Posts Tagged ‘Willem Dafoe’

Look 4 Today

Julho 10, 2012

Pq hoje é dia de Look 4 Today em vídeo, com os sobrenomes Oldman + Hedlund + Bell + Dafoe para a Prada. Höy!

Quero tudo que o Gary Oldman está usando. TU-DO! (inclusive a postura e o bigode, rs)

Jamie Bell, Te AMO!

E eu que estou fazendo uma maratona daquelas em Downton Abbey (e AMANDO) fico como?

#MAMÃEQUEROSERCLÁSSICO&RICO

 

♥ Já está seguindo a magia do Guilt no Twitter? Ainda não? @themodernguilt

Só nomes na passarela da Prada, hein?

Janeiro 18, 2012

Adrien Brody, Garrett Hedlund,  Emile Hirsch, Jamie Bell  e Willem Dafoe, todos em Milão, na passarela da Prada Fall/Winter 2012.

Maravileeeandro!

ps: adorei o detalhe dos objetos no bolso e o tecido dos dois primeiros casacos.

O fantástico, fabuloso, incrível Mr. Fox

Fevereiro 25, 2010

Tão lindo que me fez rolar de rir. Fazia tempo que eu queria asssistir ao novo trabalho do diretor Wes Anderson que é um dos mais criativos diretores da sua geração e que foi o responsável pelo maravilhoso filme The Royal Tenenbaums que eu gostaria muito de ter o DVD mas parece que ele nunca chegou a ser comercializado por aqui (se alguém quiser ter a minha eterna gratidão é só me conseguir esse DVD original pra mim) enfim, estou falando do filme “Fantastic Mr. Fox”, mas eu  sempre acabava deixando para depois. Mas hoje coloquei meu PJ, garanti os meus doces como companhia e finalmente me joguei e consegui assistir ao filme que eu queria ver tanto desde a mostra de cinema do ano passado. Em meio a esse calor todo que vem fazendo por esse dias, nada melhor do que uma animação diverteeeda para passar o tempo neam?

Conhecendo o trabalho do diretor eu já sabia que deveria esperar um bom filme, mesmo porque eu já havia visto críticas muito boas a respeito da animação. O que eu não esperava era que o filme chegasse a superar qualquer uma das minhas expectativas de diversão para essa noite. E não deu outra, me diverti pencas com o Mr. Fox e seus amigos, fatão!

O filme é baseado no livro que depois de assisti-lo eu fiquei sabendo que é do mesmo autor deCharlie And The Chocolate Factory (que é outro dos meus favoritos) e conta a história do Mr Fox, uma raposa especializada em roubo de galinhas, que se vê tendo que abandonar a sua carreira promissora de ladrão para se dedicar a sua nova função: a de se tornar um pai de família.

E assim ao lado de Felicity (sua esposa raposa) Mr Fox abandona a sua carreira de furtos nas fazendas da vizinhança e passa a trabalhar escrevendo para um jornal. Tudo isso para cumprir o seu papel de pai de família e cuidar do pequeno Ash (seu filho).

Mas Mr. Fox não gosta da sua vida como esta, se acha pobre por morar em um buraco e assim planeja uma mudança em planeja uma mudança em sua vida,  família essa que ápós a mudança acaba crescendo com a chegada do sobrinho Kristofferson, um jovem centrado com vários talentos naturais e logo, Mr Fox se muda com toda a família para uma árvore enorme, com vista para 3 grandes fazendas.

É claro que em pouco tempo Fox, cansado do seu trabalho no jornal e com saudades de sua vida bandida e tendo 3 fazendas  a sua vista todos os dias, se vê tentado e passa a roubar dessas fazendas, por pura diversão.

O que ele não esperava seria a reação dos 3 donos das respectivas fazendas, que unem suas forças e passam a caçar a raposa, que acaba perdendo o seu rabo e tendo que cavar intensamente no subterrâneo junto de toda a sua família para tentar sobreviver. E essa brincadeira de caça passa a tomar conta do filme, com cenas hilárias entre a luta dos demais animais da região em busca da sobrevivência em meio a perseguição dos vilões fazendeiros.

E a  técnica de animação é impressionante nesse filme viu? Os pêlos, texturas e movimentos dos personagens são tão reais que vc passa a acreditar que eles podem ser de verdade (rs). E para quebrar esse clima, algumas cenas de comédia pastelão com movimentos clássicos de animações mais antigas entram em cena e nos trazem de volta para o mundo do Mr. Fox. Imagino que deve ter dado muito trabalho na criação de todos os bonecos, movimentação e pequenos cenários para o filme, mas o resultado deu um ar de simplicicidade para a história, que acaba fazendo com que a detalhada técnica pareça até ingênua para quem esta assistindo. Excelente trabalho!

Os cenários são fabulosos, ricos em detalhes e bem próximos da realidade. Agora imagina só reproduzir tudo isso em miniatura hein? Imagina só o trabalho que isso não deve ter dado? Dramático! Eu diria que a excelência do filme esta nos detalhes que são muitos, que vão desde as roupas dos personagens até as centenas de objetos presentes em cena. Um absurdo uso de criatividade + técnica com uma visão diferente do que estamos acostumandos nos não menos excelentes filmes Disney/Pixar. Uma simplicidade disfarçada eu diria e o resultado é absurdo.

Os personagens são profundos, os diálogos são adultos e os problemas tem cara de comtemporâneos, cara de problemas normais das famílias modernas. As piadas tem um humor simples mas menos direto, mais subjetivo. Gostei da complexidade dos personagens, mesmo os secundários que são apresentados em Latin para a audiência pelo próprio Mr Fox. E as cenas de quando eles estão brigando ou comendo são hilárias e nos faz lembrar de que no final das contas eles são mesmo selvagens.

As reações tmbm são dramáticas e as lágrimas nos olhos chegam emocionar. Digo isso por mim, que achei bem foufo quando Felicity tomada por sua raiva em uma D.R com Fox, acaba arranhando o seu rosto. Foufo mil.

O filho Ash é um personagem excelente a parte, complexado, rude e que esconde, algo que fica “escondido sutilmente” durante o filme. LOVE quando os seus pais vão se referir ao menino como sendo “diferente” dos demais e para isso eles usam uma expressão especial e balançam as patas na altura da cabeça. Euri! E rolei de novo no final do filme com ele com a boca suja de suco fazendo as vezes de batom, deixando uma leve sugestão do seu futuro incerto sendo “diferente”.

George Clooney anda me conquistando ainda mais esse ano viu? Primeiro eu vi “Up In The Air” onde ele ahazou e ganhou indicações em prêmios mil e agora ele dah a voz ao Mr Fox e nos deixa completamente apaixonados pela raposa de rabo removível. LOVE Mr Fox LOVE!

Acho que talvez “Fantastic Mr Fox” seja prejudicado nas premiações pela popularidade absurdamente maior dos seus concorrentes nas categorias animação, mas eu digo que é um dos meus filmes preferidos do gênero e que certamente ganhará um espaço especial na minha coleçán em breve.

O filme ainda conta com vozes emprestadas de Meryl Streep (Felicity), Jason Schwartzman (Ash), Bill Murray (Badger), Eric Chace Anderson (Kristofferson), Owen Wilson (Coach Skip), Willem Dafoe (Rat) e George Clooney Hoy é claro (Mr Fox).

A soundtrack do filme é bem báfu e eu pedi para o Paolo Torrento fazer a phina para mim, mas parece que ele esta tendo alguma dificuldade em encontrar viu? Alguém?

 

Mais do que recomendo, eu exijo que vcs assistam! rs

ps: E imaginem a quantidade de toys que não devem existir por ai hein? Searching now…

Maravileeeandro, agora eu quero todos os personagens, comofaz?

Achei o Antichrist meio assim…

Janeiro 29, 2010

Não sei se eu não estava em um bom dia ou a pipoca não estava no ponto (euri), só sei que eu assisti “Antichrist” no sábado e confesso que  achei o filme meio assim….

Até entendi o fundamento e o hype do filme pelo mundo dos “cabeças”, mas eu bem pularia todo o meio do filme e ficaria apenas com a cena final e a inicial, que são incríveis e que tem um direção de arte meio poética. Aquele começo com o casal no chuveiro/lavanderia/cama e a criança, tudo em pb é bem báfu. Sendo bem sincero, poderia ser um curta, seguindo apenas essa linha que seria incrível, fikdik!

E o roteiro é beeem arrastado hein? Me irritou profundamente, esse ritimo lento do filme, mas é uma característica do diretror, Lars Von Trier. Se vc vai assistir alguma coisa dele, já sabe que é preciso estar disposto ao exercício da paciência, fato (blame “Dogville“).

Mas se tem uma coisa que ele sabe tratar e muito bem é a estética do filme neam? Sempre um báfu! Foi assim em “Dogville” e agora confirmou em “Antichrist” que o diretor é mesmo um mestre em criar imagens incríveis.

Mas repito, eu esqueceria todas as cenas do “tratamento”, marido e mulher na floresta. Chato mil! Talvez eu assista uma outra vez (daqui a alguns anos), quem sabe eu mudo e idéia neam?

Sorry, não deu para mim…UHH!


%d bloggers like this: