grana, rs. Foufo mil ele planejando o seu primeiro encontro com a Lulu. Mirs Kim (a mãe da Lane), sempre muito durona, religiosa fervorosa e completamente frustrada por ter uma filha tão diferente do que ela esperava. Com o tempo, ela vai aprendendo a conviver com essas diferenças, mesmo que as suas medidas e decisões não sejam lá as melhores. O mais legal foi descobrir que assim como Lane, Mirs Kim tmbm vivia uma vida dupla com a sua mãe, da qual ela tmbm tinha algo a esconder (o que foram aquelas 3 festas de casamento hein? Euri!). Mesmo assim, ela  sempre tão presente na vida da Lane e preocupada com o seu futuro. Agora, uma das minhas figuras preferidas da cidade: Miss Patty! Adoro o salão de dança dela e o fato dela ser uma espécie de diva da cidade, que gosta de arte, canta, dança e representa. E como toda boa diva, Miss Patty coleciona uma lista enorme de homens que passaram em sua vida.

Embora Gilmore Girls seja uma série onde as meninas reinam em absoluto, os garotos foram importantes tmbm para essa história neam? Deles eu destaco: Luke e Christopher.

Sinceramente, eu consigo entender pefeitamente a indecisão da Lorelai quando se trata da escolha do homem para a sua vida. Entre vários namorados (boring!)  e tentativas de relacionamento, ela tinha que dar uma chance para o Christopher neam? Tudo bem que ele não esteve ao lado dela quando Lorelai engravidou e tudo mais (muito disso por opção dela mesmo), mas se tem um cara que seria perfeito para ela, essa cara era o Chris, fato. Foufo, sempre com aquele olhar de homem eternamente apaixonado, sensível e praticamente a versão masculina da própria Lorelai, fatão! Sempre entendendo as piadas, as referências, o ritmo e mantendo uma relação linda e de admiração com a Rory, filha do casal.

Consigo entender que ao contrário do que todos imaginavam (e que seria óbvio) ela tinha que tentar, pelo menos uma vez, formar a “família perfeita” com o pai da sua filha, que foi o seu amor de adolescente e que resultou na própria Rory. Christopher tinha mesmo que ser o primeiro marido de Lorelai. Mas como o próprio casal reconheceu, o timing dos dois nunca esteve ajustado e por isso a relação sempre acabava não durando muito, embora eles tenham tentado por várias vzs. E apesar de não funcionarem como casal, ambos funcionam muito bem como pais. Ele tentando recuperar o tempo perdido de quando ficou longe da filha e ela observando de perto o belo resultado de toda a sua dedicação como mãe.

Já o Luke, esse sim sempre foi o homem da vida da Lorelai, não? Sempre presente, consertando tudo na vida dela, a casa, o carro, a pousada, participando da vida das duas e ainda cozinhando coisas gostosas o tempo todo para elas. Quer coisa melhor?

pausa: eu adoraria ter comido alguma coisa no Luke’s, vcs não? ?Yummy!

Mas Luke sempre foi meio chucro, do tipo que não se abre, não se permite. Ele precisa pensar antes de agir, medir as possibilidades e isso o deixa alguns  passos atrás da própria Lorelai, sempre. E quando se trata de foufurice, não tem para mais ninguém. E o maior exemplo disso, foi quando ele construi uma pista de patinação no gelo para Lorelai, no quintal da sua casa. Howcuteisthat?

Sério, se alguém algum dia fizer algo parecido para mim, eu juro que eu caso e já começo a planejar a festa de bodas de diamantes, fatão (rs)!  O único ponto que eu não gosto muito no Luke é o fato dele estar sempre irritadinho demais, a ponto de ter um ataque cardiaco a qualquer momento (só faltou isso acontecer mesmo…). Uma das minhas cenas favoritas do seu personagem é quando ele joga o Jess no lago, do meio do nada. Rolei!

Sem contar que o cara passar a noite em claro planejando a festa de despedida da sua filha e costurando uma tenda gigante para proteger a festa da chuva não é para qualquer uma neam? Juro que se a Lorelai não tivesse dado aquele beijo nele no final, eu poderia até ouvir as vaias do elenco que se encontrava na praça representando todos nós, fãs da série.

E a sutileza com a qual nós podemos ver a relação dos dois crescer, de pouco em pouco, até virarem um casal, depois se separerem, até o Luke voltar a usar o boné que ela deu de presente para ele no passado, foi tudo tão sutil que me deixou completamente emocionado. E no final, é mesmo de Luke Danes o coração de Lorelai Gilmore. Yei!

Se eles ficaram mesmo juntos no final? Alguém tem alguma dúvida? A cena final da série, com as duas sentadas na mesa do dinner, Lorelai com o colar que ele tinha comprado para ela e Luke ao fundo, pra mim representou o “retrato da família” que finalmente se formou. Foufo mil!

Agora vamos falar de outra paixão da série? Richard e Emily Gilmore! Awnnnnn!

Que casal hein? Dois atores veteranos, com interpretações sensacioais, formando o par perfeito para completar a família Gilmore. Sempre gostei do desconforto dos jantares de sexta feira, da relação deles que vai aumentando com as duas e ganhando novas camadas a medida que o tempo passa, a admiração mútua entre Rory e seus avós, pencas de empregadas de diversos lugares do mundo sendo perseguidas por Emily, as brigas sensacionais entre os 4. Discussões intermináveis, diálogos longos e tudo isso com a velocidade Gilmore! Ufa…que série boa hein?

Do casal, eu adoro a cena quando a Rory decide optar por Yale (onde seu avô tmbm se formou) e eles tentam esconder a alegria, para não irritar a Lorelai, que é contrária a idéia. Mas no momento em que eles percebem que já esta tudo bem para elas e que eles finalmente explodem de felicidade, perdendo totalmente a postura de família rica e tradicional, tudo isso é pura diversão e foufurice. Gosto muito do ep 100 que marca a renovação de votos entre o casal e o jantar phino com pencas de convidados e direito a coreo e dra-ma no final, foufo mil. Gosto dos dois separados tmbm, assim como quando a Rory vai passar uma temporada morando na casa da piscina e os dois tendo que lidar com uma jovem garota Gilmore em sua casa novamente. Tmbm vibrei quando os dois se vingaram da família do Logan. E amo quando o Richard ficou internado (2 vz) e a Emily se mostrou completamente perdida e apaixonada ao imaginar a sua vida sem o seu companheiro de grande parte dela. E o final, com os dois “implorando” da maneira deles para continuarem participando da vida de sua filha e neta e reconhecendo mais uma vez o trabalho primoroso que a filha fez ao criar praticamente  sozinha a neta do casal e o modo como ela conquistou toda uma cidade, capaz de mobilizar a todos para dar uma grande festa de despedida para a Rory , foi relamente emocionante. E o  silêncio do último jantar de sexta feira então? (tears)

E é do casal Richard e Emily + Lorelai e Rory Gilmore o prêmio de uma das melhores cenas da tv ever: que é aquela cena com a discussão que não acaba mais no jantar de sexta a noite. Logo depois da Rory sair da casa deles e voltar com a relação de sempre com a sua mãe. Sério, é uma das melhores cenas que eu já vi na vida! E olha que eu vejo muita coisa hein?

Cena para guardar como referência, sinônimo de coisa boa!!!

E pura foufurice foufa a música que eles cantaram para a Rory em sua despedida de Yale hein?

Mas Gilmore Girls vai além e é muito mais do que uma série de drama em família. E eu acho que o ponto forte da série esta na amizade entre os personagens. Sookie + Lorelai, Lorelai + Michel, Rory + Lane, Rory + Paris.

Amo a relação de irmã/confidente/bff que elas mantém com suas melhores amigas. Lorelai e Sookie são ótimas juntas, divertidas mil. Sempre sendo honestas uma com a outra, acreditando no talento de cada uma e apostando tudo nessa relação sólida e de sucesso com a sociedade realizando o grande sonho das duas. E como não amar a Sookie e os seus pratos deliciosos hein? Sem contar a pousada, que sempre foi o grande sonho das duas neam?

Me diverti muito tmbm com a relação Sookie + Jackson, que começou com uma grande discussão a respeito dos legumes e verduras perfeitos e que acabaou com um casamento foufo e divertido, com duas crianças (e + uma a caminho). Rolei com a Sookie com peso na consciência por ter experimentado os legumes de outro fornecedor. E sacanagem o Jackson ter mentido a respeito da vasectomia hein? Humpf!

Michel e Paris me irritavam um pouco no começo, fato (ela principalente), mas com o tempo foram se tornando os meus personagens preferidos ever. Michel sempre mega sarcástico, sempre disposto a sacanear as amigas,  e se identificando logo de cara com a Emily Gilmore, uma delícia. Paris com o seu jeito controlador, quase uma ditadora. Começou pegando no pé da Rory e no final acabou se revelando uma grande e leal amiga. Adoro as suas manias, o seu humor, essa eterna disputa que ela vive em sua vida e a relação foufa/tensa com o Doyle. Até uma bicotinha ela deu na Rory neam? Go girl! rs

E a amizade de Rory e Lane que é pura foufurice hein? Se conhecem desde crianças, amigas inseparáveis, sempre presentes uma na vida da outra. Adoro a fase em que Lane tem que esconder tudo da sua própria mãe e tem Rory como cumplice, divertida mil! Depois tivemos Lane se revelando uma grande baterista e aspirante a estrela do rock, baterista da saudosa Hep Alien. E o que era ela treinando tocar bateria sem tocar na bateria? Euri

A história da Lane, que é baseada em uma história real, da melhor amiga da criadora da série (Amy Sherman Palladino) e que tmbm trabalha na produção, sempre foi uma das minhas preferidas, fato. Me divertia pencas no começo, quando Lane vivia uma vida dupla, escondendo os cds de rock no assoalho do quarto, tendo a sua vida quase que completamente controlada pela Mrs Kim. Com o tempo, o seu amor pelo rock falou mais forte e chegou o dia em que Lane saiu do ármario (literalente) para a sua mãe. Outra das minhas cenas preferidas é claro.

Depois tivemos a jovem baterista correndo atrás do seu sonho, quase tocando do CBGB’s e tudo isso sempre acompanhada do apoio das suas grandes amigas, as Gilmore. Lorelai tmbm muitas vzs fez o papel de mãe de Lane, cuidando da garota reprimida como se fosse a sua própria filha. Acho sensacional quando no chá de bebê dos gêmos (que foi muito divertido por sinal), Lane pede para que Rory seja a Lorelai Gilmore dos seus filhos. Awnnnnn! Juro que eu até chorei nessa hora (detalhe que nada disso é inédito para mim pq eu já tinha visto a série antes, é claro). Uma grande declaração de amor neam?

E as músicas tocadas pela banda na série são sensacionais hein? Merecia até um cd! Outro foufo é o Zach, que se torna marido da Lane com o tempo, formando um dos casais mais cool ever. E a festa de casamento deles hein? Invejei a montagem da foto ala White Stripes, fatão!

Em uma das cenas da festa de chá de bebê da Lane, Zach canta uma música para ela (que esta grávida dos seus filhos) os dois deitados na cama ala Lenon e Yoko. E o mais legal é que essa semana em True Blood, ele repetiu o fato e a música na série dos vampiros mais legais ever  e eu senti que foi uma homenagem hein?

A série tmbm contou com várias aparições de alguns rostinhos que hoje são grandes conhecidos nossos: Jon Hamm (Mad Men), Adam Brody (The O.C), Jared Padalecki (Supernatural), Milo Ventimiglia (Heroes), Chad Michael Murray (One Tree Hill), Brandon Routh (Superman Returns), Danny Pudi (Community) e até o Seth McFarlane (criador de Family Guy)! Fora que só eu mesmo para só perceber lá pela Season 5 que o Gil, que quem tocava na Hep Alien era ninguém menos do que o Sebastian Bach hein?

Aproveitando o assunto música (rs), eu preciso dizer que eu adorava os eps em  que o trovador da cidade aparece hein? Sempre com músicas foufas e que faziam sentido naquele momento.

Agora que eu já falei pencas de quase tudo, chegou a hora de falar de quem da nome a série: Rory e Lorelay Gilmore, as tais Gilmore Girls (rs)

Primeiro que a relação das duas é absurdamente foufa. Elas falam de tudo, de todos, pelo olhar, usando referências pop mil e em uma velocidade que se vc piscar já era, perdeu a piada ou o assunto. A relação de amor entre mãe e filha aqui é admirável, ainda mais se vc parar para pensar em todo o drama que as duas passaram (gravidez na adolecência). Muito dessa cumplicidade se dá pelo fato das duas terem os mesmos interesses (mais ou menos tmbm), gostos e idades parecidas, o que já facilita e muito neam?

Entre as duas, eu tenho pencas de momentos preferidos, gosto de tudo na verdade, menos do figurino, que eu acho bem cafona, prontofalei. Mas se eu tiver que destacar algum momento, eu diria que quando eu mais me emocionei com as duas foi durante as formaturas, de Chilton e Yale e principalmente quando elas passam um tempo brigadas e depois voltam a se falar. Chorei, confesso. E de novo, o que é ainda pior.

Quase que me arrependi de não ter deixado a minha mãe viver esse momento (da minha própria formatura, da qual eu me recusei participar), talvez fosse importante para ela (…)

Confesso tmbm que eu invejo a relação das duas. E quem não inveja? Essa relação pra mim serve como exemplo para o tipo de relação que eu quero ter com os meus filhos um dia  e eu vou lembrar disso, podem ter cer-te-za!

Rory é a versão aperfeiçoada da Lorelai. Maravileeeandra (muito mesmo!), super inteligente e completamente dedicada a tudo que faz (escola, trabalho, família, amigos). E o que eu gosto em Gilmore Girls é quando uma menina tão perfeita assim como a Rory, que tem uma futuro perfeito a sua frente, previsto por todos que a conhecem e de repente do meio do nada ela se perde, comete alguns erros, deslizes, coisas que a deixam mais humana e próximo do real.

Como quando ela perde a virgindade com o Dean, o seu primeiro amor (e namorado mais bunda mole de todos) e que a essa altura se encontra ca-sa-do (báfu). Dean tem aquele complexo preguiça do garoto pobre que nunca vai ser bom o suficiente para ela (Zzzz).

Depois é a vez de Rory viver uma romance mais rebelde, com o Jess, sobrinho do Luke. Aqui ela começa a perder a linha, traindo o atual namorado (Dean) com o Jess, mata aula e viaja para NY no dia da formatura da sua mãe, bate o carro que o atual namorado (Dean) construi para ela (série de homens prendados não? rs).  Mas Jess tmbm sofre da mesma sindrome do Dean e a relação tmbm não vai muito longe, mesmo com todo mundo torcendo pelo contrário (Zzzz again). Se Rory teve um namorado quase perfeito, esse foi o Jess, o meu preferido! Höy!

Ai chega a vez do Logan, o jovem “perfeito”. Lindo, loiro e podre de rico, o sonho de consumo dos seus avós. Mas que não tem muito nada na cabeça e é durante o tempo que ela passa com ele que Rory comete as maiores burradas da sua vida, fatão! Como quando ela vai presa por roubar um barco e é condenada a 300 horas de serviços comunitários, ou quando ela abandona Yale e passa a viver a vida de uma total desocupada. Logan sofre de uma sindrome diferente, nesse caso ele (e sua família)  se acha bom demais para ela e por isso acaba dançando tmbm, é claro. E eu digo: já foi tarde!

E eu gosto muito da cena em que ele leva Rory para conhecer a sociedade secreta de Yale. Cool! Mesmo assim, eu nunca torci por ele, fato.

Acho tão digno no final de tudo ela ter escolhido a carreira ao contrário do casamento perfeito com Logan. Sinceramente eu não esperava nada menos dela, que sonhava e se preparou a vida inteira para ser uma profissional, uma jornalista assim como a sua mãe tmbm não esperava (rs). E Rory é amada pela cidade, todos se sentem um pouco responsáveis pela garota do futuro brilhante. De uma certa forma, ela é a realização de um sonho de todos por ali.  Ahhhh, e eu adoro os figurinos temáticos que ela usou na série, especialmente a festa com o tema invejável de “Tarantino”. Muito cool!

Rory tmbm mantém uma relação diferente com  seus avós, que ela admira completamente, mesmo com o histórico negativo deles com a sua mãe na época em que ela estava grávida (e mesmo antes disso) da própria Rory. Mas nada se compara com o amor dela pela mãe, que a criou praticamente sozinha e a quem no final ela garante que foi quem deu tudo o que ela precisava. Simples e foufo mil! (tears)

E a Lorelai hein? Sem dúvida, a minha preferida de toda a série. Não só pelo seu humor delicioso, por todas as referências, o amor pelo cinema e junkie food (espera ae, estou falando dela ou de mim mesmo? rs), mas pelo grande exemplo de mulher que ela é. Ela que cuidou da sua vida sozinha, ainda adolescente e com um bebê, coisa que não deve ser fácil para ninguém. Além disso ela realizou um ótimo trabalho no quesito mãe e se talvez ela não foi  a filha perfeita, certamente a mãe e amiga perfeita Lorelai conseguiu ser.

Lorelai tmbm teve alguns deslizes, nenhum muito grave, fato. Talvez o pior mesmo tenha sido quando ela dormiu com o Christopher quando ficou decepcionada com o adiamento do seu casamento com Luke, coisa que ela já não acreditava mais que aconteceria naquele momento (e já tinha colocado um ponto final na história, pelo menos pra ela…). Uma pena é claro, o que resultou em uma enorme pausa de visitas de Lorelai ao Luke’s (fom forom fom fom). Mas o pedido de desculpa, algum tempo depois, no meio do labirinto de feno foi foufo mil tmbm.

Pra mim, a maior bandeira que a Lorelai deu (quando ainda não assumia que amava o Luke)  foi lá no começo, quando ela convenceu ele a pintar o dinner e prometeu ajuda-lo mas não cumpriu a promessa. Ai ela, muito arrependida da mancada que deu, vai até lá a noite e faz todo o serviço sozinha. Foufo mil!

Gosto dela como mãe por saber exatamente até onde ela pode interferir na relação da sua filha com o mundo. Gosto dela com filha que não aceitou as imposições da sua família tradicional e foi viver a sua vida do jeito que ela bem entendia, gosto da sua relação como profissional e amiga e gosto muito mais do resultado de tudo isso. E ao longo do tempo, vamos vendo os corações congelados e magoados de Richard e Emily se derretendo ao reconhecerem todos os méritos da sua filha. Awnnn!

O seu figurino eu acho um erro, quase sempre, fatão (esse da foto eu gosto)! Aliás o figurino da série é meio deprimente. Talvez propositalmente, pq a série se passa em uma cidade do interior, onde as pessoas são mais simples, mas não sei não se precisava mesmo ser assim tão uó. Ela pelo menos, que dizia que gostava de moda e de compras, deveria ter tido mais atenção e bom gosto nesse quesito. E fica para o Christopher o prêmio de melhor figurino da série, provavelmente por ele ser de outra cidade (NY), rs.

Lorelai observando a primeira neve do inverno, Lorelai fugindo do casamento, Lorelai e as margaridas, Lorelai viciada em café,  Lorelai mãe orgulhosa, Lorelai mãe não tão orgulhosa assim quando pega a sua filha dormindo com um homem casado (drama), Lorelai discutindo e argumentando sem parar, Lorelai pedindo o Luke em casamento, Lorelai ahazando com os namorados looosers da filha, Lorelai & Christopher, Lorelai & Rory, Lorelai e muita comida,  Lorelai e os filmes clássicos, Lorelai perdendo o show do Bowie, Lorelai cantando Dolly Parton, Lorelai? Lorelai? Sorry, mas só eu queria ser BFF dela?

Talvez o que seja mais encantador em Gilmore Girls seja isso mesmo, essa relação com cara de perfeição mas que tem tantos defeitos como qualquer outra relação, essa cumplicidade que esta no ar a todo momento e esse climão caseiro, cozzy. Talvez Gilmore  Girls tenha a relação mãe e filha mais invejada de todos os tempos (pelo menos por mim), fatão!

Os Dvds me irritam um pouco pelo menu estático (que eu odeio!) e pocos extras, mas tem alguns bons, como a visita ao set com a Sookie ou a Lane. E para compensar os menus sem graça, a soundtrack de Sam Phillips, Yei!

Uma série que eu recomendo assistir com a família, pai, mãe, filhos, netos, cachorro (Paul Anka!). Eu ganhei a caixa (maravileeeandra, diga-se de passagem) de presente da minha own mommy, presente perfeito de niver esse ano  hein? Se bem que ela me deu tmbm as 6 primeiras temporadas de Friends (anos luz atrás), que eu acho que foi o presente que eu mais gostei ever na vida (rs). Anyway, vou guardar a minha caixa foufa mil e assistir a série novamente um dia (pela 3ª vez), quem sabe com os meus filhos hein?  Prometo!

Não tem jeito, ela é a Rory Gilmore

Fevereiro 14, 2010

Não adianta, ela pode até aparecer toda sexy em Sin City, mas pra mim ela vai ser a Rory para sempre!

Ahhhh que saudade das Gilmore Girls! Tão digna neam? Adorei o nude, o sapatón, make + hair, achei bem fundamento de ricah! Hoy!

Alexis Bledel disse que não há nada certo para um filme da série ainda, mas que ela adoraria ver um roteiro bem interessante sobre.

Ou seja, roteiristaaas!


%d bloggers like this: